28/01/17
Orquídea pode deixar de ser símbolo do Município
Na reunião desta terça-feira, dia 24 de janeiro, foi aprovado o reajuste dos vencimentos do funcionalismo público municipal em 7,5%, retroativo ao mês de janeiro conforme emenda do vereador Antônio de Miranda.
Foram lidos mais dois projetos de lei. O Projeto de Lei Ordinária, de Antônio de Miranda propõe a redução de 50% da jornada de trabalho dos servidores públicos municipais que comprovem serem responsáveis por pessoa portadora de necessidades especiais, cuja deficiência a torne incapaz.
O PLO 3 2017, de autoria do Executivo pretende revogar a Lei nº 3.551, de 27 de junho de 2000 que instituiu como símbolo do Município de Itaúna a "Catleya Walkeriana", orquídea que cresce em abundância no Município. A justificativa do prefeito Neider Moreira é que os símbolos do Município são a Bandeira, o Hino e o Brasão e outros que representam a identidade cultural e histórica de Itaúna.
"Em que pese a beleza da flor "Catleya Walkeriana", pode-se reconhecer que, isoladamente, não tem vinculação alguma com identidade histórica e cultural do Município. Lado outro, há que se entender que símbolo de honra deve ser escolhido por intermédio de um concurso democrático e aberto à população promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, a exemplo do Hino".
Na Tribuna Livre Mauro Guimarães levou aos vereadores a posição contrária dos proprietários de vans escolares ao projeto de aumento do número destes veículos na cidade.
Antônio José de Faria Júnior, o Da Lua, pediu que fosse feito um estudo sobre este aumento e se declarou também contrário ao projeto; posição bem parecida teve a vereadora Gláucia Santiago, sugerindo que a matéria fosse estudada e discutida entre o poder público e os profissionais da área. O vereador Gleisinho contou que é usuário de vans particulares há mais de 20 anos, e que o assunto merece um estudo sobre o projeto de aumento das vans.
Joel Márcio explicou que o seu projeto de aumento de vans escolares foi apenas uma indicação ao Prefeito, mas que será muito bem analisado e que não será aprovado caso prejudique a população. A vereadora Otacília Barbosa também apoia mais discussão antes da aprovação de um projeto como este.
Na Participação Popular; Solange Clemente Ferreira cobrou a nomeação dos aprovados no Concurso Público da Prefeitura de Itaúna e teve o apoio de vários vereadores como Alex Arthur, Antônio de Miranda, Giordane Alberto, Gleisinho, Joel Marcio e Otacília Barbosa.
Hudson Bernardes, líder do Prefeito na Câmara, informou que a designação dos candidatos está respeitando toda a ordem do concurso, conforme acordado com o Ministério Público, e que a Prefeitura ainda está dentro do tempo hábil para responder ao Tribunal de Contas as indagações feitas.
Outro assunto que entrou em discussão foi a situação da Praça da Estação que há anos vem sendo invadida pela prostituição, usuários de drogas e marginais. Uma revitalização do local teve apoio dos vereadores Alexandre Campos, Gláucia Santiago e Lacimar Silva - o Três. Este último apresentou fotos mostrando a situação de desleixo com a área externa do Museu localizado na Praça da Estação.
O presidente da Mesa Diretora, Márcio Gonçalves Pinto, Hakuna, elogiou e agradeceu a grande participação popular nas reuniões plenárias.
Otacília Barbosa, Gláucia Santiago, Iago Souza, Alex Artur, Antônio de Miranda e Márcia Cristina pediram informações ao SAAE sobre a desvincu-lação da cobrança da taxa de lixo das contas mensais, conforme recomendado pelo Ministério Público.