Emerenciano
da 
Catalunha
Eu poderia ficar quieto no meu canto. Mas com tantas coisas acontecendo me vi, até na obrigação, de escrever, dar minha opinião sobre alguns fatos da cidade. Leiam e tirem suas conclusões

2013 

2012 2011 2010 2009 2008 2007 2006
22/12/07
Reeleição
O prefeito Eugênio Pinto dizia que, por enquanto, não era candidato e que, se falasse agora, poderia ser perigoso. Mas já cuidou de fazer pesquisa para ver como está perante o eleitorado. A reeleição não será fácil e parece que ele não está preocupado com isso não, pois constantemente recebemos denúncias de que assessores e diretores do alto escalão andam gritando e maltratando servidores de baixo escalão, ou seja, aqueles que realmente carregam a prefeitura nas costas. Isto para o prefeito é muito ruim porque a população fica sabendo e fica revoltada com o fato de tais assessores não receberem sequer uma advertência. Em meados da década de 90, quando ainda não havia reeleição um prefeito da época encheu a prefeitura de gente ordinária, que fazia o mesmo que vários assessores fazem hoje. O resultado foi que este prefeito não conseguiu eleger seu escolhido para sucessor, mesmo com a máquina administrativa nas mãos. E, o pior de tudo, é que o Eugênio não toma nenhuma providência contra estas atitudes. A maioria de seus assessores foi indicada por deputados do PT e pela cúpula do partido. Por isso o prefeito não tem como fazer nada, para não perder apoio político. No caso do Lucinho, seu secretário de Esportes, se ele o mandasse embora perderia seu apoio e ao retornar à Câmara naturalmente seria oposição ao governo municipal. Esta crescente rejeição, resultado de maus assessores, o prefeito sentiu na pele na festa de Nossa Senhora das Graças, no seu bairro. O povo não quis saber de bajulá-lo. Mas não foi só o caso de Lucinho que foi parar nos jornais. Recentemente tomamos conhecimento de que outro assessor seu humilhou um servidor, seu subordinado, e que também é um afro- descendente. O assessor não usou palavras referentes à cor da pele do servidor mas mandou-o sumir de sua frente usando palavras que não podemos e não queremos repetir aqui. Com certeza este assessor queria era que o servidor o agredisse para que fosse mandado embora por justa causa. Mas, felizmente, Deus ajudou o servidor a manter a calma e não deixou que ele perdesse a cabeça a ponto de responder o que o tal merecia ouvir. O prefeito nada fez, apenas transferiu o servidor para outro setor (hoje ele já está de volta à assessoria de Comunicação onde presta bons serviços).  É só uma questão de tempo. A Justiça do Todo Poderoso não falha. 
 
Cada chefe...
Outra denúncia que recebemos é que tem assessor do alto escalão que não  trabalha na segunda-feira, na terça, só depois do almoço e na quarta vai almoçar e não volta mais na parte da tarde. Mas isso para nós não é nenhuma surpresa. Em um dos textos do Odair Assis, publicados aqui na GAZETA, ele conta que recebeu convite do prefeito Eugênio Pinto e de seu então secretário Lessandro Lessa para trabalhar na prefeitura e avisou que não precisava comparecer ao serviço todos os dia, só de vez em quando... Enquanto isso os servidores que carregam a prefeitura nas costas, têm que bater cartão de ponto no horário certo, com tolerância de apenas 5 minutos. Mais que isso, perde o dia. E dizem que estão para colocar as câmeras "Big Brother" para vigiar os servidores batendo ponto. Que façam isso imediatamente, pois politicamente vai ser o fim do prefeito. Os servidores contam que já não recebem hora extra, não recebem vale-transporte para a hora do almoço, quase não lhe dão vantagem alguma. Mas exigir, eles exigem. Salários baixos, encheção de saco de chefe que é puxa saco e cobra até 5 minutos do servidor. Mas outubro de 2008 está chegando e isso há de acabar.
 
15/12/07
Desprezo
Outro dia lendo o artigo do jornalista João Gabriel, no Brexó, onde ele dizia que o prefeito está começando a ficar só, vi a confirmação do que sempre falamos aqui. O prefeito não está mais com a bola toda não. Foi justamente no seu bairro, o das Graças, que ele sentiu o desprezo da população, o sinal de que não está agradando. Por ocasião da festa de Nossa Senhora das Graças, o prefeito compareceu mas o povo não quis beirá-lo não. Por isso que não acredito nessas pesquisas que o apontam como vitorioso caso seja candidato à reeleição. O povo não está nada satisfeito com a administração Ipatinga/Betim/Itaúna. A falta de planejamento ali é uma constante.
O pessoal do bairro de Lourdes, por exemplo, achava que a praça seria construída onde era a Siderúrgica Ema, mas foi interrompida. O teatro Sílvio de Matos está quebrado há dois anos e eles não o reconstroem. A cultura começou muito bem sob a batuta do Charles Teles e agora esfriou também. Só sobrou o teatro Vânia Campos que não tem nada a ver com a prefeitura. O carnaval acabou e fazem aquele som mecânico que só serve para atrair gente da pior espécie, das cidades vizinhas, gente que só pensa em dar facada e outras coisas perigosas e assim a gente não pode nem passar perto pois temos amor às nossas vidas. Então é preciso que o povo analise muito, pense muito na hora de votar para não se arrepender mais uma vez.
 
Humilhação
Conforme parte da imprensa noticiou, o assessor de imprensa da Prefeitura, Carlos Ney, humilhou feio um servidor de seu setor. E o prefeito, mais uma vez, lavou as mãos e se omitiu como no caso do Lucinho de Santanense. Dizem que o pessoal que trabalha no prédio ficou revoltado com a atitude do assessor. Quando li o que ele fez, me lembrei de um assessor de Gabinete de uma antiga administração que gritou com um servidor dentro do Gabinete e não deu outra, o servidor desceu o braço na cara do assessor lá no Gabinete mesmo e se a turma do deixa disso não separa não sei o que teria acontecido. E o homem depois, amansou e mais na frente acabou pedindo demissão já que estava muito envergonhado. O que deve ter acontecido com Carlos Ney, se é que ele realmente pediu exoneração de seu cargo. O respeito a qualquer ser humano é fundamental para que uma equipe caminhe no rumo certo.
 
Audiência pública
Foi uma audiência do Transporte Coletivo que não deu em nada, não apurou nada, não resolveu nada. Esse povo de fora deita e rola por aqui, enquanto os empresários itaunenses foram perseguidos até ficarem em situação de penúria e terem que vender suas empresas. Aconteceu com o João Ruela, o Geraldo Melado e o João Moraes. Por isso que ninguém de Itaúna quer pegar esse abacaxi para administrar. Onde entra política no meio a tendência é só dar errado. Não culpo só a atual administração, as outras também ajudaram a prejudicar os empresários itaunenses, que acabaram morrendo pouco tempo depois, de tanto desgosto.
 
08/12/07
Casas Populares
A prefeitura está anunciando a construção do Conjunto Trieste. É tudo financiado pela Caixa Econômica Federal, não existe doação como quer que o povo pense e como foram os lotes do Morada Nova, onde os beneficiados construíram suas casas. Lá em Itatiaiuçu, o prefeito Wagner Chaves entregou um conjunto habitacional em parceria com o Governo do Estado, contanto com o trabalho do deputado Neider Moreira. Mas, aqui, o nosso prefeito brigou com o deputado, enquanto o de lá tem conseguido muitas coisas para Itatiaiuçu.
Transposição
O Brasil está com as rodovias que é buraco só. Temos ainda a crise aérea. Tudo isso foi bem lembrado pelo Neider no seu discurso na convenção do PPS. A administração Lula do PT virou um bagunça. Também não creio em transposição da linha férrea com tanta prioridade para ser resolvida. E, conforme já disse aqui, se houver a transposição é porque a Centro Atlântica quer ter trens de hora em hora, quer ampliar seu leque de transportes. Então, se acontecer a transposição em Itaúna e nas outras cidades onde existem a mesma vontade, será apenas por interesse da empresa e não para beneficiar o povo. Não seria ela quem deveria arcar com os custos?
Restaurante Popular
Depois de terem feito um estardalhaço danado, a atual administração dizia que que ia construir o Restaurante Popular. Só que eles não sabiam que o projeto é para cidades com mais de 100 mil habitantes. Deveriam ter verificado antes de divulgar. Depois, com muita vergonha de terem novamente enganado a população, soltaram uma notinha discreta, num canto de um jornal, informando que a obra não viria mais. Porque não fizeram o mesmo estardalhaço de antes?
 
Seguranças
Quando o Eugênio assumiu a prefeitura disse que seria o prefeito mais popular do Brasil e que ia governar com o povo. Poucos dias depois passou a andar com seguranças e só não foi adiante porque a GAZETA começou a perguntar se quem estava pagando os seguranças era a prefeitura ou o prefeito. Então eles dispensaram os seguranças, pois o povo de Itaúna é ordeiro e nunca nenhum prefeito precisou de seguranças. E como dizia a Zenaide, ele não era nenhuma celebridade. Quando um prefeito não está agradando, o povo não o ataca, responde nas urnas e põe pra correr.
 
Excesso
Nas rodinhas de fofocas, na Praça da Matriz, o pessoal tem comentado que na procuradoria municipal tem mais advogado que no fórum Lafaiete, em Belo Horizonte. Lá a gente vê advogados resolvendo pendências de seu clientes que não estão no gibi. Aqui, além de ter advogado demais, ainda contratam consultorias, Então pra que servem tantos advogados?
 
Ainda a pesquisa
Como estará o Eugênio nas pesquisas depois do projeto da dívida ativa?
 
1º/12/07
Ainda a pesquisa
Uma pessoa em sã consciência, seja funcionário público, ou seus familiares, seja fornecedores da prefeitura não vão falar publicamente o que deseja na pesquisa do prefeito, pois essas pessoas sabem que sofrerão retaliações por expor o que pensam do prefeito. Portanto, nós vamos ver é nas urnas como o atual prefeito se sairá em outubro de 2008, pois pesquisa é uma coisa e na hora do vamos ver é outra coisa. Servidor público que precisa trabalhar jamais irá falar abertamente o que teria vontade de falar ao prefeito. E, pelo que a gente ouve nas ruas, ele não está com esta bola toda, não. Uma pessoa que está no poder tinha que ter uma aceitação bem maior. E é bom lembrar ao atual prefeito que quando ele se candidatou em 2004, o Élvio tinha 80% das intenções de voto e ele, apenas 1%. No entanto, o quadro eleitoral foi revertido e ele acabou virando prefeito. E quem ajudou a levantá-lo foi o Regaço com sua brincadeira de "O Pinto tá subindo..." que reverteu o quadro. E o povo também estava enfezado por não ter mais opção de escolha. Então, a partir do ano que vem, quando começar a aparecer nomes de peso dentro do quadro eleitoral a reeleição não será fácil. É preciso muito jogo de cintura para conquistar a prefeitura. E agora, principalmente com a cobrança de impostos através da justiça, a situação tende a piorar, porque cobrar dos ricos inadimplentes é uma coisa, mas cobrar de gente desempregada que está vivendo de "bico" vai dar "pano pra manga". Outra coisa também que a pesquisa quando foi feita ainda não tinha acontecido, foi o aumento das passagens que deixou muita gente mordida de raiva. Para quem é assalariado R$1,70 pesa demais para um pai de família. Então, nós vamos ver é lá nas urnas como será o desempenho do atual chefe do Executivo.
 
Pegou mal
Outra coisa que pegou mal e deu o que falar foi o Lula defender o presidente da Venezuela, Hugo Chavéz. Hugo Chavéz é ditador, opressor e se o Lula fosse democrata de verdade, perdeu um boa oportunidade de ficar calado. Seus aliados e puxa-sacos estavam até tentando arrumar um terceiro mandato, mas como isso estava parecendo um golpe, o próprio Lula descartou a idéia. É preciso que sempre aconteça mudanças para que possamos ver quem realmente pensa no povo e não quer apenas o poder. 
 
Será?
Outra coisa que ficamos sabendo é que mandaram embora uma servidora com 22 anos de casa, por simples suspeita de que ela estaria passando informações para o deputado Neider Moreira. Essa funcionária tem um irmão que trabalha para o Neider, mas ela disse que vários servidores tinham acesso à senha de seu computador e que não era ela quem passara as informações. Mas deixaram de saber. Mandaram ela embora e dizem que ela vai entrar na justiça e vai receber uma grana alta. Está igual o caso de um ex-prefeito que mandou uma servidora velha de casa embora e ela entrou na justiça e recebeu 100 mil reais na época e ainda teve que ser readmitida. Mas como o dinheiro é dos impostos que nós pagamos, eles estão pouco se lixando. Se eles tivessem que pagar indenização do bolso deles,  pensariam duas vezes antes de agir. E vocês têm provas concretas de que foi essa servidora mesmo que passou as informações? Ou foi abuso de poder? Ela teve defesa ampla? E já que várias pessoas tinham a senha será que vocês não cometeram injustiça?
 
24/11/07
Corajoso
Me pareceu bem corajoso o projeto do prefeito Eugênio com apoio dos vereadores eugenistas de cobrar através da justiça a dívida ativa de vários contribuintes inadimplentes. Dizem que tem muito rico que há anos não paga o IPTU, mas também muita gente desempregada, vivendo de "bicos" mas, com certeza, serão executados na justiça assim mesmo. O ex-prefeito Osmando tentou isso também, mas recuou porque sabia que seria suicídio político. É preciso que seja analisado quem tem condições de pagar e quem não tem. Certamente a situação de reeleição do prefeito não anda nada boa e isso pode acabar de derrotá-lo nas urnas.
 
Pesquisa
Por esta o Eugênio não esperava. Mesmo sem ninguém ter colocado o nome como pré-candidato a prefeito na pesquisa, as coisas não andam boas para ele não. E justamente quem está colado nele é o deputado Neider Moreira. E olha que o Neider nem declarou ser candidato. Com isso estamos mostrando ao leitor e eleitor o que vínhamos sempre falando aqui. O Eugênio não está com essa bola toda mais não. Pra quem está no poder, com a prefeitura nas mãos era de se esperar muito mais aceitação por parte da população. Se o prefeito procurasse fazer das críticas um aprendizado para melhorar a sua atuação frente à prefeitura, talvez ele estivesse em situação mais confortável perante o eleitorado. E se alguns nomes de peso realmente aparecerem como candidatos a prefeitos a situação para o lado do Eugênio pode complicar ainda mais. Agora o Eugênio vai ver como os servidores que ele perseguiu e seus familiares vão fazer falta nas urnas. Agora ele vai ver que a turma que ajudou e votou nele e pra quem ele virou as costas vai fazer falta nas urnas. Nada como um dia atrás do outro. Outro dia vi alguns membros de seu governo pela rua e percebi que eles estão com o sorriso amarelo, sem muito o que comemorar. Agora o prefeito vai sentir nas urnas ter trazido petistas desempregados de outras cidades e entregar a eles as principais pastas da prefeitura. E o pior é que na época da campanha política de 2004 ele prometeu que não traria ninguém de fora. E na campanha de 2008 como vamos acreditar nas palavras dele? Se no primeiro mandato ele fez isso, imaginem no segundo? E o inchaço da prefeitura? Na administração do Osmando tinha 1.800 servidores. Hoje são 2.702. A maioria das pessoas que ocupa cargo de confiança conseguiu ainda emprego para os irmãos, filhos ou sobrinhos na prefeitura. E o prefeito acha que o povo não está vendo tudo isso.
Por isso que o prefeito quer cobrar a dívida ativa na justiça. Com tanta gente na prefeitura não há dinheiro que chegue para eles. Está igual ao Lula que era contra a cobrança da CPMF no governo FHC e hoje não abre mão do imposto. Também, com tanto servidor no Planalto...
 
17/11/07
Silêncio
É impressionante o silêncio do prefeito no caso da acusação de racismo contra seu secretário de Esportes, Lucinho de Santanense. Ele não se pronunciou, não demitiu, não fez absolutamente nada. Bem que o cidadão Odair Assis, de quem sempre leio os artigos, diz que esse povo não está preocupado com ninguém. Estão preocupados apenas com eles mesmos. Se o prefeito demitir o Lucinho, naturalmente ele será oposição na Câmara e o Pedro Paulo vai perder sua vaga. É, tem razão o Odair, eles estão preocupados é com eles mesmos. Estão pouco se lixando para a humilhação que o garoto sofreu. Mas nós, que também somos afro-descendentes, estaremos de olhos neles em 2008, pois isto é coisa que não dá para esquecer.
 
Atletas
Temos que nos orgulhar de muitos atletas que temos por esse Brasil afora. A maioria que faz bonito no futebol ou nas pistas de atletismo são afro-descendentes como o Pelé, a ginasta Daiane dos Santos, o falecido João do Pulo, os quenianos nas corridas de São Silvestre e tantos outros no Brasil e no mundo. São pessoas que brilham e nos enche de orgulho, não é Lucinho? Como eu já disse aqui a cor da pele não desmerece ninguém. Esse povo já sofreu demais e não podemos mais aceitar essa intolerância.
 
O que fazer?
Outro dia lendo o artigo do empresário e ex-vereador Medeirinhos no jornal Folha do Povo sobre a República do Eugerino fiquei bastante abalado com o que o prefeito fez com um pobre porteiro. Segundo o empresário, só porque o porteiro não reconheceu o prefeito na hora foi o suficiente para ele mandar o porteiro sumir da sua frente. O prefeito deveria é ter orgulho do porteiro que não vai abrindo o portão da prefeitura sem se certificar de quem se trata. O porteiro foi transferido para o prédio do antigo escritório da Itaunense e ficou muito triste com isso. Portanto não acredito que o prefeito vá tomar qualquer atitude contra o Lucinho, pois ele age da mesma forma. A resposta virá nas urnas.
 
