2004- 2005- 2006- 2007- 2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - 2013 - 2014 - 2016 - 2017

29/12/07
"É de se esperar tenha chegado o tempo em que não se faz necessária defesa alguma da ‘liberdade de imprensa’ como uma das garantias contra os governos tirânicos e corruptos." MILL, John Stuart.
O Partido dos Trabalhadores não consegue conviver com o seu fracasso de governo para o povo. O melhor que conseguiu fazer até hoje foi copiar algumas ações sociais do governo de Fernando Henrique, dando esmola ao nosso povo, uma mísera contribuição que mal dá para fazer a feira destas famílias e ainda coloca publicidades na TV onde a gente assiste, vergonhosamente, pessoas declarando como suas vidas mudaram com o Bolsa Isto, Bolsa Aquilo.
Um partido que envergonhou o país inteiro com o mensalão, cuecas recheadas, contas no exterior, benefícios de grandes empresas e até crimes de morte já foram denunciados. Outros governos eram santos? Não. Mas em nenhum deles houve tanto escracho. Não sei se porque não dão bola para o que pensa o povo ou por incompetência mesmo.
Um partido que tem como estrela maior um sujeito que é mais notícia na imprensa internacional pelas suas gafes e bebedeiras do que por seus feitos. Um presidente que idolatra uma pessoa vil como aquele tal Hugo Chávez.
O PT não deu certo frente à Nação e não está dando certo no comando do Município também. Um partido que quando um de seus filiados é eleito os outros correm como urubus para cima da carniça para cada qual dar a sua bicada. Um monte de escândalos e aí nenhum urubu se pronuncia, deixa sempre que o bobo da corte o faça, de maneira hilária e sem domínio algum do assunto. Este PT, que em Itaúna já teve nomes que devem ser lembrados com todo o respeito, hoje não passa de mais um partido a seu próprio serviço. Ficar batendo em porta de Fórum para arranjar liminar para calar a GAZETA é mais uma atitude de desespero e despreparo. Ocupar a Justiça com coisas menores só porque se acham inatingíveis é um tremendo desrespeito com o cidadão. Quiseram ser poder, então usem dele para melhorar a vida do povo itaunense, não para ficar mostrando carterinha de deus a todo o instante.
A imprensa, aquela de verdade, não pode temer este tipo de autoritarismo. A Constituição nos garante o direito da liberdade de informação e de expressão.
Não é possível que um partido tente praticar um ato de terror como este para impedir a população de conhecer a verdade. É como diz o velho ditado: quem não deve, não teme. Se alguma vez a imprensa se excede, que o ofendido busque seu direito de resposta, mas jamais tente amordaçar nossa voz porque ninguém pode decidir o que as pessoas podem ou não ler.
 
22/12/07
Teatro Sílvio de Matos
Um leitor da GAZETA me fez uma pergunta essa semana sobre a determinação da Justiça para que o coreto seja reconstruído e com ele toda a praça da Matriz. Ele quis saber "porque a Justiça, a exemplo do que fez pelo coreto, não obriga o governo municipal a reconstruir o Teatro Sílvio de Matos? Está aí uma boa pergunta. O Espaço Cultural, hoje não tem mais espaço para as manifestações culturais que aconteciam antes. Virou um canteiro de obras largado, abandonado. Destruíram e não conseguem construí-lo de novo, seja por falta de dinheiro, de planejamento (muito comum nesta administração), seja por falta de vontade. A certeza é que alguém precisa fazer alguma coisa e para isso só nos resta pedir a ajuda da Dra. Fernanda Honigmänn Rodrigues, da Promotoria do Meio Ambiente, Patrimônio Histórico e Cultural, Habitação e Urbanismo. Em nome da arte itaunense a gente pede socorro!
 
Prefeito da Destruição 
O nosso prefeito (nosso é força de expressão, o prefeito de quem votou nele fica melhor) Eugênio Pinto vai passar à história de Itaúna como o prefeito que ao invés de construir, destruiu. Destruiu o Espaço Cultural, destruiu a obra da Ponte (será que a reconstruirá?), destruiu o coreto da praça da Matriz, destruiu a Escolinha Sementinha do Amanhã, destruiu o posto de saúde do bairro das Graças, destruiu o carnaval, etc, etc, etc.
 
Obra feita, mas sem serventia
O saguão da prefeitura foi todo reformado, gastou-se não sei quanto para melhorar o atendimento ao público. Ficou até bonito, muito confortável, cadeiras para que precisa ficar na fila, etc. Muito bom mesmo. Mas agora não tem mais serventia já que todo o serviço de pagamento que era feito no local foi transferido para os bancos. Uai, então porque reformou?
 
Identidade
Como não tem grandes feitos para mostrar à população, o prefeito Eugênio Pinto, depois de cada "Prefeitura em Movimento", entrega em seu Gabinete as carteiras de identidade tiradas durante o projeto. Para mim é isto é campanha eleitoral descarada.
Chama os beneficiados lá, faz discursos como só ele sabe fazer, distribui sorrisos e, de quebra, arranja uns votinhos... Será?
 
Esperança
Bom natal para todos! Quem sabe 2008 não nos trará mais esperança? Só depende da gente.
 
15/12/07
Concurso público
Vem aí o concurso público da prefeitura; são mais de 200 novos cargos, mas desta vez para gente que trabalha, que pega no pesado. Se os aprovados forem realmente chamados teremos quase 3 mil servidores. A prefeitura se transformou num verdadeiro cabide de empregos. É vaga para o amigo, o pai do amigo, o primo do amigo, o primo distante do amigo, etc. Para contratar estes novos concursados o prefeito vai ter que dispensar uns amigos ou toda a nossa arrecadação vai ficar na folha...
 
Coreto
Incrível a capacidade de nossa administração ignorar a lei, não dar bola para a Justiça. A Promotoria de Meio Ambiente determinou que a praça fosse toda revitalizada. Deu prazos para isso. Mas nem o processo de tombamento; eram trinta dias para começar o processo, alguém se dignou a cumprir. Só depois que viu que o Ministério Público em Itaúna não está disposto a fechar os olhos, é que começou a revitalização do coreto. Para destruí-lo foi contratada a Etenge, agora para revitalizá-lo parece que serão servidores municipais mesmo.
 
CPI da Listen
Os trabalhos da CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito - da Listen terminaram. Agora toda a documentação será encaminhada ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado. Gostei da decisão de Rosse. Deixar o julgamento de todo o processo para pessoas que não têm o rabo preso na prefeitura.
 
CPMF
O Lula perdeu, a nação ganhou. Imaginem o que vai acontecer de investimentos no país com toda esta bolada que era paga com a CPMF - Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira. Pelo menos por enquanto. O governo poderia enviar o projeto novamente em três meses e tentar voltar com o imposto do cheque, mas prometeu que não vai fazê-lo. Avisou que vai pensar em outra coisa e assim, que Deus nos ajude.
 
Saúde
Engraçado foi a última cartada do Lula: aprovem que toda a arrecadação vai para a Saúde... Ué, mas não era esta a primeira idéia? E chega do povo ficar pagando pelas obrigações do Estado. Já é tanto imposto sobre tudo e tão altos que se não fossem o cabide de empregos, a corrupção, os desvios de dinheiro público, o país com certeza não iria precisar de passar as contas a pagar para a população.
 
07/12/07
NÃO a Hugo Chaves
Que bom que os venezuelanos têm um ditador completamente louco mas são, em sua maioria, sensatos. A derrota de Hugo Chaves no domingo, quando a população deu um sonoro não nas urnas à sua tentativa de virar presidente para todo o sempre, significou uma grande vitória para toda a América do Sul. Chaves é um homem louco, completamente doente das idéias e na verdade já dura demais no poder. Entre seus maiores feitos está a restrição a veículos de comunicação que só podiam informar coisas do interesse do governo. Não sei onde já vi isso... Quando Chaves teve esta idéia mirabolante de poder perpétuo, aqui no Brasil o Partido dos Trabalhadores se assanhou todo e teve a idéia de um terceiro mandato para Lula. E mesmo que há poucos dias Lula tenha se declarado mais uma vez avesso ao terceiro mandato, a derrota de Chaves faz a idéia esmorecer ainda mais. O presidente brasileiro ser contrário ao terceiro mandato não quer dizer que não vá tentá-lo. É bom lembrar que Lula e PT sempre foram contra a reeleição. Antes do poder, claro.
 
Renan
O senador Renan Calheiros, se agarrou à cadeira de presidente do Senado enquanto pode. Só renunciou ao cargo depois de um acordo para sua absolvição. Renan é hoje um senador livre das acusações de usar de "laranjas" para comprar rádios e jornal em Alagoas, entre outras. 
 
Marcação de viagem
O jornal recebeu denúncia sobre o trabalho exercido pelo amigo do prefeito Eugênio Pinto, Afonso Nascimento, responsável pelo transporte de pacientes para consultas, exames e cirurgias em Belo Horizonte. Uma senhora pobre da comunidade rural conhecida como Fundão não conseguiu marcar seu lugar no veículo pelo telefone, para uma consulta de retorno. A proibição foi de Afonso. Quem quer marcar viagem tem que ir pessoalmente. A senhora conseguiu arrumar com vizinhos o dinheiro necessário para o pagamento das passagens e ao chegar na secretaria, descobriu que não havia vagas no veículo. A gente entende que se não organizar a marcação de lugares no transporte vira bagunça, mas toda regra tem sua exceção. A atendente deveria entender que uma senhora, talvez até já sua conhecida, teria dificuldades em sair da zona rural para fazer a marcação. E depois era um retorno, o que torna a coisa ainda mais fácil.
 
PSF
O PSF - Posto de Saúde da Família - do bairro das Graças só deve voltar a funcionar dentro de um mês. Mas na quarta-feira a prefeitura inaugura no bairro a sede do Centro Comunitário. Será que não seria possível fazer no local alguns pequenos atendimentos do PSF? Coisas mais simples que não precisam de muita estrutura, até que o novo posto seja entregue? Fica a sugestão.
 
1º/12/07
Prefeito Eugênio Pinto recebeu homenagem na Assembléia
Ele e mais 324 pessoas. Nem a Assembléia Legislativa de Minas Gerais divulgou o nome dos agraciados com a homenagem realizada este mês a políticos, empresários, juízes, jornalistas, etc. Mas está no seu site e foram 324 pessoas. No release da prefeitura foi informado que "Uma pesquisa foi realizada em todas as cidades do Estado e o município de Itaúna foi um dos que mais se destacaram. A entrega da medalha para o Prefeito itaunense se deu, segundo os organizadores do prêmio, pelo fato de Eugênio Pinto ser um administrador de destaque, um político empreendedor e que mudou a realidade de Itaúna". Mudou mesmo. Nunca se viu tanta coisa errada. Mas não existe pesquisa. Na verdade cada deputado pode indicar dois nomes, e o presidente da Mesa indica um número bem maior e, entre eles, estava Eugênio Pinto, a pedido do deputado Roberto Carvalho. O release ainda diz que entre os agraciados estavam o vice-governador mineiro, Antônio ‘Anastásia’; os presidentes das assembléias legislativas dos estados do Amazonas e do Pará, deputados Belarmino Lins de Albuquerque e Domingos Juvenil Nunes de Souza, respectivamente; o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Fernando Gonçalves; o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel; o ministro das Cidades, Márcio Dortes e o senador Marcelo Crivella. Só foi omitido que estes nomes não receberam a mesma homenagem que o prefeito itaunense. A eles foi entregue a Medalha do Grande Mérito.
 
E ele conseguiu
Eugênio ainda nem era prefeito, estava ainda na onda do "Pinto sobe" quando declarou que ia interditar a obra da ligação da avenida Jove Soares com Silva Jardim. O deputado Neider Moreira não deixou, arrumou recursos para terminar a obra e a prefeitura deveria apenas conseguir junto à Centro Atlântica a abertura da passagem de nível. Não conseguiu esta negociação, não se interessou. Mas agora conseguiu seu intento. Para fazer um canal destruiu uma das vias feitas pelo Estado. Não é dinheiro dele, né? Qualquer coisa para pirraçar o deputado e no meio disto tudo, nós, os pobres mortais.
 
Bairro das Graças
Espero, sinceramente, que o prefeito não tenha um único voto nas eleições do ano que vem no bairro das Graças. Eta povo abandonado pelo governo municipal! Abandonado e pisoteado. Agora nem posto de saúde tem mais.
 
PPS
O Diretório Nacional do PPS divulgou nota comunicando que o partido já encaminhou o pedido de cassação da vereadora presidente da Câmara de Matozinhos, Alessandra Alves Pinto (PPS) e ainda vai expulsá-la. Ela foi flagrada por reportagem da TV Globo fazendo turismo em Buenos Aires, após o cancelamento de um congresso de vereadores e prefeitos. A viagem foi paga pela Câmara de Vereadores.
Se o PT fizesse assim, eliminasse de suas fileiras os políticos corruptos, o partido teria hoje meia dúzia de filiados.
24/11/07
Alguém que for amigo de verdade de Eugênio Pinto e conseguir se fazer ouvir, precisa socorrer o prefeito. A coisa vai de mal a pior. Chamou para seu governo as mentes mais brilhantes de Ipatinga e de outras cidades de ex-governos petistas e até hoje a gente não vê o resultado disto, ou o que é pior, vê e não gosta. Ele, o prefeito, disse que não confiava nos itaunenses e por isso trazia pessoas de fora. Na Procuradoria Municipal tem mais advogado por metro quadrado que em qualquer fórum do país, mas nenhum deles impediu que o prefeito pagasse mico em audiência no Fórum nesta semana com a GAZETA.
 
Mirinho
O Mirinho, convocado para a mesma audiência, onde era réu junto com a GAZETA, não deu o ar da graça.
 
Prestígio
Na nossa conversa o prefeito disse, na verdade murmurou, que naquele dia deveria estar em Brasília. Isto deixa a gente lisonjeada. Afinal o prefeito não compareceu por duas vezes à CPI da Listen alegando viagem a Brasília. Se foi na audiência, a gente só pode concluir que tem mais prestígio que a CPI. Mas, de qualquer forma, foi mais um processo movido pela prefeitura contra este jornal que acabou.
 
Casas populares
Mas o mesmo não se pode afirmar com relação ao prefeito. Ele tem ainda que dar muita satisfação à Justiça, principalmente se continuar obedecendo à "sua" equipe. Agora eles arrumaram uma maquete de prédios e casas populares com o intuito, para mim, de enganar a população carente, ansiosa por adquirir sua casa própria. Os terrenos são no Santa Edwiges e Aeroporto e os imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal. A enganação vem da promessa de entregar a obra até junho de 2008, ano eleitoral e de que a prefeitura que está ajudando o itaunense. Mas ninguém conta para a população que o terreno não tem ainda nem autorização para loteamento. Mas lá é assim, vão atirando por todos os lados, na esperança de que alguma coisa acerte. E no meio disto tudo, a pobre população desavisada.
 
Lucinho
Alguém viu se o Lucinho de Santanense, secretário de Esportes, participou das comemoração do Dia da Consciência Negra?
 
Itaúna Viva
O jornal oficial Itaúna Viva está nas ruas com força total, trazendo fotos do prefeito, propagando sua "bela" administração.
 
Audiência Públicas dos Transportes
Na Audiência Públicas dos Transportes o nome do representante do deputado Neider Moreira não foi mencionado. Toinzinho disse que ele não foi convidado. Se não foi mesmo, uma grande gafe da Câmara porque querendo eles ou não, o deputado é a maior autoridade política da cidade.
 
 
17/11/07
Sofrimento
Eu sofro muito. Ninguém acredita o que eu tenho de ver, ler, saber e ainda receber por e-mail. Recebi um na manhã de sexta-feira que dá ao meu leitor um pequeno exemplo do que estou falando. Segue na íntegra.
"Olá turma da gazeta,como vai,tudo bem?saiu aí a notícia do jornal o temo a popularidade do nosso prefeito 65 por ceto;i agora como vai ficar o bonitâo do neider vai arrumar mais cpi?Olha voçes tambem tem que parar de encher o saco,porque isso nâo agrada o povâo.Agora Élula e pinto de novo.abraços.........
jose francisco fonseca
jffranci@yahoo.com.br".
 
Hospital
E o prefeito Eugênio Pinto foi à rádio Alternativa e, segundo me contaram, falou que vai bancar a dívida do Hospital Manoel Gonçalves. Acho que prefeito e seu secretário de Saúde, José Oscar, deveriam respeitar o povo e falar a verdade. Eles falam como se fossem super-heróis, salvadores da cidade. Não têm dignidade suficiente para falar que depois de tanto fazerem hora vão cumprir com seus compromissos e pagar o que devem ao Hospital.
 
