21/04/18
Centro de Oncologia de Itaúna recebe credenciamento do Ministério da Saúde
Mais uma grande etapa foi finalizada para o funcionamento do Centro de Oncologia, construído nas dependências do Hospital Manoel Gonçalves. A notícia foi recebida na terça-feira, dia 17 de abril. O centro, parceria entre a Prefeitura, a Associação de Voluntários no Apoio ao Combate ao Câncer em Itaúna - Avacci, a Casa de Caridade e o Governo do Estado, está credenciado pela União, conforme portaria já assinada e despachada pelo Ministério da Saúde. A publicação da portaria, porém ainda não sido feita até a manhã desta sexta-feira. Assim que for publicada a portaria, o Centro de Oncologia poderá entrar em funcionamento beneficiando os pacientes portadores de câncer que hoje precisam ir para outras cidades para o tratamento da doença.
De acordo com o secretário, Fernando Meira de Faria, que acompanhou a emissão do parecer final, nesta semana, em Brasília, cabe agora ao Estado a realocação dos recursos, antes destinados apenas a Divinópolis, referência de Itaúna para o tratamento contra o câncer. A partir daí, a previsão é de que sejam repassados para a operacionalização da unidade local cerca de R$ 500 mil por mês, R$ 6 milhões ao ano. A princípio, o Centro de Oncologia atenderá aos pacientes da cidade e da microrregião, abrangendo Itatiaiuçu, Itaguara e Piracema. Mas, há possibilidade também de que a assistência seja estendida a moradores de Pará de Minas e cidades no entorno.
Além da quimioterapia, os portadores de câncer terão acesso a consultas, exames, cirurgias e internações, acompanhamento de nutricionistas e psicólogos, entre outros.
Ainda não há previsão para a inauguração, pois, agora esses trâmites burocráticos, referentes, principalmente, aos recursos financeiros, dependem do governo de Minas Gerais. Mas, com o credenciamento, há expectativa de que o Centro de Oncologia esteja em funcionamento em poucos meses.
O prédio que vai abrigar o Centro de Oncologia já foi concluído, equipado e mobiliado e teve as instalações aprovadas. As equipes que atenderão na unidade também estão praticamente definidas.
A obra teve início em dezembro de 2013 e foi orçada em R$1,247 milhão. Desse valor, R$900 mil foram recursos do Governo do Estado, conseguidos por intermédio do então deputado estadual Neider Moreira. O restante da quantia foi captado pelo Hospital.
Coube à Avacci a aquisição dos equipamentos e mobiliário a serem usados durante os tratamentos, no montante de 160 mil reais. A Avacii ainda também disponibilizando uma Casa de Apoio para receber pacientes de outras cidades, que certamente farão seus tratamentos em Itaúna.