Emerenciano
da 
Catalunha
Eu poderia ficar quieto no meu canto. Mas com tantas coisas acontecendo me vi, até na obrigação, de escrever, dar minha opinião sobre alguns fatos da cidade. Leiam e tirem suas conclusões

2013 

2012 2011 2010 2009 2008 2007 2006
31/12/2011
Ambulatório voltará 
Um candidato a candidato a prefeito comentou com alguns amigos que se ele for realmente candidato e ganhar, a sua primeira atitude será levar o ambulatório de volta para a prefeitura. Esse possível candidato lembrou que a vida inteira o ambulatório
foi na prefeitura e a atual administração acabou mudando isso e dificultando para os servidores. Se eles tivessem mudado o ambulatório médico para um lugar onde acomodasse todo o serviço, aí tudo bem. Mas não, o servidor agora para resolver seus problemas médicos tem que se deslocar para três lugares diferentes. Conforme já disse aqui, para consulta médica o servidor tem que ir ao Sindserv, para trocar atestado tem que ir à Casa do Servidor e para tomar alguma injeção ou fazer curativo tem que ir ao posto de saúde central. Pode? E o amigo petista me informa que dividiram o ambulatório em três, para uma das salas servir para o técnico de televisão assistir a programação durante o expediente para ver se algum canal não sai do ar. Nada contra a sala para o técnico, mas desmontar um ambulatório para fazer isto, é o fim da picada. Este mesmo candidato a candidato perguntou porque o Sindserv não interviu e permitiu tamanho disparate. O que eu sei é que a insatisfação com esta administração a cada dia que passa é grande e com toda certeza vai refletir e muito nas eleições do ano que vem. 
 
Planejamento 
Se queriam tirar o ambulatório da prefeitura que planejassem bastante primeiro, de maneira que não dificultasse a vida do servidor. Eles fazem as coisas tão sem pensar que acabam dando prejuízo ao próprio serviço público. Pois antes o servidor resolvia tudo num só lugar. Agora o servidor, principalmente aquele que trabalha no prédio principal da prefeitura, vai ter que ir a pé em três lugares e com isto ele fica muito mais tempo fora do serviço. Isto é que é falta de cabeça e de competência para pensar antes de agir. 
 
Cuidadoso 
Um servidor antigo da prefeitura, com mais de 30 anos de casa, lembrou de um antigo chefe da mecânica lá no canteiro de obras. Ele disse que o cara era enjoado e aborrecido, mas na época dele os carros da prefeitura tinham revisão em dia, eram super conservados, cada motorista tinha seu próprio veiculo, portanto era fácil você ver quem tinha cuidado e quem não tinha. Hoje, segundo o amigo petista, virou uma bagunça geral, motorista não tem carro certo, cada hora eles estão num carro, não tem manutenção preventiva e chegam ao cúmulo de colocarem óleo lubrificante de motor diesel em motor a gasolina. Porque que estes incompetentes não fazem isto com o motor de seus próprios carros? Como estava em falta o óleo certo, eles deveriam ter parado o restante dos carros não é?
 
24/12/2011
O prefeito está certo
Uma matéria em um jornal de Itaúna, afirmou que o prefeito emperra melhorias na rodovia MG 050. Então muita gente pode estranhar nossa defesa aqui ao prefeito Eugênio Pinto, mas eu lhe dou toda a razão e o motivo é muito simples.
A Nascentes das Gerais arrecada uma grana preta, muito dinheiro mesmo, com o pedágio no Morro Grande. E cobram o pedágio de todo mundo, dos carros da prefeitura, da população que mora no Morro Grande, na Kafuringa e adjacências. Muitos políticos tentaram junto à empresa que algumas pessoas tivessem trânsito livre, como por exemplo a população que mora perto do pedágio e que precisa passar por ele todos os dias, às vezes mais de uma vez. Mas tudo em vão, ou seja, a concessionária lhes presenteou com uma despesa fixa mensal de no mínimo R$ 240,00. É por isso que dou razão ao prefeito, a empresa não quer nem saber, não quebra o galho de ninguém e ainda quer mamar na prefeitura? A Nascentes que tire e recoloque os postes funcionando. Ganha um monte de dinheiro e ainda quer sangrar os cofres já combalidos da prefeitura? Isto já é abusar.
 
Pedágio
Agora meu amigo petista diz que a prefeitura precisa pensar num maneira de como pagar o pedágio. Ele disse isto porque para evitar o pagamento todas as vezes que um carro da prefeitura precisa ir até Belo Horizonte, o motorista é instruído a dar a volta por Itatiaiuçu ou Pará de Minas. A volta é bem grande e o gasto com a gasolina acaba sendo maior que pagar os R$ 8,00 do pedágio, ida e volta. É preciso ter um controle das viagens neste sentido para que a prefeitura pague pelo pedágio por mês, a exemplo de outras empresas.
 
Pegou pesado
O professor Tiago Joel pegou pesado com os vereadores na reunião da câmara do dia 29 de novembro. Ele deu zero para todos os vereadores mas, na minha opinião o Toinzinho, Lequinho e Gleisinho têm feito seu trabalho fazendo denúncias em todas as reuniões da câmara. Pena que a coisa não dá em nada.
Não tenho procuração para defender nenhum vereador mas tenho visto que a oposição está procurando fazer a sua parte. Os vereadores da situação é que têm dito amém a tudo que vem do Executivo, seja o que for. Portanto, vamos criticar sem generalizar.
 
Aperto
Os vereadores Lucinho de Santanense e Edson do varejão estão apertados. Os presidentes do PT e PMDB, partido que os dois vereadores abandonaram, entraram na justiça reclamando as vagas dos dois para os seus respectivos suplentes. É bom lembrar que o mandato do vereador, deputado, senador, etc pertence ao partido e não ao político. Segundo um jornal eles foram a Brasília com o prefeito tentando conseguir apoio de parlamentares para não perderem os cargos. Tenho informação que um deputado, que trabalha também no ramo de transportes, tem blindado lá em cima certas ações contrárias porque ele teria interesses aqui na cidade. É aguardar para ver.

10/12/2011

Dividiu tudo
Meu amigo petista me informou a bagunça que se instalou na prefeitura depois da mudança do ambulatório. Antes o servidor resolvia seus problemas médicos num só local, agora o servidor para consulta médica tem que ir ao Sindserv. Para trocar atestado médico tem que ir até a Casa do Servidor. E, finalmente, para tomar uma injeção ou apenas medir a pressão arterial tem que ir ao posto de saúde central porque a enfermeira que atendia no ambulatório da prefeitura foi deslocada para lá. Resumindo: dificultaram tudo. Vai dar é trabalho para o próximo prefeito voltar tudo ao que era antes.
 
Relatório da Saúde
O relatório que o Conselho Municipal de Saúde divulgou mostra a precariedade em que se encontra a maioria ds postos de saúde. Mofo, infiltração, goteiras, etc, são uma constante. Cadeiras velhas e outras coisas mais. E, conforme canso de falar aqui, quando Eugênio Pinto era conselheiro, a vida dele era pegar no pé do então secretário de Saúde, Irineu Macedo. Chegou ao ponto do Irineu pedir exoneração por não aguentar o conselheiro Eugênio Pinto pegando no pé dele.
Agora o Conselho foi fundo no problema dos postos e mostrou a verdade. Muitas coisas nós já publicamos aqui ao longo dos anos.
O amigo petista disse que a administração está uma fera com os conselheiros... Ora, mas por quê? Quando estavam de fora adoravam criticar, agora não aceitam críticas? Quando vira vidraça a coisa muda de figura? E quando a população denuncia que a geladeira dos PSFs dos bairros Pio XII e Padre Eustáquio não estão funcionando, falam que a denúncia não procede. É claro que procede. O prefeito precisa viajar menos e fiscalizar mais.
 
Consertos
O amigo petista diz que existe uma comissão de orçamento, chamada Jucof, que seria Junta de Controle Orçamentário e Financeiro que demora muito a liberar consertos ou autorizar a comprar materiais novos.
E com isto as coisas vão se acabando, a população se revoltando e as reclamações só aumentando. Sinceramente até hoje não entendo esta difícil situação financeira da prefeitura porque nenhuma grande obra foi feita até hoje. Desde quando aquela turma de Ipatinga, de tão triste lembrança, se aportou por aqui que a situação da prefeitura, anos após ano, é cada vez mais difícil. E na época, o prefeito dizia que em Itaúna não tinha gente competente para fazer parte do primeiro escalão dele. Agora, até hoje ele tem colhido a penúria que esta turma "competente" deixou para ele.
 
03/12/2011
A taxa do Somma
A imprensa vem denunciando desde 2009 a cobrança ilegal do projeto somma que expirou em novembro daquele ano. Mas a taxa continua sendo cobrada nas contas de água do SAAE até hoje. A Câmara, na sua pior composição de todos os tempos, não faz nada. Então pergunto: não cabe aí um projeto acabando com esta taxa como o vereador Delmo criou o projeto que acabava com o apostilamento? Assim o Delmo que arranjou muitos insatisfeitos com ele por causa do apostilamento pode agora arranjar milhares de itaunenses felizes.
O puxão de orelhas
A ida do cidadão Emanuel Ribeiro à Câmara e ter dado um puxão de orelhas nos vereadores foi muito bom. E ele falou uma coisa muito certa: deste atual mandato apenas uns dois vereadores conseguirão se reeleger e olhe lá porque pode ser até que nenhum se reeleja.
Eles deixaram o barco correr solto, não fiscalizam o Executivo conforme são suas atribuições. Prova disso é a gente ver nossos vereadores serem coniventes com a cobrança eterna do Somma.
As eleições estão chegando e com toda a certeza o troco virá em resposta a tanta inércia.
 
Denúncia comprovada
Finalmente alguns vereadores acordaram e foram ver de perto a quantidade de carros que estão estragados no Canteiro de Obras. Estão se acabando no tempo, na chuva e no sol. Venho denunciando isso há três anos e a Câmara nunca fez nada. A prefeitura gasta uma fortuna com aluguel de veículos quando com este dinheiro poderia manter em bom estado sua própria frota.
A desculpa lá na prefeitura, segundo dizem, é que alugando carros a administração não precisa se preocupar com a manutenção deles. Ora, para isso basta terceirizar a manutenção dos veículos a exemplo da prefeitura de Itatiaiuçu. A fortuna que se paga pelo aluguel destes carros daria para ter renovado toda a frota da prefeitura. Mas eles estão leiloando e não comprando carros ou maquinário pesado. Vão deixar para o próximo prefeito muita sucata e uma situação difícil. Senhores vereadores, fiscalizem conforme é a função de vocês. Viram que minhas denúncias não eram infundadas.
 
Ações na justiça
Tomamos conhecimento através da imprensa que existe 24 ações na justiça contra o governo de Eugênio Pinto. Mas a população não crê em nenhuma destas ações, anda descrente.
 
26/11/1011
Asfalto ruim
Não é implicância não, viu gente? Mas que asfalto ruim este que a empreiteira contratada para as obras de asfaltamento da cidade. Na reta de Santanense deu vários problemas que gerou críticas da população na imprensa. A rua Aurélio Campos também já apresenta problemas. Depois a Administração fala que a imprensa castiga, que pega muito no pé, mas não percebem que são eles que dão motivo.
 
Falta asfalto
Outra rua que desde a administração do ex-prefeito Osmando Pereira da Silva os moradores pedem asfalto é na rua Otávio de Brito, ao lado da Estação de Tratamento de Água. O governo de Eugênio asfaltou várias ruas "mortas", com a que fica atrás do Estádio José Flávio de carvalho, e não asfaltou a bendita Otávio de Brito Eu mesmo já pedi e não adianta; a pirraça é grande. Problema da administração com a Turilessa porque lá passa uma linha de ônibus que recentemente recebeu novos carros no trajeto e os carros já estão com a lataria batendo. E vão continuar, claro, sem rua para circular. De que adianta consertar?
 
Boas candidaturas
Estamos vendo na imprensa nomes como Osmando, Fernando Franco, Elde Magalhães e etc como possíveis candidatos para 2012. São bons nomes mas nada ainda definitivo. Muita água ainda vai rolar, muitos interesses vão e virão antes que os nomes sejam definidos como pré-candidatos. Muito acerto, muita traição, ainda serão vistos antes de nomes definidos e definitivos. Quando eles surgirem vamos analisá-los junto do nosso leitor para que a população possa votar mais consciente.
 
Curtinhas
O atual prefeito vai ter que trabalhar duro para fechar as contas no final de 2012 e passar o cargo para seu sucessor. Tem gente que acha que ele não conseguirá.
 
Tem secretário por aí que tem tomado atitudes tão rudes que já está virando cabo eleitoral da oposição. Os servidores estão tomando raiva dele.
Tem cargo comissionado que já dá mostras de que vai trabalhar contra o candidato apresentado pelo prefeito Eugênio Pinto para seu sucessor. Política é assim mesmo. Mama, mama, mama e depois, sem nenhum escrúpulo vai para o lado que ele acha que tem mais possibilidades de continuar mamando.
 