Falência
Há quem diga e não duvido, que a prefeitura está quebrada. Só isto para justificar a cobrança do IPTU que o prefeito pretende fazer e que tem o aval dos vereadores Pedro Paulo Pinto, Orlando Rodrigues, Bolivar Barbosa, Vanda Aparecida e Anselmo Fabiano. Muita gente vai correr o risco de perder seu único imóvel só porque o prefeito precisa desesperadamente fazer dinheiro para fechar o ano. É um risco muito grande para quem pretende se reeleger, mas ele conta com aquela característica do brasileiro: a falta de memória. Os vereadores da situação, que a tudo baixam a cabeça e dizem "amém, senhor" pretendem também, claro, suas reeleições. Mas se a memória do povo em geral é curta, estarei aqui para recordar todas estas coisas. Os vereadores deveriam ter fiscalizado as contas do prefeito, para isto foram eleitos. Se não tivessem gasto tanto dinheiro com coisas desnecessárias e algumas até aviltantes, como o aluguel de carros, internet, celulares, viagens, Listen e outras coisas que a gente nem sabe, sobraria dinheiro para o prefeito fechar o ano sem se preocupar com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas isto os vereadores do "sim senhor" não perceberam. Como não perceberam a falta de medicamentos e materiais nos PSFs. Não cobram do prefeito o repasse em dia, de um dinheiro que não é da prefeitura, o do SUS, para o Hospital Manoel Gonçalves. E eu ainda tenho que receber e-mail como o transcrito acima de uma pessoa que acha que a gente defende o deputado Neider. Para quem pouco ou nada se importa com a comunidade, qualquer coisa que alguns jornais ou os vereadores de oposição fazem é para defender o Neider (como se ele precisasse disto). Parece que não enxergam a realidade da coisa ou então se beneficiam com tudo que tem acontecido. E pela maneira como escreve, dá para perceber que não é só da situação da cidade que algumas pessoas não entendem. Que Deus nos ajude!
 
10/11/07
É, por esta o prefeito não esperava. Ficar pau a pau em uma pesquisa de intenção do voto justamente com aquele que ele considera seu pior pesadelo, o deputado Neider Moreira. Eugênio anda trazendo deputados de fora da cidade para fazer reivindicações, pedir verbas, caminhos. E justamente aquele que ele quer ver longe, gruda nele em uma pesquisa. E pior, sem querer, porque até o momento Neider jamais falou em se candidatar a prefeito e por isso não faz campanha para tal. Mas ele está lá, coladinho com o prefeito nas intenções de votos da população. Imaginem então se o Neider resolve se candidatar... vai ser difícil a reeleição. Por mais dinheiro que a gente sabe que vai rolar nesta campanha da reeleição vai ser muito difícil.Mas Neider não pretende isto. Vai ficar lá no Estado mesmo, defendendo os interesses dos muitos municípios que o elegeu. Mas ainda assim pensar nos 32.363 votos que o deputado teve só em Itaúna, 67,30 %, disputando com uns cem candidatos, contra os seus 27.023 disputados com apenas um candidato deve fazer o prefeito gelar..., mas calma. Ainda tem muito tempo. Vamos esperar a hora certa.
 
Aprovação da população
Claro que o DataTempo não se compara a certas indicações recentes pagas para parecer querido pelo povo. Mas a gente não pode se esquecer que esta administração tem mania de perseguição e ninguém em sã consciência que tem uma empresa fornecedora da prefeitura, que de alguma forma depende da atual administração vai confessar o que acha de verdade do governo municipal. Por isto 66,1% de aprovação. Mas os poucos que tiveram coragem de falar a verdade, cobraram. Cobraram empregos, saúde, educação, obras de verdade, promessas de campanha... Por isso é bom o prefeito Eugênio pisar firme e analisar com mais profundidade as respostas. Os jovens foram mais sinceros e aí o Eugênio disse que era por causa da falta de lazer. Não é não. É porque eles não precisam paparicar, têm a liberdade de expressão na alma, estão cansados de ver tanta coisa errada e se fizeram ouvir pelos entrevistadores. Não é só por falta de lazer, não. É por falta de ruas sem buracos, limpas, é por falta de remédios para os carentes, é por falta de uma política de educação que realmente colabore com o futuro deles, é por causa das denúncias quase que diárias, por causas dos escândalos, do preconceito, das humilhações de que têm conhecimento, é por causa da maquiagem feita para parecer que tudo vai bem, mas a chuva vem e o que fica são manchas, borrões negros escorrendo pela administração. Jovem é assim. Fala apenas com o coração.
 
03/11/07
 
Desta vez a coisa extrapolou. A reação do secretário de Esportes, vereador licenciado, Lucinho de Santanense, por causa de uma brincadeira entre crianças depois de uma partida de futebol, pegou muito mal. Toda a cidade ficou revoltada. O Lucinho, como secretário de Esportes deveria incentivar os atletas, dar a eles toda a motivação para praticarem esportes, e não provocar uma desordem como ele provocou na cabeça do atleta Adriano, de apenas 17 anos. A sociedade itaunense espera, claro, uma atitude do prefeito Eugênio Pinto, afro-descendente como todos nós, que também deveria se sentir ofendido com as palavras infelizes de Lucinho. Todos nós temos nosso pé na Mãe África, não há como negar isto. O prefeito já deveria ter exonerado o secretário. Dar uma resposta à sociedade, mostrar que ele também não admite tal intolerância. Lucinho, exonerado, voltaria ao Legislativo e mesmo que o fato não tenha ocorrido no exercício de seu mandato, precisa ser cassado, ninguém o quer mais como seu representante. Eu não quero como meu representante uma pessoa que considera o negro uma raça inferior. Já chega de tanto preconceito contra a raça negra. Já sofreu séculos de escravidão, de humilhações até que o homem "branco" evoluiu e passou a não tolerar mais as ofensas a uma raça que ajudou muitas nações a se desenvolverem e crescerem. Chega de gente mesquinha, preconceituosa como o Lucinho. Esperamos que a Justiça corrija este desvio do secretário e o puna como merece.
 
Rede Globo
Por coincidência ou por necessidade de educar o povo brasileiro, duas novelas da Rede Globo estão mostrando o preconceito racial. A novela Sete Pecados traz uma bibliotecária racista, que levou um tiro e agora precisou de sangue, doado pelo alvo de seu preconceito. Já em Duas Caras, o personagem de Lázaro Ramos, sofreu durante um jantar preconceito por causa de sua raça e pela sua condição social, favelado. Mas a novela cometeu um deslize grave. Fala do preconceito de brancos para com negros, mas permitiu que a empregada, negra, chamasse o patrão de "branco azedo". Ora, a expressão é tão preconceituosa como chamar alguém de "negrinho", como fez o secretário de Esportes de Itaúna.
 
Farmacinha
Além dos materiais que estão em falta nos PSFs (gaze, seringa, faixinhas para exame de diabetes, etc, etc, etc...) há cerca de um mês, falta também medicamentos na farmacinha da prefeitura. O medicamento é de uso contínuo, caro, e quem não pode adquiri-lo pode até ir a óbito por sua falta: o captropil, medicamento para pacientes com hipertensão. Não está faltando só agora, mês passado já ocorreu a falta do mesmo medicamento. Ô Zé Oscar, vamos planejar estas compras de medicamentos e materiais para os PSFs? Quer ajuda, aí?
 
 
27/10/07

Continuam faltando materiais essenciais nos Postos de Saúde da Família. O jornal soube que nesta semana chegou um pouco de gaze que dá até na terça-feira que vem. Mas as tirinhas para exame de diabetes, álcool, crepon (aquelas tiras para curativos) continuam em falta e os agentes não sabem quando o estoque será normalizado. Um governo sério não permite que coisas como estas aconteçam em seu mandato. Um governo onde o prefeito, antes de eleito passou anos "enchendo o saco" do secretário de Saúde por tudo, não poderia permitir isso. Nunca. E um governo, mesmo que não dos mais sérios, quando vê denúncias na imprensa sobre problemas na sua administração corre e resolve, ou no mínimo se explica, através desta mesma imprensa, para a população.

Em Itaúna é diferente: o governo não se importa com nada. O prefeito, que vive falando besteiras, vive num mundo de ilusão, acha que manda em alguma coisa, não entende que, desde que se sentou naquela cadeira, é usado por pessoas do seu partido. O prefeito anda fazendo umas obras na cidade, tardias, é fato, mas acha que apenas isso vai resolver, fazer a gente se esquecer do que não presta em seu governo. Vai precisar de muito foguetório para isso.

O que corre à boca pequena, às vezes até escancarada, é que a verba tanto do hospital, vinda do SUS como pagamento pelos serviços, e a vinda do Fundo Nacional da Saúde estão sendo usadas para outro tipo de pagamento. Não é boato que desmereça atenção, é boato que precisa ser investigado. A secretaria de Finanças, se está usando estas verbas para outras finalidades, deve ter seu responsável, Shirley Regina, e o prefeito Eugênio punidos por isso. Em uma cidade onde se gasta quase 4 milhões de reais para a modernização da comunicação (que nem sabemos se modernizou mesmo e se tinha tanta necessidade assim), outros milhões com compra de carros para pessoal comissionado, não se pode tirar o direito da população de ter acesso a uma de suas necessidades mais básicas.

Querem saber o que eu penso de verdade, lá no fundo do meu coração? Cadeia para os maus políticos, para estes pobres de espírito que acham que mandato serve apenas para enriquecer seus bolsos. Cadeia para essa gente pobre de caráter, de moral, que usa do dinheiro público para ajudar empresas a se fortalecerem. Cadeia para esses maus políticos que usam do dinheiro do povo para bancar festas para aparecer, para que a cidade ache que ele é bonitão da bala chita. Cadeia neles!

Outro dia ouvi na TV alguém se referindo ao PT como "Partido Discutível". Quem falou a frase é um perfeito cavalheiro!

20/10/07
Investigação no lugar errado
Enquanto Prefeitura e secretaria de Saúde acusam a direção do Hospital de má administração, a saúde pública anda de mal a pior. Sempre chegam ao jornal muitas reclamações nesta área. Na semana passada o jornal recebeu denúncia de que faltavam tirinhas para os exames de diabetes. Nesta semana voltamos a procurar os PSFs para nos informar se a falta do material foi resolvida. Para nossa surpresa as tirinhas continuam em falta e não é apenas isso. Seringa de insulina, gaze e álcool faltam há algumas semanas nos postos de saúde da família. O secretário de Saúde, José Oscar, parece que se importa muito pouco com a sua pasta. Passa o tempo preocupado com o Hospital, arquitetando planos diabólicos para tomá-lo. Desta forma não tem mesmo tempo para trabalhar junto com a sua equipe com mais planejamento para que estas faltas não ocorram. Se se sabe que a entrega de material pode sofrer atrasos, que se faça o pedido com mais antecedência para os pacientes não ficarem sem o que lhes é de direito
 
Prefeito
Às vezes acho o Eugênio uma pessoa com conduta, no mínimo reprovável, outras vezes acho que ele é bobo mesmo. Li uma declaração dele de que não vai à CPI porque não é réu da CPI da Listen e não cuida de licitação. Será que ele acha mesmo que não é réu e que, se provado que a licitação foi manipulada para beneficiar a Listen, ele sairá ileso? Será que ele tem noção do cargo e das responsabilidades dele? 
 
Eta vida boa!
Uma outra denúncia que recebemos vem também da secretaria de Saúde. Segundo esta fonte o Dr. Elton Moreira pediu exoneração do cargo (era diretor do Departamento de Medicina da secretaria de Saúde) para fazer um curso em Belo Horizonte. Para substituí-lo foi contratado um casal de outra cidade. O médico, de nome Swaville, foi contratado com salário de médico de PSF, ou seja, R$ 6.600,00. A mulher dele pegou uma boquinha como diretora de departamento, mas não dirige nada, faz servicinhos burocráticos simples, mas recebe salário de uns R$ 3 mil. Agora o Dr. Swaville foi contratado para trabalhar num plano de saúde que está funcionando no Edifício Benfica e ele atende consultas lá no horário em que deveria estar trabalhando na secretaria de Saúde como Diretor de Medicina, embora receba como médico de PSF. E de vez em quando o carro da Saúde é que o leva ao consultório particular, com motorista e tudo... Precisaram de 2 (marido e mulher) recebendo quase 10 mil reais por mês para não fazer o que um só fazia antes, e por salário de uns 3 mil apenas.
 
 
13/10/07
Recebemos uma ligação de um homem que preferiu não se identificar, tecendo muitos elogios ao OBSERVATÓRIO DA CORTE. "Você fala ali coisas que a gente gostaria de falar mas não pode". Mas como eu disse a ele, a gente responde aos maus políticos com uma única linguagem: a das urnas. Não sei quem ele é, mas agradeço suas palavras de incentivo. Ele aproveitou ainda para informar que na quarta-feira, em nenhum dos PSFs tinha a fita necessária para o exame de diabetes. Confirmei isto na manhã de quinta-feira.
Poxa, José Oscar, mas nem as fitinhas? Como pode? Vou chamar para você aquele velho conselheiro de Saúde que não admite ver nada errado. Alguém viu o Eugênio por ai?
 
Me contaram que o prefeito Eugênio Pinto comprou recentemente uma casa. Dizem que ele já comprou outras, mas isso não sei. Mas voltando ao assunto, ele comprou uma casa, colocou em seu nome, mas nós cidadãos itaunenses, demos uma forcinha, né?Me contaram que primeiro emprestamos nosso motorista, pago com o dinheiro dos cofres públicos, para dirigir o carro particular do prefeito para buscar uma pessoa fora da cidade para assinar a escritura. Isto, numa sexta-feira, dia de trabalho do motorista na prefeitura. Me contaram ainda que o nosso procurador-adjunto, Frederico, cuidou de toda a papelada. E ele não cuidou desta papelada em horário comercial, quando deveria estar na prefeitura cuidando dos interesses da cidade e não dos interesses do cidadão Eugênio Pinto. Estava no Cartório em horário comercial, fazendo serviço particular para o cidadão Eugênio Pinto. O valor da casa? R$ 73 mil. Onze meses de salário do prefeito, economizado centavo por centavo, mês a mês.
 
O provedor do Hospital Manoel Gonçalves, Dr. Lincoln Moreira, esteve na Câmara nesta última terça-feira respondendo às acusações feitas pelo prefeito Eugênio Pinto e pelo secretário de Saúde, José Oscar Junior, de que o hospital é mal gerenciado e que a prefeitura está cumprindo sua parte, "pagando" em dia. Dr. Lincoln respondeu a todas as acusações, explicou, explicou, mas tem vereador na Câmara que não presta atenção em nada do que é dito e faz perguntas sem o menor sentido. O vereador Orlando Rodrigues comeu mosca numa destas. Segundos depois do provedor explicar sobre um assunto, Orlando fez sua pergunta, cuja resposta tinha sido dada instantes antes. O vereador foi vaiado pelas pessoas que estavam no plenário.
Esta letargia de nossos políticos é que prejudica todo o país, a começar pelos municípios. Orlando já tinha a sua questão trazida de casa, não prestou atenção a nada que disse Dr. Lincoln e perguntou o que não precisava. Nossos políticos, infelizmente dá pra contar nos dedos de uma só mão as exceções, tem como o último interesse na vida o povo. Primeiro eles querem garantir seu salário polpudo, depois se ligam a grupos com interesses próprios, alguns até enriquecem e o povo, ora o povo. Que povo?
 
O vereador Pedro Paulo quando assumiu seu mandato me prometeu pessoalmente que, apesar de entrar na Câmara em um grupo de apoio ao prefeito, jamais concordaria com qualquer coisa que não fosse completamente legal. Ora, o Pedro é inteligente, sabe o que fala. Mas na Câmara apresentou documento de repasse da Prefeitura para o hospital neste mês. Pedro, você sabe que a prefeitura não faz repasse algum, por favor! Este documento e você sabe muito bem disto, é do que deveria ter sido feito no mês passado e vem de pagamentos do SUS por serviços já prestados pelo Hospital e nunca da Prefeitura. De você Pedro, eu realmente espero mais. Não me faça arrepender de um dia ter confiado em você e na sua lisura política.
 
06/10/07
Hospital
Como diz o Emerenciano: é dureza! É dureza ler e ouvir tanta mentira que este povo da prefeitura e seus aliados contam na cara dura. É de arrepiar! E o fazem sabendo que estão mentindo, sabendo que estão enganando o povo. Não têm a mínima vergonha. "Fica vermelha, cara sem vergonha!". Nada. Mentem com a maior naturalidade. Mentem para o povo que os elegeu e que paga as suas contas. 
Imaginem aquela estória do Bovespa. Eles lêem tudo que está escrito no documento, menos uma palavrinha lá no final: INATIVO. Isto eles não enxergam e não contam para o povo. 
Outra coisa que me deixa enfezada é esta mania de falar que a prefeitura dá verbas ao hospital. Que verbas são estas? Porque pelo que sei, seguram o PAGAMENTO do SUS para pirraçar ou usar o dinheiro de forma indevida em outra coisa. Têm obrigação de repassar este pagamento assim que cai na conta! E os repasses que eles ficam dizendo que fazem é para pagar um serviço da prefeitura, o Plantão 24 Horas. Tomem coragem, José Oscar e Eugênio! Contem para a população que o Plantão é de responsabilidade de vocês. Tomem coragem e tirem o Plantão do Hospital e o administrem. Coragem, homens! Arriba! 
 
