18/03/17
Cléber Oliveira é preso e confessa assassinato de Josiane Lança
A polícia Civil apresentou nessa segunda-feira, dia 13 de março, o suspeito pelo assassinato de Josiane Lança, Cléber Vinicius Antunes de Oliveira.
Ele foi preso, a princípio, por dívida de pensão alimentícia para com uma filha de 9 anos que tem de um outro relacionamento.
Segundo o delegado Dr. Jorge Melo em coletiva com a imprensa, ele ficará detido pelos próximos 30 dias.
O delegado acredita em crime premeditado e disse que Cléber foi ao encontro de Josiane já armado com uma faca e até cruzou na rua com os pais da vítima e minutos depois cometeu o crime.
Disse que não existem ocorrências anteriores de desavenças entre o casal, mas que a família contou que os desentendimentos eram constantes e que um processo de separação estava em andamento e este pode ter sido o motivo do crime, o autor não aceitava a separação.
Cléber ficará sob custódia da polícia por 30 dias até que se conclua as investigações da autoria do assassinato.
Ainda segundo a PC, ele tem envolvimento com um latrocínio, furto e possivelmente com o uso de drogas.
O suspeito confessou o crime mas tentou justificar como legítima defesa dizendo que Josiane é quem estava armada.
A criança que estava com a mãe no momento do crime foi socorrida por uma testemunha.
O delegado do caso disse que ele será julgado por feminicídio, agravado pela falta de chances de defesa da vítima que foi atacada com 18 facadas, 3 delas nas costas e ainda com uma criança no colo, motivo fútil e crime premeditado.