Outra atitude da administração que tem desagradado os servidores é a mudança do ambulatório para a casa do servidor. Segundo o amigo petista, estaria nos planos o setor de fichário ficar na casa do servidor e a enfermagem ir para o posto central. O ambulatório está no prédio da prefeitura há anos e ninguém está gostando da mudança, receosos de que se alguém passar mal no prédio principal da prefeitura e sem carros para transporte como sabemos que a administração está, a demora para chegar ao posto pode ser até fatal. Como dizia o conhecido colunista: Bola preta para eles!
12/11/11
Lula e SUS, Corujão e prefeito
O Lula está com câncer na laringe, doença terrível que a gente não deseja nem para o pior inimigo, mas ele está se tratando em um dos melhores hospitais do país e com uma equipe de médicos dos mais experientes.
Mas como bem disse a Zenaide, no seu Observatório da Corte, também gostaria de ver o Lula em uma fila de espera do SUS para tratar da terrível doença. Quantas pessoas não resistem à longa espera e acabam falecendo até antes do tratamento? Aqui em Itaúna, temos a AVACCI que tem sobrevivido a duras penas e a própria presidente, Glória Clemente, assim que tomou posse reclamou da escassez de recursos. E o Lula sempre disse que a saúde pública no Brasil melhorou muito; então que ele entre na fila do SUS e veja o quanto melhorou. Chegou a cobrar a famigerada CPMF (imposto sobre transações bancárias) para aplicar na saúde e quase não destinou nada para a saúde. Desviaram os recursos para vários outros setores, mas para a saúde foi pouquíssima coisa. Depois tentaram recriar a CPMF e com a mesma conversa de que era para melhorar a saúde. Nunca na história deste país o governo federal arrecadou tanto mas não investiu na saúde conforme deveria. O dinheiro lá em Brasília foi destinado ao mensalão, mensalinho, dólares na cueca e outros desvios.
Portanto está lançado o desafio, Lula. Trate sua doença pelo SUS e depois fale para os brasileiros se vale a pena.
Outro assunto que quero falar é que o prefeito Eugênio Pinto todas as vezes que abre a boca para falar da Autotrans só sai elogios e diz que ela presta um bom serviço. Gostaria também que o prefeito esperasse o Corujão (transporte em horário especial da Autotrans) para ver se eles cumprem horário. Dá pena ver as pessoas no ponto esperando o corujão a uma hora da madrugada. Das duas uma: ou ele passa com meia hora de atraso ou simplesmente mata o horário. Isto quando certos motoristas não atalham o itinerário ou o fazem ao contrário e bagunçam a vida de todo mundo. Como o prefeito não anda de ônibus, desconhece estas falhas e assim só elogia a empresa.
Mas o final do ano está chegando e com ele virá novo aumento no valor da passagem. Ela deverá ir para R$2,40 se mantendo no posto da passagem mais cara do Estado. Na verdade nem precisaria do aumento. Com o preço de hoje ela poderia ser congelada por uns dois anos. Dois prováveis candidatos a prefeitos me falaram isso. Disseram que, se eleitos, congelarão o valor da tarifa. Por quê o fiscal dos ônibus não dá uma fiscalizada no Corujão para ver se ele cumpre horário e itinerário?
 
Será que agora vai?
Bastou a justiça decretar a indisponibilidade dos bens do prefeito para que na reforma da praça que antes ia a passos de tartaruga, aparecerem mais trabalhadores. E tomara que terminem a reforma até antes da semana do natal para não dar novamente prejuízos aos comerciantes que já estão de saco cheio com tanta demora.
 
Elogios?
Segunda-feira, 7 de novembro, num banquinho próximo à Igreja da Matriz tinha um papel com a frase "Viva o prefeito Eugênio, o melhor prefeito que nossa cidade já teve". Não se sabe se foi obra de puxa-saco ou gozação, mas prefiro ficar com a segunda opção pois só a demora na reforma da praça está dando um desgaste tão grande no prefeito qe melhor seria se ele não tivesse começado.
 
05/11/11
Contas aprovadas
As contas do ex-prefeito Osmando Pereira da Silva relativas ao ano de 2004 foram aprovadas. Desta vez o vereador Marcinho se absteve de votar depois de ter recebido muitas críticas da imprensa e deste colunista. É que Marcinho foi secretário de Osmando e estava pisando na bola em não aprovar as contas só para agradar ao atual prefeito. Mas desta vez, pelo menos Marcinho pensou melhor e se absteve de votar. Antes isso!
 
Contas aprovadas I
Outro que queria causar polêmica foi o vereador Delmo Barbosa que queria pedido de vistas baseado no parecer do ex-controlador geral, Otacílio Pio e do ex-secretário de Finanças do prefeito Eugênio Pinto, Dalton Leandro. Mas a ex-controladora Otacília Barbosa não viu nada de errado nas contas e deu seu parecer favorável pela aprovação. É bom lembrar que tanto Otacílio quanto Dalton foram ocupantes de cargo de confiança de Osmando e portanto prestigiados pelo ex-prefeito.
 
Candidato?
Será que o deputado Neider Moreira será mesmo candidato a prefeito? Será que ele depois de ter perdido mais de onze mil votos nas últimas eleições vai se arriscar? Será que vai largar o salário garantido na Assembleia Legislativa para arriscar não ser eleito aqui? Será que ele vai ter o apoio do governador Anastasia e do senador Aécio Neves depois do que ele fez por aqui nas eleições de 2008? Será que se o Osmando não for candidato, os osmandistas darão apoio à sua candidatura, mesmo estando todos eles com o deputado entalado até hoje na garganta?
Será que as cidades que ajudaram a elegê-lo deputado estadual vão aceitar serem abandonadas? Será que esta sua ambição de querer ser prefeito a todo custo não poderia ser o fim de sua carreira política?
 
Compromisso cumprido
O Neider espalhou outdoors pela cidade para falar que seu compromisso da construção do presídio em Itaúna foi cumprido. Sabemos que o deputado batalhou pela construção mas queremos saber quando teremos a construção do trevo do Morro do Engenho, da trincheira no trevo do bairro Jadir Marinho e da rua Silva Jardim e ainda a passarela. Então ele poderá espalhar outdoors pela cidade já que ele brigou com a mídia, menos com a Folha do Povo, por causa das críticas que recebeu de todos pela sua atuação nas eleições de 2008. A mídia agora está lhe fazendo falta porque ele não teve humildade para procurar os jornais da cidade e fazer o mea culpa. Agora ele, que sempre teve um escorpião no bolso e tinha propaganda de graça nos jornais, tem que gastar uma grana para colocar suas notícias em grandes cartazes espalhados pela cidade.
 
Asfalto ruim
O asfalto na reta de Santanense já está sendo remendado em vários pontos porque afundou com as primeiras chuvas; chuviscos na verdade porque chover ainda não choveu. Alguém que já trabalhou no DER nesta área me disse que a empreiteira que trabalhou no asfaltamento em Itaúna deveria ter feito uma pequena raspagem no asfalto velho para só depois colocar o novo. Mas não o fizeram, apenas colocaram o asfalto novo por cima, de qualquer maneira e assim, por não terem feito a coisa certa, o trecho vai sempre dar problemas.
 
29/10/11
Serviço ruim
Aquele passeio que a empreiteira fez na praça da Matriz, em frente ao Fórum e rente às arvores de cisalpina férrea ficou muito mal feito. Fizeram o passeio de paralelepípedos e até aí tudo bem, mas as pedras já estão arrancando e o passeio ficou muito estreito, assim quando duas pessoas se encontram nele uma delas tem que passar sobre a grama ou descer para a rua, correndo o risco de atropelamento. Esperamos que este mal feito seja corrigido porque do jeito que está não dá, não tem jeito.
 
Modificação
Pelo que a gente observa na malfadada reforma da praça da Matriz, eles estão modificando bastante o projeto original e sem necessidade. Bastava apenas algumas adequações sem destruir o que o ex-prefeito Milton Penido construiu. O coitado deve estar se revirando no túmulo vendo tudo que ele fez, com tanto carinho, naquele ano de 1956 quando os recursos eram escassos, ser destruído desta forma. A nossa praça já chegou a ser considerada uma das mais belas de Minas Gerais e hoje, nem precisamos dizer, todos estão vendo no que se tornou.
 
Laguinhos
O prefeito Eugênio Pinto e o secretário de Meio Ambiente na época em que a malfadada reforma teve início, Cristiano Carneiro, alardearam que os laguinhos próximos ao Banco do Brasil iam voltar a funcionar, mas parece que foi mais uma enganação. Agora dizem que o laguinho está rachado. Gente, que incompetência! Será que não conseguem recuperar? E se não conseguem porque não desmancham e constroem outro no lugar? O laguinho já está cheio de terra e isto é sinal que mais uma promessa não será cumprida.
 
Injustiça
Uma das maiores injustiças que a atual administração da prefeitura fez foi a dispensa do servidor Wilson Diniz. Há uns dois ou três anos cheguei a criticar o seu departamento de vigilância sanitária por causa do rigor com pequenos bares da periferia. Ele nos respondeu e publicamos aqui sua resposta. Depois precisamos do departamento algumas vezes e pudemos comprovar sua eficiência e responsabilidade. Alguém lá certa vez me falou que ele tirava dinheiro do próprio bolso para ajudar os mais necessitados. É, mas pessoas assim não têm valor algum para o governo municipal. Mas o Wilson pode andar de cabeça erguida porque vergonha quem deve ter é a pessoa da administração que pediu sua saída.
 
Falta tudo
Meu amigo petista me falou que há muito tempo falta tudo na prefeitura. Diz ele que nem reator para lâmpada fluorescente existe há muito tempo. Existem vários locais, seja dentro da prefeitura ou fora dela que quando o tempo escurece para chover, o servidor fica numa escuridão de dar dó porque simplesmente não há peça de reposição. Alguns compram do próprio bolso e pedem ao eletricista para trocar, outros ficam no escuro mesmo porque acham desaforo comprar com seu dinheiro. A administração pede para todos fazerem economia, evitar ligar ar condicionado, apertar o cinto para reduzir os custos mas gasta tubos de dinheiro em uma revista para se autopromover.
 
22/10/11
A revista
A prefeitura de Itaúna distribuiu revista para falar das "realizações" do governo Eugênio Pinto que está dando o que falar. Não vi a revista ainda, mas a Zenaide no Observatório da Corte falou sobre a mesma. Parece que o tiro vai sair pela culatra porque ao invés de aumentar o prestígio do prefeito queimou ainda mais seu filme. Cheguei a ver um exemplar jogado na sarjeta, todo molhado pela enxurrada, na rua Francisco Manoel Franco.
Depois vi outra em cima de um saco de lixo na rua Marechal Deodoro. Muita gente ficou com raiva e revoltada com esta publicação milionária enquanto faltam remédios na Farmácia Básica, nos postos de saúde e principalmente veículos para vários setores da prefeitura trabalharem. Meu amigo petista me informou que tem quase vinte veículos parados por falta de manutenção, alguns já há três anos porque nunca tem verba para consertá-los. Me falou de um veículo que está parado por causa de um conserto que custa R$ 200,00. É, parece mentira, mas é a mais pura verdade. Estragou, seja o que for, encosta e guarda para leilão.
Não compraram carros novos e ficam leiloando os usados ao invés de consertá-los. Estão pouco se lixando se os carros estão fazendo falta para os servidores que os utilizam para trabalhar.
E o pior de tudo é que continuam alugando carros, quando deviam comprar. Deveriam comprar e terceirizar a manutenção como faz a prefeitura de Itatiaiuçu. Está faltando competência mesmo.
Meu amigo disse que dependendo do carro o aluguel é de até R$ 2.500,00 por mês e acham caro consertar um carro, retificar um motor de kombi, por exemplo que é o veículo que a prefeitura mais precisa para carregar trabalhadores, que custa entre R$ 3 a R$ 4 mil reais. A revista fala que o prefeito leiloou mais de vinte carros e caminhões, que quase não comprou mais nenhum depois de 2006? Fala que isto vai deixar o próximo prefeito em dificuldades? Falou ainda da reforma da praça Dr. Augusto Gonçalves e quando ficará pronta?
Fala do término das obras da Jove Soares e da cratera da mesma? Eu nem vou comentar mais coisas da revista que custou R$ 153.900,00 porque já estou satisfeito com a resposta do povo. A indignação é grande.
 
Ano eleitoral
O ano de 2012 está chegando e será ano eleitoral e será o ano que terá recursos para tudo. O que não teve recursos financeiros para ser feito até agora, em 2012 terá. Aí será aquela correria desenfreiada para fazer obras e tentar emplacar o sucessor. O que não fizeram em sete anos tentarão fazer em um. Será igual a aluno em recuperação. O que não conseguiu aprender em um ano querem que aprenda em uma semana. A gente só espera que desta vez o povo itaunense reflita muito, mas muito mesmo e escolha quem realmente for o melhor porque se errarmos de novo teremos que aguentar por cinco anos (a reeleição acabou, graças a Deus) muita incompetência. E aí, povo, não adianta querer tirar do cargo, porque pelo que estamos vendo isso nem a justiça tem dado conta...
15/10/11
Escola Normal
O Colégio Estadual de Itaúna, ainda conhecido como Escola Normal pelos pessoas com idade superior a 50 anos, não apareceu nas festividades de Sete de Setembro deste ano. Se não me engano, no ano passado também não. Lembro do entusiasmo com que os alunos da época do diretor Mário Penido desfilavam uniformizados; uniformes passadíssimos, meias brancas para as mulheres e pretas para os homens e sapatos pretos. Quem comandava o desfile da escola era o saudoso Padre Luiz Turkenburg que preparava tudo com muito prazer, desde os ensaios até o grande dia. Até os alunos ensaiavam o desfile com as bailarinas fazendo suas performances. Mas por quê a Escola Normal ou Colégio Estadual não desfilou? Por pertencer ao Estado? Hoje... Hoje assistimos à maioria das escolas desfilando com alunos vestidos de qualquer maneira, uns de calças compridas, outros de bermudas, uns de sapatos pretos, outros de tênis. Nem todos de uniforme e ainda mais depois que instituíram o jeans no uniforme, tem calças de todas as cores. Enfim, virou uma bagunça geral.
Talvez seja por isso que estamos vendo tanta coisa ruim acontecendo nas escolas. É preciso que os estudantes aprendam a amar e respeitar o país e os símbolos nacionais. Amor à Patria, amor à família, aos amigos. Respeito principalmente aos professores, aos pais, às pessoas que convivem ao nosso redor. Nada disso é mais ensinado nas escolas como antes. Onde estão as aulas de civismo, as aulas de educação religiosa? Ainda existem? As excursões onde aprendíamos a conviver com os colegas? As aulas de educação física ainda promovem jogos e exercícios em conjunto?
Acho que é dever dos professores e dos pais também, ensinarem, desde o curso primário a ter amor pela pátria, a cantar o hino nacional. Conversando sobre isso com a Zenaide, ela recordou das peças de teatro que eram encenadas pelos alunos na escola Dr. Augusto Gonçalves, nas datas históricas como assinatura da Lei Áurea, Sete de Setembro, Proclamação da República etc. Os alunos encenavam no próprio pátio da escola vestidos com uma riqueza de detalhes as roupas da época a ser contada. Dia da Criança, dia do Professor, dia da Árvore, do Índio, da Alimentação, do Folclore. Tudo era motivo de trabalhos feitos com muito amor para serem apresentados aos outros estudantes. Hinos, nós daquela geração sabemos de cor, todos, da Pátria, da independência, de Itaúna, da Bandeira.
Se os alunos adolescentes de hoje não querem desfilar é porque não estão aprendendo a amar a pátria, ou desfilariam com orgulho no Sete de Setembro. Falta comando das diretoras? Das secretarias de Educação? Seria bom que os professores revessem seus conceitos também e colocassem em prática o que aprenderam quando alunos. Por causa disto, ou por causa da falta disso é que é tão comum nos dias de hoje um aluno enfrentar um professor em sala de aula, partir para a agressão ao professor, diretora e colegas. Falta ensinar o básico para conviver em sociedade e o grande passo seria ensinar respeito pelos mais velhos, pelas autoridades, pela nação.
 
