07/01/17
Carteira de motorista terá mudanças e novo modelo
Desde de 2 de janeiro de 2017 toda CNH (Carteira Nacional de Habilitação) emitida no país passará a ter uma nova coloração diferente da atual e outras numerações, entre outros dispositivos de segurança.
Os motoristas que estão com a CNH dentro do prazo de validade não precisam trocá-la antes do vencimento. As novas mudanças não alteram os procedimentos de obtenção da carteira que têm como objetivo aumentar a segurança do documento.
Com o novo design, a tarja que fica no topo do documento (atualmente azul esverdeada) passará a ser preta e a ter, no lado direito, o mapa do Estado em que a CNH for emitida. No canto superior direito, um mapa do Brasil será impresso com tinta de variação óptica, que dificulta a falsificação da carteira.
O fundo do documento será mais amarelado, e novos elementos de segurança (vistos apenas com luz ultravioleta ou negra) serão incluídos, como brasões da República e fios de microletras.
Além de números de identificação nacional e estadual, a carteira terá um código numérico composto pelos dados individuais do motorista. Para confirmá-lo, os agentes de trânsito usarão um aplicativo do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).
A mudança na CNH não irá alterar os preços, a substituição será realizada sempre que os motoristas precisarem renovar ou tirar a segunda via do documento.
 
Simulador de Direção
Os candidatos à obtenção da Carteira Nacional de Habilitação ou aqueles motoristas que irão mudar de categoria, serão obrigados a fazer, no mínimo, cinco horas/aula, de simulação, sendo uma com conteúdo noturno. As aulas deverão ocorrer após o aluno ter feito o curso teórico e antes de iniciar a prática nas ruas.