03/03/18
Operação Cidade Limpa
Trabalhos por toda a cidade tiverem início na segunda-feira
 
Depois de muita reclamação da população, postagens de fotos mostrando a sujeira e mato por toda a cidade nas redes sociais, pedidos e reclamações dos vereadores, a Prefeitura de Itaúna deu início a uma força tarefa que teve início esta semana, dia 26 de fevereiro.
O mutirão de limpeza batizado de "Operação Cidade Limpa" pretende resolver os problemas urgentes da cidade em vários setores, como limpeza urbana, capina, operação tapa-buracos, sinalização viária, substituição de lâmpadas queimadas por novas, além de manutenção em bueiros e serviços de recolhimento de móveis e inservíveis.
O projeto está sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços e executado em parceria com a Regulação Urbana e SAAE. "Vamos coordenar o trabalho. A Prefeitura começa as ações pelos bairros Jadir Marinho, Centenário e Santa Mônica. Dividimos a cidade em regiões, atendendo prioritariamente as localidades que concentram o maior número de demandas. Serão mais de 60 dias de operação e toda a cidade será contemplada. Todos podem ficar tranquilos que serão atendidos", explicou o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Fernando Franco.
 
Lotes vagos
A Prefeitura de Itaúna também vai fiscalizar os terrenos baldios. Propriedades do Município serão limpas pelas equipes da Secretaria de Infraestrutura e os particulares notificados. "O setor de fiscalização vai fazer a identificação de todos os imóveis sujos do Município e vai repassar essa relação à Infraestrutura, que vai proceder à limpeza dos mesmos.
 
Sinalização viária
A Secretaria de Regulação Urbana fará a análise das ruas e procederá a pintura estratigráfica e a sinalização horizontal e vertical, quando for pertinente.
 
Troca de lâmpadas
Os serviços de manutenção da iluminação pública serão reforçados durante o mutirão, garantindo a identificação e substituição das luminárias queimadas em curto espaço de tempo. Os moradores poderão ajudar a Prefeitura, denunciando os postes com falhas por meio da Ouvidoria Municipal, pelo telefone 0800-283-5156.
 
Cata-Móveis
O serviço de recolhimento de móveis usados e inservíveis é disponibilizado duas vezes por semana, mediante agendamento no SAAE. Durante o mutirão, o cata-móveis vai atender prioritariamente os bairros alvos da ação. "Todas as quartas-feiras, a população poderá colocar para fora de casa, sobre a calçada, aqueles objetos que não têm mais serventia, que a Prefeitura vai recolher. Importante lembrar que não são recolhidos entulhos, sobras de materiais de construção, nem galhos de árvores", explicou o responsável pelo serviço.
 
Mais serviços
A Prefeitura também vai promover a limpeza de bueiros, para evitar futuros problemas com entupimentos e, consequentemente, alagamentos, além de realizar a capina das vias e fazer pequenos reparos. "É uma grande ação necessária para garantir o cuidado com o Município. Para que o sucesso do mutirão seja maior, é importante reforçar o pedido para que a população ajude a Prefeitura a manter a cidade limpa descartando o lixo de maneira correta, não deixando materiais de construção nas calçadas e, mantendo os quintais, varandas e calhas sempre limpos. Todas as ações articuladas garantem mais qualidade de vida para as pessoas", completou o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura Fernando Franco.
 
Cronograma
O mutirão teve início nos bairros Jadir Marinho, Santa Mônica e Centenário. A partir de 05 de março, os esforços serão concentrados na regional do bairro Santa Edwiges, incluindo Cidade Nova, Aeroporto e Três Marias. Na terceira semana será a vez do Morro do Sol e Pio XII.
A quarta regional será no bairro Padre Eustáquio e adjacências, que inclui Veredas e Palmeiras. Em seguida será a vez do Leonane, Várzea da Olaria, Irmãos Auller e Vila Vilaça.
O mutirão chega ainda em Santanense, Parque Jardim, São Bento, João Paulo II e Garcias. Tem ações planejadas para o Vila Nazaré, Novo Horizonte, Vila Washington e Chácara do Quitão. Depois nos bairros Piedade, Cerqueira Lima e Graças e, fecha a primeira etapa no Universitário, São Bento e Reta de Santanense.