Greve
Confesso que me decepcionei com o governador Anastasia e os deputados da base governista que não fizeram nenhuma negociação com os professores para melhorar os seus salários. Deixaram a greve durar 112 dias para depois começarem a negociar. E o ano letivo foi prás cucuias prejudicando, milhares de alunos que agora terão aulas aos sábados e ficarão sem férias prejudicando suas viagens programadas para o fim de ano com seus pais, para reposição das aulas. E para completar o ano letivo relativo a 2011 as aulas se estenderão até fevereiro de 2012. Se o governardor tivesse tido bom senso a coisa não tinha chegado a tal ponto. Se fosse greve de policiais o governador teria dado o aumento rapidinho como em 1997?
 
01/10/11
Hospital
Há muito tempo se ouve falar em crise no hospital Manoel Gonçalves, em dívidas monstruosas, que tudo está no vermelho, etc.
Estive lendo outro dia a opinião de um cidadão sobre este assunto. Ele sugere que pessoas abastadas financeiramente ajudem o hospital para que ele não feche suas portas. Imagino que alguns abastados até queiram ajudar, mas devem conhecer de perto a história do hospital e de como o seu patrimônio foi dilapidado ao longo dos anos por oportunistas. Por isso muitos têm receio. O jeito para convencer investidores seria uma auditoria trimestral nas contas.
Nos artigos escritos pelo já saudoso Dr. Guaracy, vez ou outra ele falava da dilapidação do patrimônio do hospital. É uma pena não sabermos os nomes daqueles que fizeram isso para que a população soubesse quem ajudou a levar o hospital até esta situação atual.
Conforme já disse aqui, o prefeito precisa fazer os repasses financeiros necessários ao hospital Manoel Gonçalves porque, quando menos se esperar, a ameaça de fechamento se concretiza. Se o hospital fechar mesmo as portas, até que um paciente de Itaúna chegue a Divinópolis, Pará de Minas ou Mateus Leme, as cidades mais próximas, pode ser tarde demais. Concordo com a Zenaide que a Íris Rodrigues deveria tomar frente desta discussão e exigir que os repasses sejam feitos. Com certeza a população ia agradecer e muito.
 
Possível boicote
Também soubemos de um possível boicote na reunião do Conselho Municipal de Saúde. Quem conhece o presidente Gilmar Barbosa sabe que ele não tem medo de nada e que não aceita cabresto. Gosta das coisas certas. Vamos aguardar a próxima reunião, dia 19 de outubro, para ver se haverá ou não o boicote.
Na minha opinião, membros do Conselho não deveriam ter nenhum vínculo com a prefeitura para não ter rabo preso e não sofrer pressão. Por aí dá pra gente saber como são os políticos. Reforça ainda mais o que todos nós sabemos de antemão, mas sempre cometemos erros na hora de votar. Na época da campanha eleitoral prometem mundos e fundos; quando são oposição gostam de cobrar, procurar a imprensa para denunciar, conforme sempre fizeram. Depois, quando estão no poder, não gostam de serem cobrados de jeito nenhum. Se realmente estiver havendo boicote sinto muito pelo prefeito. Qualquer um que quiser pode pesquisar os arquivos da GAZETA e ver o quanto o então secretário Irineu Macedo sofria nas mãos do Eugênio conselheiro de saude. Cansou tanto, de ouvir tantas besteiras que o Eugênio falava, que acabou por pedir exoneração.
 
Semáforo
São inúmeras as reclamações sobre os semáforos na confluência das ruas Cassiano Dornas, Getúlio Vargas e Professor Francisco Santiago. O sinal fica aberto para os veículos no máximo para a passagem de três carros ou um ônibus e um carro. Já falamos sobre isso outras vezes mas parece que o pessoal do trânsito não lê jornais. O prefeito Eugênio Pinto deveria mandar o diretor de trânsito para fazer um treinamento na BHTrans em Belo Horizonte para, pelo menos aprender a sincronizar semáforo.
 
24/09/11
Dr. Guaracy
Faleceu aos primeiros minutos da madrugada de 17 de setembro o doutor Guaracy de Castro Nogueira. Por questão de poucos minutos o Doutor Guaracy não falecia exatamente no dia do aniversário de Itaúna, cidade que ele tanto amava. Aprendi muito sobre a história de Itaúna, graças aos escritos dele em vários jornais da cidade. Através dos conhecimentos que adquiri através do Dr. Guaracy, pude ajudar muitos parentes meus a fazerem trabalhos escolares sobre Itaúna, principalmente sobre a época do aniversario da cidade. Vi o Dr. Guaracy pela última vez no dia 26 de julho, por ocasião da festa de Santana quando foi apresentado a todos o brasão da paróquia. Dr. Guaracy discursou e foi muito aplaudido. Não me parecia doente, apesar da idade avançada.
Dr. Guaracy foi o primeiro reitor da universidade de Itaúna e foi por muitos anos diretor superintendente da Campanhia Industrial Itaunense. Se estivéssemos nos tempos áureos da Itaunense, com toda certeza teria sido feriado em Itaúna por ocasião de sua morte.
Dr. Guaracy criou a fundação Maria de Castro, onde tem um acervo histórico de dar inveja a muitas bibliotecas por aí. Tinha uma vasta cultura e uma memória impressionante. Tinha seus defeitos, mas qual de nós não os tem? Dr. Guaracy gostava muito também de pesquisar a árvore genealógica de inúmeras famílias itaunenses, o que era muito bom para nossos conhecimentos.
Seu corpo foi velado na Câmara Municipal de Itaúna, onde durante a saída do cortejo fúnebre, quando foi tocado o hino de Itaúna e foi conduzido com honras no caminhão do Corpo de Bombeiros.
Uma imensidão de coroas de flores foram enviadas em sua homenagem e no final das despedidas recebeu muitas salvas de palmas. Aplaudido por tudo que foi como ser humano e por tudo que fez por Itaúna. Que o Dr. Guaracy descanse em paz!
 
Candidatos e prefeitura
Apesar de todo mundo saber que no próximo mandato vai encontrar uma prefeitura endividada, com falta de veículos (já que estarão sendo leiloados mais um lote de vários veículos este ano segundo informa meu amigo petista), muita gente quer ser prefeito. Tem gente por aí até querendo largar o cargo de deputado para ser prefeito, não é Neider? Outros que não tem a mínima noção do que é administrar uma cidade, também estão colocando seus nomes como pré candidatos. Concordo plenamente com o que disse a Zenaide em seu último Observatório da Corte. Por mais que mostrássemos as coisas erradas desta administração, a coisa não deu em nada e nosso medo é que isto sirva de estímulo para pessoas mal intencionadas virem a fazer o mesmo. O medo é por causa da impunidade neste país que incentiva a corrupção. O povo precisa aprender a votar para depois não ficar reclamando. Vota errado e depois não consegue consertar o erro de jeito nenhum. Fica esperto, povo!
 
16/09/11
A lista dos chatos
Mais uma vez chegou às minhas mãos uma brincadeira de muito mal gosto, na minha opinião. Anda circulando na cidade uma lista de pessoas consideradas chatas na opinião dos covardes que a elaboraram mas não tiveram coragem de assinar. Já faz algum tempo que me falaram desta lista, que teria sido criada dentro de um buteco, em uma pracinha alí pelos lados do bairro Cerqueira Lima. O fato é que a lista circulou e uma cópia chegou às minhas mãos. Mais ou menos a gente sabe quem criou a lista. Falam que é brincadeira para escaparem de um possível processo judicial. A coisa é tão sem pé nem cabeça que foram colocadas pessoas que não têm nada de aborrecidas. Ali muitos nomes foram inventados para fazer gracinha, tentar denegrir a imagem mesmo. Eu considero uma pessoa chata aquela que fica falando mal dos outros, quando todos nós temos nossos defeitos. Considero chata aquela pessoa que, ao conversar com a gente, fica nos cutucando com o dedo, ou segurando nos nossos braços. Considero chato quem fica conversando com a gente de muito perto, cuspindo na gente ou então nos fazendo aguentar seu mau hálito ou bafo de bebida. Considero chata aquela pessoa que quando você está andando na rua ela enfia os dedos no bolso de trás da sua calça ou na presilha de passar o cinto e fica tentando lhe segurar.
Estes sim, são chatos mesmo. Agora na tal lista eles colocaram pessoas que não têm nada a ver com as más intenções deles. Chatos realmente são as pessoas covardes que elaboram a lista, pois denigrem a imagem dos outros. É chato, é covarde, pecador e não tem noção do constrangimento que isso causa.
Como colunista da GAZETA quem acompanha esta coluna que já existe há seis anos, vê que critico muito a administração municipal, mas de maneira que nunca os ofenda pelo lado pessoal.
O prefeito Eugênio Pinto, por exemplo, como ser humano é uma boa pessoa, mas como administrador nem precisa comentários. Por várias vezes critiquei pessoas que passavam na alfaiataria do pai de Eugênio e ficavam falando mal do prefeito com o próprio pai dele. Isso foi coisa muito errada. O pai do prefeito, seus irmãos, sua família não têm nada a ver com as administrações do prefeito Eugênio. Isso é problema dele. Essas pessoas que amolavam o sr. Afonso são verdadeiros chatos, sem noção do que fazem. Vou parando por aqui, mas tenham certeza, não achei graça nenhuma na lista.
 
Lado pessoal
Uma coisa que tenho observado é que numa briga que está havendo por aí, que envolve política e imprensa a coisa foi para o lado pessoal, chegando a ataques sem citar nomes. Calma gente, a coisa não é por aí. Conforme já disse no texto anterior defeitos e qualidades todos nós temos. Para muitos o efeito da matéria é negativo.
 
Será
Saiu na imprensa a declaração do vereador Marcinho de que a segunda empresa classificada para reformar a praça seria chamada. Tomara que seja mesmo para ver se as coisas caminham melhor. Conforme já disse aqui cheguei a ver uma vez apenas dois homens trabalhando em toda a praça e mesmo assim a passos lentos. Tomem uma atitude antes que o povo se revolte para valer. Esta praça está dando um desgaste...
 
10/09/11
Afonso Nascimento
Tem muita gente insatisfeita com o secretário de Administração, Afonso Nascimento. O motivo seria as mudanças nos horários de trabalho dos servidores. Muitos desses, cujo horário foi modificado, trabalham há anos em determinado horário e o serviço funcionava bem. Parece que a reclamação vem de servidores que recebem os menores salários da prefeitura e esses, quando vêm os que ganham bem, e muito bem, chegarem até fora do horário, ficam revoltados e muitos desses que ganham melhor ainda podem dividir seu trabalho com os estagiários. Meu amigo petista disse que os servidores já pediram ajuda à chefe de Gabinete, Íris Rodrigues, mas até o momento que redijo esta coluna ainda não teve solução. Esperamos que o bom senso do secretário prevaleça e ele possa procurar o melhor para atender ao servidor e à administração.
 
A praça
Outro dia observava a lenta reforma da Praça da Matriz e pelo jeito corremos o risco de passar mais um reveillon dividindo espaço com tapumes. Neste dia que parei para observar o trabalho tinha apenas dois homens na obra e a passos lentos, de tartaruga. Outra coisa que notei foi que prometeram que os laguinhos próximos ao Banco do Brasil voltariam a ter água e novamente foram cheios de terra. Uma pena realmente.
 
Hospital
Novamente o hospital, o único de Itaúna está em uma situação financeira difícil. Na verdade nunca deixou de passar por dificuldades mesmo. Fico me recordando de quando o então cidadão Eugênio Pinto era conselheiro de saúde e pegava no pé do Irineu Macedo, que era o secretário de Saúde da época, quando o prefeito era o Osmando Pereira da Silva. Eugênio pegou tanto no pé do Irineu que este acabou pedindo sua exoneração do cargo. Agora estamos assistindo nosso único hospital prestes a fechar suas portas, a falta constante de remédios na Farmácia Básica e nos postos de saúde. O meu amigo petista me disse que em um banheiro da pátio da prefeitura tem faltado até papel higiênico. Por isso digo que quando a gente é estilingue é muito fácil criticar a administração, mas quando chegamos ao poder e passamos à vidraça, entendemos que são duras as críticas e na maioria das vezes corretas.
 
Leilão
Parece que em breve teremos um novo leilão da prefeitura de Itaúna. Será que vão leiloar os veículos em vez consertá-los? 
 