CPI da Listen 
Tem umas coisas que dão um prazer danado ao diabo e a CPI da Listen deve ser uma delas. Imaginem vocês que para a contratação de uma empresa para fazer a famosa pesquisa da prefeitura que até hoje ninguém entendeu o motivo (e não me perguntem) apareceram três propostas: a da Consiste, que cobraria R$ 1,180 milhão, a da Paradigma, R$ 1,2 milhão e da Listen, de R$ 1,145 milhão. Mas na hora apenas a Listen participou do processo. Eu acho que a Listen deveria ser mesmo a única empresa preparada para vencer a concorrência já que as outras não tinham nem um aparelho de fax! Do escritório da Listen é que foram passados os faxes para a prefeitura com as propostas das outras empresas! Ou a Listen é uma empresa muito generosa, muito boazinha com a concorrência ou pensa que a gente é besta. Legal, mais legal ainda é que o diretor de licitação da prefeitura de Itaúna que já prestou serviços para a prefeitura de Betim, Marco Antônio, nem percebeu de onde vinham os faxes. Acho que ele confia muito na Listen já que a empresa prestou serviço para a prefeitura de Betim no mesmo período que Marco Antônio trabalhava na Saúde lá. Não é mesmo uma coincidência danada? Quando eu crescer eu não quero ser igual a eles...
 
29/09/07
Então, danou-se! Se as “batidas” do Tribunal de Contas nas prefeituras não são tão aprofundadas como a gente pensava, o que fazer agora? Por isso é que é preciso, como fala na cartilha da corrupção nas prefeituras que estamos publicando, que vários prefeitos contratem gente de outras cidades. Estes contratados, já escolados de outras administrações corruptas e que na maioria das vezes saíram ilesas, sabem direitinho como fazer isso ou aquilo para não deixar rastros... E onde mais essa praga de corruptos deve se instalar senão em prefeituras onde os prefeitos não sabem nem a que vieram, passam todo o mandato vislumbrados com o poder, não enxergando mais nada do que a fonte de riqueza pessoal em que a prefeitura é transformada?
Recebemos, na própria redação e através de colunistas da GAZETA, elogios pela iniciativa da publicação da cartilha da corrupção. Mas queremos é que cada um que ler a cartilha a tome como um aprendizado. A gente sempre acaba precisando de todos os nossos conhecimentos um dia, quando menos se espera.
Mas tem umas coisas que me deixaram pensativas com relação a Itaúna. Lembram quando eu falei aqui no jornal sobre duas empresas inscritas no mesmo CNPJ? Aí eles explicaram que havia mudado para o segundo nome, o Governança Brasil. Mas hoje fui lá no Sintegra e continua o nome antigo. Por que será? Não estou entendendo nada. Espero que me expliquem de novo.
Outra coisa que achei bem interessante foi aquela do “notória especialização”. Reclamei tanto aqui de contratos sem licitação e a resposta que tinha era sempre a tal “da “notória especialização”. Segundo a cartilha da semana passada, “as prefeituras contratam advogados e outros profissionais com dispensa de licitação, baseados no argumento da ‘notória especialização’, a despeito da existência de profissionais internos na administração municipal”, como eu sempre falei. Tanto advogado e por quê contratar mais? “Além de nem sempre os advogados contratados deterem a notoriedade, não raro a contratação se faz a preços demasiadamente elevados em face da tarefa a ser cumprida. Parte do valor dos contratos normalmente retornam por vias transversas para o bolso do prefeito”.
Mas Ribeirão Bonito, a cidade onde é sede a ONG Amarribo - Amigos Associados de Ribeirão Bonito, não parou aí. O prefeito renunciou em 28 de abril de 2002, e foi preso em 6 de agosto em Rondônia. Após passar dez meses preso preventivamente, foi libertado e agora responde a diversos processos criminais e por improbidade administrativa. Em abril deste ano a Câmara Municipal de Ribeirão Bonito cassou o mandato do seu presidente, Ronaldo Carlos Gonçalves da Rocha. Ronaldo se envolveu no episódio do mensalinho de Ribeirão Bonito ao liderar três outros colegas em uma tentativa de obter uma mensalidade do prefeito da cidade em troca de apoio político. A negociação foi gravada e o assunto virou notícia nacional. O vereador aparece na fita solicitando “um milão” para cada um, por mês ao atual prefeito.
E é assim. Nem tudo está de fato perdido quando pessoas de nossa sociedade tomam a iniciativa de fazer alguma coisa. Não basta apenas falar escondido dentro de casa, nos escritórios, nas ruas, ler em jornais. É preciso se levantar e ser o primeiro da fila de combate à corrupção. Vamos lá?

22/09/07

Exposição
Nunca se viu, ou melhor se falou (porque eu não passei nem na rodovia) tão mal de uma exposição em Itaúna. Para começar, quem foi disse que nem era exposição, apenas uma empresa se deixou convencer para expor seus produtos. Até mesmo produtores rurais não deram muita bola para a ocasião. Mas, também, não é para menos. Reclamam que o pessoal da LM era mal educado, sem nenhuma condição de lidar com pessoas e se achava dono do parque. Tomara que no próximo ano venha uma pessoa que faça mais do que shows na expô.
 
Imprensa
A imprensa nunca foi tão esquecida como nestes dois últimos anos. Release todos os dias, de graça, mas na hora de pagar anúncio, quem disse? Pedem orçamento e depois querem pagar preço de banana. Credenciais? Duas, que só permitiam entrar no parque, acho que nem usar banheiro podia. Isto, depois de usar esta mesma imprensa para divulgar de graça a festa. Fora a falta de profissionalismo com a mesma imprensa. Euzinha como diz o Mário, não iria mesmo, nem se tivesse camarote forrado de veludo vermelho. Há dois anos fui e o Eugênio entrou no meu camarote, sem ser convidado, dois seguranças barrando a entrada e veio fotógrafo fazendo foto. Quem disse que eu queria aparecer em foto com ele? E então para evitar estas arbitrariedades e não ter que pedir a ele que saísse de perto, é que não vou mais em expô. Mas na minha casa, com meus amigos, estava ótimo!
 
Crianças
Outra coisa que não deu certo e todo mundo sabia que não daria mesmo foi a proibição para menores de 12 anos, ainda que acompanhados dos pais, assistirem aos shows pagos. Ora, dizem que nos camarotes tinha crianças sim. E que elas entravam até escondidas em porta-malas. Mas só filho de gente abastada, claro. Filho de pobre não podia nem assistir ao rodeio. Mas na festa baranga da Kely Key, podia (ela é dose, né? Será que ela cobra cachê?). Toda criança precisa de cuidados mas as crianças que mais precisam neste momento são aquelas que estão trabalhando ns ruas, vendendo balas em Itaúna. Já falei aqui de uma criança de apenas 6 anos trabalhando, lembram?
 
Seguranças
Alguns, alguns não, a maioria dos seguranças é mal encarada, mal educada e os que trabalharam na festa não fugiram à definição. Maltrataram todo mundo. E foram além, segundo me contaram. Trataram mal até o delegado Dr. Dirceu. Eu, prendia na hora, mas o delegado não quis abusar do poder que tem. Mas os seguranças abusaram de poder que não têm.
 
Lição
Que as falhas, e foram muitas, ajudem a melhorar a festa para o próximo ano. E o principal é lembrar que uma festa só é boa se quem paga para que ela aconteça, é respeitado.

15/09/07

É muito frustrante ver uma pessoa desistir de sua luta por causa da pressão sofrida. Outro dia fui comunicada por um aluno do CESU de sua desistência da escola. Servente de pedreiro, freqüentava a escola depois do serviço. Esforçado, inteligente acima da média, não se conformava com algumas coisas que percebia e vivenciava na escola, e várias foram as vezes que veio até à GAZETA pedir divulgação de sua luta por um ensino de mais qualidade, mais respeito pelos alunos. Tentamos ajudá-los, mas dos três que vinham até aqui, dois desistiram da luta e dos estudos, não por preguiça, mas porque perceberam que jamais seriam ouvidos. Vão esperar por um próximo governo para voltarem a freqüentar a escola. 
O prefeito Eugênio Pinto, que mal sabe ler e escrever, nunca se preocupou em mudar isso e não ouviu também as reclamações dos estudantes. O secretário de Educação, Carlos Márcio, um sujeito pretensioso, mal educado, nenhuma atenção e nenhum esforço teve para entender os estudantes. Do CESU veio uma carta com assinaturas de professores e acho que de alunos também. Será que essas assinaturas foram dadas sem nenhuma pressão, sem ser pelo medo de perseguições? A desistência desses alunos pode parecer uma vitória da direção da escola que agora não vai mais ter encheção de saco, mas na verdade foi uma grande derrota para o ensino, para a educação itaunense. Mas eles não querem educar, querem dar esmola. Não foi assim o orçamento de 2008 apresentado pela presidência da República? Será gasto muito mais com o Bolsa Família do que com a Educação. Mas lembrem-se de que o Lula é tão semi-alfabetizado quanto o prefeito.
 
Engana-se quem pensa e tenta enganar quem diz que a rejeição do nome do procurador do Município, Osmar de Andrade, como Cidadão Itaunense tenha sido um ato de politicagem. Nunca! Na verdade, pela primeira vez, os vereadores questionaram o que um cidadão teria feito para ser agraciado com o título e esta pode ser a abertura para mais títulos negados. Quem deveria ter pensado com mais cuidado na hora da indicação foi o vereador Pedro Paulo. E se este título passasse daqui a pouco nomes como o da Shirley e de outros estrangeiros que aqui na cidade estão apenas trabalhando na prefeitura e para isto recebendo um gordo salário, seriam também indicados. Como escrevi aqui neste editorial no dia 21 de julho, quando fiquei sabendo sobre esta indicação do Osmar: o que ele fez pela cidade ainda não descobri e do jeito que a coisa vai, daqui a pouco vai ter itaunense pedindo cidadania em outras cidades, é a mais pura verdade.
 
Propina para eleições do ano que vem
No Jornal Nacional desta segunda-feira veio a notícia de fraude nas licitações para a terceirização da merenda escolar na prefeitura de Sapucaia do Sul. Com uma câmera escondida foi registrado o oferecimento de uma propina de R$ 300 mil para ajuda financeira e apoio para as eleições do ano que vem. Uma ex-representante de um Conselho Municipal de Alimentação Escolar acusou as grandes empresas de manter um acordo para dividir os contratos. "De oito empresas que haviam retirado o convite, apenas uma se apresentou."
Outro funcionário disse também que a própria empresa preparava toda a documentação para o processo da licitação e uma das exigências para a participação era a apresentação de um alto capital de giro, o que impedia empresas menores de participarem. Isto me lembrou a licitação para a contratação da empresa WKVE Assessoria em Serviços de Informática e Telecomunicações Ltda, pela prefeitura de Itaúna, cujo contrato foi de mais de R$ 1.550.000,00. Uma das exigências que impediram a participação das empresas itaunenses foi que teriam de ter capital mínimo de R$ 75.000,00.

1/09/07

E o Ali Babá?
O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, denunciou os 40 ladrões do mensalão, mas e o chefe? Será verdadeiro o desconhecimento de Lula sobre os atos de corrupção de seus ex-ministros e ex-dirigentes do PT? Melhor investigar.

Minas
O procurador disse nesta semana que em breve denunciará o chamado “mensalão mineiro”, que pode envolver desvio de recursos com a participação de Valério para financiar a campanha do senador Eduardo Azeredo.
Mas se tem um mineiro que pessoalmente exultei em saber que está sendo processado é o ex-presidente da Assembléia Legislativa de Minas, ex-ministro dos Transportes e atual prefeito de Uberaba, Anderson Adauto, denunciado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. O procurador deveria mandar investigar mais o Anderson, principalmente na campanha eleitoral para o Governo do Estado, quando foi eleito Itamar Franco.

Bombeiros
Não dá para entender o prefeito Eugênio Pinto. Primeiro ele se dizia o único responsável por trazer o Corpo de Bombeiros para Itaúna. Onde ia fazer discurso (e isto é em todo lugar, até em salas da pré-escola - o que aliás, deveria ser proibido para não influenciar nossas crianças a crimes contra a língua portuguesa) falava que se não fosse ele, não teríamos ainda uma unidade de Bombeiros. Pois bem, agora que a Taxa de Incêndio chegou e está sendo questionada pela população, o prefeito culpa o deputado Neider Moreira pelos Bombeiros na cidade.

Cem mil?
O prefeito está gastando a bagatela de um milhão de reais para provar que o IBGE está errado e que somos cem mil habitantes. E para aumentar a nossa população resolveu empregar na prefeitura dezenas de pessoas de fora, mas ainda não foi o bastante. E o pior de tudo é que éramos, por estimativas do IBGE, mais de 82 mil habitantes e em 2007 passamos pouco mais dos 76 mil. A conclusão de tudo isto é uma só: o prefeito esvaziou outras cidades para aumentar a população itaunense, mas desde que assumiu o governo uma grande parte da população decidiu deixar a cidade. Eu mesma só não fui embora por lealdade ao povo itaunense. Portanto, até a finalização da pesquisa da Listen - empresa que faz a pesquisa para a prefeitura - podemos esperar a contratação de mais gente de fora. Mas, prefeito, para cem mil falta um bocado de gente.

25/08/07

Trabalho infantil
Tem uma coisa que está me incomodando há alguns dias. Outro dia, durante o encontro de motociclistas, estive no Casa Nobre, na praça da Matriz e fiquei surpreendida ao ser abordada por um menino de seis anos que me ofereceu umas balas de goma.
Ficamos conversando por mais de meia hora e ele me contou porque vendia as balinhas. A mãe trabalha com faxina nas casas, sem trabalho fixo e o pai vive de bicos. Conversamos sobre trabalho infantil, claro que na linguagem dele e ele confessou que detestava fazer o que estava fazendo naquele momento, mas que era preciso. Disse que sua irmãzinha de três anos também vendia as balinhas e foi buscá-la junto da mãe, que estava nas redondezas, para me apresentar. Na volta disse que contou pra mãe que falei que sobre o crime que ela cometia. Ela não queria deixá-lo voltar, mas o danadinho tem atitude e ainda trouxe a irmã. Ficamos conversando por mais alguns minutos e fiz a única coisa que não deveria fazer: comprei as balinhas de goma.Não sei se as crianças precisavam trabalhar por necessidade mesmo ou por velhacaria dos pais. Mas, de qualquer forma, é preciso que o Conselho Tutelar tenha mais recursos financeiros e de estrutura para acompanhar casos assim. É preciso saber se essas famílias estão passando mesmo por tamanha necessidade para colocar no trabalho uma criança de três anos e aí ajudá-las de alguma forma, seja doando alimentos, arranjando vagas em creches e trabalho para os pais. Se constatado que é malandragem dos pais tomar as medidas cabíveis ao caso. O que não dá é a gente continuar vendo estes quase bebês trabalhando.

Obrigado, prefeito
O prefeito vem aí montado em um trator, fazendo a festa para assinar uma ordem de serviço de obras na avenida Jove Soares. Que heróico! Quanta bondade dele construir alguma coisa! A gente precisa agradecer muito por ele estar fazendo tamanha gentileza com o nosso dinheiro. Não conheço o projeto, mas conheço a administração e imagino que ao longo da avenida vão ser instalados diversos terminais de computadores, com programas de última geração para que do início da avenida a gente possa ver como está o movimento no final dela. A cada 15 metros deve ter uma pessoa contratada para tomar conta do fluxo de veículos e tráfego de pessoas. Estes profissionais serão da mais alta estirpe de Ipatinga, Betim e outras cidades porque Itaúna, o prefeito já deixou bem claro isto, não tem gente capaz de muita coisa. Na dia da inauguração, a cidade de Santo Antônio do Monte vai faturar horrores com o foguetório.
Obrigado prefeito, a sua generosidade me comove!

18/08/07

Face a Face
Parece que a Face a Face, OSCIP de Mateus Leme que vem negociando a movimentação financeira da Prefeitura, tem ainda outras tarefas a cumprir em Itaúna: fazer compras para a secretaria de Saúde. Segundo informações, basta ligar para a Face a Face e informar o que se pretende comprar que ela compra. Depois é só enviar o dinheiro para a conta dela. Há casos em que o dinheiro é enviado até antes. E ela não precisa passar pelos trâmites normais de licitação, é apenas um procedimento simplificado. Legal, né?

