23/09/17
Assistência Social recebe apoio do Governo de Minas
O secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadã do Governo de Minas, Nilmário Miranda, participou na quarta-feira, 20 de setembro, em Itaúna, de um ciclo de debates sobre os desafios da área cujo trabalho conduz em Minas Gerais. O tema foi o fio condutor para a discussão de políticas públicas no âmbito da Assistência Social e norteou as visitas às instituições e equipamentos municipais mantidos para fortalecimento da rede de acolhimento. O representante do Executivo estadual foi recebido pelo prefeito Neider Moreira no Gabinete, junto com o vereador Lucimar Nunes Nogueira, membro da Comissão Parlamentar de Direitos Humanos. 
Na ocasião, Nilmário oficializou a doação de um computador completo, projetor multimídia, impressora a laser e estabilizador para o reforços da estrutura que a Secretaria Municipal de Assistência Social coloca à disposição para o atendimento das demandas da sociedade. “São importantes ferramentas, avaliadas em mais de 10 mil reais, e que vão contribuir com a qualidade da prestação do serviço oferecido e que já estão disponíveis para o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, comemorou Élvio Marques. 
Durante a visita, os secretários percorreram instituições como a Avacci, de combate ao câncer, a Delegacia de Mulheres, e se reuniram com representantes das comunidades terapêuticas. No final do dia, Nilmário liderou uma roda de conversa promovida com a sociedade na sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. 
O encontro cumpriu o objetivo de repensar a política de acolhimento, do ponto de vista dos Direitos Sociais, e contou com a participação de cerca de 30 pessoas, além do vereador Hudson Bernardes, líder do Governo na Câmara. “Itaúna é uma cidade privilegiada pela estrutura que tem e pela qualidade dos serviços que são oferecidos à população. Estar no Município é um privilégio para conhecer a realidade das instituições e do Governo e ver como eles funcionam transformando, para melhor, a realidade de milhares de itaunenses”, resumiu Nilmário.