Críticas
Em entrevista ao jornal S'Passo, o prefeito disse que as críticas não o abalam, que são de gente invejosa que nada fez pela cidade. Não prefeito, ninguém critica a bel prazer, não. Quando se critica é porque não concordamos com as coisas erradas que vemos. Até gostaríamos de elogiar e no início desta coluna, ainda tentamos elogiar alguma coisa em seu governo, mas não teve jeito não. Ver você perseguindo pessoas que lhe ajudaram, que trabalharam em sua campanha, não dá pra agüentar. E você que dizia que as eleições tinham acabado naquele 3 de outubro. Mas foi só da boca pra fora. A perseguição veio pouco depois.
 
10/11/07
Cargos de confiança
Muito bem lembrado na Câmara pelo Rosse a campanha de Eugênio em 2004 quando ele dizia que iria governar com uma prefeitura enxuta e que teria no máximo 100 cargos de confiança. Segundo o Rosse, hoje são 202 cargos comissionados.O que aconteceu com aquele Eugênio que não tinha nenhuma amarra política, nenhuma promessa, nenhum compromisso com ninguém e, de repente, fez da prefeitura um verdadeiro cabide de empregos? Cadê a "mudança é com o 13"? Com que cara ele vai pedir votos para a sua reeleição, pois com toda a certeza será candidato? E a promessa de não trazer ninguém de fora quando foi o que mais ele fez e a estas pessoas, de outras cidades, entregou os cargos mais importantes da prefeitura? Dessa vez, Eugênio, você não terá tanta facilidade para reconquistar a prefeitura como em 2004.
 
Falta dinheiro?
Os inspetores da Fifa estão no Brasil inspecionando os estádios de futebol, rede hoteleira, segurança e outras coisas do gênero para ver o que é preciso mudar para o Brasil sediar com segurança a Copa 2014. Segundo o jornal Hoje, alguns estádios passarão por enormes reformas e outros terão de ser construídos. Que engraçado, dinheiro para isso os estados e a União têm, mas para investir na saúde, educação, moradia, segurança, estradas, e principalmente na minguada aposentadoria do brasileiro, aí o dinheiro não dá de jeito nenhum. Uma pessoa que pagou durante anos a previdência sobre 10 salários, hoje recebe apenas 4. É justamente a hora em que a pessoa está mais idosa, precisa de medicamentos caríssimos e a aposentadoria só caindo. Lula é igual aos outros, ou seja, farinha do mesmo saco, pois ele nunca abriu a caixa preta da previdência para mostrar ao povo o que realmente aconteceu. E será que a previdência está ruim das pernas mesmo? Ou será mais uma enganação para sugar o dinheiro do contribuinte? Político hoje no Brasil, só se dá bem, não está nem aí para o povo. Eles querem é boa vida, salários polpudos, amantes bonitas que posam nuas para as revistas masculinas, favorecer amigos, colocar empresas em nome de laranjas e outras falcatruas mais. Antes eu era contra o voto nulo ou branco, mas que escolhêssemos gente compromissada com o povo. Mas hoje com raríssimas exceções , estamos vendo que votar na real atualidade é perda de tempo. Se o voto não fosse obrigatório eu nem ia lá. E no ano que vem que tem eleição para prefeito e vereadores, se não aparecer candidato confiável, pela primeira vez, em mais de 30 anos que sou eleitor, serei obrigado a anular o meu voto. Aguardemos para ver.
 
Inchaço
A exemplo da prefeitura de Itaúna, o palácio do Planalto está muitíssimo inchado de servidores também. Por isso o Lula está brigando pela aprovação da CPMF, com o dinheiro que se arrecada com o imposto dá para pagar tantos servidores que devem ficar trombando uns nos outros, sem fazer nada, simplesmente para fins políticos, ou seja, garantir votos deles e de seus familiares.
 
03/11/07
Medicina
Foi com enorme satisfação que tomei conhecimento da implantação do curso de medicina na Universidade de Itaúna. Foi uma luta de seis anos do reitor Faiçal, referendada pelo apoio do deputado Neider Moreira. Segundo a imprensa tinha um conselheiro no Conselho Estadual de Educação que era desafeto de Itaúna e que estava travando a vinda da faculdade de medicina. Mas, com a indicação do reitor ao referido conselho e com o apoio do deputado Neider, as coisas se tornaram mais fáceis. Portanto itaunenses, para a felicidade de Itaúna a tão sonhada faculdade de medicina está aí. Parabéns ao reitor Faiçal, ao deputado Neider e a todas as pessoas que de uma forma ou de outra ajudaram na implantação do curso de medicina.
 
Imagem
Li no Brexó do dia 20 de outubro que estão querendo processar a Lume ou a Conspuri por uso indevido de imagem. Será que não tiveram o cuidado de pedir às pessoas para assinar um documento autorizativo para colocar essas imagens em recipientes e nos caminhões de recolhimento de lixo? Quem comeu pança numa dessa aí? A Lume, a Conspuri ou a Prefeitura? Fazer as coisas hoje em dia na base da confiança já era. Tudo deve ser documentado.
 
Linha férrea
Outro dia vi uma crítica na imprensa onde a prefeitura enviou release aos jornais dizendo que com recursos próprios está urbanizando a lagoa do bairro Três Marias. Mas todo mundo sabe que não são recursos próprios, mas sim recursos de multas ambientais pagas por empresas itaunenses com destino àquela obra. E outra enganação também é sobre a transposição da linha férrea. Na verdade, se houver transposição, isso já era de comum acordo entre o Governo Federal e a Ferrovia Centro Atlântica. Com o acordo, a linha fora do centro da cidade, a concessionária de transportes ferroviários vai colocar trens de hora em hora, enquanto do jeito que está, no centro, só pode passar de 6 a 8 trens por dia. Portanto se a linha férrea sair da cidade é por puro desejo da Centro Atlântica que quer ampliar seu leque de transporte. Fosse qual fosse o prefeito, a coisa aconteceria do mesmo jeito. Depois que a atual administração quis entregar as casas da Chevel Engenharia como se fosse obra sua, nada mais me surpreende. Estão sempre pegando carona nas coisas dos outros e inclusive estamos sabendo que em Divinópolis e outras cidades a linha deverá ser transportada também para atender a Centro Atlântica. E o Lula não deveria pagar por isso, a empresa que arque com suas despesas de modernização.
 
Revitalização
Quando é que vai começar a revitalização da praça da Matriz? Não existe um prazo legal para que se faça as adequações necessárias? Até hoje não estamos vendo nada de diferente, mas esperamos que a praça retorne às suas características originais, pois inclusive numa administração passada ela foi muito descaracterizada, arrumaram só ali na parte que dá para os bancos e deixaram aquela parte do Casa Nobre sem nenhuma melhoria. Foi uma reforma tocada, mal planejada e que estragou bem as características de nosso cartão postal. Vamos ver quando irá começar a tão sonhada e verdadeira reforma exigida pelo Ministério Público.
 
Lamentável
Muito triste e repugnante o racismo do vereador e atual secretário de Esportes, Lucinho de Santanense. Em pleno século 21 ainda acontece destas coisas. A cor da pele não desmerece as pessoas, pois somos, inclusive, um país com um povo das mais misturadas raças do planeta terra. Até me lembrei daqueles rapazes do Rio de Janeiro que espancaram a empregada doméstica achando que ela era uma prostituta. E prostituta, por acaso não é gente? Quanta intolerância! Fiquei decepcionado, viu Lucinho? Pois eu também tenho sangue negro das veias e com muito orgulho.
 
 
27/10/07
Prefeitura Big Brother
É assim que estão chamando a prefeitura de Itaúna depois que colocaram câmeras para vigiar as pessoas que transitam e trabalham no local. Coisa que nunca aconteceu em administrações anteriores. Pode até ser uma questão de segurança, mas a prefeitura nunca teve isso e ninguém nunca aprontou por lá. Qual será a intenção deles?
 
No banheiro
Outro dia fui à prefeitura para pagar um imposto e entrei naquele banheiro próximo ao saguão de entrada. Como sou observador vi um pequeno objeto no teto do banheiro. Parecia uma mini-câmera ou algum aparelho para ouvir o que as pessoas conversam. Isto é invasão de privacidade, a pessoa precisa ter privacidade num banheiro, seja para suas necessidades fisiológicas ou para conversar. Não se pode colocar câmeras ou coisa parecida pois invasão de privacidade é coisa muito séria. Que aparelho era aquele?
 
Hospital x Prefeitura
Conforme vários jornais comentaram parece que a intenção do secretário de Saúde e do prefeito é acabar com Plantão 24 Horas dentro do Hospital para depois eles acusarem a diretoria da Casa de Caridade de má administração e saírem bonitinhos na história e tentarão evitar uma possível revolta da população. Mas ainda bem que o nosso atuante Ministério Público está de olho e não deixará isto acontecer. O que será que aconteceu com aquele conselheiro de Saúde, Eugênio Pinto, que era uma verdadeira pedra no sapato do então secretário de Saúde, Irineu Macedo? Quanta mudança de postura! Antes ele brigava pela prestação de contas da Saúde e hoje ele deveria obrigar seu atual secretário a prestar contas aos conselheiros de saúde. Quando se passa à condição de vidraça a coisa muda de figura. Quem diria que o Eugênio fosse mudar tanto!
 
Mudança é com o 13
Fiquei estarrecido ao saber que a prefeitura hoje conta com 2.702 servidores incluindo os 217 estagiários. E o Eugênio em sua campanha em 2004 dizia que queria trabalhar com uma prefeitura enxuta. Na época do Osmando jornais tradicionais da cidade pegavam no pé dele quando a prefeitura tinha em torno de 1.800 servidores. Hoje, praticamente dobrou e você não vê ninguém falando que a prefeitura está inchada. O Ramalho, Osmando e Bandinho eram constantemente bombardeados por vários jornais da época, que hoje estão caladinhos. Porque tanta mudança de postura?
 
Mendigos
Alô, D. Mariza Pinto, que tal uma parceria com o MP a exemplo do que foi feito em Uberlândia, onde aparece no meio de mendigos pedindo esmolas até engenheiro? Já tem favela no bairro Universitário e mendigos estão morando na praça da Matriz. Fique de olho, D. Mariza.
 
20/10/07
Ainda o aumento
O último aumento das passagens dos ônibus urbanos foi em 16/12/2006 e em menos de um ano sem nenhum aviso prévio nos ônibus o Eugênio presenteia a população com mais um aumento, dia 01/10/07. Ele assumiu a prefeitura em janeiro de 2005 e quis fazer "bonito" para o povo e cancelou um aumento que o Osmando deu no apagar das luzes de sua administração. Depois de algum tempo e que ele viu que o último empresário itaunense do ramo tinha vendido a Coletivos Nossa Senhora de Lourdes e a Morro Alto passou a controlar 100% do transporte público, não parou mais de dar aumentos. Não adianta nada o salário subir a merreca que sobe uma vez por ano, pois tudo sobe junto e fica a mesma coisa, como trocar seis por meia dúzia. Mas 2008 vem aí e o povo há de se lembrar disso. 
 
Rispidez
Dias atrás li no jornal Brexó a líder comunitária Balbina reclamando da rispidez do prefeito com algumas autoridades policiais por causa da notícia que saiu na imprensa de que um vidro da porta da delegacia estava quebrada. Se a Balbina ficou surpresa com o prefeito, nós não. Sempre soubemos que o Eugênio grita e destrata servidor na cara ou por telefone, quando não chega a bater o telefone na cara da pessoa. É, ele está se achando todo poderoso. Só que ele se esquece que um dia perderá o cargo de prefeito, não estará mais rodeado de puxa-sacos e dedos duros. Então vai sentir o gostinho da solidão. E aí ele sentirá não ter aproveitado a oportunidade de estreitar laços de amizade com as pessoas com quem conviveu. O poder é passageiro, não é como o poder de Fidel Castro que é um ditador e só deixará o trono quando morrer. Agora, o poder eterno existe, mas é só o de Deus. O poder do Eugênio vai acabar um dia e aí não haverá mais bajulação, puxação de saco, notícias em colunas sociais, os dedos duros de plantão que a toda hora levam fofoca ao seu ouvido e ele mandando demitir, humilhando, ligando para secretário à noite para demitir fulano ou cicrano. Aguarde Eugênio, você vai sentir o gostinho da solidão, vai ver como é bom gritar com os outros. Vai ver como é bom perseguir, proibir as coisas que não lhe agradam. O poder pode ser bom mas, quando acaba e, principalmente quando se perde uma eleição, a dor é grande. Aí você verá os servidores que você humilha hoje dando boas risadas da sua cara de tristeza. Quem confia em Deus, verá.
 
Cobrança 
Os vereadores estão cobrando explicações sobre o aumento nas tarifas do transporte coletivo. Agora ele farão algum barulho mas depois fica tudo do jeito que está. Quem mais está cobrando é a oposição, já que a situação diz amém a tudo. Até me surpreendeu a vereadora Pastora Vanda cobrar também. Ficamos sabendo que a Saritur, que é a dona da Morro Alto, anda comprando linhas de ônibus em todo lugar onde aparece para vender. Então o povo tem que chiar no bolso para pagar a riqueza dos outros. Como sempre sai nas costas do povo mesmo. E você já viu a Saritur patrocinar algum evento, ajudar a alguma instituição em Itaúna? Se ajudam, nunca vi. Eles só querem nosso suado dinheirinho. Então, o jeito é deixar os ônibus só para os idosos e deficientes que não pagam passagem, pois ninguém agüenta dois aumentos em apenas nove meses.
 
13/10/07
Mais aumento
Os rumores de que as passagens iam aumentar de novo se confirmaram na segunda-feira, dia 1º de outubro. Caladinhos, caladinhos, o prefeito Eugênio e seus assessores da área aumentaram o valor da passagem de R$ 1,55 para R$ 1,70. Mais um desajuste no bolso de um pai de família que tem filhos estudando e no bolso de trabalhadores que ganham salário mínimo. Há pouco tempo eu disse nesta coluna que a Morro Alto queria aumento, mas estava alongando os horários. O que se critica aqui entra em um ouvido do prefeito e sai no outro. Ele não está nem aí para as críticas. E o povo também não estará nem aí para ele em outubro de 2008. O troco virá com certeza. E muita gente ainda acha que o prefeito deu mais um aumento agora porque no ano que vem, que é ano eleitoral, talvez ele não conceda nenhum aumento. Então ele passará por bonzinho durante todo o ano de 2008, até a data das eleições. Mas devia era dar o aumento na hora certa, já que a gente não tem como escapar dele. Assim, para ele dar uma de bonzinho, os usuários de coletivos vão pagar o aumento por três meses a mais. Eu disse aqui, também há bem pouco tempo que Itaúna não demora a ter os mesmos preços de suas passagens que as grandes capitais e metrópoles. Mas em Itaúna, a distância entre os bairros é muito menor. O ônibus perdeu sua função social e está virando artigo de luxo e com certeza alguém vai falar que R$ 1,70 é muito pouco mas para quem depende de ônibus várias vezes no dia, pesa muito no fim do mês. O prefeito não enxerga isso. Eles trazem ônibus novos para compor a frota mas depois exigem aumento. É preferível ônibus usado, aproveitado de outros lugares e manter um preço mais acessível para a população. A distância entre os bairros não dá nem tempo para esquentar as poltronas, e assim não há necessidade de luxo, de ônibus novos que fazem as passagens irem para as alturas.
 
Corrupção
Os leitores da GAZETA acompanharam atentamente a cartilha que saía dentro do jornal, sobre a corrupção nas prefeituras do Brasil, desenvolvida pela ONG Amarribo, Amigos Associados de Ribeirão Bonito. A corrupção é tanta que, segundo a cartilha, nem o Tribunal de Contas consegue descobrir. Então seus membros terão que ter auxiliares técnicos especializados e mudar a maneira de investigar as prefeituras do Brasil para vermos realmente o que está acontecendo. É bastante esclarecedor o sofisticado sistema de corrupção que foi implantado em Ribeirão Bonito à época dos fatos.
 
Semáforo
Os semáforos nas confluências das ruas Getúlio Vargas, Cassiano Dornas e Professor Francisco Santiago são uma lástima. O tempo deles é rápido demais e tem hora que passa apenas três carros. É preciso melhorar um pouco mais a cronometragem desses sinais.
 
Buracos
Depois do aniversário de 2 anos de um buraco no ponto de Ônibus na rua Emídio Herculano, atrás do Senai, e de diversas críticas à prefeitura por causa dele, resolveram recentemente colocar asfalto nos buracos dessa rua. Mas foram precisos dois anos para que as providências fossem tomadas. Quanta "competência"!
 
Pesquisa
Ficamos sabendo de algumas pesquisas favoráveis a alguns candidatos a prefeito. Tomara que povo acorde mesmo a tempo.
 
