15/06/18
Homem que matou a esposa é condenado a quase 20 anos de prisão em Itaúna
 
Fonte Portal MPA
Foi julgado nesta sexta-feira (15), Euler Andrade Rodrigues, acusado de matar a esposa Dênia Alves Silva em novembro de 2016, na cidade de Itaúna. O julgamento foi realizado no Fórum Municipal, localizado na Praça da Matriz em Itaúna. A sessão foi presidida pelo juiz Paulo A. de Carvalho, com oito horas de duração. Euler foi condenado a 19 anos e oito meses em regime fechado e deve cumprir a pena na Penitenciária Municipal, onde já estava preso.
Dênia tinha 48 anos e era diretora de uma escola municipal em Itaúna. Na época, as investigações começaram com o caso sendo tratado como um latrocínio, já que a versão inicial era de que a mulher teria sido levada por assaltantes, levando a Polícia Civil a crer em na possibilidade em possível extorsão mediante sequestro ou furto/roubo seguido de cárcere privado.
No entanto, a Polícia Civil, o marido teria simulado o sequestro da vítima e a assassinou na casa do casal, abandonando o corpo na zona rural. Exames da perícia apontaram que Dênia teria sido morta por asfixia em casa. 
Euler havia sido indiciado por homicídio qualificado, devido à asfixia e feminicídio.