21/04/18
AILE lança a obra "Comedeira de Broa"
Em mais uma reunião da AILE- Academira Itaunense de Letras, realizada no dia 7 de abril, no salão de eventos da Loja Maçônica Itaúna Livre - LMIL, foi recebida a escritora Ana Maria de Castro Machado, seus pais, familiares e amigos para o lançamento de seu livro: Comedeira de broa.
O presidente da AILE, prof. Arnaldo de Souza Ribeiro, cumprimentou e parabenizou a jovem escritora, seus pais, familiares e professores. Falou da importância dos livros e do apoio aos novos e jovens talentos que se enveredam pelos caminhos da literatura. Asseverou que seria o segundo livro a ser lançado durante reunião da AILE. O primeiro lançamento foi do livro de Layla Oliveira, no dia 04 de novembro de 2017. Arnaldo disse ainda que os integrantes da Academia apoiam os lançamentos literários por acreditarem nos novos talentos e ainda, que eles são imprescindíveis para o aprimoramento e renovação da literatura.
A jovem escritora Ana Maria de Castro Machado, com onze anos de idade, falou de seus trabalhos com as palavras escritas, de sua paixão pelos estudos e pelas leituras. E, sobretudo, pelo respeito e culto às histórias contadas de geração a geração por seus familiares - uma delas - tema central de seu livro. E o fez de forma simples e objetiva, como é próprio das crianças. Durante sua fala esbanjou alegria e simpatia e ainda, recebeu atentamente - um a um - os agradecimentos, os conselhos e as reflexões dos pais, dos parentes, dos amigos e dos acadêmicos presentes.
Importante ainda, que sejam destacados os depoimentos de seus pais e de sua tia, Ronaldo, Maila e Betânia, respectivamente, sendo: "Ana Maria sempre valorizou e esteve atenta às histórias contadas por nossos ancestrais e, que a materialização de uma delas nesse livro, foi possível pela atenção com que as ouvia e pelo amor às leituras, hábito que cultiva e aprimora desde que aprendeu a ler. Por vezes se esquecia das brincadeiras, comuns às crianças, para dedicar-se aos livros e às leituras".
O acadêmico, poeta e músico prof. Raimundo da Silva Rabello, de improviso fez um verso e música, para cumprimentar e enaltecer a jovem escritora, e o cantou em forte, bom e afinado tom, no que foi acompanhado de pé, conforme por ele solicitado e pelo ritmo das palmas de todos os presentes.
O acadêmico, radialista e psicólogo, Dr. Jonas Vieira, com a singular sabedoria que lhe é inerente, sintetizou a fala de todos os presentes, acrescidas de seu pensamento e vivencias, e o fez com desenvoltura e de forma técnica, acerca da importância dos novos e jovens talentos e, sobretudo, do necessário apoio dos pais, parentes, amigos, professores e academias, obviamente, sem prejuízo da necessária liberdade que se deve dar aos jovens escritores, para que eles possam de forma autêntica e livre, expressar seus pensamentos e sentimentos através de seus trabalhos literários.
A reunião foi encerrada com os agradecimentos e entrega de livros ofertados à escritora Ana Maria de Castro Machado pelos acadêmicos presentes, ocasião em que a escritora, com elegância e sabedoria, carinhosamente autografou seus livros.