06/10/07
Revitalização
Foi muito importante para a cidade a revitalização do Coreto e da Praça da Matriz. Se continuasse do jeito que estava indo, com certeza até a fonte luminosa ia para o chão. Falta de alguns jornais até incentivarem a demolição da fonte não foi. Em boa hora o Ministério Público agiu para não termos um cocôzeiro oficial em frente ao Fórum e à Igreja da Matriz. É bom lembrar que a praça foi bastante descaracterizada na administração Bandinho (93 a 96), o que deve ter deixado o ex-prefeito Milton Penido, que ajardinou e arborizou a praça, se remoendo no túmulo de raiva. É preciso que a praça retorne às suas características originais, pois inclusive existe até dificuldade de atravessar a rua em alguns pontos das esquinas porque não temos mais passeios para nos resguardamos, e antigamente, tinha. Então já que a prefeitura vai ter que reformar toda a praça que suas características originais sejam refeitas para a satisfação da população que conheceu a praça em seu verdadeiro esplendor.
 
Homenagem
Se existe uma homenagem que foi justa e merecida por parte da prefeitura foi ao servidor Acendino José dos Santos que empresta hoje seu nome ao saguão da Prefeitura. Acendino trabalha na prefeitura há 50 anos e sempre foi muito querido pelos colegas de trabalho e por todos os prefeitos neste tempo. Pelo menos, em uma coisa a Administração Municipal acertou: a homenagem, mais do que justa para um senhor que é chefe de turma e até hoje pega na enxada para cuidar das praças e jardins. Parabéns ao Acendino pela merecida homenagem.
 
Exposição
A imprensa ficou praticamente isolada nesta última exposição. Quando eles precisavam dos jornais itaunenses para divulgar de graça a festa, que é comercial, com fins lucrativos, se mostraram dóceis e, quando começou a festa eles, praticamente ignoraram a imprensa. Olha, já faz alguns anos que graças a Deus não vou à exposição. Primeiro que marcam os shows para as 23 horas, e normalmente só começam lá pelas duas da manhã. Quem agüenta isso, tendo que levantar cedo no dia seguinte? Os promotores da festa, cobram aluguéis caríssimos dos barraqueiros que cobram caro da gente, chegando ao disparate de uma cerveja custar até R$ 4,00. Portanto é como diz a Zenaide, melhor é ficar em casa com amigos ou ir para um barzinho beber uma cerveja do que passar raiva com pessoas mal educadas como o pessoal da LM. Dificilmente voltarei lá.
 
Demora
Outra coisa que desanima de ir ao Parque de Exposições é a dificuldade de vir embora. De ônibus enquanto não lotam um não saem. De carro você pode ter o veículo arrombado e fica sem seus acessórios. Celular não deve nem levar que os ladrões fazem a festa, e foi muita gente que perdeu seu celular para os safadinhos de plantão. Agora com toda a sinceridade: dá pra ir num lugar destes e ter tranqüilidade para se divertir?
 
 
29/09/07
Imbatível?
Li as declarações do chefe de Gabinete, Luiz Guimarães, de que o atual prefeito Eugênio Pinto é imbatível. Olha, Luiz, não existe alguém imbatível. O Eugênio só deu aquele banho de votos em 2004, como já disse várias vezes aqui nesta coluna, porque o povo não aceitou que lhe enfiassem goela abaixo candidato praticamente único. Por isso é que houve aquela virada e o Eugênio acabou eleito. Mas, em 2008, ele vai ter concorrentes e alguns de peso. Não será mais unanimidade e além do mais Luiz, existe o desgaste natural do cargo. Muita gente tomou raiva do prefeito, além dos servidores e seus familiares que têm suas diferenças com ele. Com as obras que ele está fazendo agora, depois de tanto tempo parado e perdido, ainda pode ter alguns votos dos menos esclarecidos. Mas ele teve a sua chance de ser um grande administrador e sem amarras políticas. Não tinha compromisso com ninguém e, de repente, encheu a prefeitura de gente de Ipatinga, Betim e Coronel Fabriciano. Isso deverá ser muito explorado politicamente pelos adversários no próximo ano. Portanto, meu caro Luiz, pode ate acontecer um zebra e o Eugênio ganhar de novo, mas desta vez não será tão fácil como em 2004.
 
Cidadania
Os vereadores de oposição negaram a cidadania ao procurador do Município, Osmar de Andrade. Agora gente ligada a ele está dizendo que foi picuinha, só porque faz parte da equipe do prefeito. Eu já disse aqui que assim que o cidadão desce no trevo de Itaúna, já estão querendo dar o título de cidadão honorário para ele. É preciso que se moralize a entrega de títulos para quem realmente deu muito de si para a cidade. Quem realmente produziu muito para melhorar a cidade. Que me desculpe o Osmar, mas ele apenas cumpre seus deveres como procurador e é muito bem pago para isso. Nada fez de excepcional para a cidade. Realmente o vereador Pedro Paulo Pinto quis agradar ao Eugênio, pois ele o tirou da suplência e o Pedro acabou assumindo o lugar do Lucinho de Santanense na Câmara. Não se trata de picuinha política, mas é preciso que esses títulos sejam concedidos para quem faz muito pela cidade. Jornais de antigamente criticavam muitos os vereadores que ficavam dando títulos a torto e a direito. Que o Osmar me desculpe, mas por enquanto você não fez coisas excepcionais para a cidade para justificar a honraria.
 
Morro Alto
Gostei muito da atenção que o gerente Ênio deu à nossa crítica quando falamos dos horários da linha Jadir Marinho/bairro de Lourdes há algumas semanas. Ele deixou uma tabela para o colunista na redação da GAZETA dizendo que eu estava equivocado e que os horários são na verdade de 15 em 15 minutos. Infelizmente Ênio, os horários são de meia em meia hora pois os ônibus via bairro Universitário e o via Rodoviária passam praticamente no mesmo horário. E se você perder os dois vai mofar no ponto por meia hora ou até 40 minutos. E, muitas vezes, dependendo do ônibus que o passageiro for, não adianta pegar o ônibus via rodoviária, que passa na Jove Soares, porque o mesmo não passa na praça da Matriz, só pára no Bradesco e se a pessoa precisar ir até a praça da Lagoinha ou na Marechal Deodoro, vai ter que andar muito. Portanto, Ênio, eu lhe agradeço pela atenção, mas os ônibus são de meia em meia hora. Alô Eugênio, que tal se você checar pessoalmente os horários ou dar umas voltas nos ônibus, já que você diz que é do povo?
22/09/07
Taxa de incêndio
Na GAZETA nº 369, de 07/07/07, eu criticava o prefeito Eugênio Pinto por ter dado entrevista ao programa do Maurício Aguiar quando dizia que quem trouxe o Corpo de Bombeiros para Itaúna, foi ele, o prefeito, não o deputado Neider. Na matéria eu disse que tanto o Neider quanto o Eugênio foram os responsáveis pela Unidade aqui em Itaúna. O Neider, pelo fato de ser amigo do Governador do Estado, etc. O Eugênio, por ter construído a sede com recursos da prefeitura como contrapartida. Quando vieram as taxas de incêndio com valores salgados o prefeito tentou tirar o corpo fora e jogou tudo nas costas do deputado. Afinal de contas, no ano que vem temos eleição, não é? Mas muitas pessoas com quem converso nas ruas se lembram da entrevista do prefeito ao programa de rádio. Então o prefeito precisa ser mais coerente, deixar de agir como um menino que está com medo de tomar uns tapas do pai. Ele está caindo no ridículo porque afirma uma coisa hoje e desmente amanhã. Acho que uma pessoa que ocupa tal posição precisa ter acima de tudo, coragem!
 
Olho Vivo
Já estão funcionando em caráter experimental as câmeras do projeto Olho Vivo. Muita gente agora vai ficar com as barbas de molho, principalmente os filhinhos de papai que gostam de fazer pegas com seus carrões turbinados, avançar sinal, brigar e outras coisas mais. Em Belo Horizonte, a criminalidade reduziu muito depois que instalaram as câmeras no hiper-centro. E, se Deus quiser, os abusos, crimes, brigas e todas as outras formas de violência sofrerão redução aqui em Itaúna também. Parabéns à Polícia , autoridades e empresários por esta iniciativa.
 
Motoqueiros
Tenho lido na imprensa muita gente reclamando dos motoqueiros da cidade. E o povo está com toda a razão. Se você está para atravessar uma faixa de pedestre os carros param para você, vem então um motoqueiro burro cortando pela direita que atropela o transeunte. Acelera a moto e foge. Num domingo destes, pela manhã, presenciei um idoso atravessando a faixa de pedestre defronte ao Banco Mercantil e vi os carros pararem para o idoso. Aí veio o danado do motoqueiro que não teve paciência, nem juízo e muito menos educação para esperar alguns minutos e chegou a pegar de raspão o braço do idoso. Felizmente foi só o susto. Tentei pegar a placa da moto e ligar para a polícia, mas a placa estava virada para cima. Eles, os motoqueiros já fazem isto com a placa para evitar a sua identificação, já fazem porque já estão determinados a passar por cima da lei e de quem quer que atravesse seu caminho.
Mas está vindo ai uma lei que os motoqueiros serão obrigados a usar capacete e colete com a placa da moto estampada neles para coibir os inúmeros assassinatos praticados por motoqueiros nas grandes capitais. Uma medida bastante acertada.
 
1/09/07

Horários
A Morro Alto, juntamente com a prefeitura, resolveu mudar os horários da linha Jadir Marinho/bairro de Lourdes. Antes os horários eram de 20 em 20 minutos, agora passaram para de 30 em 30 minutos; e com um trajeto longo que atravessa a cidade de norte a sul. Diminuíram a quantidade de carros e alongaram os horários. Enquanto tínhamos mais ônibus, já demoravam muito, agora demoram mais ainda. Na linha Padre Eustáquio/Morro do Sol, os horários são de 15 em 15 minutos, no Morada Nova é de 20 em 20 e na linha Jadir Marinho/Lourdes de 30 em 30 minutos. Se você perder um ônibus, vai mofar no ponto ou então é melhor ir a pé ao seu destino, que vai acabar chegando primeiro. Pioraram o serviço e estão pedindo aumento das tarifas e os ônibus quase não vão ao bairro Centenário. Mas nós vamos nos lembrar de tudo isso em 2008, viu prefeito? Aumento das tarifas na calada da noite, como foi a última, e redução de horários para beneficiar a empresa. O valor das passagens aqui em Itaúna não demora a se igualar com o das grandes capitais. Os líderes comunitários precisam pressionar os vereadores para ver se eles fazem alguma coisa para o povo e não se lembrem do povo, só na época de eleição.

Exposição
Vem ai exposição. Será que na semana da festa a Morro Alto vai colocar o corujão ou vai se preocupar só com a exposição como no ano passado? Eles colocaram os ônibus para atender o parque e deixaram o povo que trabalha ou freqüenta bares e restaurantes a ver navios. Teve gente que teve que encarar a estrada a pé, pois nem avisar que não colocariam o Corujão eles avisaram. Afinal, nem todo mundo tem grana para torrar com aqueles preços caríssimos que são cobrados por lá. Muita gente não agüenta ficar em pé por lá horas e horas para esperar pelos shows que só começam bem tarde da noite. Que se coloque pelo menos um corujão para atender às pessoas que não irão ao parque, ou do contrário, o prefeito poder esperar por mais críticas.

Chefes
Servidores da prefeitura têm reclamado que os maiores cabos eleitorais dos adversários são certos chefes que ocupam cargos de confiança na prefeitura. Segundo estes servidores eles são grosseiros e puxa-sacos ao extremo. Não quebram o galho de ninguém . Alguns até são gente boa, mas tem gente muito ruim mesmo lá; e com isso eles acabam queimando o filme do prefeito, pois já que foi escolha do prefeito, a ira cai toda sobre ele, e com isso a candidatura à reeleição vai indo para o ralo. Segundo servidores antigos da prefeitura esta foi uma das causas que não permitiram a eleição de Pedro Paulo que era apoiado pelo Bandinho que em seu governo tinha vários ocupantes de cargo de confiança bem ruins como pessoas. Dizem que tem chefe hoje na prefeitura que só sabe humilhar o subalterno, se esquecendo que ninguém é eterno nestes cargos.

Carta
Muito interessante a carta do professora aposentada Terezinha Campos, lida pela vereadora Gláucia Santiago na Câmara e que foi transcrita por alguns jornais. A insatisfação dela é a de muitos, só que ninguém tem coragem de declarar-se publicamente. Não se pode fazer críticas que logo eles dizem que é gente ligada ao Neider, etc e tal. E eles nunca assumem que precisam melhorar, mudar pessoal, etc. Crítica, eles só sabem dizer que é "neidista". Coitados!

25/08/08

Agradecimento
Há alguns meses atrás, o prefeito Eugênio Pinto mandou asfaltar algumas ruas do bairro Morro do Engenho. A que mais precisava, que era a rua Vasco Mendes, por onde passam os ônibus coletivos, não asfaltou. Depois foi esticada uma faixa onde a comunidade do bairro agradecia os melhoramentos ao Eugênio. Ora, agradecer é bom, mas o prefeito não fez mais que sua obrigação; pagamos impostos caros para serem revertidos em benefícios para a comunidade. Na faixa os agradecimentos eram extensivos à pastora Vanda. Também ela, não fez mais que seu dever, pois foi eleita para representar o povo que a elegeu. Enquanto isto, na rua Vasco Mendes e rua Otávio de Brito, ao lado da ETA, tem o pior calçamento da cidade. Não é de hoje que o povo quer que a Otávio de Brito seja asfaltada, mas quem sabe no ano que vem, ano eleitoral, eles asfaltam...

Revolta
Dias desses eu ouvi uma servidora municipal revoltada malhando o Eugênio dentro de uma ônibus coletivo. Ela foi eleitora dele e se dizia muito decepcionada, pois o ajudou muito e ele lhe deu as costas, tanto para ela como para vários servidores que tinham medo de outro candidato e deram seus votos de confiança ao atual prefeito. Mas a coisa não fica só aí, não. Num sábado, pela manhã, outra senhora, que não é servidora, estava dizendo que se sentia muito envergonhada de ter ajudado o atual prefeito . Ela dizia que arregaçou as mangas e pediu votos para o prefeito mesmo! Ela se mostrava revoltada com muita coisa que anda vendo e desiludida totalmente com a política. Mas não é só ela, não. O povo não está satisfeito. Dizem que eles têm uma pesquisa em que o atual prefeito está bem, mas o que se ouve na cidade não é bem isto. Pesquisa é uma coisa e na hora do "vamos ver" é outra. O Lula tem sempre pesquisas favoráveis a ele, mas o que estamos vendo é constrangedor. E dessa vez, ou seja, em 2008, o Eugênio não vai disputar o pleito sozinho. Vários partidos deverão lançar candidatos, pois eu acho que a lição que os políticos tomaram em 2004 de querer enfiar candidato quase único goela abaixo da população proporcionou a maior zebra eleitoral que se tem notícia em Itaúna. Aguardemos para ver.

Parada
Itaúna ficou três anos e meio parada em matéria de obras, deixando a população perplexa. Agora que já estamos prá lá do meio do penúltimo ano da atual administração eles estão começando a fazer alguma coisa, E naquele ritmo lento, mas bem lento mesmo, prá quando chegar o ano que vem, que é ano eleitoral, eles começarem as inaugurações, mesmo inacabadas. Aí os menos esclarecidos vão achar que estão fazendo obras demais na cidade. Mas nesses três anos e meio, tudo ficou perdido, pois eles estavam preocupados era em arrumar lugar para tanta gente de fora trabalhar na prefeitura. E a propósito: quantos cargos de confiança e quantos servidores a prefeitura tem a mais, em relação as últimas administrações?

18/08/07

Inveja
Existe um ditado que diz que a inveja acontece até nas melhores famílias. Infelizmente a inveja não é só coisa de gente mal esclarecida, sem formação, ignorante ou coisas do gênero. A inveja, muitas vezes está no meio de pessoas tradicionais, que saem nas colunas sociais, que estão sempre em voga na cidade. Pelas leis de Deus a inveja é pecado, pois você sempre deve torcer pelo sucesso de seu semelhante.
A inveja corrói a alma, machuca o coração e deixa a pessoa invejosa sempre irritada, mudando de cor e você logo percebe no rosto da pessoa quando ela é invejosa ou por um simples comentário. Estou comentando isto porque no meio político estamos vendo muita inveja, muita mesquinharia, muita gente querendo puxar o tapete do outro. É a disputa pelo poder, pelo domínio, pela liderança. E o povo está enojado com tudo isso. Muita gente anda dizendo que que não vai votar em mais ninguém, que por causa das picuinhas políticas não se importa de prejudicar uma cidade. O que vale é a queda de braço. O povo está cansado, zoado, esgotado. A começar pela podridão que é lá em Brasília. Agora já estão descobrindo todas as falcatruas do senador Renan Calheiros. Ainda bem que o STF autorizou a quebra de sigilo fiscal e bancário do senador e com isso muita coisa vai aparecer. Vamos acompanhar o caso e ver no que vai dar. 

Desmerecer?
Li em quase todos os jornais de Itaúna que o prefeito Eugênio Pinto tentou de todas as formas desmerecer o trabalho do médico Augusto Machado na diretoria da Dads simplesmente porque o médico foi indicado ao cargo pelo deputado Neider Moreira. Mas parece que o tiro saiu pela culatra pois todos os prefeitos e deputados presentes na reunião da qual participou também o prefeito itaunense e onde falou da competência de Augusto, discordam da posição de Eugênio e elogiaram o trabalho do diretor da Dads. Mais uma vez pergunto: não tem ninguém lá dentro da prefeitura, de seu primeiro escalão para orientar o prefeito a ficar calado sobre certos assuntos? Acho que este povo quer é ver o circo pegar fogo ou então o prefeito não ouve conselhos de ninguém. Itaúna ter pessoas a representando, seja na região centro-oeste ou no governo do Estado é motivo de orgulho para todos nós, mas parece que o prefeito não pensa assim. Agora o leitor imagine; se o prefeito faz isso com um médico e até com um deputado, o que ele não faz com o servidor? Vocês se lembram quando ele demitiu uma servidora do posto de saúde da família do bairro Parque Jardim? O que será que esta pobre mulher ouviu? Por essa e outras os servidores, com exceção para os puxa-sacos de plantão, não estão nada satisfeitos com o prefeito.