CESU
O vice- diretor do CESU, José Roberson, encaminhou na semana passada à Gazeta um texto onde desmentia tudo que o jornal havia publicado dias antes sobre a falta de material de limpeza na escola e a suspensão das matrículas. Publicamos, como faremos sempre com qualquer pessoa que se sentir prejudicada ou entender que o jornal publicou uma inverdade. Mas também temos que publicar o desmentido do desmentido. Os alunos retrucaram e vamos ver no que isto vai dar. Pessoalmente torço apenas para que estes alunos que voltaram à escola depois de anos sem freqüentá-la por diversos motivos, que deixam o trabalho cansados e ainda encontram disposição para o estudo, sejam respeitados e tenham a melhor estrutura possível para seu aprendizado. E uma coisa que me incomodou na correspondência de José Roberson foi ele colocar entre aspas a palavra aluno cada vez que a escrevia. Das duas uma, ou ele acha que a matéria foi inventada, fingindo ter sido reclamação de aluno e nisto ele me ofende ou ele não considera como um aluno aquela pessoa que tem vontade de terminar seus estudos mesmo que não tenha tido a oportunidade de estudar em um curso normal. Aí, ele ofende a todos nós.

Balbina X Vanda
Já está ficando até chato esta briga entre a Balbina Tristão e a vereadora Vanda sobre a prestação de contas da Associação dos Evangélicos. Balbina quer a prestação de contas dos 25 mil reais doados pela prefeitura para a realização da "Marcha para Jesus".
Se Vanda não é a responsável pela prestação de contas, deveria pedir a quem é que o faça, até porque é muita grana e deve ter dado até para irem conhecer Jesus pessoalmente.

Moral com o prefeito
Eugênio sempre se disse muito católico, mas a vereadora Vanda anda de bicicleta no seu coração. Consegue tudo que quer. A última é o show com a cantora evangélica Fernanda Brum que vai abrir a expô Itaúna. Vanda pediu, o prefeito acatou. Será que Vanda está ajeitando uma moradia para o prefeito no céu, ao lado de Deus?

11/08/07

Cotas na Universidade

É melhor nós, "os brancos", corrermos ou ficaremos sem vagas nas universidades. Tudo está sendo cotizado. Depois da lei mais racista que vimos na minha vida, a de cotas para negros (dá a impressão de que eles não têm condições de disputar uma vaga com "os brancos"), no Rio de Janeiro, filhos de policiais civis e militares, bombeiros, inspetores de segurança e de administração penitenciária que tiverem morrido ou tenham ficado permanentemente inválidos em serviço, devem ter também sua cota. 

Incompetência

A prefeitura tem gente saindo pelo ladrão, mas mesmo assim, para qualquer coisa, contrata-se uma empresa para fazer o serviço que deveria ser feito por um servidor que já está na folha de pagamento. Na semana passada o jornal Folha do Povo trouxe a notícia da negociação junto aos bancos que a empresa Face a Face, de Mateus Leme, está fazendo em nome da prefeitura. Trata-se de uma conversa preliminar para, em seguida, fazer uma licitação e a prefeitura passará a fazer sua movimentação bancária em um único banco. Em suma, leiloar a conta da prefeitura. Sem entrar no mérito da questão, se concentra ou não suas atividades em um único banco, a pergunta é: não tinha ninguém, nenhum servidor concursado ou comissionado para fazer tal coisa? Por que a Face a Face vai fazer esta licitação? E mais, este povo todo que está lá, nas diversas secretarias, sabe fazer mesmo o quê?

Limpeza urbana

A prefeitura de Itaúna diz ter feito licitação para a contratação de nova empresa de limpeza urbana. Parece que 5 ou 6 empresas participam do processo mas, como sempre, houve recursos por parte delas e a coisa continua como antes. A Conspuri teve seu contrato renovado por mais seis meses, baseado naquele artigo de contratação sem licitação para casos onde não se pode deixar de prestar o serviço. Ora, mais uma vez, a falta de competência grita ou é coisa armada mesmo. A Conspuri assumiu em 23 de janeiro deste ano e na época o secretário de Administração, Adriano Machado, afirmou que o processo de licitação terminaria antes do contrato com a Conspuri terminar. Adriano não contava com as falhas no edital, e é isto que não entendemos. Por que não fazer a coisa certa, pelo menos uma vez? Ou a intenção era mesmo continuar com a Conspuri, apesar de falarem que foi feita nova tomada de preços, que recebe mensalmente a bagatela de R$ 358.445,95?

04/00/07

É incrível a tentativa do prefeito Eugênio Pinto de tentar tirar de seu caminho o deputado Neider Moreira. E a coisa vem com mais força desde a denúncia do deputado sobre a pesquisa que a prefeitura contratou sob o pretexto de conhecer os anseios da população. Mas para isso não precisa de o prefeito gastar mais um milhão (será que o prefeito se esqueceu que existem quantias menores que um milhão? É milhão pra cá, milhões pra lá... Haja milhão!), qualquer um sabe o que a população quer. A cidade quer obras, quer um bom sistema de saúde municipal, quer boa educação nas escolas municipais, quer respeito, quer ruas sem buracos, quer praças limpas e arborizadas, quer trabalho, quer dinheiro público sendo gasto com responsabilidade, quer lazer, quer políticos decentes. Isso é o que a comunidade quer. E o que a comunidade não quer, de jeito nenhum, é que o prefeito vá em reuniões falar mal de itaunense, como fez com o Dr. Augusto Machado na reunião dos prefeitos da AMVI, no dia 25 de julho. Ficar reclamando competência de quem é elogiado por prefeitos que não têm a mania que ele tem, de perseguição. E a competência de sua equipe, cadê? Para tudo eles precisam contratar quem o faça! Como não consegue fazer nada para se sobressair, fica tentando desmerecer o trabalho do Neider que conseguiu fazer com que o nome do Dr. Augusto fosse aceito para a direção da Regional de Saúde. E o pior é que fica nos envergonhando diante de outros prefeitos com essa sua forma mesquinha de fazer política. Derrubar o Neider para quê? E será que ele tem poder para isso? Deve achar que tem. Depois que se elegeu e se juntou a alguns, passou a se considerar divindade e acha que está acima de tudo e de todos! Mas eu estou contando os dias para ver esse tombo do Olimpo (Olimpo, prefeito, é onde moram alguns deuses, mas lá não tem casa para vender não, viu?)! 

Patrimônio Público
Ao invés de ficar andando para todos os lados falando mal de políticos que trabalham, o prefeito de nossa cidade deveria cuidar de nosso patrimônio público. Que descaso com o caminhão de som! O coitado ficou abandonado por sessenta dias, à espera de uma licitação (que nem deve ter iniciado) para a troca de peças. Não tiveram a decência de rebocar o caminhão e levar para o lugar correto à espera dessa licitação. Mas com sua camionete ele teve esses cuidados. Ela andou de oficina em oficina até ficar a gosto do prefeito. Toda reformadinha! Do caminhão a gente tomou conhecimento, mas e de outras coisas? Deve ter dezenas de equipamentos, máquinas e outras coisas de nosso patrimônio público encostados por tudo quanto é canto à espera de que alguém descubra e denuncie o descaso. A Administração Municipal só tem tempo para ficar bolando modernidades e gastar milhões com elas, indiferente se são necessárias ou não. Enquanto tudo isso acontece, o prefeito fica dando uma de bobo nas reuniões e nas entrevistas às rádios e TV. Deus me livre de ficar besta desse jeito!

28/07/07

O prefeito Eugênio Pinto, junto com o secretário de Saúde, José Oscar Junior, está mesmo disposto a fechar o hospital Manoel Gonçalves. Para isto já marcou até data: outubro deste ano. Toda esta briga só para tentar atingir o deputado Neider Moreira. Plantaram a denúncia no jornal oficial, correram para "investigá-la" e agora fazem de tudo para tentar culpar as empresas terceirizadas da falta de dinheiro da Casa de Saúde. Ora, até quarta-feira, dia 25, a secretaria de Saúde não tinha repassado o pagamento do plantão 24 horas, cerca de R$ 45.000, que, aliás, é outro serviço terceirizado. E o José Oscar fica aí bradando a quatro ventos, que os repasses para o hospital estão em dia! E o Plantão 24 horas, também não paga conta de luz e água para o hospital. Porquê o jornal oficial não falou sobre isto?
Que pobreza de espírito do Eugênio! Tentar falir nosso único hospital, ficar inventando mil coisas para a população que só tem a palavra dele e dos seus, como a única verdade. O hospital não compra espaços em rádios e não banca jornal para poder falar o que quiser, enganando a população. Se prefeito e secretário tivessem mesmo decência e vontade de ajudar melhorariam o atendimento dos PSFs, contratariam mais médicos para atender a população mais carente e não inventariam esta coisa de mutirão, só, com único intuito de dar emprego para médicos de fora. Será que não tem ninguém levando comissão em tais contratações? O Eugênio só sabe fazer uma coisa: esperar verba para a transposição da linha e mentir para a população.

Milhões
Outros milhões estão sendo gastos com informática, falando a grosso modo. Desta vez para a Educação, quase 3 milhões de reais. Aí a gente pergunta: não é estranho esta mania que a prefeitura arrumou agora de modernidade na comunicação e informática? Quase dez milhões só com isto! Tanto dinheiro investido e nada funciona. Dizem as boas línguas que até funcionava, mas só até o Tribunal de Contas aparecer....

Constrangimento
Nunca fiquei tão constrangida como na noite de quarta-feira, quando recebi aqui algumas pessoas de Pará de Minas. Pessoas que participaram recentemente de reuniões em Brasília me contaram que lá, na terra do Tio Lula, fala-se muito de Itaúna e que dão risadinhas maldosas sobre a nossa administração. Eu fiquei embaraçada com as afirmações e tive que me conformar que o que nos governa é uma verdadeira equipe de "profissionais". Tomara que nos sobre pelo menos dignidade quando este governo se for!

21/07/7

Este adiamento da CPI da Vega, apesar de acreditar na boa intenção do presidente da Câmara, Antônio de Miranda, pode prejudicar a cidade e não a liberação de verba federal. Estes contatos feitos com o presidente pelo deputado Ciro Pedrosa e empresários podem ter sido feitos a pedido da administração municipal. Neste meio tempo a última parcela dos serviços já deve estar quitada e se for comprovado irregularidades no processo de licitação, superfaturamento e o que mais tiver de ser, a empresa já terá embolsado o dinheiro da última parcela que nunca mais veremos nesta vida. Fonte tão segura como a do Ciro, que diz que a verba está prestes a sair, dá conta de que não sairá e, se sair, dificilmente será neste governo e olha que esta fonte é quente.

Eu tenho sentido a mão da prefeitura em muitos casos onde não deveria se meter. Casos como o pedido de resposta da Listen a jornais, resposta da Lopes e Oliveira, não me lembro mais o nome, mas é aquela firma de advogados que tentaram contratar, e outras coisas. Para não se queimar muito, o prefeito pode estar arranjando alguém que tome iniciativas para desmoralizar notícias dos jornais e fazer arranjos na Câmara.

 

Cidadão honorário

Sempre achei que os vereadores itaunenses deveriam apresentar projetos que ajudassem a melhorar nossa cidade. Sempre achei, não. Eles foram eleitos para tal. Mas está uma pobreza de bons projetos... Agora fico sabendo que deve entrar na Câmara um projeto para entregar o título de cidadão honorário a um certo alto escalão da prefeitura. O que ele fez pela cidade ainda não descobri e do jeito que a coisa vai, daqui a pouco vai ter itaunense pedindo cidadania em outras cidades. Muita gente de bem vai querer deixar de ser itaunense.

 

PD

A secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Débora Amaral, se mostrou indignada em carta de "desabafo" à imprensa. Achou uma atitude contra Itaúna e politicagem o fato dos vereadores de oposição barrarem o projeto do PD. A secretária tem que entender que os vereadores não entendem da coisa e agiram de forma correta. Pode ser que ouviram várias explicações, mas não entenderam. Fica fácil para quem domina o assunto, como ela, mas para um leigo, é muita responsabilidade. Outros vereadores também não entenderam patavina da coisa, mas baixar a cabeça é coisa comum ali. Se ela diz na sua carta que desde o princípio a ordem era votar contra, por outro lado, também desde o princípio, a ordem era votar a favor. O Ministério Público vai ter que agir, teremos que voltar a estaca zero. Não é porque o PD itaunense é internacional, depois da viagem a França, considerado o "melhor do mundo" que ele é bom para nós. Lembrem-se que lá fora, aos olhos do primeiro mundo, o Brasil é habitado apenas por índios ou por canibais. Então, para um país cheio de ocas, qualquer plano pode ser bom.

14/07/07

Diante dos fatos das últimas semanas sobre a instalação das duas CPIs acho que a cidade deve dar seu voto de confiança ao presidente da Câmara, Antônio de Miranda. Ele tem procurado a imprensa, tem ligado para as redações dos meios de comunicação, respondendo com clareza a todas as perguntas. Instaurou as duas CPIs, mesmo adiando a da Vega, quando deixou claro que não esperará mais do que os 90 dias pedidos pelo deputado Ciro Pedrosa e os empresários itaunenses e aprovados pelos vereadores de oposição.
Mas em ambas as CPIs, apesar da boa vontade do presidente, o trabalho de investigação deverá ser acompanhado de perto pela imprensa, até porque parte da imprensa itaunense é a responsável pela preocupação do presidente com a transparência porque vem cobrando da Mesa Diretora que não se omita diante de tantas suspeitas de irregularidades. É a hora de todos os vereadores mostrarem, sem nenhum acordo nas escuras, que trabalham pela cidade, que mereceram, nas urnas, cada voto que receberam.
Se Eugênio e sua equipe forem culpados das acusações que lhe foram feitas, o processo deve ir até o fim, e se for o caso, até à cassação.
Se a verba para a transposição da linha férrea vem ou não, não sabemos. Até o próprio Ciro, quando pediu o adiamento da CPI da Vega, não quis afirmar para o Toinzinho isto. E segundo o jornal Folha do Povo, Itaúna não foi contemplada com nenhuma verba dentro do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC, o que deve ter deixado a administração municipal preocupada. Dois anos e meio de governo e Eugênio não tem uma única obra de grande importância para mostrar. Só coisas menores que todo prefeito sempre fez. Com toda a certeza ele está contando com a liberação de alguma verba para poder sair de cena deixando pelo menos uma placa com seu nome.
 
Lei Marcinho
O prefeito Eugênio Pinto tem horários em algumas rádios itaunenses onde fala o que bem entende, ofende políticos, etc. Como o horário é pago, radialista algum questiona qualquer informação dada por ele. Ligam os microfones e deixam o prefeito falar. Alguém muito próximo a um radialista confirmou que é horário pago e que não se pode fazer perguntas que embaracem o prefeito, acordo feito entre eles. Ora, se ele quer falar, fale, mas procure falar verdades, ser mais educado. E que não se esqueça de que estes programas são na verdade publicidade e que, por isso, o prefeito deve respeitar a Lei Marcinho que obriga que toda publicidade tenha seu valor divulgado.
A prefeitura está cumprindo a Lei Marcinho apenas em publicidades impressas em jornais e nas de TV. O restante ninguém conhece o valor das inserções.
 

07/07/07

O vereador-presidente, Antônio de Miranda, tem se esforçado para mostrar que trabalha de forma independente e transparente. Mas será que a comunidade vai poder mesmo contar com a Câmara para descobrir a verdade de tudo ou a CPI vai acabar em pizza? É preciso lembrar que o prefeito tem a maioria na Câmara e pior, tem vereadores que até "babam" quando falam da administração municipal. Quando Neider foi à Câmara, foi claro na sua mensagem. Pediu aos vereadores que não fossem omissos.

 

Não podemos deixar de parabenizar ao prefeito por estar aprendendo. Depois que publicamos matéria falando sobre a necessidade de notória especialização para algumas contratações sem licitação, ele nunca mais deixou de citar o termo. Nestes dias o que ele mais falou foi "notória especialidade".

 

A assessoria de Comunicação acabou assumindo a culpa da notícia mentirosa do benefício do Estado atendendo à solicitação do prefeito. Que a assessoria erra, nós sabemos e erra muito, mas a gente sabe muito bem que ela não teve culpa desta vez. E se fosse verdade que a nota saiu sem o conhecimento do prefeito só prova que na prefeitura manda todo mundo, menos o povo e o prefeito.

 

O prefeito em um de seus ataques de ira pediu ao deputado Neider para colocar o cargo à disposição. Será que o prefeito pensa que o deputado tem cargo de confiança na Assembléia?

 

A Listen enviou pedido de direito de resposta à GAZETA. Não publicaremos porque em nenhum momento falamos bem ou mal da Listen. Todas as matérias da GAZETA se referiram à denúncia do deputado Neider Moreira sobre a licitação. A Listen está se dando muita importância. Seu nome só foi citado porque era a empresa em questão na licitação. Não tem que pedir direito de resposta a nada e nem a ninguém. E o que colocamos da Listen na primeira página, em nossa última edição, foi retirado do site da empresa.

