23/09/17
Entrega da nova sede da Prefeitura só em final de 2018
O Grande Expediente foi suprimido na última reunião da Câmara para que os vereadores pudessem ouvir e discutir sobre a paralisação da construção da nova sede da Prefeitura. O secretario de Regulação Urbana, Paulo de Tarso, esteve presente junto com o arquiteto e urbanista da Prefeitura de Itaúna, Neurivan Gonçalves. A obra continua como o ex-prefeito Osmando Pereira da Silva deixou, apenas com a estrutura modular montada. Era previsto que já em setembro o prédio do centro da cidade seria entregue ao seu novo dono; no contrato com a empreiteira havia uma cláusula que se houvessem atrasos na obra, a responsabilidade do pagamento de aluguel seria dela. Como a paralisação foi feita pelo Município, este mês é o ultimo gratuito na atual sede. Serão R$ 35 mil reais mensais de aluguel. O engenheiro Neurivan Gonçalves disse que houve mudanças na localização das secretarias municipais que serão abrigadas em um só prédio, o único que será construído, a um custo de R$ 8 milhões. Neurivan disse que o projeto anterior foi orçado em 19 milhões, segundo ele. Mais de R$ 4 milhões já foram usados na obra até o momento. Neurivan disse que as secretarias que tem sede própria, ficarão onde estão, ou seja, fora do complexo administrativo: Saúde, Educação, Esportes e Infraestrutura. A aparência do prédio também será modificada. A fachada toda em vidro, será substituída por paredes. A equipe da Prefeitura informou que a previsão de funcionamento da nova Prefeitura será no segundo semestre de 2018. Distrito Industrial deve ganhar nova ponte O Distrito Industrial deve ganhar nova ponte, possibilitando o escoamento da produção das empresas instaladas no local. A vereadora Gláucia Santiago informou que o Estado já doou as vigas de sustentação e que a Prefeitura estuda formas para construir o novo acesso. Vereador Silvano Gomes questiona taxa de lixo na zona rural O vereador Silvano Gomes quer que a administração municipal reveja a cobrança da taxa de lixo na zona rural da cidade. O projeto, que estabeleceu a cobrança sobre a Taxa de Coleta, Remoção e Destinação do Lixo, atinge também moradores da zona rural atendidos pelo serviço. Câmara convoca comissão que analisa concurso A pedido do vereador Antônio de Miranda, membros da comissão que acompanha o desenrolar do concurso público realizado em 2016 pela p Prefeitura, suspenso para averiguações de possíveis irregularidades, serão ouvidos pela Câmara de Itaúna. Câmara aprova mudanças na lei e atividade tributária no município deve ser disciplinada A Câmara aprovou projeto que permitirá um aumento na arrecadação do Município, com base na alteração que o governo federal fez na legislação, permitindo o recolhimento do Imposto Sobre Serviço, ISS, no município onde está localizado o prestador do serviço referente às vendas com cartões de crédito e débito, leasing e de planos de saúde. Segundo o vereador Hudson Bernardes, a expectativa é que a arrecadação tenha um acréscimo de R$ 2 milhões.