14/07/18
Pedro Pussieldi é vice-campeão brasileiro de BMX
O atleta Pedro Pussieldi competiu no último final de semana na cidade Americana, São Paulo, no Campeonato Brasileiro de BMX. Foi o maior evento da história da modalidade, onde reuniu quase 800 atletas de diferentes estados na disputa da competição nacional.
Na fase classificatória Pedro ficou na segunda posição, nas três classificatórias. Na bateria final, largou em terceiro lugar, e na terceira reta assumiu a vice-liderança até alinha de chegada.
"Gostei muito do meu resultado, pois este é meu primeiro ano na categoria Júnior e consegui vencer adversários fortes, além disso estava me recuperando de uma uma lesão na escápula que fraturei a quatro semanas atrás, o que me prejudicou nos preparativos finais. Mas mesmo assim, consegui superar a dor e ficar em segundo lugar", afirmou o atleta.
Durante a semana o atleta treinou em São Paulo junto com a seleção brasileira de BMX já pensando no segundo semestre.
Pedro Pussieldi tem patrocínio da Yess BMX, Power Cycles, Number One Escola de Idiomas, Bike Zero Bicicletaria e Sapatilhas Mormaii, além dos apoios do Bicho do Mato Mountain Bike Clube, Laboratório de Prescrição de Treinamento Esportivo - UFV - CAF, Laboratório de Bioquímica de Proteínas - UNIRIO, Aranha Mecânica, Franco Noce Psicologia do Esporte.
 
Maratonista itaunense fica em 2º em prova de 235 km
A atleta maratonista de aventura, Priscila de Souza Santos, (foto) de Itaúna, participou no dia 29 de junho, da competição Ultra Maratona dos Anjos UAI , na modalidade 235KM com apoio. A competição foi realizada na cidade de Passa Quatro, Minas Gerais.
"Completei a prova com 39 horas, foram 39 horas de paisagens maravilhosas e de uma experiência incrível na minha vida, dormi somente 20 minutos e aprendi muito sobre a dor e sobre o significado da família, pois após os 200Km percorridos meu pai já com 60 anos , Orivaldo dos Santos, desceu do carro de apoio e correu comigo os últimos 30KM . Sim, correu, ele nunca tinha corrido e nem estava vestido para tal, porém com um sorrisinho humilde e dois pedaços de madeira para fazer barulho e me acordar não me abandonou até o final. Meu esposo, Samuel, também correu 12KM de mãos dadas comigo; meu maior medo era a reação deles quando eu começasse a sofrer e chorar, mas eles não se abalaram e me conduziram até o final". Este é o depoimento de Priscila que acabou a prova em 2º lugar geral.
Priscila tem o apoio da VEM- Assessoria Esportiva e da Prefeitura de Itaúna pelo projeto Apoio ao Atleta.