 

E a auditoria da prefeitura nas contas do Hospital Manoel Gonçalves continua, mas como falamos antes, apenas nas verbas encaminhadas pelo poder municipal porque, fora isto, a prefeitura não tem acesso. Mas se a prefeitura vai questionar contratos onde se paga energia para as clínicas, não deve se esquecer que o Plantão 24 horas tem as mesmas regras, ou seja, os gastos com luz e água estão incluídos nos repasses feitos, pela prefeitura e pelas clínicas. Tudo nas planilhas de custo.

 

Quero agradecer ao carinho das muitas pessoas na semana passada que se preocuparam quando estive adoentada. Mas voltei à ativa. Vaso ruim, não quebra. Espero...

 

23/06/07

A denúncia feita pelo deputado Neider Moreira na Câmara, sobre a licitação com cartas marcadas foi grave, mas a mim não espantou em nada. Quase toda semana a GAZETA é obrigada a fazer uma denúncia. São tantas e de tanto tipo que, como disse o Emerenciano, para publicá-las novamente só em uma edição especial de umas 20 páginas.
É o governo do PT. Cansei de falar para vocês, muitos não me ouviram, votaram achando que ele ia melhorar a cidade, se preocupar com o povo, cuidar, principalmente, dos mais pobres. Viram alguma coisa neste sentido acontecer?
E ainda tem gente (deles) que enchem a boca para falar das obras do Orçamento Participativo. Quem participou não sei, mas obra não vi. No dia que fui à Câmara, tentei passar um batom, ali na rua Getúlio Vargas e não teve jeito. Buraco demais na rua. Se o motorista fugia de um, caía em outro. Outra coisa que adoram falar é da obra do banheiro na praça. Deveriam é se envergonhar disso. Obra? Aquilo é desmanche! Humilde, o prefeito? Já viram o carro dele? Não o oficial, o particular mesmo! E o da mulher dele, a esposa, viram? Dizem que lá no pátio da Universidade, onde ela trabalha, é o carro mais bonito estacionado. É uma farra só! Carro novo pra todo mundo! Secretário não precisa ter carro, a prefeitura dá, zero! Celular, às dúzias. Secretária dá entrevista pelo celular para a GAZETA, com certeza sentada a uma mesa com telefone fixo do lado. Claro, não são eles que pagam a conta! Brasília? É ali no quintal. Avião? Normal. Não são eles que pagam!
E a internet que está nos custando mais de um milhão e meio e a assessoria de Comunicação fica mandando release por e-mail particular porque o de lá não funciona? Depois ficam aí de boca cheia: obras! Cadê? Citaram até o Plantão 24 horas. Brincadeira, né? Acho que quando eu nasci já tinha Plantão 24 horas! Mas é tudo obra do mandato atual. Bombeiros, escola, até a duplicação da MG 050 está virando obra do mandato! É claro que a Universidade não demora a sair na lista das obras do Eugênio! Que coisa, hein? Um cara que chama juízes e desembargadores de companheiros, claro, com o aval do seu assessor, fundou uma Universidade como a nossa! Lindo! Palmas! Apac, Avacci, CDE, tudo obra dele. Teatro Sílvio de Matos, desobra dele. Eu estou cheia. Ah, nem...
E o pior é que eles falam e ele acredita nisto tudo. Teve coragem de ir à Band e falar que os documentos apresentados pelo Neider são forjados. Me poupe, prefeito. Um político como o Neider se sujeitar a isto? Por favor, menos. Tente se explicar, se é que é possível, mas explique tudo, de todas as denúncias. Não tente forçar a barra para voltar a ser visto como uma pessoa boa, um prefeito empreendedor porque não cola mais. Nos devolva a nossa cidade e se mude para a cidade de algum seu assessor.
Nos poupe do vexame.

16/06/07

Os responsáveis pelo escritório Rocha Oliveira Associados mandaram correspondência pedindo a publicação de suas explicações sobre a crítica feita pelo jornal pela sua contratação. Precisamos esclarecer duas coisas. A primeira delas é que não sabíamos da revogação da contratação porque os atos oficiais são publicados sempre muito atrasados. A data do jornal era de 20 de abril, mas só circulou na semana de 21 a 25 de maio. Um mês de atraso e a publicação da revogação ainda não aconteceu. Portanto, não foi nossa culpa não sabermos da revogação. Mas o que mais criticamos e continuamos a criticar é essa necessidade de contratar, contratar, contratar. Não é possível que, com tanta gente lá dentro, não exista quem consiga fazer este trabalho. E porquê não usar tal dinheiro para um curso de especialização? Sairia mais barato. Segundo um especialista na matéria, itaunense, o procurador Osmar foi sábio em desaconselhar a contratação permanente, pois tal contratação, dessa forma, configura sim substituição das funções da Procuradoria. Mas eu acho que foi revogado mesmo por falta de espaço dentro da prefeitura.

Ah, Lula, você está perdido!
Lambari, Lula, dourados, Pinto. Estamos num governo animal. Mas, confesso, tenho que dar razão ao Lula em uma coisa. Quando ele disse que o irmão dele é um ingênuo, acredito. Ingênuo, mas mau caráter. Esta ingenuidade de que o Lula falou é muito comum em políticos ou daqueles próximos deles, que não têm muita instrução e que quando se deparam com o poder ficam fascinados. Não querem parecer burros e, cercados de pessoas mais inteligentes, passam a admirar estas pessoas e tudo o que falam vira lei, têm razão. O Lula tinha o Zé Dirceu como um deus. Custou a se livrar dele e o fez por falta de alternativa mesmo. Ou ele tirava ou saia junto.
Agora parente é uma coisa mesmo. Primeiro, você não escolhe, caem do seu lado, não te dão opção. Alguns são até legais (amarrados), outros só faltam te atropelar. E de parente o Lula deve estar cansado. Pior que o Lula vai acabar no meio desta lamaceira toda.
Aqui em Itaúna, presenciei uma cena de um ingênuo também que achava que, por causa do parentesco com o prefeito, era agora um semideus. Detrás de umas prateleiras de supermercado vi a cena. Desprevenido com o aumento do preço do cigarro (como ficaram os usuários do transporte coletivo há pouco tempo) o parente tem que ficar devendo uma ninharia. Normal, se para isto ele não falasse: "sou ... do prefeito, depois pago o resto aí". Não era mais normal falar: sou fulano, moro ali, passo depois e pago a diferença? Mas não, ser parente do prefeito, do Lula, e de outros dá uma sensação de maior que os outros, mais bonito, mais inteligente. Um outro disse assim na minha presença, depois de ser perguntado onde conseguira a chave do portão da casa: "Conhece o Eugênio?" E daí, Deus, o que uma coisa tem com outra? Acho que vocês não estão entendendo nada. Nem eu. Até mais!

09/06/07

E o Renan?
Recebi um e-mail na semana passada com parte do discurso de Renan Calheiros, quando tentou pela primeira vez se defender das falcatruas de que é acusado. Jogando a culpa, claro, na imprensa. E pior de tudo, achou que todo mundo ficaria consternado com a sua missão de manter uma criança. Ora, ora, ora. Mas deixemos a política de lado para um comentário sórdido. Viram que linda é a mãe da filha dele? Porque alguns políticos se olham no espelho e enxergam refletida a imagem de um loiro, alto, bonito e sensual? Como gostam de ser enganados! Será que eles pensam que senão estivessem no poder, uma mulher daquela olharia para ele? Ai, ai, quanta ilusão! Amanhã o espelho se quebra e ele vê a sua própria imagem refletida. Aí, não tem mais jeito, todo mundo já riu, não tem como tomar de volta o carro dado de presente, a esposa dissolve o acordo e dá-lhe um pé na bunda. Porque se não é loiro, alto, bonito e sensual mais, de que serve?

E a OAB, cadê?
A todo momento no país, a OAB - Ordem dos Advogados do Brasil - participa das maiores discussões, dá sua opinião, concorda ou não concorda, defende ou acusa. Mas aqui em Itaúna, a OAB tem ficado muito quieta. Precisamos sentir que a Ordem está mais envolvida com a comunidade, principalmente no que se refere às denúncias que são feitas sempre, seja contra ou a favor da administração municipal e de muitos projetos que têm passado na Câmara Municipal.

O Lula e família
O Lula até que poderia usar aquela famosa frase de Júlio César, na Roma antiga, quando caiu em desgraça e foi assassinado, em pleno Senado, por 60 punhaladas e entre os seus assassinos, um familiar: o seu sobrinho e filho adotivo. Surpreso, César disse em latim: Tu quoque, Brute, fili mi? (Até tu, Brutus, meu filho?). O que impede que Lula use a famosa frase com seu irmão Genival, que é até o momento acusado de tráfico de influências, é para não ser repetitivo. Afinal, Lula já deve ter usado a frase cem mil vezes, com amigos, companheiros de partido, compadres e com o filho querido, quando se meteu em coisa parecida. Eita, família!

Aniversário
Hoje, dia 6, é aniversário da nossa GAZETINHA. São nove anos, mas os dois últimos, confesso, foram os melhores. A gente, eu e vocês leitores, nos aproximamos mais, ficamos mais íntimos. Mais tarde, prometo tomar uma cervejinha imaginando a carinha de cada leitor que sei que torce pelo nosso sucesso e que se a gente pudesse, estaria aqui, brindando o início do décimo ano. Obrigado, mais uma vez, por nos dar parte de seu precioso tempo.

02/06/07

O Rei nu
Hoje vou contar uma estória de Hans Christian Andersen, que gostava de contar estórias para grandes e pequenos. Algumas adaptações foram feitas.
“Havia um rei muito tolo que adorava o poder. Pois esse rei, devido as limitações de sua inteligência, não conseguiu cercar-se de pessoas de sua corte que queriam o bem do povo.
Alguns espertalhões quando ouviram a notícia de que um rei não muito inteligente havia subido ao trono viajaram em busca de um lugar na corte e convenceram o rei de sua nobreza e conseguiram se instalar às custas da vaidade da Majestade.
Pois os espertalhões passaram a elogiar o rei, a decidir por ele tudo. Vaidoso, passou a se achar poderoso, um garboso homem. Pensava que seu poder não tinha limites e que todas as lindas mulheres da corte suspiravam por ele, que todos os homens o invejavam. E por causa desta vaidade foi pego em um peça.
Um belo dia, apareceram na porta do palácio alguns homens, todos com títulos de doutores, especialistas em tecidos mágicos.
O rei já havia ouvido falar de tecidos de todos os tipos mas nunca ouvira falar de tecidos mágicos. Ficou curioso. Ordenou que os dois fossem trazidos à sua presença. Diante do rei fizeram uma profunda referência, tirando seus chapéus.
“Falem-me sobre o tecido mágico”, ordenou o rei.
Um dos espertalhões, o mais loquaz, se pôs a falar.
“Majestade, diferente de todos os tecidos comuns, o tecido que nós tecemos é mágico porque somente as pessoas inteligentes podem vê-lo. Vestindo um terno feito com esse tecido Vossa Majestade será cercado apenas por pessoas inteligentes, pois somente elas o verão...”
O rei ficou encantado e imediatamente contratou os dois espertalhões, oferecendo-lhes um amplo aposento onde poderiam tecer o tecido que só os inteligentes poderiam ver.
Passados alguns dias o rei mandou chamar o ministro da educação e ordenou-lhe que fosse examinar o tecido. O ministro dirigiu-se ao aposento onde os tecelões estavam trabalhando.
“Veja, excelência, a beleza do tecido”, disseram os espertalhões. O ministro da educação não viu coisa alguma e entrou em pânico. “Meu Deus, eu não vejo o tecido, logo sou burro...” Resolveu fazer de contas que era inteligente e começou a elogiar o tecido.
“Majestade”, relatou o ministro ao rei, “o tecido é incomparável, maravilhoso. De fato os tecelões são verdadeiras magos!”
Passados mais dois dias o rei convocou o ministro da guerra e ordenou-lhe que examinasse o tecido. Aconteceu a mesma coisa. Ele não viu coisa alguma. “Meu Deus”, ele disse, “não sou inteligente. O ministro da educação viu e eu não estou vendo...” Resolveu adotar a mesma tática do ministro da educação e fez de contas que estava vendo. O rei ficou muito feliz com a seu relatório. E assim aconteceu com todos os outros ministros. Até que o rei resolveu pessoalmente ver o tecido maravilhoso. Mas, como os ministros, ele não viu coisa alguma porque nada havia para ser visto. Aí ele pensou: “Os ministros da educação, da guerra, das finanças, das comunicações viram. São inteligentes. Mas eu não vejo nada! Sou burro. Não posso deixar que eles saibam da minha burrice porque pode ser que tal conhecimento venha a desestabilizar o meu governo...” O rei, então, elogiou o tecido que não havia.
O cerimonial do palácio determinou então que deveria haver uma grande festa para que todos vissem o rei em suas novas roupas. E todos ficaram sabendo que somente os inteligentes as veriam.
No Dia da Corte, o povo compareceu em peso, bandeiras por todos os lados, bandas de música tocaram os clarins e ouviu-se uma voz pelos alto-falantes: “Cidadãos! Dentro de poucos instantes a sua inteligência será colocada à prova. O rei vai desfilar usando a roupa que só os inteligentes podem ver.”
Fogos de artifícios pintaram o céu de todas as cores. Ruflaram os tambores. Abriram-se os portões do palácio e o rei marchou vestido com a sua roupa nova.
Foi aquele oh! de espanto. Todos ficaram maravilhados. Como era linda a roupa do rei! Todos eram inteligentes.
No alto de uma árvore estava encarapitado um menino a quem não haviam explicado as propriedades mágicas da roupa do rei. Ele olhou, não viu roupa nenhuma, viu o rei pelado suas nádegas murchas e vergonhas dependuradas. Ficou horrorizado e não se conteve. Deu um grito que todos ouviram: “O rei está pelado!”
Foi aquele espanto. Um silêncio profundo. E uma gargalhada mais ruidosa que a salva de artilharia. Todos gritavam enquanto riam: “O rei está nu, o rei está nu...”
O rei tratou de tapar as vergonhas com as mãos e voltou correndo para dentro do palácio.
Quanto aos espertalhões, já estavam longe e haviam transferido os milhões que haviam ganho para um paraíso fiscal...”

26/05/07

Homenagem ao Atlético
Não entendi direito a homenagem ao Atlético Mineiro proposta pelo vereador Rosse Andrade e acatada pelos demais legisladores. O Atlético vencer um campeonato não tem nada de mais, apenas cumpriu seu trabalho. Se for assim, quando o América subir para a segunda e depois para a primeira divisão, vamos ter que fazer uma festa de arromba. Que nada, Rosse. Não gaste nosso tempo, o seu tempo, criando este tipo de evento. Não o elegemos para tal. Procure se concentrar nas coisas que merecem sua atenção, que é fiscalizar o Executivo, com mais vigor, mais determinação. Homenagem a time de futebol é besteira.

Dia Municipal da Música Clássica
Aliás, alguns vereadores andam mesmo preocupados com coisas menores. Pessoalmente gosto de música clássica e ópera, mas um Dia Municipal de Música Clássica? Vereador Anselmo, parabéns pelo seu bom gosto, mas se ocupar como vereador para tal coisa? E assim, uns e outros vão perdendo um tempo precioso, afinal são apenas quatro anos, em projetos que em nada beneficiam a população.

Nomes de ruas
Outra coisa chata que vereador tem mania é o tal de garantir uns votinhos dando às ruas nomes de pessoas. Isto é muito sem graça. Muitos destes nomes na verdade nem representam tanto para a cidade. Politicagem pura e da pior qualidade. Querem nome para as ruas? Rua das Laranjeiras, Rua das Margaridas, Rua dos Cravos... Nome de rua quem deve dar é o dono do loteamento, mas neste país tudo é usado para fazer política.

Mais uma escândalo
A Operação Navalha, o último escândalo no país, mostra que existe muita coisa a ser fiscalizada. Licitações, contratos, emendas ao orçamento, etc. Muitas vezes não precisa-se de tal obra, tal consultoria. O que fazem é arrumar uma obra, uma consultoria para a empresa do amigo, conhecido, faturar algum. E enquanto isso, vereadores, deputados vão inventando projetos sem utilidade e deixando de trabalhar em defesa da moralidade, deixando que a corrupção se instale em todo o Brasil, bem debaixo de suas barbas. Mas eles não vêem isto, estão preocupados em angariar uns votinhos, em criar dias municipais das formas mais ridículas.

