20/01/17 Matéria apenas on line
Neider visita obras do Centro Administrativo
Prefeito conhece estrutura e defende aplicação sadia de recursos para as futuras instalações da Prefeitura
O prefeito Neider Moreira fez a primeira visita oficial às obras do Centro Administrativo nesta quinta-feira, 19 de janeiro, com o objetivo de conhecer a estrutura das futuras instalações da Prefeitura de Itaúna. O chefe do Executivo foi acompanhado pelo secretário municipal de Regulação Urbana, Paulo de Tarso Nogueira, e recebido por engenheiros do Município e da AGL Construtora, empreiteira responsável pelo empreendimento.
A administração está empenhada em realizar o diagnóstico econômico-financeiro da Prefeitura para, a partir do resultado dos levantamentos, traçar as metas a serem seguidas. “As condições que recebemos, com a obrigação de pagar um aluguel pelo uso do atual prédio da Prefeitura a partir deste ano, exigem uma postura responsável da administração no sentido de garantir os investimentos para a conclusão da obra”, afirmou Neider.
O prefeito defendeu a aplicação sadia dos recursos públicos para a continuidade do projeto. “Não podemos retirar dinheiro da Saúde, Educação, entre outras áreas prioritárias, para a construção do Centro Administrativo. O compromisso que assumimos é com a prestação de serviços eficientes e de qualidade para a população, como atendimento humanizado no Pronto Socorro, valorização do professor em sala de aula, apoio ao esporte e revitalização das áreas urbanas”, completou.
Estrutura
O secretário municipal de Regulação Urbana, Paulo de Tarso, informou que 100% da estrutura pré-fabricada do Bloco A, que vai abrigar a administração, está produzida e 70% já instalada. A previsão de conclusão desta fase de obras é para 15 de março.
O gestor adiantou que ainda neste mês de janeiro os principais projetos para a entrega do Centro Administrativo serão licitados. Estão previstos processos licitatórios para as instalações hidráulicas, sanitárias, elétricas e cabeamento de rede de dados. Também está sendo providenciado, em atendimento às normas do Corpo de Bombeiros, o projeto de prevenção e combate a incêndio e pânico.