Caminhão de som
Dia 7 de setembro está chegando. Será que até lá já terá sido feita a licitação para a troca de peças e de novos equipamentos de som para serem usados no desfile? Ou a prefeitura tem um caminhão de som de reserva? Ou ainda, será que vão alugar outro? A sociedade exige uma resposta. Por que este caminhão ficou abandonado dois meses em um posto de gasolina? Por que ele não foi rebocado? Por que a prefeitura não mandou um vigilante para lá? Será que os contratos milionários denunciados aqui na GAZETA não deixaram sobrar nenhum trocado para pagar um guincho e levar o caminhão para o canteiro de obras? Onde está a competência de seus auxiliares, prefeito? 

11/08/07
Hospital
O assunto hospital continua rendendo. E vai continuar até que um dos dos lados, hospital ou prefeitura, prove que está com a razão. Até lá, "eugenistas e neidistas" como diz o Brexó, vão defender cada um o seu lado. O hospital ainda não se pronunciou, o secretário de Saúde diz que tem muita coisa a mostrar. Vamos aguardar para ver quem tem razão nesta história toda.
O final pode ser o mesmo de alguns anos atrás, quando Neider era candidato pela primeira vez a deputado. O cidadão Odair Assis Rodrigues não se conformou com o rumo que as eleições para deputado tomavam e para emplacar o nome de seu candidato favorito, o atual prefeito de Divinópolis, Demétrius Pereira, cansou de escrever sobre o mesmo assunto que hoje é discutido nos jornais, nas ruas e em todos os lugares. Depois juntou uma papelada, cópias do contrato do hospital com a clínica da qual o deputado já era sócio, e fez uma denúncia no Ministério Público. Os promotores da época não encontraram irregularidades no tal contrato e o Odair deu com os burros n'água. Agora, vésperas de nova campanha política e a coisa começa de novo. Para este colunista, que já viu muitas campanhas e sem o ardor cego dos cabos eleitorais, tudo não passa de uma maneira de tirar o foco das muitas ações civis públicas do Ministério Público contra o prefeito Eugênio Pinto. Muda-se o foco, o prefeito pode respirar aliviado. Mas no final, quem tiver razão, vence a briga. 
 
Crise aérea 
Deputado não entende nada de transporte aéreo, mas estão investigando o desastre com o avião da TAM. O que eles querem é aproveitar o espaço que a mídia nacional tem dado ao fato, porque se eles quisessem mesmo investigar as milhares de mortes em desastres no país, começariam investigando as mortes nas BRs. Há bem pouco tempo as estradas brasileiras estavam um caos, principalmente as BRs. O Lula gastou uma fortuna com empreiteiras para reformar as estradas e elas continuam do mesmo jeito e por causa disto perdemos as vidas de muitos entes queridos. Porque os nossos deputados federais não investigam isso?
 
Descaso
Quanto descaso com o caminhão de som da prefeitura, não é? Deixá-lo abandonado por 60 dias num posto de gasolina e os ladrões roubando todo o equipamento de som. Será que não existia um guincho para rebocá-lo para o Canteiro de Obras, onde o mesmo deveria ficar até ser consertado? Quem vai pagar por isso? Que providências foram tomadas? Quem é o responsável pelo caminhão e quem autorizou que ele ficasse no posto de gasolina por todo este tempo?
 
04/08/07

Hospital
Li na última edição da GAZETA que o prefeito Eugênio Pinto estaria disposto a fechar nosso único hospital. Não acredito que o prefeito chegue a tanto. Isto só pode ser boato. Se ele fechar o hospital vai provocar uma revolta tão grande na população que nem imagino o que pode acontecer. Nosso povo é ordeiro e pacífico, mas quando se revolta, ninguém segura. Além do mais o próprio prefeito ou seus familiares podem precisar do hospital em uma emergência e chegar a Divinópolis, onde tem hospitais mais perto, pode ser tarde demais. Temos também a justiça que pode intervir e não deixar este tipo de coisa acontecer. Portanto, não acredito que o prefeito vá fechar o hospital por causa de picuinhas políticas, estaria cometendo suicídio político, encerrando sua carreira política para sempre. Adianta transposição de linha férrea se não temos um hospital? Adianta informática e comunicação de primeiro mundo se não temos um hospital? Não, não acredito mesmo que o prefeito teria coragem para tanto. Na minha opinião, se tal acontecer, pode haver até intervenção na prefeitura. Peço que o prefeito procure a imprensa e confirme ou desminta tal notícia. Os comentários na cidade estão sendo desabonadores. Todos os prefeitos que passaram por Itaúna ajudaram o hospital, ninguém quer tirar da população uma coisa como esta, de primeira necessidade. Esperamos que o prefeito esclareça os fatos.

Vaias
O Lula não conseguiu abrir e nem foi encerrar o PAN no último domingo. Tomou uma sonora vaia no dia da abertura que lhe causou um enorme constrangimento. Agora o Lula está vendo que ele não é unanimidade como pensa que é. E aí é que eu duvido das pesquisas que sempre apontam seu governo como bom e com ótima aceitação popular. Não dá pra acreditar nestas pesquisas porque sabe-se que elas são maquiadas para agradar o poder. Ficamos sabendo que uma "otoridade" itaunense também tomou vaias no poliesportivo... Sinal de que a coisa não anda boa para o lado dos dois.

Diário da Tarde
Depois de 77 anos o jornal Diário da Tarde chegou ao fim de sua carreira no último dia 28 de julho. Em seu lugar ficou o jornal Aqui. Segundo o sindicato dos jornalistas, vários profissionais ficaram desempregados. Durante anos o Diário da Tarde reinou sozinho, mas a concorrência com vários outros jornais que foram fundados ao longo do tempo, começou a perder venda em todo o estado e a criação do Super Notícias, a R$ 0,25 acabou tirando mais leitores do Diário. Fico triste porque leio o Diário há mais de 30 anos e vou sentir falta. Que o Aqui seja um bom substituto.

Associações comunitárias
Li na Revista Cidade de Itaúna que as associações comunitárias criadas na época do prefeito Ramalho estão prestes a acabar. Se acabarem não sei o que será de nossos bairros para reivindicar melhorias junto ao Poder Público. Nossos verea-dores só sabem dar título de cidadão honorário a qualquer um que desça no trevo da ci-dade. Vamos ver no que vai dar.

28/07/07

Candidato?
Li no Brexó, do dia 21/07/07, que o ex-prefeito Bandinho vai para o PMDB onde será pré-candidato a prefeito. Eu acho que desta vez o Bandinho não vai ser unanimidade com o povo, como ele foi em 1992, já que levou muitas cobras jararacas para a prefeitura em seu último mandato, o que acabou queimando seu filme. Ele entrou igual um rolo compressor e passou por cima de muita gente. Deixou muitos assessores seus pisar, perseguir e humilhar servidores a exemplo da atual administração. E existe aquele ditado: quem bate, esquece; quem apanha não esquece. Em seu primeiro mandato Bandinho foi muito elogiado pelos servidores, como um homem de bem que não perseguia ninguém e tratava a todos com a mesma distinção. Mas, no segundo, mudou completamente, e junto com assessores que não tinham coração e que pensavam que cargo de confiança é para sempre, detonou os servidores concursados. Portanto, na minha opinião, o Bandinho não deveria mais tentar a prefeitura. Atualmente tem muitos inimigos políticos e muitos servidores que são daquela época, têm temor de que ele leve as mesmas pessoas para a prefeitura no caso de uma vitória nas urnas. Ninguém quer passar de novo o que passou de 93 a 96. Vamos aguardar.

Plano Diretor
O Plano Diretor não passou na Câmara em sua segunda votação. Estão querendo implantar por aqui um plano de país de primeiro mundo, como na Suíça. Dizem que muita gente ia perder grandes faixas de terreno e com certeza a pressão dos poderosos foi grande e fez com que o plano fosse derrubado. É bom lembrar que estamos no Brasil e em Itaúna, então é preciso que realmente os vereadores tenham uma assessoria competente na matéria para saber o que estão votando para depois, ninguém se arrepender. É preciso que o presidente da Câmara, dê essa assessoria aos vereadores senão o plano não passa de jeito nenhum.

Cidadão Honorário
É preciso que os nossos vereadores parem de ficar dando título de Cidadão Honorário para qualquer pessoa que entre no trevo de Itaúna. Vereador precisa é apresentar projetos que ajudem a melhorar a qualidade de vida da nossa cidade. Em legislaturas passadas tinha vereador que toda a semana apresentava voto de pesar, pelo falecimento de qualquer pessoa. Isto era bastante criticado pelos jornais da época. Agora parece que pararam com o voto de pesar e passaram para a cidadania honorária, a torto e a direito. Vamos parar com isto ou vai acontecer outra grande troca de nomes em 2008.

Criminosos
O que está acontecendo com os jovens de classe média, principalmente? Andam pondo fogo em índio, batendo em empregada doméstica, homossexuais, matando, roubando, etc. Acharam que o índio era mendigo e empregada doméstica era prostituta. E se fosse? Mendigo e prostituta também são gente, seres humanos e merecem todo nosso respeito. Quem pode garantir que amanhã esses jovens não terão uma irmã ou filha prostituta dentro de casa, ou um irmão gay? Aqui se faz, aqui se paga. E o pais que não impõem limites aos seus filhos? E o Estatuto da Criança e do Adolescente que não deixa os pais corrigirem seus filhos? Já está passando da hora de um grande debate para que seja feita alguma coisa, antes que seja tarde demais!

21/07/07

SAAE

Em contato com este colunista, nossa diretora Zenaide Gomes disse que o SAAE gostaria de saber o nome do reclamante que teve sua água cortada porque uma das atendentes do posto SAAE na rua Melo Viana não teria enviado o prazo do pedido de não cortar a água de um consumidor. Em contato com o consumidor, para que autorizasse a divulgação de seu nome, ele disse que para ele o caso está encerrado e que não quer que a atendente seja prejudicada, apesar da grande falha cometida. O que não era para acontecer, aconteceu, agora não adianta ficar chorando leite derramado. A única coisa que o consumidor pediu foi que o diretor do SAAE, Nilzon Borges faça uma reunião com todos do atendimento e peça que eles sejam mais dedicados, mais comprometidos com o atendimento, sempre dando o comprovante e não deixando nunca de enviar em tempo hábil os pedidos para a ETA. O consumidor, apesar de ter pago no mesmo dia e lhe ser garantido que a a água seria religada pelo plantão noturno, mais uma vez ficou só na promessa e a água só foi religada no outro dia, já na parte da tarde. Disse ainda que seria bom que se cobrasse mais eficiência de todos os funcionários do posto. Está dado o recado e a resposta ao SAAE a quem agradecemos pela sua preocupação em desfazer um erro.

CPI

A CPI da Vega foi adiada por 90 dias para não atrapalhar a liberação de recursos federais para Itaúna. Pessoalmente não acredito que prejudicaria, seria até mesmo uma forma do prefeito ser culpado ou provar sua inocência. Existe um velho ditado: quem não deve não teme. Então o próprio prefeito deveria exigir sua imediata instalação para que o povo possa ver quem está com a razão.

Elogios

Dia desses por ai vi o vereador Pedro Paulo Pinto elogiando o Eugênio na imprensa e dizendo que ele é um exemplo. Isto eu já esperava porque o Pedro está na Câmara porque o prefeito deu um jeito, convidando o Lucinho para a secretaria de Esportes. Sem isso o Pedro estaria até hoje na suplência. Fico pensando quando ele criticava o Ramalho e Osmando, principalmente este último e hoje só tem elogios para o Eugênio. Mas o povo não está pensando assim não, viu Pedro? Cuidado com estes elogios porque você pode estar acabando de enterrar sua carreira política.

Temor

Dizem que lá na prefeitura o alto escalão está com muito medo de certos servidores passarem documentos para a oposição. É nisto que dá ficar perseguindo servidor, o coitado do prefeito tem seus servidores como seus inimigos e tem muita gente que foi perseguida e que não gosta do Eugênio de jeito nenhum e tudo que percebem de errado querem denunciar.

14/07/07

SAAE
Recebemos a reclamação de um leitor que está indignado com a incompetência do SAAE no posto de atendimento da rua Melo Viana. Para quitar seus débitos dentro de um prazo maior foi lhe pedido a certidão de óbito do titular da conta. Uma cópia foi levada ao posto. A atendente que fez o termo de prazo não deu nenhum comprovante e ainda, não mandou nenhuma via para o SAAE, o que acabou no corte do fornecimento de água.
O cidadão então teve que arranjar dinheiro emprestado e quitar as duas contas para que restabelecessem o fornecimento. O SAAE já foi modelo de atendimento, mas agora cometeu um erro imperdoável. Portanto, é preciso sempre exigir comprovante de qualquer operação feita para que não se caia nas mãos de um incompetente. Fica aqui o recado e o pedido para que o Nilzon Borges exija que seus funcionários sejam mais eficientes.

Notícia falsa
Vimos no jornal coletivo, pregado dentro dos ônibus da Morro Alto a notícia de que o prefeito estava conseguindo asfalto para ligar Igaratinga a Itaúna, ligando inclusive ao Brejo Alegre. Os jornais reproduziram a verdadeira carta do secretário Danilo de Castro ao prefeito Eugênio Pinto dizendo que a estrada que liga os dois municípios já é asfaltada. para isto basta pegar a MG 431 até Pará de Minas e de lá pegar a BR 262 até Igaratinga. Mas se a assessoria do prefeito desmentiu aos jornais a matéria e admitiu a inverdade da notícia, deveria, no mínimo, fazer a mesma coisa no jornal coletivo. Só assim o povo vai tomar conhecimento da verdade. Se não for feito o povo continua sendo enganado do mesmo jeito. Vamos aguardar.

Linha férrea
Não acredito na transposição da linha férrea, já que o prefeito não conseguiu ainda nem liberar aquele trecho da avenida Jove Soares com a Miguel Augusto, a passagem de nível. Se ele não consegue negociar ali, como vai conseguir transpor toda a a linha de dentro da cidade? Só acredito, vendo.

Ânsia de poder
Na ânsia de se manter no poder, o prefeito que só tem obrinhas para entregar, fica tentando enganar a população com notícia de asfaltamento dentre Itaúna e Igaratinga, de entrega de casas, de escola e outras. mas o povo não se engana e dará sua resposta em 2008.

CPI
Será criada uma CPI para apurar as denúncias feitas pelo deputado Neider Moreira. É preciso que seja uma CPI confiável, que se apure, de verdade, tudo, doa a quem doer. Vamos ver se os que compõe a comissão terão seriedade para fazer a apuração da verdade. Senão, adeus para aqueles vereadores que tentarem também enganar o povo.

Sem controle
É, o prefeito perdeu mesmo o controle chamando o vereador Donizete de mentiroso, conforme matéria do jornal Tribuna do dia 30/06. Eugênio está muito nervoso, vendo que seu sonho de reeleição pode ser desfeito.

07/07/07

Denúncias
Foram muito graves as denúncias feitas pelo deputado Neider Moreira a respeito de licitações na prefeitura. É preciso que tudo seja apurado com a maior lisura possível, pois a gravidade é muita. Enquanto não se apurar tudo, qualquer pessoa é inocente até que se prove o contrário. O que não pode é deixar de investigar. E esse negócio de prefeito dizer que os documentos foram forjados não cola. Pois se o deputado pediu apurações dos vereadores, da promotoria da comarca e de vários outros órgãos, ele não se sujeitaria a tamanha mesquinharia de forjar documentos. Mas a palavra final será dos órgãos que irão apurar as graves denúncias. O que não pode é ficar no esquecimento e nem os vereadores fazerem vistas grossas.

Apuração
Se os vereadores ficarem quietos e não apurarem nada, mesmo que o prefeito seja inocentado ou culpado, eles ficarão desmoralizados por causa da omissão. Eu já disse aqui que, até que se prove o contrário, ninguém pode ser condenado. Mas o que não pode é a omissão e as vistas grossas, pois a cidade quer saber quem está com a razão, se é o deputado ou o prefeito. Vamos aguardar.

Deslanchar
Como bem disse o deputado Neider, o prefeito Eugênio tinha tudo para deslanchar como prefeito, pois ele não tinha nenhuma amarra política. Ele poderia estar fazendo o maior sucesso com sua administração mostrando um monte de obras. Ele poderia ter transformado essa cidade num verdadeiro canteiro de obras. Mas não. Ele preferiu desmontar toda a infra-estrutura da prefeitura, ou seja perseguir os servidores tarimbados da prefeitura que tudo sabem de serviço público, para encher a prefeitura de gente de fora. E o povo em 2008 não lhe perdoará por isso, já que o prefeito disse que não traria ninguém de fora conforme sua fala está registrada na imprensa.

Obras
O prefeito gosta muito de falar em obras, mas não estamos vendo nenhuma grande obra na cidade. E como disse a nossa diretora Zenaide, na última edição da Gazeta: daqui a pouco até os prédios da Universidade que o Dr. Faiçal construiu vão dizer que são obras deles. Vocês se lembram do episódio da inauguração das casas da Chevel Engenharia? Pois é, o prefeito quis inaugurá-las como se fosse obra sua. Como diz novamente a nossa diretora Zenaide: me poupe, prefeito!