03/09/11
Delmo agiu certo
Quem acompanha esta coluna sabe que não sou de ficar falando muito sobre a atuação do vereador Delmo Barbosa. Confesso que já me decepcionei com ele por causa da sua posição política tomada a partir de sua posse em janeiro de 2009. Não só eu, mas diversas pessoas do meu convívio têm esta mesma opinião. Esperávamos outra posição de quem não tinha o costume de aceitar coisas erradas dentro da sua profissão.
Mas confesso que fiquei surpreso com a última atuação de Delmo na Câmara. Com um Decreto Legislativo Delmo quer suspender o Decreto assinado pelo prefeito Eugênio Pinto, no mês de março. O prefeito pretendia dispensar cerca de 200 servidores aposentados que continuam trabalhando.
O prefeito precisa lembrar que a continuação de prestação de serviços pelos servidores públicos municipais, federais e estaduais aposentados está prevista na Constituição Federal. Todo servidor público pode se aposentar e continuar trabalhando até completar seus 70 anos de idade, gozando de boa saúde. É a chance que ele tem de fazer um pé de meia para colocar em prática planos de uma vida inteira que não foram permitidos porque o salário em geral é baixo e mal dá para as despesas mensais. Alguns amigos que trabalham na prefeitura, uns aposentados, outros prestes a se aposentar já vinham queixando do Decreto do prefeito, uma medida bastante impopular que que só iria prejudicar os servidores. Como Delmo foi um dos que mais brigaram pelo fim do apostilamento era preciso fazer alguma coisa que beneficiasse o servidor, porque muitos chegaram a ficar com raiva do vereador. Mas a atitude agora em favor dos servidores aposentados foi acertada. Ele é um dos poucos que compreendem que o servidor aposentado, o "velho de casa" carrega a prefeitura nas costas com sua experiência, chega pontualmente ao trabalho, que aceita ficar depois do horário se precisarem dele.
Portanto, desta vez, dou os parabéns ao vereador Delmo Barbosa, que agiu certo, defendendo o servidor de mais uma perseguição política
E os outros, Marcinho?
Na briga que todos juram que aconteceu entre o Hudson Bernardes e a Íris, o vereador Marcinho Bernardes entrou ameaçando tirar seu apoio ao prefeito na Câmara, caso seu irmão fosse dispensado. Parece que a ameaça funcionou porque houve uma recuada. Seria mesmo péssimo para o prefeito Eugênio Pinto perder mais um aliado no Legislativo. O Marcinho defendeu o irmão, mas e os outros, quem os defende? Quantas pessoas sofrem de perseguição, são mandadas embora por motivos fúteis? Não era segredo para ninguém o clima de terror que muitos servidores viviam na prefeitura, principalmente os mais humildes. E mesmo já tendo sido colega de trabalho de muitos destes, o vereador Marcinho jamais usou de seu prestígio político junto ao prefeito para acabar, ou pelo menos diminuir, as perseguições. Só agiu agora, em benefício da família. Agiu certo defendendo o irmão, mas como vereador ele representa o povo, servidor ou não e não pode permitir que esse povo seja perseguido em seu trabalho, maltratado como uma peça sem valor na estrutura da prefeitura.
 
20/08/11
Se dar bem
No início do ano, li em um jornal da capital mineira, declaração da ex-ministra do meio ambiente e ex-candidata à presidência da República, Marina Silva, que quem entra para a política para se dar bem financeiramente é um ladrão. Agora vi na terça-feira, dia 9, no programa da Hebe, o entrevistado e sabatinado pelas mulheres convidadas do programa, Geraldo Alckimin, dizer a mesma coisa. Para Alckimin quem usa a política para enriquecer é ladrão.
Mas isto nós percebemos há muito tempo. Muitos políticos têm largado suas profissões para fazer da política seu único ganha pão. Na sua maioria é a maneira de ganhar um dinheiro fácil, sem fazer nada para o povo, a não ser promessas, além das inúmeras mordomias. E muitos destes políticos ainda não se contentam com seus altos salários e ainda dão um jeito de tirar algum por fora. É maracutaia atrás de maracutaia. Depois, quando o povo pede obras, alegam falta de recursos como foi o caso recente de Belo Horizonte, onde não irão implantar o BRT, um sistema de ônibus mais rápido, que transporta um número maior de pessoas, por falta de recursos. Os governos, das três esferas, arrecadam muito com impostos e vira e mexe, criam novas taxas. Gastam muito dinheiro em mordomias e na hora de fazer uma obra que beneficie a coletividade é sempre a mesma e manjada desculpa: a falta de recursos. Como não tem recursos se o Brasil tem a maior carga tributária do mundo?
O negócio é que tem ladrão demais (vejam DNIT, Turismo e Agricultura) e não sobra dinheiro para o povo.
Pesquisa eleitoral
Várias pessoas já me falaram sobre uma pesquisa eleitoral que está sendo feita na cidade citando os nomes de prováveis candidatos. Não sei se pode fazer pesquisa nesta época, mas para mim, pesquisa é coisa furada. Eu passei a não acreditar em pesquisa desde que saiu publicada em um jornal da cidade aquela pesquisa mentirosa cujo resultado dava que os números das intenções de voto para candidata Gláucia Santiago tinham ultrapassado os números das intenções de voto para o Osmando. Depois da abertura das urnas todo mundo viu a grande palhaçada que foi. Foi um ato de desespero a publicação. E tem mais. A pesquisa, segundo alguns servidores da prefeitura, pede nome, endereço entre outras coisas. Ora, como em sã consciência alguém que trabalha para um dos candidatos vai negar sua intenção de voto ao chefe? Nunca, porque a perseguição é certa. Por isso acho pesquisa muito furada e o certo mesmo é nas urnas, na contagem oficial e final. Ainda não fui entrevistado, mas pessoas ligadas a mim foram e várias delas dependem de emprego deste ou daquele possível candidato e por isso confessaram que mentiram para o pesquisador. Digo e repito: pesquisa boa é aquela depois das eleições, quando as urnas são abertas e o resultado, verdadeiro, aparece.
 
13/08/11
Ouvidoria para quê?
Na atual administração foi criada a Ouvidoria da Prefeitura para os cidadãos levarem as suas mais diversas reclamações. Só que o prefeito Eugênio Pinto precisa dar uma dura nas suas secretarias porque a maioria não responde às reclamações dos cidadãos. Não culpamos em nenhum momento os funcionários da Ouvidoria porque eles apenas passam as reclamações e o setor competente é quem não responde ou demora muito a responder. A Ouvidoria faz a parte dela, mas temos que aguardar muito a resposta e a providência, que na maioria das vezes não vem de jeito nenhum. Depois quando cabeças começarem a rolar, o pessoal fica desesperado. Vamos trabalhar e dar satisfação ao povo? Ou então peçam demissão ou que o prefeito os exonere.
 
Rua Silva Jardim
A prefeitura asfaltou há pouco tempo a rua Silva Jardim, da linha férrea até o trevo. Obra necessária porque o asfalto estava muito ruim e não suportava mais remendos. Mas faltou fazerem dois locais de escoamento de água na ponte, beirando os dois passeios, de um lado e de outro. Quando chove a enxurrada empoça dos dois lados da ponte e quem estiver passando no passeio toma uma verdadeiro banho dos carros que trafegam.
A mesma coisa acontecia na ponte em frente à Marvel, mas um secretário de obras, em outra época, mandou furar o asfalto com martelete e a enxurrada caía dentro do rio e ia embora. Soubemos que o atual secretário de Obras foi avisado do problema da ponte e a enxurrada na rua Silva Jardim, inclusive por servidores, mas ainda não tomou nenhuma providência. O próximo mês, setembro, já é de chuvas e quando o povo começar a tomar banho de enxurrada naquele local e a imprensa começar a cobrar providências, aí sim, o secretário vai resolver o problema. Mas perguntamos: para que esperar?
 
Ferrovia
A Zenaide tem razão. A Ferrovia Centro Atlântica não faz absolutamente nada para a cidade, se julga a poderosa. Ela, na sua reforma ao longo dos trilhos, estragou as pequenas pinguelas ou pontes de madeira que o povo fez para facilitar sua travessia. A prefeitura, a secretaria de Infraestrutura bem que tentou arrumar para os moradores. Vistoriou o local a pedido da Zenaide, se dispôs a consertar tudo, mas esbarrou na decisão da Ferrovia que avisou que em seu território nem a prefeitura pode mexer. Achamos que o prefeito Eugênio Pinto deveria dar uma dura neste povo para ajudar a comunidade beira- linha
 
Sinal vermelho
Alô, senhor comandante da Polícia Militar! Coloque um policial escondido perto da Viação Itaúna nos finais de semana. O que tem de carro avançando sinal vermelho não está no gibi. Numa sexta-feira dessas passadas, se confio no sinal vermelho poderia não estar escrevendo esta coluna. Um carro avançou sem cerimônias, mas escutou um bocado dos transeuntes...

06/08/11

Corrupção no DNIT
A presidente Dilma tem feito uma limpeza no DNIT. Até quando redigia estas notas eram 16 pessoas demitidas. É sinal que montaram uma verdadeira quadrilha dentro do órgão. Pelo menos a Dilma não está sendo omissa, ao contrário de seu parceiro, o ex-presidente Lula, que fazia de tudo para blindar os corruptos. Demitia lá um ou outro, mas ele sempre procurava proteger seus Ali Babás. O ex-ministro Alfredo Nascimento anda nervosinho, falando em pronunciamento na Câmara e ataques à Dilma Rouseff. Ele deveria é enfiar a viola no saco e ficar quieto, porque se estivéssemos num país sério, onde as leis funcionam para todos, e não só para os pobres, negros e prostitutas, o Alfredo e sua colundria, estariam todos presos. E esse negócio de base aliada com partidos políticos dá é nisso. Os partidos exigem cargos para dar sustentabilidade política ao governo para aprovar projetos de seu interesse mas acabam é montando quadrilhas dentro dos ministérios. E, por enquanto, a coisa estourou só dentro do DNIT, órgão do Ministério dos Transportes, e que a população ficou sabendo. Agora imaginem vocês o que a gente não toma conhecimento? Aí eu pergunto: cadê os caras pintadas que derrubaram o Collor? O povo brasileiro precisa deixar de ser mansinho e exigir o fim da corrupção no país. Senão for assim a coisa nunca conserta.
 
Mais aniversários
Concordo plenamente com o Celinho, do jornal Brexó, que em seu comentário no final de semana passado, lembrou que a gente não tem apenas o aniversário das obras da praça da Matriz para comemorar. É preciso comemorar vários anos de promessa do trevo do bairros Jadir Marinho e do Morro do Engenho. Também é preciso comemorar a não conclusão da instalação das câmeras de segurança do projeto Olho Vivo. Sem falar da não conclusão do hospital Dr. Ovídio, que já é promessa até ultrapassada. Além destes, temos a construção do presídio que todo dia começa, mas ninguém vê um só tijolo, a promessa do prefeito Eugênio Pinto da criação da Guarda Municipal e as obras inciadas e nunca terminadas que são várias. Se a turma gosta de uma comemoração, tá na hora.
 
Saudade
A gente ouve muito comentários em ponto de ônibus da saudade que dá do João Ruela, João Moraes e Geraldo Melado. Na época deles os motoristas eram mais educados, se preocupavam com os passageiros. Tinha até motorista que alertava de sua chegada ao ponto, buzinando para aqueles atrasadinhos não perderem dia de trabalho. Hoje os motoristas não quebram galho de ninguém, a maioria é gente mal educada e a Autotrans só pensa em faturar e não se lembra que tem que prestar um serviço de qualidade para os passageiros. Seus diretores ficam em confortáveis salas com ar refrigerado, poltronas macias e deixam tudo na mão de gerentes cuja administração deixa muito a desejar. Por isso que hoje muita gente fala que era feliz e não sabia. De que adianta ônibus novos se o serviço continua ruim?
 
Ressaca do feriado?
E aquele servidor, protegido de vereador, que se esqueceu que o feriado foi só na terça-feira e chegou bêbado para trabalhar? O jeito foi despedir sumariamente porque ninguém é obrigado a aguentar bafo de cachaça...

23/0711

Desagradou
Para o povo que participou das festividades de Sant’Ana, padroeira do município, a direção da igreja cancelar missa neste sábado no Orfanato, na Gruta, São Vicente, Santa Terezinha e Maria Mãe da Igreja para forçar o povo ir à Matriz, desagradou. A medida acabou desagradando muitos fiéis porque hoje muita gente evita sair à noite por causa da falta de segurança; Itaúna não é mais tranquila como antigamente.
E não se deve fazer aqueles sermões compridos demais que fazem o povo se cansar e sair mais cedo e ir embora antes da missa acabar. Na sexta-feira da Paixão foi assim. Não há necessidade de falar muito, basta falar o necessário, de forma correta como fazia o Padre Edilson. É preciso pensar que não existe lugar para todo mundo ficar sentado e os sermões compridos cansam as pessoas que acabam indo embora mesmo. Não estou dizendo isto para magoar ou ofender a nenhum padre, mas a realidade é essa e se pensarem bem, verão que meu comentário tem motivo.
 
Pavimentação
A prefeitura de Itaúna tem asfaltado várias ruas da cidade. Todo melhoramento é bem vindo e é mesmo preciso asfaltar as ruas, mas o que temos observado é que os itinerários de ônibus não estão sendo prioridade no serviço. Asfaltaram duas ruas que são praticamente zero no movimento de veículos como a rua Pedro Coutinho, perto do Senai e a Guadalajara, atrás do Estádio José Flávio de Carvalho. Concordo que asfaltamento melhora muito a vida do cidadão mas a prioridade deveria ser a rua Otávio de Brito, ao lado da Estação de Tratamento de Água. O calçamento daquela rua é o pior de toda a cidade. Mas apenas fizeram um remendo em um pedaço da Otávio de Brito com Ovídio Silva, ao invés de asfaltá-la toda. O calçamento, além de ser péssimo, faz sofrer muito os passageiros que dentro dos coletivos ficam após as rodas traseiras do carro. Os motoristas correm muito, o que faz com que o passageiro sofra arrancos nesta rua. Portanto, acredito que asfaltar ruas de itinerário de ônibus deveria ser prioridade, como a Otávio de Brito.
 
