03/02/18
Praça de Esportes JK busca parcerias
A Associação Recreativa e Desportiva da Praça de Esportes Juscelino Kubitschek de Oliveira (JK), desistiu de administrar o espaço de convivência e lazer.
O espaço continua aberto à comunidade e a Secretaria de Esportes estuda medidas emergenciais para dar continuidade às atividades mantidas no local.
A Praça de Esportes JK está funcionando normalmente, com todos os equipamentos, exceção para a piscina, que está interditada há mais de quatro anos e com expectativa de ser recuperada nos próximos meses. O espaço também é usado para aulas de futsal e vôlei, oferecidas por escolinhas esportivas, que atendem centenas de crianças, jovens e adultos.
A publicação de um chamamento público vai buscar parceiras para gerir o local, associações serão convidadas a apresentar propostas. Se não houver instituições interessadas, a Prefeitura fará licitação, para cessão de espaços às entidades que desenvolvem programas sociais, conforme previsto na legislação.
A Escola de Cultura Popular Ginga Capoeira, que atende crianças e adolescentes, por meio de projeto patrocinado pela iniciativa privada, teve suas atividades suspensas até que a situação seja regularizada juridicamente. O secretário da pasta, Gustavo Dornas Barbosa, informou que a equipe está trabalhando para resolver a questão o mais breve possível.
"Logo que a associação anunciou a desistência, foram iniciados os procedimentos para regulamentar a cessão do espaço. Apesar de todas as questões que devem ser analisadas, a Prefeitura garantiu o funcionamento dos equipamentos, inclusive, mantendo o espaço aberto para os usuários", tranquilizou o secretário de Esportes. "A proposta é ampliar cada vez mais os serviços à comunidade", completou Gustavo.