Corpo de Bombeiros
O prefeito Eugênio em entrevista ao programa do Maurício Aguiar disse que quem trouxe o Corpo de Bombeiros para Itaúna foi ele, não tem nada de Neider. Ora, prefeito pare de dar vexame, pois todo mundo sabe que se não fosse o Neider, a sua amizade com o governador Aécio Neves, o fato de ter sido secretário de Estado, jamais teríamos Corpo de Bombeiros por aqui. Desde a época do então prefeito Ramalho que se falava em instalar uma unidade de Corpo de Bombeiros aqui, sonho nunca concretizado. À prefeitura coube apenas de construir a sede como contrapartida. Quem conseguiu a instalação, veículos e equipamentos foi o deputado Neider. Como bem disse o seu primo João Gabriel em artigo no Brexó: Deixa de ser "pangó", pois o povo não é idiota.

23/06/07
Bicicletas
Li na gazeta e em outros jornais da cidade, um cidadão reclamando das bicicletas na contramão e ninguém toma nenhuma providência. Na minha opinião, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o departamento de Trânsito da Prefeitura deveriam fazer um trabalho de conscientização com alunos nas escolas mostrando, inclusive, a Lei. Bicicleta na contramão, só se ela estiver sendo empurrada. Aqui, em Itaúna, já aconteceram atropelamentos de bicicletas trafegando na contramão. O próprio pai do vice-prefeito, Cláucio Corradi, foi vítima de atropelamento de bicicleta, ficando acamado por muito tempo. Em muitos lugares onde existem até placas avisando que o trânsito de bicicletas é proibido, tem os engraçadinhos que insistem em entrar para cortar caminho. A polícia faz vista grossa, já vi isto na rodoviária, não chamando nem a atenção destes ciclistas. Este colunista já foi quase atropelado na rua Antônio de matos, por bicicleta na contramão. A omissão de nossas autoridades é total. Quero ver o dia em que o filho de uma autoridade for atropelado, se as providências serão tomadas.
 
Buracos
Há pouco tempo denunciei nesta coluna a quantidade de buracos em nossas ruas. Nenhuma providência foi tomada. Na rua Emídio Herculano, atrás do Senai, o SAAE asfaltou onde foi feita a nova adutora, mas a prefeitura até hoje não criou cara e coragem para arrumar o ponto de ônibus que fica naquela rua. Os ônibus da Morro Alto têm que parar no meio da rua, já que o ponto é buraco só. Mas não adianta, o prefeito acha que é oposição barata, mas ele, no mínimo, não deve andar pelas ruas da cidade para ver o estado que nossas ruas estão. Mas o troco há de vir em 2008, viu prefeito?
 
Camisinhas
Fiquei estarrecido em ver reportagem na Revista Cidade de Itaúna, onde diz que o Motel Moon Light está jogando camisinhas em um ribeirão. Que falta de consciência dos administradores de lá, já que muita gente pesca no rio São João, que recebe a água desta ribeirão. Enquanto houver pessoas que não têm consci-ência ecológica fica difícil preservar nosso meio ambi-ente. É preciso de pesadas multas em cima destas pesso-as, pois o brasileiro só aprende quando mexe no seu bolso.
 
Morro Alto
Alô, gerência da Viação Morro Alto. A maioria dos seus motoristas não encosta rente ao meio fio para facilitar a entrada e saída dos idosos dos coletivos. Um domingo destes, pela manhã, um motorista da linha Jadir Marinho/Lourdes, não parou rente ao meio fio e a idosa que ia descer, e que sofre com a coluna, foi falar com o motorista e ainda recebeu xingamento. É bom lembrar que na época da Redentor, o gerente Marinho, não aceitava motorista parar longe do meio fio e exigia respeito com os passageiros, principalmente com os idosos. E é bom lembrar também aos seus motoristas que um dia eles serão idosos e não gostarão de receber o mesmo tratamento. Explica pra eles que a melhor maneira de não ficar velho é morrer novo. O respeito é necessário até com uma criança, o que dirá com um idoso. Esperamos providências.
16/06/07

Hospital
Na última coluna não deu para comentar direito a respeito do decreto do prefeito para fazer auditoria no Hospital Manoel Gonçalves. O espaço era pouco (Ô, Zenaide, libera mais um pedacinho..) devido a outros assuntos que precisava comentar. Mas, pelo que pude notar, trata-se apenas de perseguição política, já que provedor do hospital é irmão do deputado Neider Moreira. Com a proximidade das eleições já começam as alfinetadas. Já estão querendo fazer o mesmo que o Delmo fez com o Silmar, que acabou inocentado pela justiça.
Se o prefeito acha que o hospital está pagando contas de luz de clínicas e laboratórios particulares dentro do prédio do hospital, com certeza está pagando também a energia para o plantão 24 horas da prefeitura nas mesmas dependências. De quem terá sido a idéia de jogar o prefeito numa fria, de novo? Com certeza não aparecerá. Quem pode fazer auditoria no hospital é somente o Ministério Público; lá é uma fundação e como tal já presta contas ao MP. Vamos acompanhar para ver até onde isso vai chegar.

Analisando
Li o artigo de um professor universitário no Brexó, do dia 02/06/07. No artigo, o professor fala que os políticos e a elite até hoje não engoliram a eleição do Eugênio, por vir de família humilde, ser negro, etc. Não posso concordar com o professor, porque este colunista também é de família humilde, simples, moro em casa antiga, de telhas, sou descendente, com muito orgulho, da raça negra, tendo meus bisavós sido escravos. Eu também votei no Eugênio, também não aceitei quererem me enfiar um único candidato goela abaixo, na marra, como queria fazer os políticos em 2004. Votei no Eugênio e por ele ser uma pessoa simples, legal e humilde, pensei que ele não iria perseguir servidores, conforme disse na sua posse. Pensei que ele não traria tanta gente de fora para sua equipe. Pensei que ele nunca seria capaz de derrubar aqueles barracos no bairro João Paulo II, enquanto não criasse loteamentos populares para os mais pobres. Pensei que ele nunca derrubaria um coreto, que é um lugar de manifestações culturais para transformá-lo num cocôzeiro, no meio de nossa principal praça. Pensei que ele ia respeitar servidor de carreira, dando-lhe oportunidade, conforme suas promessas de campanha. Pensei que ele ia trabalhar com uma prefeitura enxuta, já que criticava tanto o Osmando dizendo que a administração anterior estava inchada e que mudança era com o 13. Pensei que ele ia recuperar a frota da prefeitura e não ia ficar gastando tanto dinheiro com aluguel de carros. Pensei que ele asfaltaria a cidade e ele se preocupou com seu bairro, o das Graças e agora com a proximidade das eleições está asfaltando algumas ruas do Morro do Engenho. Pensei que neste mesmo bairro, das Graças, ele jamais deixaria um PSF arruinado e nem as senhoras da 3ª Idade sem local de encontros. E são ainda do bairro das Graças as crianças que foram desalojadas da escolinha Sementinha do Amanhã. Pensei que ele ia manter a cidade limpa, capinada, mas o que estamos vendo é mato para todo lado. Enquanto falta capinadores, no serviço burocrático tem gente demais. Pensei que ele fosse se aliar ao Neider Moreira em busca de melhorias para a nossa cidade e não ficar desafiando o deputado. Pensei que ele não daria celulares para secretário ficar dando entrevista com o dinheiro do povo. Pensei que as filas na saúde iam acabar e que o plantão 24 horas seria uma maravilha. Pensei que ele ia construir escolas. Pensei que ele ia dar o maior apoio ao CESU. Pensei que ele ia brigar por passagens mais baratas. Pensei que ele nunca destruiria o teatro Sílvio de Matos. Pensei que ele não deixaria de falar com a imprensa sempre que procurado. Pensei. Pensei. Portanto, senhor professor, se a gente for recordar tudo, nossa diretora Zenaide teria que fazer uma edição especial. Não tem nada de elite, não. Não sou elite, sou povão, votei nele na primeira vez e não voto nunca mais, nem que a vaca tussa! O que existe é que muita gente que o prefeito pensa que é amigo, o fica insuflando e como ele não é de pensar com calma nas coisas e tem ainda por cima a vaidade aflorada, a sua popularidade vai despencando. Mas viu, meu caro professor universitário, não tenho a sua cultura, mas tenho a sabedoria da escola da vida, do aprendiza-do com meus humildes pais e de amigos bem mais vividos que eu. Então, não existe nada da elite não engolir o prefeito. Lembre-se que foi a elite que o colocou lá. Se a situação não está boa perante a população, foi ele mesmo que cavou isto.
Um abraço, professor e pense!

09/06/07
Lucro
Muita gente acha que dono de bar nada em dinheiro. Eu mesmo, quando mais jovem, achava assim. Mas depois que você passa a acompanhar mais de perto, vê que não é bem isso. A despesa de um bar é grande e quando se apura tudo, na "fritada dos ovos", o lucro é muito pequeno. Cigarros e cerveja têm lucro mínimo. O que melhora o lucro de um bar são coisas como a pinga, o cigarro picado, o tira-gosto. Existem bares na periferia onde nem tira-gosto é vendido, já que em alguns destes lugares só dá bebum que enche a cara e nada come. Dono de boteco sofre em tolerar tonto intragável, aborrecido e outras coisas mais. É um dinheiro sofrido para ser ganho. Tem bares na prainha e na praça da Matriz que têm um movimento espetacular, mas o aluguel é caríssimo, mais contas de água, luz, telefone, impostos e outros encargos que acabam tomando grande parte do lucro também. Um amigo, que tinha um bar na rua 13 de maio, certa vez me mostrou na ponta do lápis que tinha que vender 1000 cervejas, na época, só para pagar o aluguel, fora os outros encargos. Estou falando sobre isto para encerrar o assunto sobre as críticas que fiz sobre o rigor da Vigilância Sanitária com estes comerciantes, principalmente os da periferia. Como disse na resposta anterior, jamais fui contra qualquer tipo de fiscalização, principalmente no que se refere à nossa saúde. Quem leu a matéria entendeu perfeitamente o que quis dizer. Às vezes o comerciante tem seu comércio limpinho, as panelas bem limpas e "areadas", e bem limpos os copos, piso, balcão, etc. Mas aí, exige-se pintura nas paredes. Como a tinta é cara, o comerciante tem que tirar da boca dos filhos para não ter que fechar o seu negócio. Mas, tudo bem. Não quero ficar polemizando com ninguém nem com chefe e nem com secretário. Apenas transmiti aqui a insatisfação de alguns comerciantes de quem conheço bem a situação difícil para manter um negócio aberto. Mas deixo claro que não sou, e jamais serei, contra nenhuma fiscalização.

Será?
Existe uma conversa "in off" que o ex-prefeito Osmando estaria "assim" com o atual prefeito e até apoiaria sua reeleição. Particularmente não acredito nisso; quando assistimos, no ginásio poliesportivo da Universidade, o Eugênio passando um pito, em público, no Elmo Nélio e no Osmando, no dia da sua posse, sobre as finanças da prefeitura, não posso acreditar nesta possibilidade, mesmo sabendo que na política tem de tudo. O Ramalho, de quem sempre falo como o melhor prefeito que Itaúna já teve, infelizmente se uniu depois àqueles que combatia anteriormente e acabou se queimando e assim encerrando sua carreira política. Não acho que o Osmando vai se arriscar a lhe acontecer o mesmo. Foi prefeito por três mandatos e não vai jogar pelos ares este currículo. O atual prefeito protegeu gente do primeiro escalão do Osmando e a turma que carregava a prefeitura nas costas, encostou num canto ou perseguiu. Por isto, servidores e eleitores do Osmando estão de olho nele e se realmente apoiar a reeleição do Eugênio, pode dar adeus à sua brilhante carreira principalmente porque Eugênio tem desagradado muita gente.

Hospital
Na semana passada perguntei aqui de quem teria sido a “brilhante” idéia de escrever aquelas frases no coreto. Hoje pergunto de quem terá sido a “brilhante” idéia de fazer uma auditoria no HMG. Será que na prefeitura não existe um só advogado para orientar o prefeito de que o hospital itaunense é uma fundação e por isso somente o Ministério Público pode pedir que se faça lá uma auditoria?
 
02/06/07

O Polêmico Coreto
E o coreto que o prefeito insiste em transformar em banheiro público continua rendendo. Primeiro foi pichado e chamado de pinicão, ridicularizando o prefeito como todos os jornais da cidade mostraram. Então trocaram os tapumes e disseram que era obra do Orçamento Participativo e estava interditado há 180 dias pela Justiça. E isso foi feito defronte ao Fórum, conforme pudemos ver pessoalmente e ainda pela imprensa. Aí a promotora de Justiça não gostou e entrou com uma ação pedindo que aqueles dizeres fossem tirados em 24 horas sob pena do prefeito pagar multa de 5.000 reais por dia.

A idéia
De quem será que foi a idéia de escrever aquilo lá, jogando o prefeito numa fria? Eu já disse aqui que o prefeito é muito mal assessorado politicamente. Além disso muita gente deve torcer contra por causa da perseguição que faz aos servidores. Por isto quando acontece uma destas muita gente fica rindo e diz que Justiça de Deus tarda mas não falta. Duvido que quem deu esta idéia ridícula ao prefeito vá assumir e o Eugênio está arcando com o vexame sozinho. Vai segurar a peteca para proteger algum assessor de alto escalão que se diz muito competente. Conforme nossa diretora Zenaide sempre comenta no seu Observatório da Corte, essa gente vai embora e o prefeito ficará sozinho por aqui pagando pelos erros dos outros. Falta de avisar, de alertar não é, Mas o prefeito não gosta de críticas, diz que não lê, mas lê sim, todos os jornais de cabo a rabo, cada crítica. E se ele procurasse aceitar as críticas, entendê-las, parar de achar que é só oposição barata, poderia fazer um bom governo e não estaria tão desgastado perante a opinião pública. Mas ele é assim mesmo, não aceita as críticas e prefere processar jornalistas, na tentativa de intimidá-los.

Justiça
Nossos promotores de Justiça estão de parabéns pelo trabalho que estão fazendo, fiscalizando de verdade, colocam moral onde é necessário. Bastou o Ministério Público proibir o som alto em carro que incomodava tanto, fosse de noite ou de dia, que acabaram as gracinhas dos jovens exibidos. Já que os pais não educam, ou os filhos não dão atenção a esta educação, a Justiça educa do seu jeito. De vez em quando ainda aparece um engraçadinho com o som a todo o volume, mas é coisa passageira, E dão sorte que a polícia nunca está por perto para pegá-los, mas uma hora a casa cai. A justiça é muito criticada no Brasil de um modo geral mas aqui em Itaúna trabalha mesmo e não dá mole pra quem quer que seja. Afinal de contas somos todos iguais diante da lei e acabou aquela época do coronelismo que existia por aqui, quando pessoas importantes e influentes não eram nunca incomodadas nem pela justiça e nem pela polícia. Avante, Ministério Publico!

26/05/07

Vigilância Sanitária
O Eugênio não está mesmo com medo de perder as eleições de 2008. Está com um rigor sem precedentes, através da Vigilância Sanitária, em cima do comércio da periferia. O chefe da Vigilância exige de um pobre comércio da periferia o mesmo que seria exigido de um comerciante da prainha ou do centro. São pequenos comércios que sobrevivem a duras penas, já que o movimento dos bairros não é igual ao do centro ou ao da Jove Soares. Alguns pagam aluguel e muitos dizem que vão fechar as portas porque o lucro é muito pequeno e não dá para ficar atendendo certas exigências da Vigilância Sanitária. É claro que existem comerciantes que não cuidam direito da limpeza e da higiene do seu comércio, mas tem algumas coisas que nunca foram exigidas e ninguém adoeceu ou morreu por causa disto. Mas esse rigor é ótimo pois a periferia fica revoltada com o prefeito e, a cada dia que passa, fica mais longe o sonho de reeleição.

Saúde Pública
Não estou defendendo aqui o errado, tem mesmo comerciantes que não são nada higiênicos. E quem não tem higiene no seu negócio tem que ser punido mesmo. Mas a Vigilância exige tanta coisa que, muitos, por falta de condições financeiras, vão fechar suas portas. Num país onde a carga tributária é a mais alta do mundo, cujo presidente é o Lula do PT do Eugênio, ninguém mais agüenta tanto gasto para encher os cofres do governo. Deve-se fazer exigências, mas com bom senso.

Ética
Outra questão que falta muito em certos servidores públicos é a ética. Quando a Vigilância vai notificar um comerciante deve chamá-lo em particular e lhe mostrar o que está errado, pedir que se faça as adequações. Mas alguns, sem a mínima educação e preparação para o trabalho, como este colunista já presenciou, chamam a atenção do comerciante na frente dos seus fregueses. E se este servidor depara com um comerciante mal educado, como ele? Poderia até acabar em violência. Por isto deixo o ditado: "Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém".

