16/06/18
Campanha de Vacinação é prorrogada mais uma vez
A Campanha de Vacinação contra a Gripe vai ser novamente prorrogada, agora para o dia 22 de junho. A determinação é do Governo federal porque ainda não foi atingida a meta de 90%.
Em Minas Gerais, até o momento, 85,80% da população que faz parte do público prioritário já foi imunizada. Tal número está acima da média nacional de imunizados contra a gripe, que atualmente está em 78,80%.
Há preocupação com as crianças de 0 a 5 anos e com as gestantes. No primeiro grupo, apenas 70% está imunizado e no segundo, somente 71%.
A escolha dos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e é definida a partir de estudos epidemiológicos. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.
 
Eficácia da vacina
Algumas pessoas não estão se vacinando por terem receio da vacina. O ato de não se imunizar expõe a população aos riscos de complicações da doença, principalmente os grupos prioritários.
A vacina da gripe absolutamente segura e possui uma eficácia de 95 a 98% e o índice de reação é de apenas 1%. É fundamental que as pessoas se imunizem para ficarem protegidas das eventuais complicações que a doença pode ocasionar.
A partir do dia 25 de junho, caso haja disponibilidade, a vacina também será ofertada para as crianças de cinco a nove anos e adultos entre 50 e 59 anos. No entanto, é importante que municípios continuem na busca ativa dos não vacinados pertencentes aos grupos prioritários.
 
Casos de Gripe em Minas Gerais
No Brasil, há três vírus principais da gripe em circulação: o influenza A/H1N1, o influenza A/H3N2 e uma variante do influenza B. Até o momento, Minas Gerais registrou 105 casos de influenza e 23 óbitos. Por esse motivo é importante reforçar que a vacina disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é trivalente e protege contra esses três principais vírus.