17/03/18
Estradas rurais sem manutenção
A vereadora Márcia Cristina pediu que as estradas rurais recebam mais atenção do poder executivo.
Contou que fez indicação para manutenção da estrada do Retiro dos Farias e que há mais de 15 dias (naquela data) o ônibus não conseguia chegar até a comunidade. Havia a promessa de que a manutenção aconteceria na terça e quarta-feira da semana passada, mas não foi feita. Márcia pediu novamente a manutenção daquela estrada e da estrada de Carneiros, onde há 30 dias que o ônibus escolar não buscava as crianças em casa, fazendo com que os pais deixem seus afazeres para levá-las.
Márcia cobrou agilidade e um cronograma para que todas as comunidades sejam atendidas.
 
Atendimento do PSF Tavares
Felipe Carvalho, fazendo uso da Participação popular, levou aos vereadores o problema que enfrentam os moradores da comunidade do fundão que não são atendidos no PSF da Várzea. Eles têm que ir até o Posto Central ou até o hospital Dr. Ovídio.
 
Recursos para o Hospital
O vereador Alexandre Campos anunciou que recebeu do deputado federal Rodrigo Pacheco notícia de que as emendas dele, entre elas recursos de 250 mil reais que destina ao hospital Manoel Gonçalves para a compra de elevadores, já está em fase final, podendo ser liberada ainda este mês. Anunciou que há possibilidade de, ainda em 2018, vir outra emenda deste ano, que ele indicou também para o hospital para compra de medicamentos, no valor de 300 mil.
Gláucia contou que no dia seguinte, quarta-feira, dia 14, iria a Belo Horizonte, junto com o vereador Silvano buscar três academias para os Bairros Murilo Gonçalves, Itaunense e Córrego do Soldado.
 
Animais soltos na rua
A retirada de animais soltos pelas ruas e punição aos proprietários foram abordadas durante o encontro semanal dos vereadores. Antônio José de Faria Júnior, "Da Lua" (PSDB) afirmou que o aumento de animais soltos pelas ruas da cidade está causando enorme preocupação, diante dos riscos de acidentes. Já o vereador Lucimar Nunes, "Lucinho de Santanense" (PSB) foi duro em suas críticas e cobrou, além do recolhimento dos animais, punição para os proprietários