19/05/07

Estava lendo no jornal Brexó o que se presume que seja o motivo da entrevista dada pelo Mirinho à GAZETA. Na verdade não foi bem daquela forma como o Celinho, nosso colega de imprensa, escreve. Os fatos do Brexó não estão incorretos por má fé do Célio e sim por falta de dados, que deveriam ser explicados pelo próprio Mirinho.
A GAZETA não procurou o Mirinho depois de ver as declarações do prefeito Eugênio Pinto naquele jornal, até mesmo porque a gente não se pauta por matérias de outros jornais. Um petista nos ligou pedindo espaço para o Mirinho dar algumas declarações. O petista disse que Mirinho estava "pê da vida" com algumas coisas que saíram no Brexó, declarações do prefeito e ainda por causa de outra declaração, não nos lembramos de quem, sobre a possibilidade de Mirinho querer disputar a presidência do Sindicato dos Servidores Municipais. Na nossa opinião este espaço eles deveriam ter pedido ao Brexó, de onde saíram as declarações, mas eles não queriam por alguns motivos que não relataremos para não colocar mais lenha na fogueira.
E cedemos o espaço para o Mirinho, que se entusiasmou, falou o que tinha vontade de falar e publicamos.
Agora sobre esta coisa de processo, não darei minha opinião se o prefeito deve ou não processar a nós e ao Mirinho. Apenas acho que o Eugênio está ocupando demais a Justiça com coisas menores.

O denuncismo
A população de Itaúna vem vendo há tempos um monte de gente fazendo denúncias sobre a atual administração. Muitos destes que denunciam poderiam ter feito diferença quando tiveram a sua oportunidade, mas fizeram igual. Uns não fizeram absolutamente nada e outros, fizeram até pior. É preciso ter cuidado ao ouvir estas pessoas, na sua maioria políticos que nada mais querem que aparecer, usar a mídia para parecerem cuidadosos com a coisa pública. Mas o jogo é outro. As eleições de 2008 já batem à porta e o que eles querem é garantir uma vaga na Câmara ou até mesmo uns votinhos a mais em uma possível candidatura a prefeito.
A população vai ter que saber diferenciar, separar o joio do trigo. Que muita coisa vai mal na administração todo mundo sabe e não somos nós que estamos falando isto. O MP já entrou com alguns ações onde investiga possíveis irregularidades. Mas tem gente aí que faz denúncias com apenas o intuito de parecer muito honesto, muito correto e na hora de trabalhar para o povo, vai fazer igual. O importante é conhecer direito a vida dos políticos que já sabemos que disputarão vagas no próximo ano e procurar ver se estas denúncias não passam de hipocrisia. Passa-se por benemérito da cidade e na hora de se sentar na cadeira, esquece-se de tudo e de todos.

12/05/07

As duas últimas semanas foram pra lá de tumultuadas por causa da publicação da matéria sobre os investimentos da prefeitura em comunicação on line. Digamos assim para ferir menos aqueles que nos procuraram tentando explicar e nos convencer de que estávamos enganados.
Um jornal da cidade nos citou na semana passada dizendo que foi feita uma denúncia sobre o assunto. Este jornal, sempre pronto para defender qualquer ato da administração municipal, e em consequência, as suas próprias finanças, está como sempre pegando bonde errado.
Não houve denúncia, foi publicada uma notícia sobre o assunto. Não houve denúncia, apenas buscamos no jornal oficial a notícia e a repassamos para nossos leitores. Da próxima vez, cheguem mais cedo para pegar o bonde certo, na hora certa.Não estamos aqui para pautar jornal dos outros.
Mas de uma coisa fiquem certos. Nada vai mudar a nossa opinião. Pode ser um mega investimento na comunicação, internet ou sei lá como chamam, mas que é um absurdo de caro e no momento, continuamos repetindo, temos coisas mais urgentes para tratar.
E o pior de tudo isto é o tempo que ainda vai levar para que tudo isto fique pronto para ser usado. Neste meio tempo, o contrato com a Nwnet continua sendo pago. Desconfiamos que a empresa que está cuidando da mega comunicação também já vem recebendo mensalmente por um serviço que ainda não está finalizado. Desconfiamos, viu? Nada de entrar com mais processos contra a gente porque isto também já está enchendo a paciência.
Ou nos mudamos para a porta do Fórum ou o Fórum abre uma filial aqui.

PT Saudações
Um militante do PT vem sempre aqui na GAZETA para conversar e sempre deixou claro o descontentamento do partido em Itaúna (na maioria de seus filiados) sobre a atual administração. Eu sempre falei: tomem providências... Mas eles, nada. Agora a coisa virou e o prefeito fez o que os petistas deveriam ter feito há tempos. Alguns petistas foram comunicados que deverão comparecer em BH, na Executiva estadual para prestarem esclarecimentos, alguma coisa neste sentido. Agora, na minha opinião, eles correm o risco de tomarem um belo puxão de orelhas, se ficar só nisto. É a velha estória, não deixe para fazer depois o que pode ser feito agora.

05/05/07

Dia da liberdade de imprensa

Dia 3 foi o dia mundial da Liberdade de Imprensa. E a única coisa que a imprensa brasileira tem para comemorar neste dia é que tem mais liberdade que o Timor Leste. Ah, paizinho sem vergonha este nosso, né?
O Lula, não se pode falar nada dele que ele vai logo entrando com processos, o mesmo ocorre com o nosso (nosso é força de expressão, ele é prefeito de vocês que votaram nele a agora ficam aí pelos cantos, mortos de vergonha e arrependimento) prefeito, a mesma coisa. Saiu no jornal, ele não gostou, processo, interpelação judicial, e não quer nem saber. Opiniões não valem nada para o nosso prefeito, só a dele e dos seus.
Mas vamos deixar Eugênio de lado, que ele não está com esta bola toda para ficar sendo citado todo dia e voltemos à liberdade de imprensa.
Segundo o site "O Jornalista" o Brasil ficou em 90º lugar em Liberdade de Imprensa. A tabela foi divulgada pela Freedom House, e "o Brasil está no incômodo 90º lugar, na companhia de Timor Leste, El Salvador e Nicarágua, entre outros. Liberdade de Imprensa Parcial, assim foi classificada a situação do Brasil pelo relatório da Fredom House. Os Estados Unidos ficaram em 21º lugar. O Uruguai com a 74ª posição, a melhor da América Latina e, a Finlândia com o primeiro lugar".Vejam a lista de classificação dos países e saibam onde a imprensa pode cumprir seu papel sem ser processada, desclassificada e perseguida: 1 - Finlândia, 2 - Islândia, 3- Bélgica, 4 - Dinamarca, 5 - Noruega, 6 - Suécia, 7 - Luxemburgo, 8 - Suíça, 9 - Andorra, 10 - Holanda, 11 - Nova Zelândia, 12 - Liechenstein, 13 - Palau, 14 - Portugal, 15 - Jamaica, 21 - Estados Unidos, 24 - Canadá, 32 - Reino Unido, 42 - França, 48 - Espanha, 88 - Moçambique, 90 - Brasil - Liberdade de Imprensa Parcial, 91 - Timor Leste, 135 - Angola ,181 - China, 190 - Eritreia, 191 - Burma, 192 - Cuba, 193 - Líbia, 194 - Turmenistão, 195 - Coréia do Norte. Estamos nos mudando e vem aí a GAZETA DA FINLÂNDIA... Brincadeira. Vê se a gente teria coragem de sair desta cidade, abandonar todos os nossos leitores e aqueles que são a nossa melhor pauta... Nunquinha.
 
Mulher notável 2007
Na semana passada esqueci de contar a vocês, leitores, da minha alegria de ter sido uma das escolhidas para receber a homenagem como Mulher Notável de 2007. Nossa, foi muito bonita a festa de entrega das revistas e do troféu e deu um grande orgulho estar sendo homenageada junto com outras mulheres maravilhosas que esta cidade tem. Então tenho que agradecer a vocês, leitores, que me colocaram nesta 5ª edição do evento. Obrigado, viu?
 
28/04/07

Em campanha
O prefeito Eugênio Pinto decidiu retornar com o "Governo Itinerante" do governo Osmando Pereira da Silva. Só mudou o nome do projeto, agora é "Prefeitura em Movimento" mas a base é a mesma. Participação de secretarias e entidades. Deve ser a maneira que o prefeito encontrou para voltar a se aproximar do povo. Com a proximidade das eleições, quando ele deve se candidatar à reeleição, e sabendo que sua popularidade anda em baixa depois das notícias das Ações Civis Públicas e outras coisitas más, Eugênio vai voltar a ser humilde.Ele deve ter aprendido alguma coisa com a crise que viveu no governo e com as constantes cobranças dos vereadores de oposição. Para reverter isto, agora vai aparecer de bom moço, homem do povo, cheio de amor para dar. Vão sobrar beijinhos na criançada, abraço em pobre, etc. Mas o Eugênio não é mais aquele cara humilde de 2004 e nem tão do povo assim. Agora ele mora bem, dirige carro novo e caro, freqüenta rodas mais altas e acima de tudo, só fala com quem lhe interessa, até mesmo na imprensa. Eugênio nunca foi chegado a coletivas com a imprensa. Sempre falou com os dois jornais que lhe interessavam e pronto. Até para um destes jornais já deu entrevista por escrito, do tipo "manda as perguntas que mando depois as respostas". 

Rosse
O vereador Rosse Andrade soltou o número 1 de seu informativo nesta semana. Rosse colocou várias denúncias sobre a administração municipal, algumas que já estão, inclusive, sob investigação no Ministério Público. O vereador falou dos aluguéis de veículos e máquinas, do projeto da transposição da linha férrea, da coleta de lixo, etc. Botou para quebrar.
Falando em Rosse, ele foi interpelado pela prefeitura sobre matéria veiculada aqui na GAZETA quando falou que a controladora Shirley Regina é quem manda na prefeitura. Rosse respondeu confirmando que era mesmo desta forma que ele pensava, não desmentiu nada. Assumiu cada palavra transcrita no jornal com sendo sua opinião. Diferente do Mirinho que, recentemente, tentou desmentir algumas coisas que falou para o jornal. Rosse mostrou ter dignidade e firmeza de caráter, o que anda faltando em muitos homens públicos.

Processos
A prefeitura agora anda processando Deus e o mundo. Aqui mesmo temos mais dois novos processos. Mas com tanta gente na Procuradoria tem mesmo que dar serviço para justificar. Até o momento são 10 pessoas trabalhando lá. Até o momento, porque o Cristiano Carneiro pode ainda aumentar este número. É tanta gente que não tem espaço para todo mundo. O jeito é uma mesa redonda ou em xis. Haja advogado! Acho que contrataram um só para ler a GAZETA. Nossa!

20/04/07
Depois de vários dias, a prefeitura de Itaúna voltou a divulgar em seu site (itauna.mg.gov.br) os jornais oficiais do município.
Li algumas coisas lá, nas edições de número 499 a 502, que não entendi direito. E percebi que a tiragem destas edições está sendo mínima, apenas 320 exemplares. Pela lei que criou o Jornal do Município, basta mesmo esta tiragem, mas seria melhor, já que é um jornal de custo tão baixo, que se fizesse pelo menos 2 mil jornais por edição e distribuísse para todas as autoridades, imprensa e deixasse o restante em pontos da cidade para a população.
Na Edição 499 - 22 de março de 2007, uma Dispensa de Licitação curiosa. Foi contratada, pelo valor de R$ 347.820,00, a Emconbras - Empresa de Conservação para, no período de 60 dias, a execução do trabalho de tapa-buracos nas ruas da cidade. Muito dinheiro para não ser licitado. Mais uma vez apelaram para o artigo 24 (sobre emergências para a contratação), mas que a cidade estava esburacada sabia e via-se há muito tempo, tempo suficiente para uma licitação.
Outra estranheza foi a publicação, nesta mesma edição, da compra de vales transportes da Viação Morro Alto no valor de R$ 243 mil. Até aí tudo bem, mas a compra vem com data de 27 de julho de 2005 e ainda assinada pelo então secretário de Administração Mirinho.
Nesta e em outras edições não entendi mais coisas como por exemplo a contratação da Imporex Consultoria e Treinamento Sociedade Limitada. "Objeto: O presente Contrato tem por objeto a contratação de empresa de consultoria para elaboração de estudos técnicos a respeito dos atuais serviços prestados pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente, para a manutenção, conservação e limpeza de jardins e das praças públicas do Município de Itaúna, bem como a respeito de estrutura a ser montada visando dotar o Município de um serviço de qualidade para o melhoramento e aprimoramento destes serviços, conforme a Descrição do Serviço/Metodologia. Vigência: 60 dias, com inicio a partir de 12 de março de 2007". ??? Não tinha o valor.
Outra publicação muito atrasada foi a contratação da Associação Galpão, para apresentação do espetáculo “Um Moliere Imaginário”, no 1º Festival Nacional de Teatro de Itaúna. O valor, R$ 10.204,08. Data de 03 de novembro de 2005 e assinada ainda pelo Sérgio Elias.
A lei obriga que se publique, mas não estabelece a data, mas é no mínimo estranho que se publique tão tardiamente.
E continua a contratação daquele Laboratório de Análises Clínicas Ribeiro Machado, que aqui em Itaúna tem apenas posto de coleta dos materiais a serem analisados. O valor do contrato foi R$64.000,00, quando os laboratórios itaunenses vivem pedindo para que suas cotas de SUS sejam aumentadas. Com a contratação de empresa de fora, quando poderia aumentar a cota dos laboratórios itaunenses, o imposto gerado por estas exames fica, claro, para a cidade de Divinópolis.
 
14/04/07

Direito de resposta
A antiga administração da AVACCI, Mário, Luzia e Arnaldo, mal leram a GAZETA de sábado retrasado (sábado passado vários contratempos impediram a circulação do jornal) já fizeram uma notificação ao jornal nos acusando de sensacionalistas quando colocamos uma pequena lista de denúncias feitas ao MP. Na verdade tenho que admitir que não tínhamos em mãos a documentação da promotoria, mas fomos comunicados por dois colegas jornalistas que todas as denúncias haviam sido comprovadas. Erramos, confesso, mas agora com a documentação em mãos, vejo que não erramos tanto assim, mas direito de resposta é direito de resposta. E sensacionalista não fomos, sensacional é a coragem de tomar de quem tem menos, mas isto a justiça é que vai decidir se eles são culpados por todas estas acusações ou não.

Casas populares
Finalmente a população de baixa renda e que ainda não conseguiu ter sua casa própria pode ser beneficiada em Itaúna. Há muito falamos aqui sobre o programa Lares das Geraes do governo do Estado de Minas. Para que a cidade fosse contemplada com o programa bastava fazer o que o governo municipal pretende fazer agora: adquirir um terreno. Mas parece que era mesmo birra, porque para o Lares das Gerais o deputado Neider Moreira precisaria intervir junto a Aécio e isto o prefeito Eugênio não ia querer, claro. Uma bobagem. Se tivesse acontecido desta forma, Neider Moreira levaria os louros por intermediar as casas populares e Eugênio, por sua vez, levaria louros também por facilitar para que o programa acontecesse na cidade. E o melhor de tudo, o motivo de estarem Neider e Eugênio ocupando seus cargos, seria o benefício para a população de Itaúna. Mas política é assim mesmo. Quando um não quer, dois não realizam.

Pesquisa
Dizem que uma pesquisa sobre a aprovação do governo municipal foi realizada na cidade. Não sei, porque ninguém me pesquisou. Aliás, tirando o IBGE nunca fui entrevistada para nada e nem conheço quem o tenha sido. Mas deixando isto de lado, segundo a fonte, a pesquisa não foi muito favorável ao prefeito Eugênio. A aprovação de sua administração teria ficado abaixo de 35%. Isto deve ter sido uma grande decepção para o prefeito. Projetos como a aquisição de terreno para casas populares pode trazer alguns votinhos de volta, né? Mas poucos, porque a população anda se informando mais, questionando coisas, prestando atenção. E a oposição conta com excelentes cabos eleitorais, como Carlos Márcio e José Oscar. E não precisava de pesquisa oficial, basta conversar nas ruas para perceber que Eugênio não anda agradando muito.

 
31/03/07

Crise nos aeroportos
Achei graça do jeito macho do Lula nesta semana sobre a crise nos aeroportos brasileiros. Ele quer dia e hora para anunciar ao país que tudo está normalizado. Vai ter que esperar sentado porque esta crise não vai acabar da noite para o dia e nem de um ano para outro. Vão ser gastos ainda muitos milhões para que tudo seja modernizado e funcione direito. Até lá, o presidente vai ficar só dando piti. Modernizaram a cara dos aeroportos e se esqueceram da coisa em si. Muitos aviões e pouca pista. Muitos passageiros e poucos controladores, muita confusão e muito atraso ainda está por vir.

