Emerenciano
da 
Catalunha
Eu poderia ficar quieto no meu canto. Mas com tantas coisas acontecendo me vi, até na obrigação, de escrever, dar minha opinião sobre alguns fatos da cidade. Leiam e tirem suas conclusões

2013 

2012 2011 2010 2009 2008 2007 2006
21/03/15
O padre e a freira
Outro dia, lendo um periódico da cidade, me deparei com um artigo sobre a Irmã Benigna que foi caluniada e perseguida dentro da então Casa de Caridade Manoel Gonçalves de Souza Moreira, hoje Hospital Manoel Gonçalves. A irmã Benigna quando atuava no Hospital Manoel Gonçalves, na década de 40, sempre procurou ajudar os mais pobres, os menos favorecidos e com isto foi ganhando grande admiração e reconhecimento de pessoas da cidade. Mas, isto provocou muito ciúme e inveja dentro do hospital, inclusive entre as outras irmãs de caridade. Tudo foi indo até que em 1947 a Irmã Benigna foi caluniada impiedosamente, acusada de estar grávida. Foi então transferida daqui e obrigada a morar em um chiqueiro de porcos onde contraiu muitas doenças, mas nunca perdeu sua fé em Deus e por isso hoje seus devotos pedem sua canonização como santa.
Agora o assunto que quero tratar mesmo é sobre o padre José Luiz que até o dia 31 de dezembro de 2014 celebrava missa às 15 horas na capela do Hospital Manoel Gonçalves aos sábados.
Tudo começou porque uma pessoa do Hospital usava a capela para reuniões e festinhas de aniversário. Por isto teria sido advertida pelo padre que ali estava o Santíssimo e que era lugar de respeito, de orações e as coisas que lá aconteciam não poderiam continuar.
Bastou apenas isto para que esta pessoa do Hospital procurasse o bispo diocesano e inventasse um monte de coisas sobre o padre José Luiz. Esta pessoa é muito amiga de um outro religioso da cidade e se uniram para perseguir o padre José Luiz. A perseguição deu certo e as missas na capela do Hospital pararam. Só que antes, este pessoa chegou a jogar fora coisas do padre José Luiz e até da capela, para contrariar o padre.
Conversei com algumas pessoas ligadas ao padre e tomei conhecimento de muita coisa e apesar de saber os nomes daqueles que causaram tudo isto, prefiro não citar seus nomes. Um outro religioso que se posicionou ao favor do padre José Luiz também chegou a ser perseguido, mas este assunto já é para outra ocasião.
Recordo quando o pároco de Santana era o padre Amarildo, acolheu o padre José Luiz, levando-o para a matriz como também cuidou do padre José Neto durante sua velhice. Bastou o padre Amarildo ser transferido que surgiu uma turma achando que manda na igreja. Começou um plano para tirar o padre José Luiz da matriz. Uma destas pessoas me disse um dia, bem baixinho: este padre não serve para nós não. Pouco tempo depois o padre teve que sair. E me lembro que esta pessoa que cochichou ao meu ouvido morreu pouco tempo depois, de maneira trágica. Não quero aqui dizer que foi por este motivo, apenas completei o pensamento que me veio à cabeça. O padre José Luiz sempre muito humilde, mas desapontado passou a pedir orações para seus adversários e inimigos, para que Deus lhes iluminassem.
Vários seguidores do padre, entre eles, eu, estão desapontados com determinado religioso que acabou por ajudar esta pessoa do hospital junto ao bispo para afastar o padre José de lá. Depois ficam pregando amor ao próximo, o perdão, fazendo sermão agredindo com palavras os fiéis e cobrando que o evangelho seja seguido, mas nos bastidores agem na contramão de tudo que pregam. E ainda pregam a confissão e fazendo as pessoas sofrerem.
O padre José Luiz estava quieto no seu canto, celebrando suas missas no hospital e nos cemitérios da cidade. Mas mesmo assim ainda encontrou pessoas que se sentiram incomodadas com ele. Penso que assim como perseguiram Cristo, os apóstolos, a irmã Benigna e tantos outros, o padre José Luiz também tem sentido as provações. Mas, não há de ser nada e quem está por trás de tudo isto, sendo religioso ou leigo vai acertar suas contas com Deus na hora certa, aqui ou em outro mundo.
 
14/03/15
A presidente tá que tá!
É gente, a presidente Dilma está detonando o trabalhador brasileiro de tudo que é jeito. Aproveitando a desculpa da crise hídrica, o governo vem aumentando assustadoramente a conta de luz. Aumentos excessivos e abusivos. Cortou até o benefício social do consumidor de baixa renda e que gastava poucos kilowatts.
A tarifa de luz social já era. Quem ganha salário mínimo ou um pouco mais que isso vai ter o salário comprometido só para pagar as contas de água  e luz. Para se alimentar não deve sobrar nada. A inflação está de volta a todo vapor como nos tempos do governo José Sarney.
A recessão chegou com tudo. As montadoras de automóveis estão com seus pátios cheios e demitindo trabalhadores. Os supermercados não estão dando descanso para velhas maquininhas de remarcar preços. A cada semana os preços são diferentes. Quem acompanha esta coluna deve se lembrar que no ano passado falei que assim que terminasse o espetáculo da Copa do Mundo viveríamos dias difíceis. Mas o governo Dilma Rousseff escondeu até passar as  eleições a verdadeira situação econômica do país. A presidente Dilma depois que viu que a cadeira de presidente continuava sendo dela deixou a coisa desandar. Tudo que dá errado no governo quem paga é o povo, sempre foi o povo. Pergunto se os petistas mais cientes do que estamos passando vão participar da grande passeata de protesto contra o governo federal, contra este estado de coisas que ai está? Quando o governo é de outro partido a tal militância vai para as ruas e faz um barulho danado, gritando palavras de ordem. E agora PT? Vai gritar palavras de ordem contra seu próprio partido ou não?
 
Petrobrás
O Governo Federal dá aumentos em tudo que pode para tapar a rombo que os ladrões deixaram na Petrobrás. O povo é quem vai pagar a conta. Ninguém vai preso, ninguém vai devolver nada, a CPI da Petrobrás vai ser aquele blá blá blá, toma depoimento daqui, toma depoimento dali e na hora de achar os culpados vão dar aquele jeitinho brasileiro e ainda a cara de pau de ninguém ser cassado, pois a maioria dos congressistas tem o rabo preso, ou seja não existe virgem na zona boêmia.
 
A primeira mulher presidente
O Lula falava com aquela cara de sapo barbudo que a Dilma ia ficar na história deste país como a primeira mulher a ser presidente do Brasil. Mas não é só, viu Lula? Vai ficar na história também como a primeira mulher que deixou a inflação voltar como nos tempos do Sarney, a primeira presidente mulher que só depois que a Revista Veja denunciou que os ladrões estavam quebrando a Petrobrás é que se viu acuada e tomou providências, mas talvez por medo de uma reação popular. Vai ser a primeira presidente que aumentou tanto o preço do óleo diesel que provocou até greve de caminhoneiros. Vai ser a primeira presidente que vai deixar o assalariado sem comer para pagar a conta de luz, a primeira que vai fazer muitas empresas fecharem as portas pois também não darão conta de pagar a mesma conta de luz. Hoje onde?