28/10/17
Câmara nega 13º salário ao prefeito Neider Moreira
O Projeto de Lei Complementar 04/2017, encaminhado à Câmara Municipal de Itaúna pelo Executivo em 24 de julho que "autoriza pagamento de gratificação natalina aos agentes políticos que menciona e dá outras providências" foi retirado nesta terça-feira, dia 24 de outubro. O projeto nada mais é que a regulamentação do que já era praticado por prefeitos anteriores, o pagamento do 13º salário a secretários municipais e diretores do SAAE e IMP.
A polêmica em torno do projeto, que tomou conta das redes socais e foi motivo de indignação na população, foi o fato de estender a gratificação ao prefeito e vice-prefeito.
Até mesmo o vereador Hudson Bernardes, líder do prefeito Neider Moreira na Câmara apresentou emenda ao projeto retirando dele o benefício ao prefeito e vice.
O vereador Antônio de Miranda falou que não é o momento e ressaltou que nunca um prefeito e vice receberam 13º salário. Toinzinho disse que o vice-prefeito, Fernando Franco, já havia se posicionado contrário ao recebimento do 13º salário.
Sugeriu que o projeto fosse retirado de pauta, no que foi acompanhado até mesmo pelo líder do prefeito, Hudson. Toinzinho pediu que novo projeto fosse enviado apenas com a regulamentação da situação do pagamento da gratificação aos secretários e diretores das autarquias.
Ao final de sua fala Toinzinho mandou um recado para o prefeito Neider Moreira: "Deixa primeiro o cidadão ter de novo seu emprego, deixa o itaunense ter pão na sua mesa e ter saúde pública digna conforme merece."