Mar verde
O Brasil vai virar um imenso canavial. As plantações da cana-de-açúcar, visando a produção de álcool como forma alternativa para o petróleo, vão se estender formando um mar verde, ou como já chamam: 'o novo ouro dos campos". Apesar do governo afirmar que vai garantir que o pequeno produtor também se beneficie da produção, os grandes produtores acabarão engolindo tudo na frenética briga por mais um hectare.
O país já foi um canavial e esta história nos envergonha até hoje. Muito sangue, muito negro morto por esgotamento de trabalho nas fazendas dos grandes barões. Mas esta vergonha não é só do passado. Se hoje não temos mais (oficialmente) a escravidão negra, temos escravos de todas as cores, raças e idades nos canaviais do país. Desde a madrugada homens, mulheres e crianças se matam para cortar toneladas de cana diariamente para receber, no final de uma semana, um salário humilhante que mal dá para seu sustento. Dormem em giraus, alimentam-se mal. Morrem na plantação.
Para que estes novos tempos não se transformem em mais um vergonhoso capítulo da história brasileira será preciso que antes de tudo o governo federal assegure que não haverá escravidão, exploração de trabalho de menores e principalmente mudar a forma de pagamento aos trabalhadores na colheita de cana. Isto de ganhar quase nada para produzir muito, é inadmissível. E se é para desenvolver o país, que todo o seu povo se desenvolva junto.
Um outro grande perigo está na possível falta de alimentos. Se todo o produtor cismar de plantar cana no lugar de alimentos estaremos dando um grande passo. Para trás.

24/03/07

O jornal oficial da prefeitura (não aqueles, o jornal do Município, o Cidade de Itaúna), sempre foi impresso em gráfica, sob licitação. Diga-se de passagem, a qualidade da impressão era impecável. Mas com tanta gente na assessoria de Comunicação, com tempo para tudo, resolveram inovar. No jornal municipal nº 497, que apesar de ter data de 08-03-07 só foi distribuído no dia 19 deste mês, consta, na última página "Impressão própria". Ora, ora, ora. Já basta as últimas páginas terem uma diagramação horrível, ainda vão fazer xerox do jornal? Que marmota é esta? Quem viu o jornal percebeu que o "impresso" na prefeitura é em papel branco e tem formato bem menor e nada mais é do que cópia do tipo xerox. Dá a impressão (ou certeza?) de amadorismo total. A tal "impressão própria" aleijou o conteúdo da Resolução 03/2007 da Câmara Municipal e o da Lei 4.176, de 1º/03/07, o que exige que ambas sejam publicadas novamente por completo. Já que a mudança não foi feita por questão de economia, cheira a picuinhas políticas.
O velho ditado é sábio: "Cada macaco no seu galho". Isto é, devem deixar a gráfica se dedicar ao que ela sabe fazer, ou seja, imprimir papéis, enquanto a equipe do Elgênio cuida de divulgar suas "genialidades".

Mudanças no secretariado
Parece que o Eugênio resolveu mudar de tática. Lula faz lá em Brasília e ele faz aqui em Itaúna. O prefeito há muito pretendia mudar alguns nomes, assim como Lula em seu segundo governo. Como Lula demorou a divulgar, o Eugênio também esperou, para se mostrar entrosado com o governo federal, e deve começar a trocar nomes no governo municipal nos próximos dias, se já não começou. Segundo fontes do jornal ele pretende se rodear agora de itaunenses e diminuir os cargos do PT. A troca seria por nomes da equipe de Osmando, com quem o prefeito tem hoje muita aproximação. Colocando meus neurônios para trabalhar acho que decifrei a charada do prefeito.Sem ser pretensiosa, mas já o sendo, a mudança só tem um objetivo, que é o de tirar da mídia as notícias ruins da prefeitura, claro, visando as eleições de 2008. Mas, pessoalmente, acho que isto não vai colar. Todos os grandes erros da administração já foram feitos. Mudar secretários agora não vai apagar estes erros. E depois, se bem conheço alguns nomes, eles serão capazes até de não aceitar, por medo de serem culpados depois pela burrada do secretário anterior. Mas tem uma coisa, eu aplaudo o Eugênio, se ele tirar estes secretários que dão notícia todo dia pela sua falta de tato com as pessoas, falta de educação e de competência mesmo, e aqueles que aproveitam do cargo para perseguir quem quer trabalhar.

Corpo de bombeiros
U
m motoqueiro que atende a uma farmácia da cidade e que por isto roda por toda a madrugada reclamou que o Corpo de Bombeiros de Itaúna o tratou como se fosse um malandro. Segundo ele, às 1h30 de domingo, quando voltava de uma entrega, deparou com dois animais de grande porte na rua, atrapalhando o trânsito. Para proteger motoristas desavisados, acionou o 197 e explicou a situação, mas foi ignorado e disseram para ele que este não era trabalho para os bombeiros. O motoqueiro ficou ofendido com a forma como foi tratado. Disse que sempre que cenas como estas acontecem, de animais nas ruas, na noite, a polícia militar de Itaúna, sempre atende com a maior boa vontade, mas o CB, não quis saber. Os donos destes animais, certos de que não há fiscalização noturna da secretaria de Saúde, deixam animais soltos, trazendo risco de vida para a população. O certo é recolher todos e somente mediante a uma boa multa, liberarem novamente os animais.

17/03/07
Notícia torta
A assessoria de imprensa da prefeitura anunciou, em meados de fevereiro, o seguinte: "Prefeito consegue liberação de R$ 25 milhões para transposição da linha férrea por indicação do deputado Alexandre Silveira". Quem leu, achou que o dinheiro já estava na conta da prefeitura e que as obras começariam no dia seguinte.
Ora, que pecado, que coragem de enganar o povo desta maneira! Avisamos, e quem coleciona a GAZETA pode verificar lá, que o prefeito havia conseguido uma promessa de liberação de R$ 25 milhões através de uma emenda, que podia ou não passar. Agora, se a assessoria tivesse redigido a matéria com transparência, a gente teria rezado, orado, acendido vela, ido a terreiro de umbanda, à gruta, em todas as igrejas e pedido a Deus para ajudar. Mas ninguém fez nenhum esforço porque, afinal, a prefeitura já anunciara a liberação do montante. Deu no que deu! Contaram com o ovo lá. A emenda não passou, a verba foi "desliberada" , deram um control Z na conta bancária, o dinheiro voltou para Brasília, onde vai permanecer para embalar os sonhos de outra cidade.
Falando em notícia torta, tentaram desmentir a GAZETA esta semana. Alguém falou algo, teve medo depois (já aconteceu antes, lembram?) e desmentiu. Mas não deu muito certo. Tudo confirmado. Notícia na GAZETA? Pode confiar. Do contrário, teremos a humildade de nos retratar e pedir desculpas.
 
Mais notícia torta
Torta mesmo, para não dizer pizza, acabou a notícia sobre o CESU. A prefeitura disse que tudo acabou bem mas, na verdade, os alunos foram enganados e enrolados; e aqueles alunos que brigavam por melhorias no supletivo tiveram de entregar os pontos diante de tanta distorção das coisas.
Falando em CESU, por que o prefeito conserva o Carlos Márcio na secretaria de Educação? Quem convive com o secretário afirma que ele é mal educado, presunçoso, etc. E ele está sempre colocando a cidade irada. Eugênio, por quê?
 
Torta 3
Outra notícia torta foi a do estacionamento rotativo. A comunicação oficial era que fora feito acordo e estava tudo certo. Aí vem a diretora do SSVP e desmente tudo. Acordo, que nada. Sempre imposição, sempre.
 
Torta 4
Esta é muito legal. Anunciaram lá no governo que a parceria entre o Cruzeiro e o Ponte de Itaúna tinha o dedo deles. Ai, que coisa, hein? Quer ver outra? Ou ler outra? Alguém se lembra da brabeza que ficou o pessoal da Chevel quando a prefeitura falava das casas como se fossem coisa sua? E os moradores, então? Estes queriam bater no prefeito. Muito hilário!
 
Mas o pior mesmo é encherem a boca para falar em obras! 54! Nossa, que quantidade e que obras! Só que nunca falaram que gastam mais na compra de carro bacana para secretário, aluguel de outros tantos para Gabinete, secretarias e em maquinários. Alguns equipamentos alugados, dizem, as boas e más línguas, sãos os mesmos que foram vendidos em leilão da prefeitura. Agora ela os aluga a peso de ouro? Hum... esta doeu.
 
10/03/07
Alguém me ligou na tarde de quinta-feira e perguntou como eu estava. A resposta foi que me sentia triste. E acredito que muitas pessoas sentem a mesma tristeza. O que tem para nos alegrar?
As suspeitas contra a direção da AVACCI causa tristeza. Pensar que centenas de famílias podem ter sido prejudicadas pela falta de compaixão dos diretores da associação. Aliás, gosto muito desta palavra: compaixão. Boa de se pronunciar e maravilhosa para sentir. Acho que falta isto nas pessoas: compaixão.
Não estou suportando mais ler e ver noticiários. Muita violência, muita covardia. Muita gente inocente morrendo, passando fome, desabrigada e o governo gasta R$ 50 mil para levar o Fernandinho Beira Mar para depor. As balas perdidas encontram alvos inocentes e ninguém faz nada, só reuniões, reuniões, reuniões.
Não estou tendo prazer nem mais em fazer a GAZETA. Eu não queria noticiar tanta coisa ruim na nossa cidade. Queria falar de obras que vão beneficiar milhares de pessoas, melhorar a vida da gente. Queria falar de uma educação modelo, onde as crianças sentem prazer em aprender; professoras, prazer em ensinar. Queria falar de uma saúde exemplar, comandada por gente voltada para o social, para ajudar a todos. Não queria falar do desprezo que alguns secretários demonstram pelas pessoas de sua terra. Queria que todo mundo fosse considerado respeitável, bom, sério.
Queria falar que o governo municipal tem responsabilidade com o nosso dinheiro, que planeja como gastá-lo apenas em benefício da comunidade. Um senhor esteve na Câmara e se disse triste com alguns jornais na cidade. Puxa vida! Será que ele não vive aqui? São as notícias do que acontecem que circulam. Sem maquiagem. Triste fico eu de ver a prefeitura gastar uma fortuna com aluguel de veículos. Muitos destes secretários que andam por ai no carro destes nunca teriam tal acesso se não estivessem no cargo. Nem o prefeito, que a vida toda andou de moto 125, agora anda de Siena ou em dois. Que isto? Cadê a responsabilidade com a coisa pública? É muito dinheiro gasto com aluguel de carro, imóveis, viagens de avião e muita coisa que não sabemos.
Mas hoje é o Dia Internacional da Mulher, por isto eu queira falar de coisa boa, mas também não tenho o que dizer. Continuamos apanhando do marido, do namorado. As leis, estas ainda protegem os homens. Somos as prostitutas, as sem razão. Vejam só. Pertencemos às minorias. Mas somos a maioria na contagem. Como então?
Ah, me desculpem, mas hoje não dá dando. Estou triste, chateada, infeliz, decepcionada. Sei que entendem por sabem que uso este espaço para conversar com os leitores. Dizem que é antiAté semana que vem, quem sabe com boas notícias?
 
03/03/07

Decepção e tristeza
Quando tivemos conhecimento das declarações do médico Bráulio Alves de Souza ao Ministério Público sobre desvio de dinheiro e até de alimentos na AVACCI, ficamos chocados. Não é possível que a cidade tenha que passar por tanta coisa ao mesmo tempo, como temos visto ultimamente. Quando a AVACCI foi criada, com o intento de apoiar os portadores de câncer, toda a cidade foi envolvida. Cada projeto da associação teve apoio da comunidade e da imprensa. E, como imprensa, a gente sente uma frustração enorme, porque sempre ajudamos a divulgar estes projetos para fazer a comunidade participar com as suas doações.
Uma outra denúncia do médico de que o secretário de Saúde estava por dentro das possíveis irregularidades do casal que administra a AVACCI é de estarrecer. Se José Oscar conhecia as denúncias, não era hora de ter cautela ao indicar Mário Celso para a presidência do Conselho Municipal de Saúde? Qual secretário indicaria para a presidência de um conselho tão importante alguém que está sendo investigado?
Acreditamos no trabalho do Ministério Público em Itaúna e sabemos que as denúncias serão investigadas com muita responsabilidade. E, se comprovadas, podem acabar com o sonho do Hospital do Câncer em Itaúna. Tememos que sejam comprovadas porque há muito temos notícia da dedicação do dr. Bráulio à AVACCI, o quanto ele ajuda aos pacientes dentro do Hospital Mário Pena, em BH e não acreditamos que ele exporia a associação se não soubesse do que falava. Mas parece que ultimamente passou a incomodar com suas perguntas, dúvidas sobre a administração da AVACCI e acabou demitido.
Pedimos cautela também aos itaunenses. Sabemos que uma "bomba" destas diminui a crença de qualquer um. Mas o itaunense precisa continuar o trabalho de combate ao câncer. Precisamos rever o projeto e quem sabe construir este sonho no próprio hospital Manoel Gonçalves? Não podemos desistir só porque um ou dois resolveram trair a nossa confiança.

Carro e computadores
A importância que o Conselho de Saúde tem para a comunidade é enorme. Só com a sua fiscalização constante é possível melhorar o atendimento da saúde, principalmente para os mais necessitados da saúde pública. Mussum, às vezes, tem sua presença solicitada em locais onde está acontecendo um mal atendimento, mas não pode atender porque não tem carro particular e nem do conselho. Outra deficiência é a falta de informatização. Sem computadores decentes o trabalho é muito prejudicado. Mas a mesma deficiência não é encontrada na secretária de Saúde. Lá, além do carro do município, tem o carro que é usado pelo secretário José Oscar. Este carro, que também pertence à cidade, um Fiat Siena cinza metálico, ELX FLEX, ano de fabricação 2006, modelo 2007, foi comprado e entregue ao secretário no ano passado para trabalhar. O valor do carro teria sido perto dos R$ 37.000,00.
O secretário de Saúde e outros secretários não precisam nem usar o próprio carro para ir ao trabalho, mesmo a cidade sendo pequena, o que faz com que não se tenha muitos gastos nestes trajetos. E sabemos que a maioria dos secretários que "ganharam" um zero da prefeitura tem carro próprio. Mas o Conselho de Saúde e o Conselho Tutelar, que precisam demais de um veículo, não o possui.
O Eugênio, que já fez parte do Conselho de Saúde (era uma pedra no sapato do Irineu Macedo) se esqueceu das dificuldades que viveu naquele tempo com a falta de estrutura. Não era para agora, ele que tanta falou em consertar a saúde em Itaúna, proporcionar melhores condições de trabalho aos conselheiros?

24/02/07

Carnaval
Itaúna, mais uma vez ficou sem seu desfile de carnaval, o que é uma grande perda para a cultura da cidade. A festa vem capengando desde muito tempo, por falta de verbas públicas e por falta de envolvimento daqueles que fazem o carnaval na cidade. E onde estão estas pessoas? Criar a UESBI foi benéfico ou maléfico para a festa do Momo em Itaúna? Afinal, a UESBI funciona como?
Em outras ocasiões falamos aqui e voltamos a repetir que as escolas devem procurar promover eventos, fazer rifas, barraquinhas, o que for, durante o ano para arrecadar fundos e presentear a cidade com a alegria e descontração do carnaval. Outra ajuda, sem ser a do governo municipal, seria a do CDL. Os comerciantes itaunenses têm que investir na festa. Pode ser que nos primeiros anos não tenhamos tantos turistas como antigamente, mas se os comerciantes e empresários quiseram, um bom carnaval pode voltar a fazer parte do calendário e do turismo da cidade. Um carnaval mexe com a hotelaria, bares e restaurantes, lojas, imobiliárias. Por que todos estes segmentos não se juntam, se reúnem, estudam o que dá para ser feito e depois não convidam as escolas e blocos caricatos para uma segunda reunião e juntos retomam a festa? Por que sempre esperar pelo poder público?
Outra coisa que foi muito ruim nos últimos carnavais foi aquela mudança do desfile para o final da Jove Soares. Fizeram uma cerca e cobraram para as famílias assistirem ao desfile. O local ficou esquisito, meio escondido. Se quem mora no começo da Jove Soares está sendo incomodado com o barulho da festa, que a prefeitura procure um lugar mais adequado, mas não se pode fazer uma omelete sem quebrar alguns ovos. À prefeitura cabe montar a infra-estrutura para a festa, arquibancadas, barraquinhas, banheiros químicos, etc. Mas não se pode passar mais um ano sem o desfile das escolas e blocos da cidade. Vai-se perdendo a tradição aos poucos. Perguntem para algumas crianças se elas já ouviram falar em Zulus, Ponte, Perdição, Estação (só para citar os mais recentes). Infelizmente elas vão fazer cara de quem não está entendendo nada, por que já temos uma geração de itaunenses que não conhece o carnaval da cidade e se a gente não fizer nada, não vai conhecer nunca.

Banda Esplendor e Glória
Já a Banda Esplendor e Glória, fazendo chuva ou sol, vai para a avenida há quase 20 anos. Parabéns para seus diretores e para o Tadeu Nolasco que é o general da Banda. Outros que merecem o nosso cumprimento são os presidentes e foliões dos blocos dos bairros. Pelo menos por causa destes e da Esplendor e Glória a gente ainda sabe que são dias de carnaval.

