24/03/18
Juros baixos são decisivos para elevar o consumo e os investimentos, avalia CNI
A redução de 0,25 ponto percentual nos juros básicos da economia foi uma decisão acertada do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), logo depois do anúncio da queda da taxa Selic para 6,5% ao ano. Com isso, o Brasil tem a menor taxa de juros desde 1999, quando o Banco Central adotou o sistema de metas de inflação.
A CNI destaca que a inflação baixa e o fraco desempenho da economia contribuíram para o corte dos juros. No entanto, alerta que a manutenção dos juros baixos, o controle da inflação e o crescimento sustentado do país dependem, fundamentalmente, do equilíbrio das contas públicas.