Mesa de Boteco
Em algumas cidades como Belo Horizonte, é um sucesso este projeto de fazer uma concorrência sadia entre os bares. Para participar do projeto Mesa de Boteco, cada bar inscrito deve apresentar seu tira gosto de maior sucesso para concorrer com os de outros bares. Será julgado ainda a higiene, o atendimento e a cerveja mais gelada. Esperamos que os donos de bares participem ativamente para que o povo possa conhecer o que de melhor tem a noite em Itaúna e também para movimentar a cidade que anda carente de lazer, de forma saudável .
 
A cratera
A Zenaide falou sobre a cratera (buraco que ficou depois de duas destruições na obra que promete melhoria do trânsito na esquina do Guimarães). Segundo ela, agora o prefeito anuncia que vai terminar a obra, mas como ela disse, agora é tarde demais. O buraco já faz parte da paisagem, já virou patrimônio itaunense. Agora sou solidário à Zenaide e também não quero que que a cratera desapareça.

16/07/1

Aluguéis
Parece que a prefeitura de Itaúna se viu obrigada a devolver oito veículos que alugava. Melhor assim. Considero bobagem, e sempre falei isso aqui, alugar veículos quando a prefeitura possui tantos que podem ser consertados e por valores até menores que o aluguel que ela costuma pagar. Desnecessário pagar anos a fio por uma coisa que jamais será um bem próprio. A economia com estes aluguéis vai ajudar a recuperar a frota e nela sim, os investimentos são necessários.
 
Ministro
O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, não resistiu no cargo por causa do escândalo de seus assessores com a maldita corrupção com as empreiteiras para levarem suas vantagens. O mal do serviço público é este. Pessoas de caráter duvidoso querem se enriquecer às custas do povo que sofre para pagar seus impostos. E o pior disso tudo é a impunidade. É como eu já disse aqui: o brasileiro tem sangue de barata e aceita tudo. Se fosse no Japão, por exemplo, assessores e ministro já estariam presos. Infelizmente no Brasil o crime compensa.
 
Itamar
Li em alguns jornais críticas, mesmo que leves, a algumas fatos do então governo Itamar Franco
Ora, é claro que defeitos ele tinha, afinal de contas perfeito é só mesmo Deus. E digo mais, nem Jesus Cristo conseguiu agradar a todo mundo e não seria o Itamar que iria fazê-lo. O que destaquei na coluna passada foi o fato de Itamar ser um dos poucos políticos honestos,que não aceitava a corrupção. E isso é elogiável sim porque, infelizmente, neste nosso país a corrupção sempre andou solta. Mas dizer que Itamar era um Deus, isto também não.
 
Imprudência
Eu escuto motoqueiros falando que o seguro de moto é caro demais. Na minha opinião é barato e deveria ser praticamente valor da moto porque o que a gente vê de motoqueiros abusando da sorte e do trânsito não está no gibi. Um dia ali perto do Senai um ônibus teve que parar no meio da rua para pegar um passageiro porque o ponto, que fica ao lado de um barzinho na rua Lilia Antunes com Jove Soares estava lotado. Um motoqueiro que vinha atrás do ônibus cortou-o pela direita e por pouco não atropelou o passageiro que subia no ônibus. Tanto passageiro como motorista do coletivo xingaram o motoqueiro, mas como ele estava errado deu o fora e não deu ouvidos.

09/07/11

Itamar Franco
Itamar Franco foi para mim um dos últimos políticos honestos que ainda restava por este Brasil afora. Itamar era um patriota que amava este país, amava seu Estado de Minas Gerais e amava a sua cidade, Juiz de Fora. Homem temperamental, não tinha medo de nada e quando foi governador de Minas mandou as tropas da polícia militar para Furnas para enfrentar o então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso que queria entregar Furnas e a Cemig para o capital estrangeiro.
Aliás, os tucanos a nível federal não têm conseguido chegar mais ao poder por causa do entreguismo de nossas estatais e nossas "teles" para o capitalismo estrangeiro.
Itamar mandou colocar tropas de elite na frente do Palácio da Liberdade e não teve medo de enfrentar seu ex-aliado e amigo, FHC. Foi, na minha opinião, um ato de patriotismo de Itamar. Outro destaque de sua vida política e pública é que Itamar não aceitava corrupção. Chegou a afastar amigos de longa data que faziam parte de seu governo até que colocasse tudo em pratos limpos. Se nada ficasse provado contra seu ministro, ele voltava ao cargo; do contrário era rua, independente da amizade. No Senado não aceitava participar de negociatas pois sempre foi um homem público que se preocupava com seu povo. Após fracassadas tentativas de governos anteriores de controlar uma inflação que detonava o país, Itamar Franco, sem medo lançou a URV, Unidade Real de Valor e o plano Real, cujo ministro da Fazendo era seu então amigo e aliado FHC. Itamar não teve medo de declarar a moratória da dívida do Estado de Minas para com a União que a juros altíssimos era uma dívida impagável.
O então presidente FHC retaliou Itamar de todo jeito. Mas Itamar conseguiu equilibrar as finanças do Estado e depois seu sucessor, Aécio Neves, deu um choque de gestão através do seu secretário da Fazenda, Antonio Anastasia.
Itamar tinha fama de briguento, turrão e momento, mas tudo isso é porque ele não aceitava corrupção e rompia com quem quer que fosse se não andasse nos trilhos.
Itamar também solicitou à Volkswagem que relançasse o Fusca pois queria um carro popular para as pessoas de baixa renda. Mas, infelizmente, o carro, devido a tantos impostos, acabou saindo caro e a concorrência de carros populares menores com melhor tecnologia fez com que a idéia não tivesse muito êxito, mesmo para os apaixonados pela marca.
Itamar morreu mas deixou um grande exemplo de honradez e honestidade, coisa que falta à maioria dos políticos de hoje. Muitos entram para a vida política para a chamada Lei de Gerson, ou seja, levar vantagem em tudo. Itamar vai fazer falta porque era um homem combativo e no Senado ninguém se arriscaria a lhe propor qualquer ato desonesto porque sabia que estaria caçando briga feia. Itamar vai fazer falta pois corrupto com ele não tinha vez. Espero que Itamar descanse em paz e não tem nada não, porque morre o homem mas fica seu legado.

02/07/11

Prefeito fujão
Segundo o jornal “Super”, o prefeito de Senador Pompeu, no Ceará, Antônio Teixeira de Oliveira (PT) e mais 36 pessoas suspeitas de corrupção estão foragidas desde que a justiça decretou a prisão preventiva deles. Por enquanto apenas um funcionário da prefeitura foi preso. O prefeito do PT alugou um ônibus e fugiu com várias pessoas suspeitas de corrupção, fraude em licitação, desvio de dinheiro público, envolvimento com crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, direitos e valores, falsidade ideológica, peculato e formação de quadrilha.
 
No Rio
Quem acompanha esta coluna já viu os elogios que fiz ao governador do Rio, Sérgio Cabral, que entrou firme em cima dos traficantes e colocou até as forças armadas para enfrentar o poderio dos traficantes. Mas, infelizmente, mandar prender os homens do Corpo de Bombeiros daquele estado, que lutam por melhores salários, queimou seu filme e muito.
O maior problema de quem está no poder é que há dinherio para aumentar salário de presidente, governadores, senadores, deputados, prefeitos e vereadores, mas na hora de dar um bom aumento para os bombeiros e policiais, não há dinheiro. Argumentam que não podem se esquecer da Lei de Responsabilidade Fiscal e outro monte de desculpas esfarrapadas, Este povo que está no poder não vê o que bombeiro faz, arriscando sua própria vida, para salvar a dos outros e com um soldo tão baixo. O Rio de Janeiro é um estado rico e pode muito bem dar uma remuneração melhor para seus bombeiros e militares.
 
Stress
Impressionante o stress que os motoristas da Autotrans que também trabalham de cobradores estão. Outro dia peguei um ônibus da linha Veredas e o motorista não parava no ponto para os passageiros e se você puxasse a campainha para descer ele pulava um ponto e parava só no seguinte. Inclusive já me falaram que o INSS estaria na justiça contra as empresas de ônibus por sobrecarregarem de trabalho seus funcionários e com isso provocando o afastamento de muitos motoristas por este Brasil afora. E para o INSS isso significa vários prejuízos para a previdência. Com a palavra os empresários do transporte coletivo.
Lenta reforma
A lenta reforma da Praça da Matriz continua rendendo. Quanta demora para a praça ficar pronta! Até aliados do prefeito andam criticando. E se a prefeitura emendou o feriado de Corpus Christi a empreiteira não precisava ter feito o mesmo. É por essas e outras que a crítica da população aumenta cada vez mais.
 
Orelhões
A maioria dos orelhões de nossa cidade está quebrada pelos vândalos. E a operadora não está dando manutenção também. Às vezes tem lugar que não aceita chamada para o 0800 de celular e temos que recorrer aos orelhões. Mas é raro você encontrar algum funcionando. E me parece que no contrato com a operadora existe a obrigatoriedade de funcionamento dos orelhões na cidade. Estas empresas arrecadam muito e têm a obrigação de atender melhor a cidade. Vamos dar uma dura nelas, sr. prefeito?

18/06/11

Palocci
O ex-ministro Antônio Palocci caiu do governo pela segunda vez. Desta por suspeita de enriquecimento ilícito já que seu patrimônio triplicou. Palocci caiu pela primeira vez por quebrar, sem autorização judicial, o sigilo bancário de caseiro Eremildo. Agora caiu porque aumentou demasiadamente seu patrimônio.
É por essas e outras que fico observando a gestão do governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, que exige folha corrida de todos os seus secretários e demais servidores de confiança. Quem tiver com alguma complicação na polícia ou na justiça não fica no governo dele. Coisas que a Dilma deveria exigir de seus ministros e demais cargos de confiança para evitar tanto desgaste no seu governo em tão pouco tempo de posse.
 
Árvores
Estamos impressionados com a poda ou corte de árvores de uns tempos para cá na cidade. E são árvores sadias, que não apresentam nenhum risco de queda. Primeiro podaram tanto que quase mutilaram uma árvore na praça Padre João Ferreira, conhecida como praça da antiga delegacia, entre as ruas XV de Novembro, Antônio Corradi e Santana. Depois cortaram a árvore de pauzinho doce nas proximidades do Orfanato, em seguida foi a vez de outra árvore, também sadia, na rua Cassiano Dornas, quase esquina com Getúlio Vargas. E isso tudo próximo à Semana de Meio Ambiente, que foi bastante comemorada pela prefeitura, e da Campanha da Fraternidade que este ano abordou o tema. Enquanto isso, o centro da cidade vai ficando uma feiúra danada, sem árvores e bastante poluído por causa da falta de responsabilidade de alguns cabeças de bagre.
 
Falar a verdade
Falar a verdade deve ser sempre o intuito das pessoas, principalmente se forem servidores públicos. Estou falando isso porque a imprensa recebeu comunicado que haveria intervenção na rua Capitão Vicente em um domingo, para melhorias no trânsito daquela via. Só que a interrupção foi para o conhecido Alemão da Terraplanagem fazer demolição da antiga residência do Dr. Virgílio Gonçalves, onde funcionava a Imobiliária Vivenda. Não tenho nada contra, fechar a via era necessário para evitar acidentes. Mas porque não foi falada a verdade? O povo que tem que compreender a interrupção, mas a verdade tem que ser dita ou será que quem passou a notícia estava mal informado?
 
Casas antigas
Outra coisa que parei de falar aqui, mas que não pararam de derrubar foram casas antigas da cidade, das década de 30 e 40. As mais recentes foram duas ali no início da rua Marechal Deodoro onde moravam o Serafim Moreira e Jeovah Moreira. Pedir para não assassinarem a memória da cidade é malhar em ferro frio, pois ninguém faz nada, ninguém se importa. Só eu e o conhecido Bigode e uns poucos outros que denunciamos a destruição de nosso patrimônio histórico. Não estamos vendo nada sério ser feito para evitar tamanha mutilação de nossa memória.

11/06/11

Vale a pena
Li no jornal Folha do Povo, do dia 28/05/11, artigo do escritor, jornalista e advogado, professor Anis Leão, intitulado “Ética, justiça e discrição”. O artigo é excelente e retrata a verdade de coisas que vimos e estamos vendo. Vale a pena ler com muita atenção para tirarmos nossas conclusões. Parabéns ao ilustre jornalista Anis José Leão.
 
Vale a pena 2
Outro artigo que vale a pena ler com atenção é do ilustre advogado, professor universitário aposentado e defensor público aposentado, Pedro Bavuso Ribeiro. O artigo que foi publicado na GAZETA também dia 28 de maio, fala sobre a mais pura verdade. Quem acompanha esta coluna todo fim de semana deve se lembrar daquele caso do juiz de São Paulo que deixou mofar na cadeia uma senhora que teria furtado um pote de margarina em um supermercado, enquanto assistíamos estarrecidos na época as graves denúncias contra José Genoíno, Antonio Palocci, Delúbio Soares e vários outros e que não deu em nada. Quando o Pedro Bavuso narra em seu artigo sobre o mestre dos mestres, Nelson Hungria, em que só são condenados os peixes de pequeno porte, já sentenciados pela própria desgraça, e realmente presenciamos este mal. Bem mais fácil processar aquele que furtou um pão do que aquele que furtou um milhão. É a lei dos homens, não a lei de Deus. Parabenizo também ao Pedro Bavuso por tão oportuno artigo “Violência até quando”? pois a descrença da população brasileira com os criminosos de colarinho branco é muito grande, não é Pedro? E você sabe muito bem disto, já que é um homem popular e simples, que conversa com todo mundo pois é muito rico de amizades. Tanto você quanto o professoar Anis falaram a verdade com V maiúsculo. Parabéns aos dois articulistas.
 