Rodoviária
Outro dia fui a Belo Horizonte, usando a rodoviária de Itaúna, e aproveitei para ver a sua reforma. Eu fiquei na parte de cima, onde ficam os táxis e pude observar alguns serviços feitos. Em uma sala onde antigamente funcionava o "Foto do Zé Leite", o revestimento é daqueles ladrilhos vermelhos, chamados de São Caetano. Como com o calor, eles dilatam, muitos acabam se arrancando e ficaram muitas falhas. A prefeitura fez um serviço horrível nestas falhas. Tacou vermelhão, cimento com vermelhão. Ficou muito feio. Vermelhão misturado com cerâmica. Que feiúra. Será que prefeitura não tem dinheiro nem para comprar ardósia, que é barato? Gente, ali é um dos cartões de visitas da cidade. Dizem que quando o Ramalho fiscalizava as obras, estas coisas não aconteciam. Prefeito tem que andar, tem que sair, ver o que está sendo feito e não ficar criando barriga em gabinete ou em avião.
Creio que se o Eugênio ver o piso com o remendão, vai mandar arrancar e fazer coisa mais de-cente. Ficou parecendo sala de favela.

19/05/07

Buracos
As ruas da cidade estão uma vergonha com tantos buracos. Antes, a desculpa era que tinha que esperar o tempo das chuvas passar. Agora não é mais época de chuvas e parece que nem prefeito, nem secretário de infra-estrutura, andam pelas ruas da cidade. A rua Emídio Herculano, atrás do Senai, além de ter sido toda arrebentada para fazer a nova adutora e por onde os ônibus do bairro de Lourdes passam, está uma cratera só. Muitas pessoas querem filmar a buraqueira nas nossas ruas e mandar para o Jornal da Alterosa para passar em todo o Estado. Pode ser que assim esse povo acorde e conserte as nossas ruas. Outras ruas que estão uma calamidade são as Afife Salomão, no Morro do Engenho, a Otávio de Brito que precisa ser totalmente asfaltada, a Vasco Mendes, também no Morro do Engenho tem outra cratera enorme. Enquanto eles se preocupam em perseguir servidores, a cidade fica uma calamidade só.

Internet
Enquanto se gasta uma fortuna para instalar um meio de comunicação com todas as modernidades, as ruas da Itaúna estão um buraco só. E não adianta criticar porquê eles não estão nem aí. Por isso é que certos jornais, antes tão combativos, que não deixavam passar nada em branco, estão decepcionando seus leitores. Muitos já nem lêem mais estes jornais pois sabem que a coisa não anda tão bem assim para mudarem tão rapidamente de postura. Quem diria, hein?

Reuniões
Chegou ao nosso conhecimento que alguns partidos políticos já estão se reunindo secretamente para traçar estratégias para 2008. As eleições serão no ano que vem e já estão aguçando as cabeças sobre como enfrentar o prefeito no próximo pleito, mas não será difícil, pois Eugênio não está mesmo agradando. Segundo informações uma das bandeiras da oposição será a quantidade de gente de fora que Eugênio trouxe para a prefeitura de Itaúna. Alguns são educados, outros não têm educação nenhuma. A oposição está se preparando desde já para o contra-ataque, mas acho que não será difícil ganhar do atual prefeito. É só ter inteligência e saber usá-la na hora certa.

Coreto
No último sábado, dia 12, passava pela praça da Lagoinha, quando vi dois jovens dando uma verdadeira canja nos violoncelos. Eram músicas antigas, muito bonitas, daquelas que mexem com o coração da gente, nada desta baboseira que vemos e ouvimos ultimamente. Parei para apreciar a música quando uma menina comentou com seu pai sobre a tentativa da prefeitura desmanchar o coreto e transformá-lo em um pinicão (conforme todos os jornais mostraram a pichação do coreto na última semana). Os dois jovens tocavam tranqüilos, sentados no banquinho da pracinha e o coreto... todo cercado. Foi muito bem lembrado pela menina a situação e, se a prefeitura quiser mesmo construir banheiros públicos que o faça em outros locais, nunca nos jardins da praça. A justiça embargou a obra em boa hora, mas pois se são necessários os banheiros, não devem ser ali construídos. Desmanchar um coreto e os músicos ficarem tocando na rua... Que tristeza.

12/05/07

Recordando
Outro dia eu observava alguns empresários conversarem na mesa de um bar da cidade. Eles falavam sobre a estimada Neuza Tupinambás que faleceu recente-mente. Aí a conversa virou política e o pessoal se lembrou do Dr. Peri Tupinambás, que era petista histórico. Diziam eles que se o Peri fosse vivo, estaria decepcionado com o Lula e com o Eugênio. A decepção seria tanta, por ele ter adotado a mesma política econômica do Fernando Henrique, por não ter gerado os milhões de empregos que prometeu, por não ter conseguido implantar o Fome Zero, por deixar a segurança pública virar a bagunça que virou, com a violência antes restrita a apenas algumas capitais de estados, agora está chegando nas cidades do interior. Para quem conheceu o saudoso Peri e conversava com ele, sabia que suas idéias e seus ideais eram diferentes. Me lembrei, ao ouvir a conversa, de outro petista histórico, o Onofre Bacalhau. Este colunista conheceu o Onofre pessoalmente e sabe do caráter daquele homem, Ele também não aceitaria este estado de coisas que vemos por aí. Quem conheceu o Peri e o Onofre sabe que se eles estivessem aqui não deixariam o Eugênio e sua turma perseguir servidores, iriam exigir mais zelo com a coisa pública, não deixariam essa turma de fora mandar na prefeitura e várias outras coisas. Foi muito bem lembrado o papo dos empresários . Tomara que lá de cima, o Peri e o Onofre iluminem a cabeça do Lula e a do Eugênio, pois a decepção com os dois é grande. Com todos com quem conversamos ouvimos sempre a mesma coisa: quem vai votar no prefeito serão as pessoas que ele colocou na prefeitura e seus familiares.

Boletim
Repercutiu e muito na cidade o Boletim número 1 do vereador Rosse Andrade. O comentário foi forte na cidade como forte também foi a matéria de primeira página da GAZETA do dia 28 de abril mostrando o preço altíssimo que a prefeitura pagará para uma empresa de Governador Valadares por serviços de comunicações. Deixemos o povo julgar.

Xerox
O jornal oficial da prefeitura agora é xerocado. Dizem que por medida de economia. Não sei não, mas acho que xerox sai mais caro que impressão em gráfica. A propósito, quem imprimia o jornal oficial, por licitação, era a Gráfica São Lucas, do Silmar, irmão do deputado Neider Moreira, Estranho, muito estranho, depois das críticas do deputado à administração municipal passaram a xerocar o jornal. Não é estranho? E será que a gráfica vai quebrar por causa disto?

Vereadores
Muitas pessoas também têm comentado nas rodinhas de amigos que maioria dos atuais vereadores não se reelegerão em 2008. Acham que eles dizem amém demais para o prefeito. Muitos deles têm parentes, amigos ou algum eleitor apadrinhado na prefeitura. Então não irão contestar o prefeito nunca. Volto a falar aqui das perseguições na prefeitura e que os vereadores não dão o grito, não fazem nada para ajudar aos pobres servidores que só têm o choro como desabafo. A Câmara foi praticamente toda renovada em 2004. Será que o povo vai colocar todo mundo pra correr em 2008? Vamos aguardar.

05/05/07
Prefeitura em movimento
O governo itinerante do ex-prefeito Osmando Pereira da Silva vai voltar com o nome de "Prefeitura em Movimen-to". A estrutura será pratica-mente a mesma do Osmando, usando as secretarias para dar solução aos problemas da cidade. É o prefeito Eugênio Pinto tentando dar uma sacudida em sua popularidade que está mais baixa que galinha garnisé. Mas será que ele vai conseguir? Eu, particularmen-te, acho que não, já é bem tarde. Itaúna é uma cidade onde quase todos se conhecem e com muitos parentes, próximos ou distantes. Com as perseguições que tem acontecido na administração, o Eugênio terá muita dificuldade de penetração nos lares itaunenses, pois muita gente está magoada com algumas atitudes do prefeito. E a coisa vai se espalhando, um contando para o outro e acaba a cidade inteira ficando ressentida. É um direito do Eugênio tentar melhorar sua popularidade, mas nesta altura do mandato e o povo sabendo que 2008 é ano eleitoral, pode ser que ele consiga reverter o quadro deplorável.
 
Desgaste
O mal do Eugênio é achar que administrar uma cidade é igual administrar um país. O Lula estava desgastado, não tinha chance alguma de se reeleger, mas os nordestinos, simplórios, por causa da bolsa-esmola, se venderam a troco da miséria e ajudaram a colocar o barbudo lá no Planalto de novo. Agora, aqui em Itaúna, a coisa é diferente, as pessoas lêem mais, se informam e observam tudo. Quando não está agradando, não está mesmo. Se o Eugênio pensa que pode acontecer com ele o mesmo que aconteceu com o Lula, está redondamente enganado. País é uma coisa, cidade é outra. Aqui existe a proximidade com o poder, o povo pode entrar e sair da prefeitura quando quiser e lá em Brasília, só quem for cadastrado e autorizado pode entrar no Palácio da Alvorada. Já disse aqui nesta coluna que o Ramalho foi o melhor prefeito dos últimos tempos e custou muito a eleger seu sucessor, Osmando, em 1988. Vamos aguardar e veremos quem está com a razão.
 
Mais desgaste
Além do próprio Eugênio não estar agradando, tem vários secretários que queimam o filme do prefeito, que não tem coragem de demitir ninguém. Ele demite pessoas humildes e simples que a única coisa que lhes resta fazer é lamentar e chorar o emprego perdido e muitas vezes mal remunerado. Tenho pena do Eugênio se ele perder a reeleição em 2008, não terá ambiente para ficar em Itaúna, corre o risco de ser alvo de desprezo por parte das pessoas. Ele se esqueceu das suas origens e subiu em um pedestal. O poder é igual roda-gigante de parque de diversões: uma hora a pessoa está por cima, na outra por baixo. E quanto mais alto é o poder, maior é o tombo. E tem ainda a justiça divina que não aceita a ingratidão, a injustiça, a perseguição. Tenho certeza que Deus vai iluminar a cabeça do eleitor para que ele saiba fazer a melhor escolha.
 
31/03/07

Cargos de confiança
Outro dia, conversava com um ex-advogado da prefeitura, de uma antiga administração. Dizia-lhe de minha preocupação com os gastos excessivos com aluguel de veículos, tratores, máquinas, etc. E ainda dos gastos excessivos com consultorias e outras coisas. Lembro-me que, em administrações anteriores, os advogados titulares da Procuradoria, com sua equipe, resolviam todas as pendengas jurídicas da prefeitura sem precisar de consultorias externas. A vereadora oposicionista Gláucia Santiago está cansada de comentar na Câmara que o dinheiro da prefeitura está indo todo para consultorias. E esse ex-advogado disse que outra coisa que acaba com o orçamento é a quantidade de cargos de confiança. Segundo este advogado, para cada dez servidores da prefeitura, quatro são cargos de confiança. Assim, não sobra dinheiro para obras, café dos servidores, leite dos operários e nem para um aumento salarial digno. Apenas uma merreca de 10%. Então, ficam os protegidos ganhando bem, enquanto a turma que rala e carrega a prefeitura nas costas, recebe um aumento ínfimo. E olha que o prefeito gosta de se vangloriar que é do PT, Partido dos Trabalhadores. Mas a turma do PT é só para fazer barulho e incomodar adversários em época de eleição. Quando estão no poder são iguais ou até piores que os outros. De trabalhador o partido só tem o nome porque onde já se viu trabalhador perseguir trabalhador? Quanta ironia!

Rua do Banco Real
A rua Francisco Manoel Franco, conhecida como rua do Banco Real, já teve indicação várias vezes da vereadora Dagmar para a necessidade de alargar seus passeios. Até hoje não aconteceu um atropelamento ali por pura sorte ou proteção divina. Talvez, pelo fato da Dagmar ser oposição ao atual prefeito, sua indicação não seja atendida e assim o prefeito prejudica uma população inteira. O passeio é tão estreito que se um estiver nele, o outro tem que descer para a rua e correr o risco de ser atropelado. Mas, com certeza vão esperar que isto aconteça para só depois tomarem providências e aí sair na mídia que o prefeito está preocupado com a segurança da população no trânsito.

Estatuto de Idoso
Ao ler na GAZETA que o secretário de Educação, Carlos Márcio, para desocupar o antigo grupo do bairro das Graças, para ceder ao time do Esporte Clube de Itaúna, disse que se os idosos quisessem fazer ginástica que fossem fazer na rua. Isto surpreendeu a secretária de Bem Estar Social, Marisa Pinto, e ao próprio prefeito Eugênio Pinto. Acho que o secretário se esqueceu que vai ficar velho um dia; só não envelhece quem morre novo. O secretário ao dizer isto deve ter esquecido que até o pai do prefeito, o estimado e conhecido Afonso Pinto, é idoso. Então, devemos pensar muito para falar, evitar a arrogância, procurar ser mais humilde pois a humildade é a chave que abre todas as portas. O Carlinhos não parece hoje nem um pouquinho com aquele que clamava por justiça social, que ia à Câmara bater boca com vereadores, que cobrava mais ação e menos demagogia. O poder subiu à sua cabeça também. Onde está aquele Carlinhos que cobrava nas páginas do Brexó, que ajudou a fundar, ações, respeito, seriedade e outras coisas do poder público?

24/03/07
Frota sucateada
Outro dia, quando passava pela rodovia MG 431, pude observar o descaso da atual administração com a frota do município. Vi 12 veículos em situação de abandono total entre Kombis, pick-ups, caminhonetes e caminhões. Dei uma guinada em minha memória para o tempo do prefeito Francisco Ramalho, que não tinha experiência quando entrou para a prefeitura em 1.983 e foi considerado o melhor prefeito que Itaúna já teve, sem desmerecer o Osmando, que foi bom prefeito também. Mas na época do Ramalho a frota era toda própria, não tinha nada terceirizado ou alugado e ele ia todo final de semana conferir os veículos para ver o estado em que se encontravam.
O Ramalho chegou a recuperar um caminhão Ford 1.970 que foi adquirido pelo então prefeito Jadir Martinho e que prestou serviços ao município e estaria prestando até hoje se não tivesse sido leiloado pelo prefeito Bandinho depois. Consegui estas informações com gente que trabalhou com o Ramalho e que pode testemunhar o zelo daquele prefeito para com as coisas do município, que pertencem ao povo. Também me lembro que, no aniversário de Itaúna, em 16 de setembro de 1984, a prefeitura desfilou seus carros, caminhões, tratores, novos e reformados, para a população ver (interferência da digitação: hoje se colocassem carros para desfilar, ia parecer salão do automóvel). E o Ramalho não tinha experiência como administrador público. Era Professor, trabalhou no banco Real e adquiriu conhecimentos fundamentais que lhe fizeram o melhor prefeito de Itaúna, de todos os tempos.
Estou tocando neste assunto porque ao ler na imprensa itaunense que a prefeitura gasta quase 3 milhões de reais com aluguel de carros, caminhões, tratores, moto-niveladoras, pás carregadeiras, retro-escavadeiras e outras mais, fico pensando que todo este dinheiro na mão do Ramalho e ele estaria com uma frota nova e teria ainda recuperado outros veículos que hoje estão sucateados no pátio de canteiro de obras, que dá para gente ver da rodovia, perto da ponte.
Se o Eugênio não tinha experiência e não esperava ganhar, deveria ter desde o início do mandato procurado o Ramalho e até convidado-o para um cargo no alto escalão para que, com sua experiência, lhe desse dicas de uma boa administração. Se caso este colunista tivesse se candidatado na época, a primeira coisa seria procurar o Ramalho e pedir conselhos e convidá-lo para o governo, com carta branca para agir. Mas não, Eugênio preferiu trazer gente de fora, que não tem compromisso algum com Itaúna, fica colocando gente que não tem experiência de nada, detonando servidores de carreira, descumprindo tudo que prometeu, xingando e demitindo funcionária de posto de saúde, mandando demitir servidor por telefone, né, Denyse da Saúde?,
não respeitaram seus 10 anos de casa em favor da cidade. Assim é essa gente do PT. E digo mais, Eugênio: Ramalho fez um ótimo governo e custou a eleger o Osmando em 1988. Vamos aguardar para ver no que vai lhe acontecer em 2008? Reeleito ou um banho de votos do adversário?
 
17/03/07
Servidores de carreira
Uma das bandeiras levantadas em sua campanha política de 2004, o então candidato Eugênio Pinto, disse que iria dar oportunidade às pessoas que trabalham há anos na prefeitura e que há muito esperam por uma oportunidade. Disse que não iria perseguir ninguém e que a campanha política estava encerrada no dia 03/10/04. Este pronuncia-mento foi no dia de sua posse, no poliesportivo da Universidade de Itaúna e todo mundo sabe no que deu. Na semana passada a GAZETA recebeu e-mail endereçado a este colunista dizendo do desprestígio do prefeito com a servidora Bete Gomide. A Bete trabalha no SINE há anos e tem conhecimento de tudo lá. Então, se o prefeito Eugênio cumprisse o que prometeu, o cargo de diretora do SINE teria de ser, por direito da Bete. Mas não, o prefeito foi buscar o Léo e a Bete ficou como estava. O engraçado nisto tudo é que todas as pessoas que subiram no palanque com o Élvio e ficaram grudadas nele o tempo todo, hoje estão super prestigiadas no governo municipal. São os casos de Nilzon Borges, do Cristiano, do Léo Bala e outros mais, sem falar da pastora Vanda. E os servidores que, por medo do Élvio, ficaram com o Eugênio em 2004, são tratados como qualquer um. A revolta contra o prefeito na administração é grande, as eleições de 2008 estão ai, os familiares de servidores estão bastantes chateados e penso que o prefeito vai acabar tendo uma grande decepção. Se ele cumprisse suas promessas de campanha com os servidores, seria diferente, mas ele para agradar um e sua família, desagrada outros dez servidores, as famílias e amigos desses servidores. O prefeito declarou há pouco tempo na imprensa que ele tem uma aprovação muito boa de seu governo. Já a gente, que anda nas ruas, buscamos notícias disto e as pessoas com quem conversamos estão é insatisfeitas com ele, afinal ele não é mais, nem de longe, o Eugênio humilde que todos conheciam e de quem esperavam mais compromisso com o povo. O que o poder quando sobe à cabeça não faz?
 