17/02/07
Transposição da linha férrea
É muito chato ser sempre do contra, e até espero não ser linchada pelos vizinhos, mas isto de transposição de linha férrea já está indo longe demais. Este projeto acontece em várias cidades brasileiras que a Centro Atlântica corta com seus trilhos e o prefeito Eugênio Pinto anunciou, através de sua assessoria de Comunicação, a liberação de recursos na ordem de R$ 25 mi para o projeto em Itaúna.
Mas a quem interessa realmente a mudança dos trilhos? A todos os que vivem ao longo da ferrovia, claro, mas principalmente, à Vale do Rio Doce que quer baratear seus custos de transportes. Então que a Vale pague pelo serviço, não? Até porque R$ 25 mi não dão nem para tirar os dormentes. A preocupação maior e gostaria que entendessem meu ponto de vista, é que somos nós, todos nós, que estaremos pagando a transposição que irá beneficiar uma companhia do porte da Vale do Rio Doce. Os recursos públicos já são tão poucos, não é pois justo que se permita gastar na iniciativa privada.
Por exemplo, o bloqueio de recursos do Orçamento Geral da União para a área de saúde será de R$ 3,5 bilhões, segundo o ministro da Saúde, Agenor Álvares, em 2007. Já estamos sem recursos na saúde e ainda se tira esta verba toda. Em contrapartida não se vê nenhuma notícia sobre a Vale em reais. Tudo é em dólar. Em 2006, a mineradora investiu US$ 3,241 bilhões para o crescimento de suas atividades já existentes - US$ 2,765 bilhões foram para projetos, US$ 476 milhões em pesquisa e desenvolvimento -, US$ 1,259 bilhão na sustentação dos negócios existentes e US$ 21,5 bilhões em aquisições. São números que rodam na cabeça da gente.
Então, faça sim a transposição, ficarei até aliviada por não ter mais que ouvir esta buzina estridente nas madrugadas. Mas que o faça quem é o dono dela. Eu, você, não temos que pagar por isso, temos? Precisamos de vacinas, de pesquisas na área da saúde, na agricultura, moradia, educação, etc, etc, etc.
O que o governo pretende gastar com cada cidade onde anuncia a transposição é dinheiro demais, retirado das áreas mais importantes para o povo brasileiro.
Mas apesar da assessoria de Comunicação divulgar release dizendo que “Eugênio Pinto consegue liberação de R$ 25 milhões”, muita água ainda vai passar por baixo da ponte. Na verdade foi feita ainda uma emenda no orçamento que ainda precisa ser aprovado.
 
10/02/07

Os cuidados do departamento de Compras da prefeitura
Recebi um pedido de orçamento de uma assinatura da GAZETA para o Gabinete do prefeito. Enviei o orçamento e dados da empresa para a prefeitura. Na quinta-feira, Hugo Bassi, que era o contato dentro da prefeitura, liga para avisar que ao tentar tirar uma certidão negativa do jornal tinha dado atraso no FGTS devido pela empresa. Aí meus queridos leitores, perdi a elegância. Não deu. Tanto cuidado com esta empresa que ia emitir uma nota no valor de R$ 55,00! Que admirável! Quanto cuidado com a coisa pública! A alegação é que houve mudanças, etc, etc. Tive que perguntar por que não tinham o mesmo cuidado quando contratavam empresas que eram cadastradas no mesmo CNPJ, como a Governança Brasil (que foi contratada por mais de R$ 680 mil para fazer um trabalho na Saúde e antes, por mais de R$ 200 mil) e a Cetil. Aliás, já recebi a promessa desta explicação por duas vezes do assessor de Comunicação, Carlos Ney. Por que não tiveram tal preocupação quando chegaram cinco comprovantes de pagamento de taxa de edital, de empresas concorrentes, passadas pelo mesmo telefone, como denunciado esta semana pelos vereadores de oposição? Pelo menos por causa do contrato com a GAZETA a prefeitura não ganharia mais uma ação civil pública. Pedi para que fosse esquecido a assinatura com a GAZETA. Se quiserem ler o jornal que o comprem na banca de revistas.

Tarefa complicada...
E o Eugênio continua na sua difícil tarefa de tentar arrumar alguma coisa para deixar o deputado Neider Moreira mal com a população itaunense. E para isto tem tentado colocar a culpa da enchente na Jove Soares no deputado. Chegou a dizer, pelo menos foi isto que sua assessoria encaminhou aos jornais, que a construção da ponte da Jove Soares está sendo feita por orientação do Neider. Já que o deputado nunca foi envolvido em nenhum escândalo na sua carreira política, ao contrário do prefeito, tenta-se diminuir a admiração que o povo da cidade lhe tem. Mas na verdade quem mexeu no projeto foi a atual administração e se a enchente tivesse sido provocada pela obra, a culpa com certeza teria sido do digníssimo prefeito. Eugênio, fico intrigada com uma coisa: você acredita em tudo que fala?

03/02/07

Balancetes da Prefeitura
Parece que a Administração Municipal pensa que somos bobos, que não vamos ler suas publicações. Ou então é incompetência mesmo. No jornal oficial de número 486, que tem data de 18-01-07, a Prefeitura publicou 8 balancetes relativos aos meses de fevereiro/06 a setembro/06. Além de mal formatados, numa olhada rápida é possível encontrar três coisas muito curiosas: a primeira é que apresentam déficit orçamentário de R$ 21.808.525,88 e, ao mesmo tempo, superávit orçamentário de R$ 429.589,48. Ora, num mesmo período, ou se tem déficit ou se tem superávit, nunca os dois.
A segunda curiosidade é que embora os 8 balancetes se refiram a meses distintos, eles são exatamente iguais. Será que pensaram que não iríamos ler? E a terceira é que consta (-) Fundo Municipal de Saúde, separadamente, dentro do Saldo Patrimonial. Será que o Fundo de Saúde se desligou da Prefeitura? E os outros Fundos? Onde estão? E as assessorias e consultorias que foram contratadas não estão vendo isso?

Banheiro público
Como já era previsto, o banheiro público que o governo municipal queria construir no coreto da praça da Matriz virou dormitório. Mendigos já tomaram conta do local e o usavam para dormir e fazer suas necessidades. Não podia ser diferente; nesta administração as coisas correm como querem, ninguém cuida do patrimônio da cidade, ninguém se importa com a quantidade de mendigos que vive hoje em Itaúna, ninguém limpa o rio, ninguém cuida das ruas, ninguém faz nada. E o prefeito disse que vai inaugurar 50 obras neste semestre. Imagino a grandiosidade de tais obras! Pelas críticas que temos ouvido de que as placas que anunciam as obras custaram mais que as próprias obras, sei não. Tomara que o foguetório não custe também mais que as obras.

Soberba
O deputado Neider falou muito em soberba na sua entrevista com os meios de comunicação da cidade, se referindo ao prefeito. Lendo sobre as cerimônias religiosas antes da posse dos deputados para o mandato que se iniciou no dia 1º de fevereiro, topei com a seguinte frase de um pastor: "a soberba precede a queda".

27/01/07
O prefeito Eugênio Pinto tem declarado a alguns jornais e à TV Cidade que a veiculação da matéria do jornal O Tempo e as notícias dos jornais da cidade foram os causadores da repentina ida de seu pai, Afonso Pinto, para o CTI. Para os jornais, que ele chama de oposição, não tocou neste assunto durante a entrevista da semana passada. 
A intenção do prefeito só pode ser colocar a população contra estes jornais que nada mais têm feito do que exercer o jornalismo fiel aos fatos. Alguns meios de comunicação podem não se dar ao trabalho de verificar a veracidade de tais informações, mas a GAZETA prefere informar com mais clareza. Este tipo de assunto nem é para ser divulgado, virar notícia de jornal porque quando alguém de uma família fica doente a gente só tem que lamentar e pedir a Deus que sua recuperação seja rápida. Mas não é possível permitir que isto seja usado para desviar a atenção do que realmente ocorre na Administração.
A GAZETA teve acesso ao prontuário de atendimento do pai do prefeito. A princípio, ele foi atendido na emergência pelo médico Austeni e foi internado no CTI. Depois do CTI, Afonso Pinto foi transferido para um quarto do hospital. Segundo o boletim médico o pai do prefeito teve um AVC Isquêmico.
Um AVC Isquêmico não tem nada de fundo emocional. O AVC Isquémico é provocado pelo bloqueio de um vaso sanguíneo ou de uma artéria, o que impede a corrente sanguínea de atingir partes do cérebro. Ter um AVC significa que ocorreu uma interrupção da circulação arterial e este acidente tem várias causas, entre elas, a hipertensão arterial, o diabetes, o tabagismo, sedentarismo, etc.
Com a idade e pelos fatores citados acima podem ser formados pequenos coágulos nas artérias. O sangue empurra este coágulo para diversas partes do corpo, mas se este destino for o cérebro acontece o AVC, ou seja o derrame.
O relatório médico mostrava ainda que Afonso Pinto sofreu o mesmo quadro há cerca de 6 anos. Um dos médicos que atendeu a GAZETA disse que a reincidência do AVC Isquêmico está mais ligado à falta de cuidados, "seja dos filhos ou do próprio paciente que não leva a sério a sua história de predisposição para um novo acidente".
Portanto, não existem culpados para que aconteceu com pai do prefeito. Não foi o jornal O Tempo, não foi a distribuição da matéria, não foram os jornais. Assim, não fica bem o prefeito usar do problema de saúde do pai para tentar sensibilizar a população em causa própria, fazer parecer que as notícias sobre as graves falhas de sua Administração tenham provocado um derrame no pai.
 
20/01/07
Entrevista complicada
Engraçado como tudo neste governo municipal é mais complicado. Para uma simples entrevista levou-se quatro dias e muitos telefonemas, e-mails e até convite por escrito. Isto faz todos perderem tempo e ainda onera os cofres públicos.
Na entrevista, Eugênio Pinto negou que ignorava a GAZETA, mas é preciso lembrar que a direção deste jornal nem era cumprimentada pelo prefeito em eventos, encontros, etc.
Reclamou de algumas matérias, disse que pegamos muito no pé dele. Perguntamos como sabe disto, já que não lê nosso semanário. Carlos Ney explicou que ele lê e passa para o prefeito.
 
Ações por improbidade administrativa
O que ainda não entendemos é porque esta cisma em declarar que não existem ações contra a atual administração. Levamos até cópias de duas delas, a do lixo e da agência Lume, mas ele diz que são só pedidos de informação da promotora. Já a promotoria diz que são ações, então há processo. E diz mais, já tem ação em fase de defesa, ou seja, o governo já precisa provar que não cometeu improbidade. E, se condenado em apenas uma destas ações, pode sim perder seus direitos políticos, ser cassado e ter de devolver o dinheiro que for considerado mal usado.
Ou o Eugênio vive no mundo da fantasia e quer continuar lá ou acredita em tudo que um assessor com diploma de advogado diz.
Fizemos o que seus assessores deveriam fazer, pedimos cuidado, recordamos o Chico Ferramenta, ex-prefeito petista de Ipatinga, condenado em 31 de outubro a pagar R$ 21,9 milhões, mais multa de R$ 4 milhões, por irregularidades na aplicação de verbas.
 
Governador
O prefeito nos desafiou a denunciar o governador de Minas, Aécio Neves, que apareceu em fotos em uma revista da Emater. O desafio foi porque denunciamos suas fotos no jornal da prefeitura, o Itaúna Viva. Mas não é bem assim, ver fotos de um agente público e sair denunciando. Precisa saber quem pagou pela publicação. No caso do Itaúna Viva, temos certeza de que quem pagou foi a prefeitura.
 
Revista Cidade de Itaúna
O prefeito deve se lembrar que há anos atrás o Osmando foi denunciado pelo PT por causa da Revista Cidade de Itaúna que trazia fotos e obras do então prefeito. Osmando foi inocentado no processo porque a prefeitura não desembolsara um só centavo para a publicação da revista. Era uma revista de empresa privada e o é até hoje. Toda a receita daquela edição vinha de empresas também privadas.
 
São Paulo
Eugênio se apega a coisas tolas. Dizer que há dez anos a prefeitura de São Paulo não faz licitação do lixo para justificar o caso de Itaúna é bobagem.
É preciso lembrar que nos últimos anos São Paulo foi administrada por Celso Pitta, em um mandato marcado por suspeitas de corrupção, considerado pelos meios de comunicação um dos piores prefeitos que a cidade de São Paulo já teve. Depois foi eleita Marta Suplicy. Os erros de Marta como prefeita falaram mais alto que seus acertos, resultando em uma queda de popularidade enorme.
Em 2004 Serra foi eleito, mas ficou no cargo apenas 15 meses, se elegendo governador. Durante estes meses, a prefeitura de São Paulo direcionou quase quatro vezes mais dinheiro para acerto de dívidas das gestões anteriores do que em investimentos. Somente no ano de 2012, a prefeitura de São Paulo terminará de pagar tudo que deve aos seus maiores credores. É neste tipo de administração que o Eugênio quer se espelhar?
 
 
13/01/07
Notícia nos grandes jornais
O prefeito Eugênio Pinto conseguiu o feito, pela segunda vez, de ser notícia em um jornal de circulação estadual. O jornal O Tempo, de quarta-feira, publicou matéria sobre as ações do Ministério Público que pedem a cassação do mandato de Eugênio, com direito a foto e tudo! É, o trabalho realizado pela administração municipal tem ultrapassado as fronteiras de nossa cidade!
 
Folha de São Paulo
O prefeito itaunense já foi citado até na Folha de São Paulo, por um de seus mais importantes colunistas. Se o prefeito leu, não sabemos, mas se leu, com certeza não deve ter gostado nem um pouco.
 
Banca de revistas
O jornal O Tempo foi esgotado na banca na quarta-feira. Quem não conseguiu comprar, tirou uma cópia. Um dos freqüentadores da banca, de posse do jornal, comentou que o prefeito vive falando que os jornais itaunenses o perseguem e perguntou: será que agora o Eugênio vai dizer que O Tempo também o persegue?
 
Jornais itaunenses
O prefeito declarou há pouco tempo que não lê os jornais itaunenses. Não lê os que noticiam a verdade, porque aqueles que ignoram a maioria das notícias de sua má administração ele lê e dá até entrevistas. E o jornal O Tempo? Será que ele leu? Será que os secretários que lêem a GAZETA ON LINE, escondidos em suas salas, leram o O Tempo? Se não leram o jornal de circulação estadual podem acessar a GAZETA ON LINE porque a matéria está toda lá, publicada no dia 4 de novembro.
 
Vanda
A vereadora Vanda disse recentemente que tinha a força de "um Estado de Minas" se referindo a outro jornal de circulação estadual. A vereadora queria dizer na época que não daria importância para o que os jornais itaunenses falavam dela quando de sua traição ao grupo de oposição da Câmara porque, para ela, um jornal como o Estado de Minas tinha mais credibilidade e lhe daria a força necessária. É, Vanda, cuidado para não ser notícia no Estado de Minas, como o prefeito está sendo no O Tempo!
Falando em Vanda,
parece que a proposta feita pelo prefeito para que a vereadora votasse com seu grupo foi a promessa de que ela será vice em sua chapa quando disputará a reeleição. Que Deus nos guarde e tenha piedade de seus filhos!
 
06/01/07

Tarifas de ônibus
Em Itaúna o aumento no valor das passagens de ônibus foi de 14, 81%. Feito assim, "na moita". Quem anda de coletivo na cidade que se dane. Empresa e prefeito decidiram e pronto. Mas eu estava passeando pela net e me deparei com os aumentos em Contagem e Belo Horizonte. A gente sabe que nestas duas cidades tudo fica do outro lado do mundo, muito longe.
Mas em Contagem, o reajuste foi de 8,11% na tarifa do transporte público do município. Já a prefeitura de Belo Horizonte anunciou, vejam bem, anunciou (nada na calada da noite) no dia 18/12/06, que o preço das passagens de ônibus teria um reajuste médio de 8%.
Só para lembrar:
Contagem: 8,11%.
Belo Horizonte: 8%
Itaúna: 14,81%. Ixi... Mas a gente tá podendo!

Celulares
Em 27 de maio do ano passado denunciamos que a prefeitura de Itaúna havia contratado a TIM para a prestação de serviços de telefonia móvel, sem licitação. Até indagamos se a TIM era a única prestadora do serviço na cidade, o que, claro, não nos responderam. Agora ficamos sabendo que, além dos inúmeros aparelhos e linhas distribuídos aos servidores municipais, um porteiro da prefeitura também recebeu um. Aí me pergunto: um celular entregue por uma administração pública é para que aquele servidor seja encontrado em uma hora de emergência pelo prefeito ou secretários ou ainda porque o servidor precisa de fazer muitos contatos telefônicos a serviço. Então, porque um porteiro tem um celular pago por nós? Para abrir a prefeitura fora da hora de atendimento quando o prefeito quiser entrar e perdeu as chaves ou ainda por achar que abrir e fechar portas não faz parte do cargo? Aí chama o porteiro a qualquer hora do dia ou da noite? Pode ser também que da portaria o porteiro vá comunicando cada pessoa que entre no prédio da prefeitura ao prefeito. Pior é que nunca saberemos o motivo da distinção, apenas pagaremos a conta...