25/03/17
Tribuna Livre da Câmara
Daniela sugere que vereadores reduzam salários e revoguem 13º
O PL 05/2017, de autoria do vereador Alexandre Campos, de 31 de janeiro, foi aprovado. A lei permitirá que usuários do transporte coletivo tenham mais segurança no embarque e desembarque fora dos pontos previamente estabelecidos em locais e horários de pouco movimento. O vereador justificou seu projeto alegando que os usuários, principalmente mulheres, deficientes e crianças podem ser vítimas de roubos e outros tipos de violência. O coletivo fazendo paradas mais próximas de suas residências ou trabalho garante mais segurança.
As paradas em locais mais seguros para os usuários será entre as 22 e 5 horas.
Daniela usou da Tribuna Livre para falar da taxa de lixo e regionalização do Samu. Segundo ela tem acompanhado as reuniões e se recorda que no mandato passado foi levado à Câmara projeto para aumento no valor do IPTU. A população não permitiu que o projeto fosse votado e acabou sendo retirado. Daniela disse que é contra a terceirização da coleta do lixo, mas que, caso aconteça, pediu aos vereadores que cumprissem seu papel de fiscalizar "para não acontecer como acontecia no governo de Eugênio Pinto. Se fiscalizarem o Executivo, não vai repetir".
Daniela disse que na Câmara está acontecendo a turma do contra, "no governo passado podia, no atual não pode". Disse que na criação da taxa de lixo o povo não foi ouvido e aqueles que apoiaram sua criação acabaram por sofrer muito desgaste diante da população. Ela disse que ouviu de um vereador que o Neider não podia onerar o povo, repassando um aumento no valor da taxa. "O mesmo que votou pela criação da taxa no ano passado". Se estivessem mesmo tão preocupados em não onerar para o cidadão porque aprovaram reajustes de seus salários, criaram o seu 13º salário? Este dinheiro hoje poderia estar sendo usado para a coleta de lixo ou qualquer outra coisa para a população".
Encerrou o assunto dizendo que se trouxerem para a Casa um projeto para retirada do 13º salário, como prometeu o Pranchana durante sua campanha, projeto para redução dos salários, podem contar com ela que será a primeira a segurar faixa no semáforo.
Continuou sendo dura com os vereadores também no projeto de regionalização do SAMU. Contra a regionalização disse que quem não tem carro sabe o que é às 2 ou 3 horas da manhã ter que acordar vizinho para socorrer um parente que precisa. "Os vereadores que votaram a favor da regionalização que deixem seus números de telefones disponíveis, os que se dizem muito amigos do povo, que gostam muito do povo, para que, quando o cidadão precisar de socorro estes vereadores possam ajudar".
Daniela acredita que , apesar das promessas de ser disponibilizado até helicóptero, moto e outros veículos, a população será penalizada.
O Projeto de Lei nº 13, de 07 de março, de autoria do Executivo foi mais um projeto aprovado pelos legisladores itaunenses. Com sua aprovação o canteiro de obras da Prefeitura de Itaúna passa a se chamar Centro de Operações "Francisco Ramalho da SilvaFilho" .