Falta de ética
Servidores, principalmente que ocupam cargo de chefia na prefeitura, estão reclamando que alguns colegas que também ocupam cargos de chefia estão se intrometendo em suas áreas, dando palpites, querendo saber horários e outras coisas mais. Isto é uma completa falta de ética profissional porque somente o secretário da pasta pode entrar nestes assuntos. Mas tem gente nessa administração que se julga o rei da cocada preta e fica entrando e dando palpites na área do outro. Isso é um perigo, em uma administração passada, há alguns anos, um palpiteiro em assuntos dos outros apanhou dentro do Gabinete do prefeito na época. Não vamos dar nomes, um deles é nosso amigo, mas que apanhou, apanhou. Quem se lembra?
 
Reclamação
Tenho visto pela imprensa muitas pessoas reclamando do secretário de Educação. Algumas pessoas chegaram até a declarar na GAZETA que se o secretário for mantido o prefeito pode dar adeus ao seu projeto de reeleição. Pois eu já peço ao prefeito que, pelo amor de Deus, mantenha, não só o secretário de Educação, mas todas as outras pessoas odiadas pela população em seu governo. Eles são os maiores cabos eleitorais que a oposição tem. Os adversários estão rindo à toa!
 
10/03/07

AVACCI
A cidade ficou estremecida ao ler em toda a imprensa itaunense um possível desvio de verbas da entidade que está sob investigação da polícia civil e do Ministério Público. Muita gente ficou boquiaberta, pois a AVACCI vive das doações de empresas e de cidadãos comuns. Portanto, é preciso que as investigações sejam profundas para dar uma satisfação à sociedade. Muita gente disse que não vai mais contribuir. Acho isto uma bobagem, a entidade não pode ficar prejudicada por causa de algumas pessoas, ela é importante no combate e tratamento do câncer. Para resgatar a credibilidade é preciso que agora se coloque na direção um padre, um juiz de Direito aposentado, um promotor ou um empresário de conduta ilibada, senão a AVACCI vai perder praticamente todos os seus contribuintes. E como eu disse, os portadores de câncer precisam da AVACCI e ela não pode acabar por causa de algumas pessoas.

E agora, José?
Aproveitando o poema de Carlos Drumonnd de Andrade eu fico pensando no secretário de Saúde, José Oscar, que queria encurtar o mandato do conselheiro de saúde, Mussum, e colocar em seu lugar o Mário Celso da AVACCI. De repente, estoura este escândalo, publicado em toda a mídia itaunense que deve ter deixado o secretário bem envergo-nhado... E agora, José?

Buracos
Num trabalho lento, bem lento mesmo, a prefeitura está tapando os buracos das ruas. Mas como tem buraco para tapar nesta cidade!

Poupança Jovem
O governador Aécio Neves está criando a Poupança Jovem para incentivar os jovens a estudar, não se delinqüir e no final de seus estudos terão uma poupança de mais de três mil reais para se iniciarem na nova carreira. Com isto evita-se que esses jovens sejam captados pelos traficantes e já terão uma ajuda para garantir o futuro. Quando se investe no social, na escola, a situação do jovem é outra, ele começa a ter oportunidades. Bem diferente daqui, onde a administração investe pouco no social, segundo as análises feitas para o jornal GAZETA com os quadros demonstrativos retirados pelo contador da Câmara, Antônio João de Andrade, do site da prefeitura. E ainda por cima tiraram a escolinha Sementinha do Amanhã de sua sede, depois tentou-se levar o CESU para bem longe, o que iria atrapalhar um monte de alunos estudar. Portanto, é mais uma medida acertada do governador Aécio Neves que tudo tem feito para investir na educação e na segurança. Quem sabe, sabe!

Esporte Itaúna
Parabenizo o advogado e desportista José Haílton por profissionalizar o antigo Esporte Clube Itaúna que já foi profissional na década de 50 e 60. Mas muita gente está comentando que na peneirada que fizeram ficaram apenas três atletas itaunenses. E aqui nós temos bons jogadores de bola. Eles só precisam de treino e preparo físico adequado. Queremos ver nossos atletas disputando o campeonato mineiro e não apenas o nome de Itaúna em jogo. Fica aqui o recado e os parabéns, outra vez.

03/03/07

Sem café
Recebemos diversas reclamações de servidores da prefeitura dizendo que estão, há mais de um mês, sem café para o lanche. O café, que nunca faltou em nenhuma administração, sumiu agora, segundo estes servidores. Quem não gosta de ficar sem o cafezinho diário está comprando do próprio bolso ou fazendo vaquinha entre os colegas. Eles lembraram os bons tempos em que havia leite, café, chá e outras variedades. Agora, além de não ter café, o leite que era dado aos operários desde de dezembro não é entregue. E este é o governo voltado para o povo!

João Hélio
A morte bárbara e estúpida do garotinho João Hélio, no Rio de Janeiro, em que um menor estava envolvido, fez a população pressionar os parlamentares para votarem medidas de emergência contra a violência e a redução da maioridade penal. As medidas são muito tímidas e menor a partir de 14 anos já deveria ser responsabilizado criminalmente pois já sabe muito bem o que faz. No Japão, onde o índice de criminalidade é baixíssimo, por causa das duras e cruéis leis do país, um menino de 7 anos paga cadeia. Aqui no Brasil estão querendo reduzir de 18 para 16 anos. Eu acho que não precisa de tanto exagero como no Japão, mas entre 13 e 14 anos a criança sabe o que está fazendo. Com a atual lei, os maiores de idade fazem a cabeça dos menores e eles assumem os crimes, porque sabem que não serão presos. Esse negócio de dizer que é a pobreza que causa a violência, não está correto. Conheci pessoas que passaram fome mas que são hoje adultos de bem. Existem muitos pobres que mal ganham para comer, vestir, pagar água e luz, mas sempre tiveram dignidade de honrar o nome, de preservar a única coisa que têm. Então é de se perguntar se os deputados e senadores, a maioria empresários e que ganham muito bem como parlamentares, porque roubam, criam mensalinhos, mensalões, sanguessugas, propinas e outras coisas mais? Isto também não é violência? Não dá para engolir. E os bandidos que arrastaram por 7km o pequeno João Hélio, debochando, dizendo que era um boneco de Judas, não têm recuperação. Bandidos que cometem crimes monstruosos como este ou aqueles que atearam fogo no carro de uma família com uma criança de cinco anos dentro, em Atibaia, interior de São Paulo, merecem a prisão perpétua. Se ninguém tem coragem de votar a pena de morte, que pelo menos votem a prisão perpétua. Assim estes monstros sabem que vão mofar na cadeia e pensarão muito antes de cometer crimes hediondos. Mas, com este congresso de preguiçosos e esse presidente que não governa, acho difícil termos leis severas para estes monstros. E para encerrar, se lembram do ex-secretário de segurança pública, José Resende? Naquela época, no governo Hélio Garcia, a bandidagem e principalmente os seqüestradores, ficaram quietinhos porque o secretário tinha avisado que seqüestrador e bandido com ele era na bala. Minas Gerais foi o estado mais tranqüilo da Federação naqueles tempos. Homem macho igual a ele só nasce de 1000 e 1000 anos.

24/02/07

O Carnaval
Foi lamentável não acontecer mais uma vez o desfiles dos blocos caricatos e das escolas de samba de Itaúna.E justamente na administração Eugênio Pinto, que nasceu na Rua da Ponte onde é o berço do samba itaunense, e que já foi até presidente de escola. Pelo segundo ano consecutivo não tivemos desfile nenhum, mas ano que vem teremos sim, é ano eleitoral! A exposição feita no Museu Municipal sobre o carnaval de Itaúna deixou muita gente irritada com a Administração que não conseguiu resgatar a festa e ela acabou virando o que virou: coisa de museu. A cidade ficou completamente vazia. O itaunense saiu para curtir o carnaval em outras cidades ou foi descansar em sítios. Assisti ao carnaval realizado na área externa do Espaço Cultural e tinha pouca gente. Foi totalmente diferente de outros carnavais quando a avenida Jove Soares ficava repleta. Triste fim da tradição itaunense.

Receita e despesa
Foi muito boa a análise feita pela GAZETA baseada nas informações passadas pelo técnico de contabilidade da Câmara, Antônio João de Andrade, sobre a receita e despesa da prefeitura de Itaúna. Com a matéria tomamos conhecimento de como a prefeitura gasta muito em administração e investe pouco na educação, saúde e social. Muitos servidores de carreira foram encostados em algum canto da prefeitura, enquanto todo dia chega uma cara nova por lá. Assim acaba provocando o inchaço na prefeitura e as despesas com a folha de pagamento dobra praticamente. Vendo estas coisas todas acontecendo, me lembro do Eugênio no dia de sua posse, quando na frente de muita gente, lá no poliesportivo da Universidade, ele tentou dar uma lição de moral no Osmando que deixava o cargo e no Elmo Nélio, que era o secretário de Finanças. Agora estamos vendo em toda a imprensa os poucos investimentos em áreas que deveriam ser prioridade, enquanto com a administração se gasta muito mais. É como diz o velho ditado: nada como um dia após o outro.

CESU
É preciso que o prefeito Eugênio Pinto e o secretário de Educação, Carlos Márcio, se entendam onde ficará o CESU. O prefeito fala que fica em um lugar e o secretário diz que fica em outro. Enquanto isso, os alunos do curso supletivo vão sendo prejudicados, e educação é coisa fundamental para o ser humano. Se o prefeito fosse como o Ramalho, que era professor, ela já teria resolvido o problema há muito tempo e o secretário já teria tomado um bom puxão de orelhas.

Majoritário
Li no Brexó, no dia 17 de fevereiro, que o prefeito Eugênio disse que o deputado Neider nada fez por Itaúna e que ele trata das coisas diretamente com Danilo de Castro. Quanta mentira, todo mundo sabe que o governador atende é ao deputado majoritário da região, claro. O governador precisa de apoio político para os seus projetos na Assembléia Legislativa. Se fosse ao contrário, não precisaríamos de deputado para nos representar no Estado e na Federação. Uma prova disto é que quando ficamos sem representante, depois do Ramalho e antes do Neider, o marasmo tomou conta da cidade. Conta outra, prefeito!

17/02/07

A Ponte
Nos jornais do último final de semana, a culpa pela enchente na avenida Jove Soares, no dia 2 de fevereiro, segundo o prefeito, foi a construção da ponte que está sendo feita "por orientação de um deputado de Itaúna", e que por ele a obra ficava do jeito que encontrou. Olha, não vamos entrar no mérito da questão, mas aquela obra sempre deu problema na parte entre a rua Manoel Correa e avenida Miguel Augusto. Ali, ao que parece, a caída da água é menor, já que o canal é mais alto naquela parte onde é gramado e foi feito no mesmo nível do rio São João. Então, se o rio enche e represa a água do canal, inunda-se tudo. E segundo comentários de quem foi vítima da enchente a boca de saída da água foi reduzida, dificultando ainda mais o escoamento. Então é uma a obra que vem errada até de administrações anteriores. Não adianta culpar Osmando e muito menos Neider, pois tudo que o deputado fez foi conseguir a verba junto ao Estado para que a obra da ponte não ficasse perdida, como perdida está, há quase 40 anos, a obra do viaduto, perto da igreja de Azurita. E não teve orientação do deputado, já que Neider é médico nefrologista e não engenheiro. A Jove Soares, conhecida como prainha, tem vários problemas como a dificuldade do escoamento de enxurradas e o asfalto cheio de borrachudos por causa do terreno que é brejo. Para quem não sabe, borrachudo é quando o terreno fica mole por baixo e o asfalto vai trincando até estragar-se por completo. A Jove Soares precisa de uma reforma geral, na captação de águas pluviais e no seu asfalto. Não é hora de ficar procurando bode expiatório, pois como já disse, o problema da prainha vem de várias administrações.

Repercussão
Causou enorme repercussão na cidade a entrevista coletiva que o deputado Neider Moreira concedeu à imprensa itaunense. Já comentei nesta coluna que antigamente os prefeitos tinham que brigar ou lançar mão de recursos disponíveis na prefeitura, às vezes não aplicando o exigido pela lei na educação, para investir em outras obras. Tudo porque o deputado majoritário da época travava todo e qualquer benefício para a cidade por causa de picuinhas políticas. Agora, que nós temos um deputado que trabalha e quer trabalhar mais ainda por nossa cidade, o prefeito fica nessa briguinha com ele. Eu quero lembrar que ele é o representante maior de quase noventa mil habitantes. A partir do momento que ele se sentou no trono da prefeitura, ele deixou de ser o prefeito do PT e passou a ser o prefeito de uma comunidade inteira. Então seria bom que o Eugênio e o Neider se entendessem para o bem de nossa cidade. Que o Eugênio seja mais humilde, reconheça que o Neider é o majoritário e que trabalhe afinado com ele. Afinal as eleições de 2008 já estão chegando e o povo já não agüenta mais estas vaidades políticas. Vamos parar e pensar mais?

10/02/07

Passagens caríssimas
Há poucos dias mencionei aqui que as passagens urbanas de Itaúna são caríssimas e que o trajeto é pequeno para um preço tão alto. Disse ainda que dependendo dos bairros mais próximos ao centro a passagem poderia custar ente R$0,80 a R$ 1,00. Pois bem; no Diário da Tarde de 02 de fevereiro de 2007, no caderno Cidades, página 5, foi publicado o preço de passagens de todas as capitais do país. Leia abaixo e veja como o preço das tarifas em Itaúna está de fato salgado.
São Paulo - R$ 2,30
Florianópolis - R$ 2,10
Belo Horizonte - R$ 2,00
Brasília - R$ 2,00
Campo Grande - R$ 2,00
Rio de Janeiro - R$ 2,00
Cuiabá - R$ 1,85
Porto Alegre - R$ 1,85
Boa Vista - R$ 1,80
Curitiba - R$ 1,80
Goiânia- R$ 1,80
Manaus- R$ 1,80
Porto Velho- R$ 1,80
Rio Branco- R$ 1,75
Palmas- R$ 1,70
Salvador- R$ 1,70
São Luiz- R$ 1,70
Fortaleza- R$ 1,60
João Pessoa- R$ 1,60
Macapá- R$ 1,60
Maceió- R$ 1,60
Natal- R$ 1,60
Recife- R$ 1,60
Vitória- R$ 1,55
Aracaju- R$ 1,55
Teresina- R$ 1,50
Belém- R$ 1,35
A fonte do preço das passagens é da ANTP - Associação Nacional de Transporte Público. E por ai o usuário de ônibus coletivo e o leitor podem ver que capitais como Vitória e Aracaju, praticam o mesmo preço de Itaúna. Teresina e Belém já são mais baratos. Agora, em uma capital, dependendo do lugar, a gente gasta até duas horas dentro de um coletivo. Costuma-se andar mais do que daqui a Belo Horizonte. Como já falamos antes, os bairros em Itaúna são muito próximos do centro para se pagar um preço tão alto. Dá para andar a pé tranqüilamente e manter a boa forma. Desde que as passagens tiveram este último aumento, na calada da noite, eu só ando de ônibus vez ou outra, afinal não tenho fábrica de dinheiro!

Rotatória
É preciso que a prefeitura faça urgentemente uma rotatória ou coloque um semáforo na avenida Jove Soares, esquina com as ruas Bolívia e Lilia Antunes. No penúltimo domingo quase houve uma batida violenta no local.

Ferragens
De nada adiantou a nossa denúncia no jornal sobre a ferragem exposta em um banco na avenida Jove Soares que rasgou a perna de um cidadão muito conhecido na cidade. Até hoje o secretário de infra-estrutura não tomou nenhuma providência para que, pelo menos, as pontas das ferragens fossem entortadas com um martelo para evitar novos acidente. No sábado, dia 27 de janeiro, outra pessoa rasgou a perna na mesma ferragem e, por coincidência, este colunista estava passando na hora. Depois prefeito e secretário reclamam e ficam nervosos quando a gente fala da inércia deles. Não resolvem as coisas por mais simples que sejam.

Buracos
A cidade foi tomada por muitos buracos no período das chuvas. Sabemos que, com chuva não dá para tapar buracos, mas pelo menos para amenizar o problema, a prefeitura deveria jogar pó de pedra nas crateras até o tempo se firmar para que seja feito o trabalho de tapa-buraco. Do jeito que está, hajam molas e suspensão de veículos.

Depressão
Voltando ao assunto da doença do pai do prefeito, o Eugênio ainda não parou para pensar nas pessoas que ele mandou embora da prefeitura ou rebaixou de cargo, sendo que muitos tiravam seu sustento apenas dali. Alguns que foram dispensados estão com depressão até hoje, e os que foram rebaixados estão revoltados com a administração. Portanto prefeito, não culpe a imprensa e a oposição por nada. Foi você que no dia em que foi empossado disse que não ia perseguir ninguém mas perseguiu e persegue até hoje. Esta é a razão pela qual muitos querem te detonar politicamente.

