04/08/18
Três pessoas morrem vítimas de febre maculosa em Itaúna
Com a confirmação de três mortes na cidade de pessoas vítimas do carrapato-estrela, vetor da Febre Maculosa, as secretarias de Saúde e de Regulação Urbana, estão reforçando o combate às infestações. O trabalho de prevenção foi dividido em três ações paralelas. Na primeira delas, a Secretaria de Infraestrutura, com apoio da Gerência de Meio Ambiente, intensificou a limpeza e pulverização de carrapaticida em áreas de incidência do carrapato. A ação já é executada ao redor do Ginásio Poliesportivo Hélio do Carmo Maciel, no bairro Itaunense. Em breve será levada ao entorno da lagoa que fica no fim da avenida Jove Soares, próximo ao Pio XII, onde há grande número de capivaras, animal que é o principal hospedeiro do vetor da Febre Maculosa. Também faz parte do cronograma uma campanha educativa, a partir da afixação de cartazes em pontos estratégicos e distribuição de panfletos para orientar a população e divulgação de informações na mídia. Outra medida é a sinalização dos locais onde possivelmente existem focos, como praças e parques ecológicos. A identificação do carrapato-estrela está entre as estratégias. De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde, Maria Izabel Faria Dâmaso, fiscais da Superintendência Regional estiveram na cidade para coletar amostras, enviadas à Fundação Ezequiel Dias - Funed. O Município ainda não recebeu o resultado dos testes. Prevenção A prevenção é a única maneira de evitar a contaminação pela Febre Maculosa. Por isso, é importante redobrar os cuidados e evitar áreas de pastagem e matas. Quem frequenta esses lugares deve usar roupas claras, de preferência calças, blusas de mangas compridas e sapatos fechados. Também é recomendado o uso de repelente com icaridina. Em caso de contato com carrapatos e aparecimento de sintomas como dor de cabeça e no corpo, mal-estar e febre, é fundamental procurar a unidade de saúde mais próxima de casa, para as providências cabíveis