Toma lá, dá cá
Mais uma vez assistimos estarrecidos a política do “toma lá, dá cá”, no famigerado Congresso Nacional. Para nossos nada éticos deputados (com raras exceções) não investigarem o aumento excessivo da fortuna do ministro Antônio Palocci. Os deputados fizeram a famosa barganha de não investigar a fortuna do ministro, em troca do governo não distribuir o kit da homofobia em escolas públicas. Mostraram os nossos desgastados deputados que não estão nem aí para nosso dinheiro público.
E assim dão um péssimo exemplo para que mais políticos aprendam a ser desonestos já que a impunidade anda falando mais alto conforme mostram os artigos dos professores Anis Leão e Pedro Bavuso. Por estas e outras que nas eleições do ano que vem senão forem candidatos que me inspirem muita confiança, que eu não conheça bem, que tenha certeza de que irão trabalhar, que não me decepcionarei, prefiro anular meu voto, porque nossa arma é nosso voto e somente com ele podemos responder.

04/06/11

Luto Oficial
Que milagre a atual administração ter decretado luto oficial de três dias pelo falecimento do grande ser humano Luiz Guimarães. Eu realmente achei um milagre mesmo, pois critiquei muito o atual prefeito nesta coluna quando faleceram os ex-prefeitos Bandinho, em 2008; Dr. Célio, em 2009 e também o William Leão no mesmo ano e o prefeito atual não decretou luto por nenhum dos três. Foi o papel mais feio e tacanho que já vi em Itaúna. Afinal de contas eles foram prefeitos, deram suas contribuições para o município e mereciam as mesmas homenagens e não fizeram. Na época critiquei a atitude em relação ao Bandinho e Dr. Célio. Quando o Wiliam Leão faleceu, eles não se manifestaram e eu também não falei nada, porque era malhar em ferro frio. Mas fizeram a homenagem porque o Luiz Guimarães apoiou a candidatura do Eugênio no primeiro mandato. E no primeiro mandato Luiz foi diretor do SAAE e depois chefe de Gabinete. Senão eu acho que não fariam a homenagem. Mas em todo caso, antes tarde do que nunca.
 
Guarda Municipal
A guarda municipal vai sair gente. Mas calma, não é aqui em Itaúna, mas em Itatiaiuçu. Segundo o jornal Impacto, tudo por lá já está pronto, provas já foram feitas, testes de aptidão física foram feitos também. Só falta o prefeito Wagner Chaves nomear o comandante para a mesma. Enquanto isto aqui em Itaúna até uma autoridade já cobrou a implantação da guarda municipal e colocação de câmeras e cancelas nas entradas da cidade e nada. Será que vão esperar o ano que vem que é ano eleitoral para implantar a guarda?
 
Eu não fiquei
Muita gente ficou com raiva porque a justiça não afastou o atual prefeito, conforme pedido do Ministério Público. Dizem que o atual prefeito tem um santo forte, outros acham outras coisas que vou evitar falar aqui. Pois, eu não fiquei com raiva do não afastamento dele. Eu fiquei foi satisfeito demais, pois com a raiva que o povo está, nosso governante está sendo o maior cabo eleitoral da oposição para o ano que vem, pois quanto mais força que ele faz para se manter no cargo, mais raivoso o povo fica. Eu não fico não. Afinal de contas eu errei apenas uma vez, duas vezes não comenti ato de burrice. E podem ficar tranquilos itaunense, pois com a lentidão da justiça e com os recursos e brechas nas leis, vamos ter o atual prefeito até o dia 31 de dezembro de 2012. Portanto, não vai ficar com raiva e ficar doente igual muitos ficaram. Pois da justiça de Deus ninguém escapa.
 
Será?
A Folha do Povo do dia 19/05/11 traz matéria sobre possível transferência do plantão da delegacia de polícia civil para a unidade regional de Divinópolis. Então cadê nosso ilustre deputado Neider Moreira para pressionar o governador para que nossa cidade não fique prejudicada? O Neider precisa estar atento a estas coisas e nos não podemos ficar na dependência de Divinópolis para tudo. Vamos agir deputado?!
 
Canonização
E o Papa Bento XVI já está preparando mais uma canonização. Mais um santo brasileiro e itaunense será canonizado em breve. Este santo é político que está no cargo e ninguém consegue provar nada contra ele. Como o papa anda canonizando várias pessoas que faleceram e andam fazendo milagres, nós queremos a canonização de um vivo e bem vivo. Viva ele e canonização já!!!

28/05/11

Prefeito nervoso
Ficamos sabendo através de nosso amigo petista que o prefeito Eugênio Pinto em reunião no Gabinete com todos os chefes da secretaria de Infra- estrutura, estava bastante nervoso com tantas reclamações da população e de colegas, com o marasmo e a má vontade que tomou conta do canteiro de obras. Eu mesmo já disse aqui algumas vezes que passando pela rodovia MG 431 a gente via um monte de gente à toa jogando baralho na hora do trabalho. E minha fonte me informava também que qualquer pessoa que chegasse no canteiro e solicitasse algum tipo de serviço, estava caçando confusão. A preguiça, a má vontade aliada à falta de comando dos diversos chefes que passaram por ali, levaram à situação de descontrole total. Um servidor antigo da prefeitura me disse que no tempo do Ramalho não tinha nada disto. E se o servidor quizesse aproveitar de sua condição de estável ou concursado na prefeitura e começasse a enrolar no serviço, o Ramalho mandava o servidor embora e que ele entrasse na justiça. E claro que o servidor voltava, mas demorava muito tempo e ele gastava com advogado, para aprender a respeitar seus superiores. O meu amigo petista disse que a coisa pior que tem é servidor com má vontade, preguiça e aproveita que não é fácil mandá-lo embora e começa a ser aproveitador e desrespeitador. Sempre defendi o servidor contra perseguições desta atual administração, principalmente por questões políticas, mas servidor sem vergonha e relapso e que não quer nada com a dureza, deve sofrer penalidades da lei mesmo. Se não a coisa não conserta. O amigo petista disse que a falta de respeito de alguns operários está tão grande que tem gente lá que fala para todos ouvirem, que pode contar para o prefeito que ele não tem medo e que enfrenta o prefeito. Se houvesse um comando sério e com punições como suspensão, advertência, estas coisas não aconteceriam. Nunca neste espaço aqui vou aceitar perseguir servidor por questões políticas nem nesta administração e nem em outras que virão, enquanto eu viver e o jornal gazeta existir. Mas servidor relaxado também eu não apoio e não defendo. Trabalhe correto e não dê seus direitos para quem quer que seja. Um homem honrado trabalhador e honesto não tem medo de enfrentar ninguém.
Luiz Guimarães
O jornal gazeta seria pequeno para falar do comerciante, ex-vereador, ex- -presidente da Câmara e vice-prefeito do Osmando, Luiz Guimarães. Com seu sorriso sincero, seu coração de ouro, tratava todas as pessoas com toda a educação e carinho tanto na saudosa Guimarães e Cia, quanto na prefeitura ou no Gabinete quando foi chefe do mesmo. A porta de sua sala na prefeitura ficava aberta para todos e não havia empecilho nenhum para falar com Luiz. Homem de caráter, carinhoso com a esposa e filhos, querido por todos os servidores da prefeitura. Era tão querido que em seu velório vi muitos servidores levando a sua despedida ao Luiz. Luiz era um bom homem ,muito ético e não gostava de comentar as coisas que o desagradava. Mas na época, eu soube que um servidor de confiança, hoje afastado da prefeitura e com problemas na justiça, teria gritado com ele o que o magoou muito e ele acabou saindo. Foi o melhor que ele fez, pois não precisava se sujeitar a este tipo de coisa. Luiz foi se juntar no andar de cima com seus pais e irmãos, Ildeu e Marcelo e que eles descansem em paz e obrigado por tudo que fizeram por Itaúna.
 
21/05/11
Enganou direitinho
O Lula está ficando nervoso porque o povo está reclamando da inflação que voltou. E voltou com força total. Depois que ele conseguiu eleger a Dilma, acabou a farsa. Estava tudo camuflado. A gasolina está caríssima, dizem que abaixou muito, mas ao consumidor final isto não chegou. Se o governo não consegue segurar seus preços, como poderá controlar a inflação?É revoltante ouvir a Dilma dizer que se tentou de tudo para segurar o preço da gasolina, mas que não teve jeito. Jeito, a gente sabe que tem. Bastava ela querer, afinal ela é a presidente e pode muito bem tabelar a gasolina e o gás de cozinha, se quiser. Mas ela não faz isto, não controla os gastos e as mordomias do governo.
Sempre achei o Lula um enganador. Andou dizendo que a inflação é uma marolinha que será controlada. Marolinha para ele que ganha bem e que para dar uma palestra cobra 800 mil reais. Para ele os supermercados podem saquear nossos bolsos à vontade porque ele tem dinheiro sobrando. Bastou ele conseguir fazer da Dilma sua sucessora para a coisa desandar.
 
A gasolina
O preço da gasolina foi lá nas alturas. E, segundo a equipe econômica do governo federal, pode subir novamente e tomara que encareça muito, mais e mais, porque o brasileiro é sem vergonha e aceita tudo calado. Se todos que têm carro deixassem seus veículos na garagem pelo menos uns dez dias, a Petrobrás começaria a ter que estocar gasolina; o governo não aguentaria a pressão e seria obrigado a baixar o preço do combustível. Mas não, brasileiro é difícil, quanto mais o preço da gasolina sobe, mais ele anda de carro. Quanto mais o brasileiro leva "tinta", mais ele gosta. Se fosse na Argentina, o povo já teria ido para as ruas e promovido panelaço, buzinaço e outros tipos de manifestações. O brasileiro aceita a corrupção, a alta dos preços e tantas coisas mais, numa boa. Então, toma!
 
Corrupção
Na Argentina se um deputado se corrompe, o povo pode chegar até a agredir este deputado no meio da rua. Aqui o povo aceita tudo calmamente, se limita a reclamar, a se dizer indignado, mas disso não passa. Brasileiro não se organiza, não se junta em prol de todos. Não estou dizendo que é para o povo sair pelas ruas com violência, mas precisa deixar de ser sangue de barata, ah, isso precisa. Aqui no Brasil conseguem provar que um deputado ou senador, o fulano de tal roubou, é corrupto e os brasileiros ainda o reelegem e ele continua sendo um sem vergonha, um ladrão. O povo vota errado e então não reclame.
 
 
7/05/11
O secretariado
Não houve quase nenhuma mudança no secretariado da prefeitura neste início do mês de abril. Houve apenas remanejamento de pastas, levando os secretários sem experiência com aquilo que assumiram em outras pastas a ficarem perdidos por muito tempo até se acertarem. E como falta apenas um ano e meio para as eleições, eu acho que o prefeito deveria ter deixado como estava. Deveria ter mexido apenas na pasta do Meio Ambiente, pois a reforma lenta da praça estava dando o que falar. Novidade mesmo no secretariado só o Afonso Nascimento na Administração e a competente Graciane Saliba na Controladoria. Um servidor me disse que estas trocas de pastas e os secretários no afã de quererem mostrar serviço, alguns enfiam os pés pelas mãos e começam a exigir coisas absurdas que em curto prazo não têm solução. O prefeito Eugênio tem que estar atento a isso, pois tirar a roupa de um santo para vestir em outro, sem ter roupa para por no santo que ficou nu, vai sobrar mais críticas da população. O pior defeito desta administração foi ter desmontado os escalões inferiores. Eu já disse isto muito aqui na coluna. O terceiro e o quarto escalão principalmente, ou seja a turma que rala pra valer e ganha pouco é que carrega a prefeitura nas costas. Encostaram muita gente competente que entendia a fundo de serviço público e colocaram gente que não entende nada, gente que ganhou um carguinho de chefinho de terceiro escalão e se julga no direito de gritar e maltratar seus subordinados. Vamos ver se com esse alerta mais uma vez, o prefeito passe a observar a coisas e quem sabe, ainda consiga algum tento para salvar seu mandato que não está longe de acabar. Afinal de contas um ano e meio voa.
 