03/02/07

Vida pública
Isto do prefeito Eugênio Pinto querer culpar a imprensa e a oposição pelos problemas de saúde de seu pai, o estimado e conhecido Afonso Pinto, não cola. Quando um ser humano decide entrar para a vida pública, seja vereador, prefeito, deputado, senador, governador ou presidente, ele e seus familiares sabem que o homem público é vigiado 24 horas por dia. Quem entra na política já sabe dos riscos e amolações que a vida pública proporciona. O poder pode ser até bom, mas é sofrido. E o prefeito Eugênio Pinto, quando era cidadão comum, um simples filiado do PT, gostava muito de criticar o então prefeito Osmando Pereira da Silva, principalmente na área da saúde. Eu já disse aqui na coluna que ser estilingue é muito fácil, difícil é vida de vidraça. O prefeito se sente incomodado com as críticas de vereadores e de parte da imprensa, mas quando criticava, não pensava assim. Portanto não fica bem em relação à doença de seu pai, culpar quem quer que seja. Só pedimos a Deus que seu pai se restabeleça logo e que possa estar no convívio de seus clientes da alfaiataria e amigos. É o que desejamos.

Ferro velho
No jornal oficial Minas Gerais, de 16/01/07, foi sancionada lei para o comércio de compra de material usado para revenda. A pessoa terá de ser cadastrada com seus dados pessoais e endereços de pessoas físicas. Terá ainda de emitir nota fiscal de entrada de mercadoria nas operações de compra efetivadas por desmonte (ferro velho e sucata), entre outras medidas que fazem parte da legislação. O objetivo da lei é auxiliar os agentes públicos na identificação de infratores responsáveis por crimes contra furto de cabos telefônicos, tampas de bueiro, cabos de energia elétrica, trilhos da rede ferroviária, placas de alumínio e bronze de sepulturas de cemitérios.

Conscientizar
A lei acima veio em boa hora, já que é muito comum aqui em Itaúna ladrões roubarem placas de bronze e alumínio com nome do morto e tudo e revenderem em ferros velhos. O dono da sucata, agindo de má fé, mesmo vendo que a placa é roubada, compra e acaba sendo receptador de material proveniente de furto. Agora é preciso que o comandante da PM e os delegados da polícia civil se reúnam com os donos de ferro velhos de Itaúna e mostrem para eles a nova lei. Muitos podem cometer deslizes por ignorância e desconhecimento da lei, já que temos quase certeza que dono de sucata não se preocupe em ler o Minas Gerais. Assim, espero que a polícia os conscientize e acabe de vez com os roubos, principalmente nos cemitérios. Não havendo receptadores, não haverá ladrão.

Semáforo
A prefeitura precisa urgentemente colocar um semáforo no cruzamento da avenida Jove Soares esquina com ruas Bolívia e Lilia Antunes. Tem acontecido muitas batidas de carro naquele cruzamento, além de que, quem está na Jove Soares abusa da velocidade só porque está na via preferencial, se achar dono do mundo e corre à vontade.

27/01/07

Jornais
No último dia 11/01/06 o prefeito Eugênio Pinto foi notícia no jornal O Tempo, de Belo Horizonte e no jornal Diário de Pará de Minas, sobre as denúncias do Ministério Público a respeito do mau uso do dinheiro público. Se o prefeito tivesse montado uma equipe com gente itaunense e se soubesse refletir sobre as críticas que a imprensa lhe tem feito nada disto estaria acontecendo. Mas ele disse que só lê dois jornais em Itaúna e que o resto ele não toma conhecimento. Aí dá no que deu....

Críticas
Um leitor já mandou carta ao GAZETA dizendo que jornais antigos da cidade que não deixavam passar nada de prefeitos anteriores, hoje mudaram completamente a postura, a linha editorial. Se fossem ex-prefeitos que estivessem envolvidos com a justiça, certos jornais só faltavam crucificar o prefeito. Esses jornais deram a notícia de uma forma bem branda, muito diferente do que eram antigamente quando conquistaram um grande número de leitores.

Entendimento
É claro que o prefeito não é obrigado a entender de leis, mas seus auxiliares diretos têm a obrigação, o dever de alertá-lo para o que é certo e errado. E o prefeito também tem o dever de ouvir, de ser ponderado, de receber alertas e conselhos. Não é por ele ser o chefe do Executivo, o mandatário maior da prefeitura e do município, que pode se julgar o "rei da cocada preta". Todo ser humano é passível de erros e falhas, então é preciso saber ouvir. Meu saudoso pai já dizia: se você não sabe, pergunte a quem sabe, ou então, o novo pode aprender, mas pergunte ao velho, porque ele sabe.

Licença
O jornal GAZETA já criticou muito o prefeito Eugênio por ele chegar em setores da prefeitura sem pedir licença para entrar. Não é porque ele é chefe que pode ir entrando no setor de qualquer maneira, conforme aconteceu na escolinha Sementinha do Amanhã por ocasião da instalação da Delegacia de Mulheres. A gente precisa respeitar para ser respeitado, mesmo que seja por um subordinado. A maioria dos servidores da prefeitura são antigos e tem conhecimento de tudo lá. Então que o prefeito seja mais humilde, pergunte a quem sabe, pois assim ele vai errar menos e por conseqüência pagar menos pelos seus erros.

Vice-prefeito
Segundo servidores da prefeitura o vice-prefeito Cláucio Corradi é totalmente diferente de Eugênio. Ele é educado e no início do mandato, quando ainda não tinha experiência nenhuma, não tinha vergonha de perguntar a quem sabia. Ficamos sabendo também que ele não queria que se mexesse na base dos servidores que carregam a prefeitura nas costas. Ele queria que trocasse os secretários e um ou outro diretor, nas não queira que mexesse nos cargos de 3º e 4º escalão que são o que realmente mais trabalham na prefeitura. Mas quem trabalhou com o Cláucio gosta realmente dele, mas infelizmente o vice só manda quando assume o cargo de prefeito e, se for temporário, não dá para fazer quase nada. Mas quem sabe, do jeito que a coisa vai, um dia ele assume a prefeitura definitivamente?

20/01/07
Jornais
No último dia 11/01/06 o prefeito Eugênio Pinto foi notícia no jornal O Tempo, de Belo Horizonte e no jornal Diário de Pará de Minas, sobre as denúncias do Ministério Público a respeito do mau uso do dinheiro público. Se o prefeito tivesse montado uma equipe com gente itaunense e se soubesse refletir sobre as críticas que a imprensa lhe tem feito nada disto estaria acontecendo. Mas ele disse que só lê dois jornais em Itaúna e que o resto ele não toma conhecimento. Aí dá no que deu....
Críticas
Um leitor já mandou carta ao GAZETA dizendo que jornais antigos da cidade que não deixavam passar nada de prefeitos anteriores, hoje mudaram completamente a postura, a linha editorial. Se fossem ex-prefeitos que estivessem envolvidos com a justiça, certos jornais só faltavam crucificar o prefeito. Esses jornais deram a notícia de uma forma bem branda, muito diferente do que eram antigamente quando conquistaram um grande número de leitores.
Entendimento
É claro que o prefeito não é obrigado a entender de leis, mas seus auxiliares diretos têm a obrigação, o dever de alertá-lo para o que é certo e errado. E o prefeito também tem o dever de ouvir, de ser ponderado, de receber alertas e conselhos. Não é por ele ser o chefe do Executivo, o mandatário maior da prefeitura e do município, que pode se julgar o "rei da cocada preta". Todo ser humano é passível de erros e falhas, então é preciso saber ouvir. Meu saudoso pai já dizia: se você não sabe, pergunte a quem sabe, ou então, o novo pode aprender, mas pergunte ao velho, porque ele sabe.
Licença
O jornal GAZETA já criticou muito o prefeito Eugênio por ele chegar em setores da prefeitura sem pedir licença para entrar. Não é porque ele é chefe que pode ir entrando no setor de qualquer maneira, conforme aconteceu na escolinha Sementinha do Amanhã por ocasião da instalação da Delegacia de Mulheres. A gente precisa respeitar para ser respeitado, mesmo que seja por um subordinado. A maioria dos servidores da prefeitura são antigos e tem conhecimento de tudo lá. Então que o prefeito seja mais humilde, pergunte a quem sabe, pois assim ele vai errar menos e por conseqüência pagar menos pelos seus erros.
Vice-prefeito
Segundo servidores da prefeitura o vice-prefeito Cláucio Corradi é totalmente diferente de Eugênio. Ele é educado e no início do mandato, quando ainda não tinha experiência nenhum, não tinha vergonha de perguntar a quem sabia. Ficamos sabendo também que ele não queria que se mexesse na base dos servidores que carregam a prefeitura nas costas. Ele queria que trocasse os secretários e um ou outro diretor, nas não queira que mexesse nos cargos de 3º e 4º escalão que são o que realmente mais trabalham na prefeitura. Mas quem trabalhou com o Cláucio gosta realmente dele, mas infelizmente o vice só manda quando assume o cargo de prefeito e, se for temporário, não dá para fazer quase nada. Mas quem sabe, do jeito que a coisa vai, um dia ele assume a prefeitura definitivamente?
 
20/01/07
Ferragens
A prefeitura precisa fazer uma vistoria nos banquinhos públicos para o povo se sentar. No domingo, dia 7 de janeiro, por volta das 15h30, este colunista assistiu uma pessoa muito conhecida na cidade rasgar a perna nas ferragens dos bancos da avenida Jove Soares. Esses bancos ficam entre a sorveteria Toc Frio e as Lojas Davi. A pessoa estava sentada, esperando pelo ônibus e quando ela se levantou, a ferragem que estava à mostra rasgou a sua perna. Portanto, faço aqui um alerta ao secretário de infra-estrutura, o Tarcisinho para que mande fazer uma vistoria nos bancos e que pelo menos mande entortar as pontas dos ferros com um martelo. Dependendo da gravidade de uma lesão como esta, a vítima pode até acionar a prefeitura na justiça e exigir indenização por danos estéticos, morais e o custeamento do tratamento do ferimento. Vamos acordar e consertar o que é preciso?
 
Mais ferragens
Também já percebemos ferragens de banco à mostra em bancos na Jove Soares, quase em frente ao Lodi e ainda na rua Santana, nos fundos do Jardim Ana Cintra. É preciso que a prefeitura leia nossas críticas e alertas; fazemos isto construtivamente para o bem do próprio Executivo. Mas como o prefeito já declarou que só lê o Brexó e o S' Passo, quem sabe algum assessor dele mostre e peça para que sejam tomadas as providências.
 
Capina
No meio do mês de dezembro eu fui a casa de uma amiga, no bairro de Lourdes, quase todos os dias. Fiquei estarrecido com o que vi no serviço de capina; um homem muito conhecido pelo seu apelido, capinava sozinho, a Dorinato Lima em toda a sua extensão. A avenida começa no Posto de gasolina e termina nas proximidades do Moon Ligth. Fiquei realmente estarrecido de ver aquilo. Onde estão os capinadores da prefeitura? Enquanto vemos no serviço burocrático que todo dia aparece mais uma cara diferente, inclusive de Ipatinga e Betim e os serviços essenciais como capina tem pouquíssimos homens contratados. E digo mais, o tempo de escravidão já passou, onde já se viu um homem sozinho capinar uma avenida inteira? Será que o prefeito está sabendo disto?
 
Rio São João
Bem que nós já vínhamos alertando sobre a sujeira do Rio São João. Suas margens estão assoreadas e cheias de mato e, com as incessantes chuvas de dezembro e início de janeiro, o rio transbordou nos fundos do hospital Manoel Gonçalves e por pouco, não transbordava também perto do SESI. Uma limpeza com a draga Poclain, que foi leiloada, poderia ter evitado o susto de muita gente da população ribeirinha. Bem que parte da imprensa alertou, não foi por falta de aviso.
 
 
13/01/07

Preço único
Desde que o ex-prefeito Osmando criou a tarifa única para as empresas Redentor e Nossa Senhora de Lourdes que alguns bairros foram beneficiados e outros prejudicados. Nos bairros muitos próximos do centro os usuários estão pagando caro pelas passagens. Nestes, dá para ir ao centro a pé, com 15 ou 20 minutos de caminhada e assim pagar R$ 1,55 é caríssimo. Assim, muita gente está deixando de andar de ônibus e deixando o serviço apenas para os idosos que andam de graça. Na época da criação da tarifa única o preço era mais acessível e até que foi bom, mas hoje, para quem mora perto do centro, como nos bairros Padre Eustáquio, Lourdes, Santo Antônio, Graças, São Judas Tadeu, Leonani e Irmãos Auler ficou muito caro andar de coletivo. Passagens para estes bairros deveriam custar entre R$ 0,80 a R$ 1,00, mas do jeito que a coisa vai, em breve as tarifas em Itaúna se igualarão às das grandes capitais.

Pão durismo
Algumas pessoas podem questionar que estamos criando caso à toa, R$ 1,55 é pouco dinheiro. Mas acontece que o usuário não usa ônibus apenas uma vez no dia e em uma família nunca é só um membro que depende de ônibus. No final do mês dá aquela diferença enorme no bolso. Não sou contra os aumentos, sou a favor do reajuste baseado nas planilhas de custo que devem constar com transparência os gastos com o diesel, pneus, peças e salários. Não aceitamos ter sido tudo feito na calada da noite e sem apresentação de planilha. Além de tudo, em vários ônibus já se faz a economia do salário dos trocadores, onde os motoristas fazem a sua função não ganham nada a mais por isto.

Motorista cobrador
O motorista desenvolver a função de cobrador na minha opinião não está certo. Ainda no meio de sua jornada de trabalho alguns já estão tão estressados que agem com malcriação com os passageiros. O passageiro ao descer do ônibus sempre agradece ao motorista e tem uns que nem respondem e é preciso aí uma reciclagem.

Corujão
O prefeito Eugênio Pinto quando aumentou a passagem de R$ 1,20 para R$ 1,35 disse que deveria ter o ônibus Corujão para atender aos usuários nos finais de semana. Mas nos finais de semanas prolongados de Natal e Ano Novo que ocorreram na segunda-feira, não houve a prestação do serviço de domingo para segunda. Então são dois pesos e duas medidas: no dia que o povo queria ficar até mais tarde na rua, a hora que precisou do Corujão ele não apareceu. Muita gente foi ao reveillon em vários lugares da cidade e como muitos não têm o privilégio de ter um carro, na hora de ir embora teve que encarar a estrada!

Nada contra
Não tenho nada contra a Morro Alto, apesar de algumas falhas a empresa até presta um bom serviço. Mas que a gerência e a diretoria aproveitem as críticas construtivas para corrigir as falhas e pensem menos em grandes lucros.

06/01/07

Tarifas de ônibus
Os usuários do transporte coletivo foram surpreendidos no último dia 16/12/06 com o reajuste das passagens de R$ 1,35 para R$ 1,55. O pior disso tudo é que não houve nenhum aviso prévio nos ônibus para que o passageiro se precavesse. Muita gente embarcou só com o dinheiro contado para a passagem e teve que descer. A empresa Morro Alto disse que quem tinha só o dinheiro contado poderia seguir viagem, mas ninguém sabia disto. Disse ainda que era só mostrar a identidade que poderia viajar. Ninguém sabia disto também. E além do mais muita gente não anda com documentos, péssima, mania por sinal. O prefeito Eugênio Pinto que sempre pregava transparência, discutiu sozinho com a empresa, na calada da noite, e autorizou o aumento. Conversamos com alguns motoristas e trocadores e nem eles mesmos sabiam do aumento, só tomaram conhecimento horas antes. Eu concordo plenamente com os usuários que foram entrevistados pela imprensa, quando dizem que os itinerários são muito curtos e não justifica a tarifa quase se igualar aos preços de Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. Tem ainda vários bairros que dá para ir e voltar a pé, como o Padre Eustáquio, Piedade, Graças, Lourdes, Santo Antônio, Várzea, Veredas, Leonane, etc. E caminhada faz muito bem para a saúde. Outra coisa é que os usuários acabam pagando pelos idosos, já que o governo faz as gracinhas dele e o povão é quem paga a conta. Não tenho nada contra os idosos, até acho que merecem, mas o governo federal precisava subsidiar as empresas como com um óleo diesel mais barato e peças mais baratas também. Mas não, mantém a sua fúria arrecadadora, não ajuda às empresas de ônibus em nada e o povo é que continua pagando o pato. Ficamos sabendo que o movimento caiu muito nas linhas de ônibus. O motivo, além das férias escolares, é o aumento que o povo já não agüenta mais. E quando os ex-prefeitos concediam aumentos, a imprensa e PT caiam de pau em cima deles. Nada como um dia atrás do outro, não? E o ônibus perdeu a sua função social.

Ciclovia
O prefeito Eugênio Pinto mudou o projeto de ligação da ponte entre a rua Silva Jardim e a avenida Jove Soares para fazer ali uma ciclovia (que já virou piada: você conhece a menor ciclovia do mundo? É aqui em Itaúna!) Ora, ali foi projetado para desafogar o trânsito perto da antiga Guimarães e não pode ser usada para fazer a gracinha de fazer uma ciclovia no local. Que se faça uma ciclovia em outro lugar, mas ali o projeto é outro!

Av. Jove Soares
O povo, principalmente as pessoas que fazem caminhada na Jove Soares, não está suportando a prainha neste período de chuvas. O lugar tem um sério problema de escoamento de águas pluviais e se você andar na pista do meio toma um verdadeiro banho. É preciso fazer mais bocas de lobo e também cortar o cimento que fica abaixo das tampas para que as enxurradas escoem melhor. Não é difícil fazer, basta querer.