24/03/18
Itaúna é a cidade que mais gerou empregos no Centro-Oeste de Minas
Itaúna é quarta cidade de Minas Gerais que mais criou oportunidades de trabalho em 2017. O Município só não teve o desempenho melhor que de cidades de Uberlândia (1º) e Patos de Minas (2º), e Comendador Gomes (3º), no Triângulo Mineiro. Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego e foram divulgados no último relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged, esta semana.
Conforme o balanço oficial, entre janeiro e dezembro do ano passado, foram admitidos 1.009 trabalhadores no Município, todos com carteira assinada. A quantidade de vagas ocupadas foi destaque na região Centro-Oeste. Na mesorregião, Itaúna foi a que mais gerou emprego ficando à frente de Cláudio, com saldo de 552 contratações formais, e Divinópolis, em terceiro lugar, com 501 ocupações. Nova Serrana, que vinha mantendo a liderança no estado em relação à criação de postos, ficou em quarto, com 225.
Os bons indicadores também projetaram o Município nacionalmente. No ranking anual publicado pelo Governo Federal, Itaúna é a 52ª entre as 100 cidades que mais geraram empregos em 2017. Os números do Caged mostram que a Indústria de Transformação (foto) foi o setor que mais absorveu trabalhadores, com oferta de 919 vagas; seguida dos segmentos de Serviços, 74; Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca, 30; Extrativa Mineral, 14; e Comércio, 13. A variação negativa ficou por conta da construção civil (-39) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (-2).
Reflexos positivos
O prefeito Neider Moreira comemorou os resultados obtidos pelo Município e destacou as articulações da atual administração, desde o início de 2017, com a proposta de fomentar a economia. Uma delas, a reativação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.
"É extremamente importante que o Município tenha um setor absolutamente voltado à questão, para que as estratégias tenham continuidade. Os resultados começaram a aparecer. Está prevista a chegada de três novas empresas, ainda neste primeiro semestre, com a geração de aproximadamente 500 empregos diretos. O objetivo do governo é realizar um trabalho contínuo, com foco constante na abertura de oportunidades. As ações são desenvolvidas de forma segura, com o estreitamento das relações entre a Prefeitura e as entidades empresariais, conversando e sempre procurando criar o melhor ambiente possível para que Itaúna possa se desenvolver rapidamente", comentou o chefe do Executivo.