Será?
Dias desses li em alguns jornais da cidade a declaração de um assessor do deputado estadual Neider Moreira de que ele será candidato a prefeito no ano que vem. Na minha opinião acho que se o Neider fizer isto vai acabar dando um tiro no próprio pé politicamente. Pois o povo o elegeu para deputado para nos representar no estado, perante o governador. Apesar de Neider ter perdido onze mil votos nas eleições passadas, o povo ainda o deu mais este mandato de presente. Portanto se o povo o colocou para deputado não me venha com aquela velha conversa que fulano vai nos representar muito bem. Pois todo mundo sabe que quem não é de Itaúna, está pouco se lixando para nossa cidade. Podem até fazer alguma coisa para não passar em branco, mas faz muito pouco mesmo. Já demos boas votações a pessoas de fora e o retorno foi uma lástima. Cito como exemplo o Rafael Guerra para quem demos muitos votos e ele apenas arrumou uma verba para o Hospital Manoel Gonçalves e nada mais. Se o Neider quer se aproximar do povo, terá que ter um escritório para atender ao povo e tirar pelos menos um dia na semana para atender este mesmo povo. Largar a cidade sem representante no estado, vai acabar cheirando a querer poder e mais poder e a coisa pode dar errado. É preciso pensar muito, pois nas rodas de amigos com os quais converso, o povo não anda agradando desta tomada de atitude não.
09/04/11
Fazendo o que querem III
Temos notado que a Autotrans anda implantando o mesmo regime de Belo Horizonte no transporte coletivo de Itaúna. É bom lembrar aos proprietários da empresa que aqui é uma cidade de interior, onde todo mundo conhece todo mundo. Aqui não é um Deus nos acuda e sabe-se quem puder igual a Belo Horizonte. Os vereadores, incluindo até os da situação querem convocar o diretor da Autotrans para explicar o porquê do tratamento ruim que estão dando aos portadores de necessidades especiais. É bom lembrar aos vereadores que o tratamento dado aos idosos quando da troca das carteirinhas lá na empresa, não foi nada humano. Vários idosos ficaram na fila no sol e em pé para fazer a devida troca. Já presenciei motoristas maltratando idosos e eles ficam caladinhos. O problema é que a maioria dos idosos não conhece o Estatuto do Idoso, que se fizer uma ocorrência policial e entrar no juizado de pequenas causas, dá um problemão para o motorista e a empresa. Eles podem ter certeza que o dia que um motorista ou trocador maltratar um idoso de minha família eu tomarei as providências cabíveis em quaisquer esferas dos poderes. O jornalista Célio Silva do Brexó, em sua coluna da "Rua da Gruta" do dia 19/03/11 aborda o assunto, onde dá a entender que a empresa está acima do poder municipal. Eu gostaria de elogiar a empresa aqui, mas infelizmente não tem como. Depois que o gerente Enio Bernardo foi transferido a qualidade do serviço caiu muito. E não é só eu que estou dizendo, pois até o Lucinho vereador, do grupo do prefeito Eugênio Pinto, anda criticando a empresa e muito. Pelo preço exorbitante da passagem aqui em Itaúna, o serviço teria que ser pra lá de bom.
É bom recordar outra vez, que em Divinópolis e Pará de Minas a passagem custa R$2,15. Atrasos e matar horários é uma constante. O vereador Delmo Barbosa disse lá na Câmara que tem saudades do João Ruela e do João Morais. Eu acredito que a maioria dos itaunenses tem saudades do João Ruela, do João Morais, do Geraldo Melado, da Redentor na época do Marinho e do Marcão, pois os horários eram cumpridos e o tratamento aos passageiros era cordial. Hoje se você vai lá na Autotrans reclamar, o gerente não lhe recebe, você fala é com o porteiro, não sabemos se ele depois passa a reclamação para o gerente. Melhor seria reclamar direto no 0800-398846 que está escrito na traseira do ônibus para ver se dão uma solução. Agora a omissão da fiscalização da prefeitura é grande, pois quando o Emerson era fiscal do transporte coletivo a coisa andava direito. Mas tiraram ele há muito tempo do cargo. O Toninho ficou sozinho para fiscalizar um monte de ônibus e ele não dá conta sozinho; é preciso dar uma restaurada na fiscalização e listar mais gente para fiscalizar e dar autonomia para o fiscal trabalhar, pois do contrário, nada será consertado. Por isso que o diretor da empresa deveria sair de sua sala com ar condicionado e pegar o ônibus de vez em quando como se fosse um passageiro comum, para ele ver que a coisa não está a contento.
 
02/04/11
Fazendo o que querem II
Em Divinópolis a passagem do ônibus coletivo custa R$ 2,15. Você pega o ônibus lá pelos lados do Parque de Exposições e vem até o bairro Icaraí, o que dá mais de uma hora e vinte minutos de ônibus. Você atravessa Divinópolis de um lado para o outro e paga a passagem mais barato que aqui.
A Autotrans vem sendo bastante criticada na Câmara. Até o vereador Lucinho de Santanense, que é situação, em entrevista ao jornal Folha do Povo disse que desde que trocaram a gerência da empresa a qualidade dos serviços caíram muito. Me disseram que o atual gerente é cunhado do dono da empresa. Então já seria um problema porque devido ao parentesco, ainda que seja indireto, a pessoa acaba sendo protegida e isso não é nada bom, nem para um lado, nem para o outro.
A indignação da população itaunense com a prefeitura e a empresa é muito grande. A passagem cara demais, muitos horários não são cumpridos porque parece que não há fiscalização por parte da prefeitura na qualidade dos serviços e horários.
Você vai à secretaria para reclamar e nada acontece, tudo continua do jeito que está, entra em um ouvido e sai no outro; a omissão da fiscalização é total. Será que existe alguma ordem para que se faça vista grossa? Esta é a pergunta que a gente faz.
Numa segunda-feira destas passadas, o motorista e a trocadora "abandonaram" o ônibus da linha Jadir Marinho/ bairro de Lourdes. Ficamos sabendo que ladrões entraram no ônibus e roubaram pertences da trocadora. Aí foi aquele Deus nos acuda, mataram a viagem, chamaram a polícia para a ocorrência e os passageiros que saiam do serviço e pretendiam ir para casa jantar e ainda se arrumar para a escola perderam 50 minutos na rua Silva Jardim esperando outro coletivo para levá-los.
A empresa teria que ter mandado outro ônibus para suprir a falta do que foi assaltado e não o fez. Ou seja, a empresa não tem compromisso com o horário de ninguém, só quer o dela. Se a gente usar o 0800 que está estampado na traseira dos carros, e se falarmos tudo de errado que tem acontecido, provavelmente quem nos atender não o fará novamente de tanto que íamos falar. São reclamações com relação a alta velocidade, rodas que caem pelas ruas,como o caso dos ônibus l330 no dia 28 e l560 no dia 29, sendo colhido por trem de ferro carro l530, motoristas estressados, grosseiros com os passageiros, com idosos, campainha na traseira do carro que não funciona, como o caso do carro 1310.
E isso não é tudo! Tem ônibus com o diferencial ruim que fica uivando igual lobo pelas ruas afora mostrando o quanto a manutenção deixa a desejar, caso do carro 1610 recentemente. Ainda tem ônibus que a porta só fecha pela metade como o carro 1490 há poucos dias. Preço da pasagem pode aumentar mas e a manutenção? Precisa ter, né?
 
Continua na próxima edição
26/03/11
Fazem o que querem
A antiga Morro Alto, que na lataria dos coletivos é chamada de Autotrans, na documentação é Turilessa e que pertence ao Grupo Saritur e etc, foi bastante criticada na Câmara Municipal na reunião do dia primeiro de março. Até os vereadores eugenistas não pouparam críticas à atuação da empresa. Além do erro absurdo de cobrarem R$ 6,00 dos passageiros no cartão, no dia do reajuste do valor da passagem (segundo a empresa o valor foi devolvido), aqui em Itaúna eles fazem o que querem, senão vejamos:
1- Há algum tempo mudaram a roleta dos ônibus de lugar, passando -a para a frente, o que ficou muito ruim com o ônibus andando para frente e o passageiro andando para trás; a pior sensação que existe. Se a gente não fica esperto, cai mesmo. E ainda tem motorista que trafega com a porta de trás aberta, o que é um perigo a gente cair na rua e se machucar seriamente ou até mesmo, conforme cair, morrer. O povo jamais foi consultado se queria a mudança, não sabemos se passou pela autorização do prefeito Eugênio Pinto ou se a empresa fez a mudança a bel prazer.
O que se sabe é que tal coisa nunca agradou aos passageiros. Se eles vierem com a velha desculpa de que a mudança foi para evitar a evasão de renda porque tem gente engraçadinha que desce pela porta traseira para não pagar passagem, a empresa poderia ter colocado canos de alumínio e vidros na parte traseira, que são os chiqueirinhos que evitam que o passageiro desonesto faça este tipo de coisa. Então a empresa pode alegar que o chi-queirinho é proibido. Ele é proibido em Belo Horizonte, estamos em Itaúna e quero que me mostrem a lei, da Câmara ou da Prefeitura que proíbe o chiqueirinho.
 
2- Conforme eu mostrei aqui na semana passada a passagem em Itaúna está entre as mais caras do Estado de Minas. Mostrei para os itaunenses, pesquisando jornais de circulação no Brasil inteiro que nós pagamos a passagem do idoso e do deficiente. Empresa não faz gracinha para ninguém não, pois como justificar um preço tão alto por itinerários que não são tão longos, quando nas capitais a gente chega a andar até duas horas de ônibus por preço igual ou menor?
Em Divinópolis a gente anda mais de uma hora em determinados itinerários e paga mais barato que em Itaúna. E o pior é que depois da prefeitura enviar comunicado por escrito para toda a imprensa dizendo que não ia dar aumento à empresa, fomos brindados com outro aumento. Assim aconteceu quando das eleições de 2008, em que circulava rumores de que a passagem não ia aumentar e, segundo meu amigo petista, até um aviso chegaram a colocar ao lado o relógio de ponto da prefeitura na época, alertando que a passagem não ia ser reajustada. Passadas as eleições, reajuste veio. Agora aconteceu a mesma coisa. Depois acham ruim quando chamamos todos eles de mentirosos.
 
19/03/11
Passagem caríssima
Quando eu digo algumas vezes que a passagem do transporte coletivo em Itaúna é um das mais caras do estado e está entre as mais caras do país, não estou blefando. No último dia 01/03/11 a passagem passou de R$ 2,10 para R$2,25, mesmo depois de ser enviado à imprensa um comunicado informando que o valor da passagem não iria subir. Já tem muita gente andando a pé, outros falam que vão comprar um carro porque no final fica mais barato, principalmente quando mais de uma pessoa usa coletivo na família e outros, aderiram à bicicleta. E vai chegar a um ponto que só andará de coletivo os que tiverem cartão eletrônico fornecido pelas empresas, idosos que não pagam e portadores de necessidades especiais. Ao dar aumento todo ano estão pensando só nas empresas, não pensam na família que tem filhos estudantes e o quanto pesa no bolso dos pais mantê-los na escola por causa da passagem.
Pior que, no primeiro dia do novo preço, a Autotrans arranjou uma confusão com a roleta que cobrou a passagem a R$ 6,00. Quem viu deu o grito, ligou para a prefeitura, foi ao Procon e outros órgãos de defesa do consumidor.
Nós, trabalhadores pagamos a passagem dos idosos e agora dos portadores de necessidades especiais, já que cobrando um preço tão alto em itinerários tão curtos, não existe outra explicação. Vejam o reajuste dos preços das passagens de coletivos nas capitais abaixo. Assim acho que dá para os leitores e usuários do serviço tirarem suas próprias conclusões. A fonte de pesquisa é o jornal Folha Universal do dia 23/02/11.
São Paulo: R$ 2,70 para R$ 3,00 - reajuste em 05/01/11
Rio de Janeiro: R$ 2,35 para R$ 2,50 - reajuste em 02/01/11
Salvador: R$ 2,30 para R$ 2,50 - reajuste em 02/01/11
Fortaleza: R$ 1,80 - ainda não se fala em aumento
Brasília: R$ 2,50 - Não há reajuste desde 2006
Belo Horizonte: R$ 2,30 para R$ 2,45 - reajuste em 29/12/10
Manaus: R$ 2,25 - Aumento depende da compra de ônibus novos
Curitiba: R$ 2,20 - Empresas querem R$2,50
Recife: R$ 1,85 para R$ 2,00 - reajuste em 09/01/11
Porto Alegre: R$ 2,45 - Empresas querem R$ 2,81
Belém: R$ 1,85 - Empresas querem R$ 2,15
Goiânia: R$ 2,25 - Não há reajuste desde 2009
Guarulhos: R$ 2,65 para R$ 2,90 - reajuste em 05/01/11
Campinas: R$ 2,60 para R$ 2,85 - reajuste em 16/01/11
São Luiz: R$ 2,10 - Não há reajuste desde 2009.
Conversando com dois pré-candidatos a prefeito me disseram que, se ganharem as eleições, pretendem congelar a tarifa por um bom tempo, porque sabem que o povo não aguenta mais passagem tão cara assim. Conforme já disse aqui os pais assalariados, que têm filhos na escola, não têm mais condições de pagar o transporte coletivo. O jeito é a meninada encarar as ruas a pé mesmo para colaborar com o orçamento familiar. Outra informação que tivemos foi que os motoristas estão pressionando o sindicato deles porque a empresa pretende reduzir drasticamente o cargo de trocador e o motorista, além de dirigir, prestar atenção no trânsito infernal da nossa cidade, ainda tem cobrar pasagem. A prefeitura vai aceitar isso?
 
05/03/11
Fator previdenciário
Será que a presidente Dilma vai acabar com o fator previdenciário para evitar as grandes perdas na aposentadoria?
Dilma, neste início de governo, está se mostrando ser mais séria que o Lula. Tem procurado mostrar seriedade para governar, anda prometendo reduzir os altíssimos gastos do governo. Se vai conseguir eu não sei, porque a pressão dos corruptos pelas mordominas deve ser grande demais. Conforme já disse aqui logo no início do ano, Dilma, se quiser dar uma nova cara ao Brasil, terá que ter mão de ferro para aguentar tanta pressão. Tenho ouvido comentários positivos a ela nos locais de bate papo. Ela, que é mineira, deve trabalhar em silêncio e procurar honrar sua mineirice e mostrar que todos os brasileiros que deram o trono maior do país para uma mulher, não se arrependerão. Mas o que o povo mais espera dela, principalmente os que estão se aposentando, é o fim do fator previdenciário, a maior desgraça que o ex-presidente Fernando Henrique criou e mantida pelo Lula. Enquanto isso vamos assistindo à mordomia dos políticos. Como o caso de um político do Mato Grosso que por assumir o governo daquele estado por 15 dias ganhou a aposentadoria como governador. Pode? E os deputados marajás se deram ao luxo de lesgilarem em causa própria e deram a eles mesmos 60% de aumento. Não existe dinheiro para salvar a previdência para dar aumento decente ao salário mínimo, mas para dar aposentadoria aos deputados e senadores o dinheiro sobra. Cômico, se não fosse trágico.
 
Vamos colaborar?
Meu amigo petista disse que tem ouvido vários motoristas reclamarem que quando vão parar serviço e estacionar os veículas oficiais da prefeitura no pátio da mesma estão tendo dificuldades de encontrarem vagas pois alguns secretários estão estacionando seus veículos particulares no pátio e ficam lá horas e horas. O amigo disse que o servidor comum não pode nem pensar em estacionar lá, porque corre o risco de responder processo administrativo. Só o Gabinete ocupa três vagas e ai de quem estacionar numa destas vagas. Entende o amigo que o pátio da prefeitura é apenas para carros oficiais e o carro particular deveria entrar apenas para fazer alguma entrega. Se o servidor comum tem que se virar para estacionar o seu carro, os secretários deveriam fazer o mesmo. Não estamos atacando ninguém, apenas alertando para uma coisa que está errada e que em administrações anteriores não acontecia.
 
26/02/11
A praça
Bem devagar, mas a praça vai aos poucos sendo reformada. Tem poucos operários, mas esperamos que a coisa agora ande para acalmar o povo que tem cobrado muito da administração. A gente fica chateado de ver aqueles banquinhos históricos, com propagandas de muitas empresas que nem existem mais, ficarem jogados pelo chão. São banquinhos que, ao meu ver, deveriam ser preservados como memória do comércio itaunense, mas infelizmente parece que isso não foi pensado e os bancos devem mesmo ir para o lixo.
 
Recadastramento
Pode até ser que estejamos enganados mas a maioria das pessoas acham que este recadastramento da prefeitura sobre a situação de nossos imóveis pode ser uma maneira de aumentar nosso IPTU para o próximo ano. Não é segredo que as finanças da prefeitura não andam nada boas. Mas, conforme eu já disse aqui, é preciso antes de tudo procurar cortar gastos e não sacrificar ainda mais o povo que já paga e caro tantos outros impostos.
 
Matagal
Outra coisa que o pessoal anda reclamando muito é sobre o matagal que tomou conta da cidade. Segundo um amigo de dentro da administração não se encontra capinadores para ganhar salário mínimo com um sol escaldante como este que vivemos nos últimos meses. E dizem que não se pode contratar idosos ou aposentados. Então fica difícil mesmo. Na época do Ramalho, em período de férias ele contratava crianças que estavam na escola para fazer o serviço de capina. Agora, por causa da determinação do Estatuto da Criança, não se pode mais fazer este tipo de contratação. Elas, as crianças, não podem mais trabalhar, ainda que queiram e por isso ficam por ai, pelas ruas servindo de aviõezinhos do tráfico de drogas. São coisas do nosso Brasil, né gente?
 
Moralizando
O Edinho, novo presidente da Câmara Municipal baixou portaria regularizando o uso dos carros da Casa. Alguns vereadores não gostaram mas pessoalmente concordo plenamente. Se fazem críticas de mal uso de algumas coisas da prefeitura, não podem cometer os mesmo erros no Legislativo.
 
Falastrão
Aquele falastrão que adora sair pela rua afora para criticar políticos, tanto ele como seu parente, deram conta de acabar com o local que administrava. Não se acha uma só pessoa que não reclame dele. É o tal que se senta no próprio rabo para falar do rabo dos outros. Eles não gostam de críticas e adoram brigar.
 
12/02/11
Lula e as armas
O Lula fez de tudo para desarmar o cidadão de bem. Desarmar o cidadão honesto, trabalhador, pai de família. Estes se possuírem arma em casa ou se forem flagrados portando arma terão grandes problemas na delegacia e na Justiça. Mas, enquanto isso, vamos assistindo à bandidagem cada dia com armas mais sofisticadas, traficantes armados até os dentes, gente considerada perigosa, o "barra pesada" com seu revólver, matando a torto e a direito.
Só no mês de janeiro deste ano já tivemos dois assassinatos em Itaúna. Um a tiros e o outro a facadas. Segundo os comentários, em pelo menos um deles, havia droga no meio. Pergunto: pode o cidadão de bem e trabalhador fica à mercê de bandidos? Eles conseguiram desarmar pessoas de bem e não conseguiram desarmar os bandidos. Hoje não podemos ter uma arma dentro de casa para nossa defesa, para defender nossa família, nossos bens, nossa propriedade. Mas o bandido pode e não se vê uma grande varredura policial em nenhuma cidade para encontrar as muitas armas que devem estar escondidas por ai. Então o Lula conseguiu desarmar a população de bem, mas os bandidos... A gente não precisa falar mais nada.
 
Drogas e cigarro
Outra coisa também que o governo procurou dificultar foi a liberdade dos fumantes. Concordo que fumar em ambientes fechados prejudica e incomoda a todos ao redor que não fumam, mas a maioria dos bares não tem fumódromo e muitas vezes você tem que deixar sua mesa e ir fumar lá fora, na rua. Só que, enquanto a gente está lá fora, alguém pode tirar alguma coisa de você, que ficou na mesa. Ou pior ainda, sem exageros, lhe dar um boa noite cinderela e assaltar depois.
Então como fica a situação de pessoas que querem tomar sua cervejinha mas tem medo de ser vítima da maldade de alguém?
O que quero dizer em resumo é o seguinte: o governo vai apertando o cerco aos fumantes, assim como fez com o cidadão de bem que tinha em casa uma arma para sua defesa, mas não faz um cerco sério aos traficantes (com raro exemplo do Rio de Janeiro, que é coisa muito recente) que continuam fazendo suas vítimas, dizimando famílias. Como bem diz o apresentador de televisão Luiz Datena: só com a pena de morte conseguiremos acabar com o tráfico neste país.
 
Promessa
Uma coisa que queremos cobrar publicamente do deputado Neider Moreira é a promessa de quando se candidatou pela segunda vez, que Itaúna teria aumento do efetivo policial. Precisamos cobrar isso do deputado até que ele cumpra sua promessa porque com os poucos policiais que temos e pelo tanto que a cidade cresceu não dá para querer chamar a polícia e ser atendido com rapidez, principalmente nos finais de semana quando o número de ocorrências aumenta.
 
05/02/11
440 casas
Até que enfim as 440 casas prometidas para a população de baixa renda vão sair. O prefeito Eugênio Pinto vinha sendo bastante criticado por não ter construído uma casa sequer. O Bandinho em seu primeiro mandato construiu o bairro São Geraldo, o Ramalho construiu o Morada Nova e o Novo Horizonte e o Osmando construiu o Cidade Nova. Agora saindo as 440 casas no bairro Sta. Edwirges a coisa vai dar uma melhorada para o Eugênio. Quando escrevi a primeira coluna na GAZETA, dia 20/08/05, edição nº 275, criticava o prefeito Eugênio Pinto, que teria mandado derrubar barracos de pessoas pobres, sem dar a eles casas para morarem. Critiquei o conhecido Douglas do Padrinho e as 76 pessoas de Santanense que assinaram um abaixo assinado de apoio ao prefeito na época. Achei um absurdo derrubar os barracos deles sem lhes dar moradia, enquanto todas as pessoas que apoiaram a idéia tinha sua casa para morar. Não concordo com criações de favela, mas não concordo também de não ajudar as pessoas pobres a construírem suas casinhas. Então estaremos torcendo para que estas 440 casas sejam erguidas o mais rápido possível, para que sejam tiradas do aluguel tanta gente, que deixa de comer direito para pagar aluguel. E donos de imóveis geralmente são pessoas insensíveis que quando mais tem, mais querem e estão pouco se lixando para inquilinos. O deles é que lhes interessam. O dia que entregarem as casas para a população eu aplaudirei daqui da coluna.
 
Não foi
Eu também achei que pegou mal para o prefeito Eugênio Pinto não ter ido à posse da nova Mesa Diretora da Câmara, sob a presidência do Edinho de Santanense. O prefeito poderia ter ido e até tentado uma aproximação com a oposição para melhorar o relacionamento. E ficou muito feio também para o Lucinho de Santanense, Paulinho Morada Nova e Delmo Barbosa não terem comparecido também. O Lucinho é conterrâneo do Edinho em Santanense e deveria ter comparecido à sua posse. Os três vereadores citados, querendo ou não terão que aturar o Edinho até dezembro de 2012, quando então já houve eleições na cidade em outubro para prefeito e novos vereadores. E pelo que o povo fala quase ninguém ali na Câmara se reelegerá.
 
Assessoria
Ficamos sabendo que o deputado Neider Moreira estava bravo com sua assessoria por causa dos resultados das últimas eleições onde ele teria perdido mais de onze mil votos em Itaúna. Não acho que a culpa seja dos assessores, mas do próprio deputado que não tira um dia da semana para atender o povo, igual o Ramalho fazia e também por causa de suas brigas com dois prefeitos e por ficar entrando em campanha eleitoral na prefeitura, já que o povo o colocou para trabalhar na Assembleia Legislativa para conseguir verbas para a cidade e não para se meter em assuntos de prefeitura. E outra coisa que o povo não gostou foi de não ter construído o presídio e o trevo do Morro do Engenho.
 
29/01/11
Eleições 2012
Em outubro de 2012 teremos novamente eleições para prefeito e vereadores. Acredito que a população eleitoral itaunense fará grandes mudanças. E em 2012 o atual prefeito não pode de novo se candidatar.
Um político que já teve seu mandato me disse na véspera do natal que, como o Eugênio Pinto não pode mais se candidatar vai facilitar para outros candidatos. O antigo político disse que lançar vários candidatos quando um prefeito ainda pode se reeleger é um atestado de burrice dos candidatos e dos partidos porque o prefeito em exercício já tem aproximadamente 30% dos votos. Os partidos políticos lançam vários candidatos e assim dividem os votos e o prefeito que tenta a reeleição ganha tranquilamente. Uma prova disso é o que aconteceu nas eleições de 2008. O deputado Neider Moreira lançou a Gláucia; o PSDB lançou o Osmando e o PV, o Marcos Penido. Com isso, um tirou os votos do outro e acabaram dando a prefeitura de presente novamente para o prefeito Eugênio Pinto. Quando o prefeito é candidato os partidos devem ter consenso e lançar apenas um candidato para disputar com o prefeito, do contrário, todas as vezes que o prefeito for candidato e ainda for disputar com um monte de outros candidatos ganhará sempre.
Quando não havia a reeleição, me lembro muito bem que o Ramalho estava terminando seu mandato e lançou pela primeira vez o candidato Osmando. Ramalho tinha feito uma administração brilhante. A cidade era um verdadeiro canteiro de obras. O Bandinho era o adversário de Osmando naquelas eleições e o Ramalho teve que suar a camisa para fazer seu sucessor. Osmando ganhou graças aos votos da zona rural, na época 300 e poucos votos de vantagem do Bandinho, e olha que todos gostaram da administração de Ramalho. Agora que tem a reeleição acaba sempre ajudando quem já está no poder. Só que no ano que vem, com obras ou sem obras, a coisa vai complicar para o prefeito Eugênio Pinto colocar um sucessor no seu lugar.
 
Os candidatos
Estou doido para que chegue 2012 para ver quem serão os candidatos a disputar a prefeitura de Itaúna. Tenho certeza que alguns nomes que já estão mais queimados que nossas matas em época de seca tentarão voltar. Eles sempre insistem, ainda que seja apenas para atrapalhar ou no final fazer algum acordo financeiro para "desistir" da campanha. E bobo de quem paga porque o candidato já está mostrando que é desonesto na própria candidatura. Imagine quando chegar à prefeitura? A gente espera que no pleito do ano que vem haja mais seriedade para conseguirmos resgatar nossa cidadania há muito perdida.
 
Estamos esperando
2011 chegou e ainda estamos esperando que a praça da Matriz seja recuperada e a avenida Jove Soares continue tendo suas águas escoadas, que a ponte da rua Silva Jardim/Jove Soares e a cratera sejam colocadas para servir a população e acabar com aqueles constantes engarrafamentos próximo à R.J. Guimarães. É o mínimo que a gente espera nestes dois anos restantes do mandato do prefeito Eugênio Pinto.
 
15/01/11
Posse na Câmara
O Edinho de Santanense tomou posse na Câmara Municipal de Itaúna como presidente, seguido de Silvano do Córrego do Soldado, como vice-presidente e do ex-presidente Antônio de Miranda como secretário. Edinho é politicamente ligado ao deputado estadual Neider Moreira de Faria, do qual já foi assessor.
Em suas várias entrevistas Edinho afirmou que continuará sendo oposição ao prefeito Eugênio Pinto, mas sendo coerente em aprovar projetos que sejam bons para a população. Vamos ver como será daqui para frente, pois esta é a Câmara mais fraca do todos os tempos. Esperamos que neste ano que se inicia que o Legislativo dê uma boa sacudida e que seja mais atuante.
 
Ocupação no Rio
A polícia do Rio de Janeiro, juntamente com as Forças Armadas ocuparam mais favelas do entorno do Complexo do Alemão. A ocupação foi tranquila, sem resistência dos traficantes.
Isto vem mostrando o que eu falei aqui há alguns dias: quando a polícia quer agir e mostrar a sua força e poder o bandido recua, pois ele sabe que pode ser preso ou morrer. Tenho amigos no Rio que me telefonaram e disseram que a tranquilidade é uma coisa que há muitos anos não se via. E porque só agora agiram? Medo de perder a Copa do Mundo e as Olimpíadas?
A coisa nas favelas estava tão séria que até cantores de outros países quando queriam gravar clips nas favelas tinham que pagar e pedir licença para os traficantes. O poder paralelo estava instalado e estes anos todos, governadores, secretários de segurança pública e comandantes de polícia foram deixando o barco correr. Por isso o atual governador, Sérgio Cabral merece a nossa admiração porque enfrentou e enfrenta a bandidagem sem medo.
 
Polícia na Rodoviária
Outro dia fui a Belo Horizonte e peguei o ônibus na rodoviária. Vi um policial a serviço lá e perguntei a um funcionário se esse policiamento estava sendo constante e ele disse que sim. Gostei, pois eram comum nós, passageiros, sermos abordados por andarilhos e bêbados pedindo dinheiro para sustentar seus vícios. Se negávamos a ajuda éramos ameaçados por alguns deles e corríamos até risco de sofrer uma agressão.
Antigamente quando eu trabalhava em Belo Horizonte e usava muito a rodoviaria sofri muito com estas pessoas. Mas não culpo as administrações destes terminais de ônibus.
Sei de muita correspondência enviada por eles para a polícia militar pedindo a presença de um PM no local, sem falar nos jornais que sempre noticiaram a invasão de mendigos e até de gente praticando pequenos delitos no terminal de Itaúna. Os prefeitos anteriores também foram muito omissos nesta questão, não moveram uma só palha para ajudar quem trabalhava na rodoviária. Ali era uma salve quem puder.
Esperamos que o comandante mantenha este policimento na rodoviária para a segurança de quem lá trabalha e dos seus usuários que é preferem descer e embarcar na rua Silva Jardim para evitar as abordagens que sofrem no terminal.