2004- 2005- 2006- 2007- 2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - 2013 - 2014 - 2016 - 2017

20/12/08
Agradecimentos
A vida da gente é feita de acontecimentos bons e ruins e outros muito ruins. E foi um destes bem ruins, que eu costumo chamar de tristeza triste, que teve lugar nas nossas vidas nesta semana que termina. Só não foi pior porque descobrimos, eu, minha irmã Zourena, meu filho Pedro e minha sobrinha Marina o quanto é importante ter amigos. E nós descobrimos que os nossos amigos são mais que especiais.
Quanto do falecimento de nossa mãe na quarta-feira fomos rodeados de muito carinho e atenção por todos eles. O conforto que veio desta amizade serviu para amenizar a nossa dor da perda. Não esqueceremos jamais de nossa querida mamãe e nem dos nossos grandes amigos.
Queremos agradecer as manifestações de conforto que recebemos de todos, agradecer a dedicação e o carinho da doutora Madelaine, do doutor Geraldo Agustavo, do doutor Francisco e do farmacêutico Jairo para com toda nossa família, em especial para com a nossa mãe. Cada um de vocês, cada amigo, deu a sua contribuição para que a nossa dor fosse suportável. Agradecer ainda aos profissionais do Hospital Manoel Gonçalves e do Hospital Luxemburgo.
Que Deus abençoe a todos.
 
06/12/08
Caçando o prefeito
É triste e desanimador ver como o nosso povo é mal informado, tem tão pouca escolaridade e até aqueles que têm um segundo grau (ensino médio) completo não souberam aproveitar o tempo escolar. É aquilo que eu disse na semana passada. O ensino no país, principalmente o público, não vale muita coisa. Desculpem-me professores, não os culpo por isso, mas sim governos que sempre preferiram o analfabetismo de sua gente.Pois bem, na quarta-feira, alguém me contou que o prefeito tinha sumido da cidade e que estava sendo caçado. Paciente que sou expliquei que ele corria o risco de ser cassado e o que significa tal coisa. Mas percebem? A gente tenta levar informação para a população de forma bem simples, principalmente eu, que não sou, confesso, uma doutora das letras, mas é desanimador. Fiquei pensando que é com este tipo de eleitor que o mau político conta. Por isso que basta um sorriso, um passar de mão da cabeça do filho, para que o voto esteja seguro. É triste. 
 
Cassando o prefeito
Confesso que a notícia de um processo de cassação do próximo mandato de Eugênio Pinto me deixou desanimada. O que incomoda é o motivo pelo qual se pede a cassação. É claro que crime eleitoral é coisa séria, desrespeito à Câmara idem. Mas, a gente tem tantas denúncias de má administração do dinheiro público que chega a ser humilhante vê-lo cassado por isso. Acho que os vereadores têm muitos outros motivos para um pedido de cassação, caso tivessem trabalhado com mais profundidade outras várias denúncias. Mas preferiram criar CPIs que não levaram a nada, até por falta de conhecimento de onde buscar provas e depois entregar ao Ministério Público, passando a bola. Na minha opinião esta cassação pode não dar em nada mas vamos aguardar os fatos.
 
Doações
Ando preocupada com as doações que estão sendo feitas pelo Brasil inteiro em prol das vítimas de Santa Catarina. Justo é, claro, mas será apenas Santa Catarina que precisa destas doações? Minas também tem sofrido com as chuvas e então é preciso dividir estas doações, sem se esquecer do Espírito Santo e São Paulo. Em Montes Claros, 1,5 mil residências correm o risco de desabar ou serem soterradas. As estruturas das casas e dos terrenos ficaram comprometidas depois da chuva dos últimos dias, milhares de desabrigados. Então, como estou vendo muitas campanhas, até mesmo em Itaúna para Santa Catarina, acho prudente rever o destino das doações.
 
29/11/08
Cotas
Os governos, todos eles, nos últimos anos, decidiram remendar e o que é pior, com remendos já podres. E, pior ainda, sabem que a coisa não vai dar certo e o rasgão vai ficar cada vez maior e comprometer o tecido bom. Assim foi com as cotas para os negros na universidade. Disseram que era para compensar o tempo que ficaram à margem da sociedade. Para mim, chamaram os negros de burros, incapazes de competir de igual para igual com os brancos. Agora trazem mais uma novidade: cotas para quem estudou na rede pública. E, segundo eles, é para compensar o ensino deficiente da rede pública em comparação com as escolas particulares. Sem ser visionária, está claro para quem quiser perceber, que estes profissionais que sairão das universidades daqui a alguns anos e que utilizaram este sistema de cotas serão profissionais meia colher. Então o governo terá que arrumar um sistema de cotas de trabalho. Cotas de trabalho onde não se exige competência, porque o governo não deve achar que só porque conseguiram entrar na universidade, pela porta de trás, conseguirão sair profissionais competentes e que o simples fato de cursarem uma universidade vai apagar os anos de ensino público da pior qualidade. A nova geração, esta que hoje completa hoje 16, 17, 18 anos foi marcada por incompetência de todos os lados. Nas escolas, para evitar que o alto índice de repetência fosse notícia, criou-se um sistema onde não havia reprovações. O aluno passava de ano de qualquer jeito. O resultado disto é que hoje não conseguem entrar em uma universidade. Na formação de caráter, coisa que a maioria dos pais deixa por conta das ruas, os jovens foram prejudicados com a invenção do Estatuto do Menor, que o governo só fez cumprir um dos lados: o de permitir que os jovens não pagassem pelos seus crimes. Esqueceu de cumprir o restante do projeto que era de propiciar programas de verdade para evitar que a segunda parte do Estatuto, a de passar a mão na cabeça, não precisasse ser usada e não virasse um modo de impunidade com a permissão da lei.
Porque não criar cursos de preparação para o vestibular, com excelentes professores e infra-estrutura para recuperar o ensino daqueles que almejam uma profissão através de uma universidade? Enquanto se recupera os atuais vestibulandos, inicia-se uma escola pública séria, com professores dispostos e aptos a ensinar, escolas de verdade, sem telhado caindo na cabeça de alunos. Assim, daqui a dez anos não se precisará mais do sistema de cotas para ninguém e o país terá bons estudantes para competir de igual para igual com os da escola privada.
Porque não rever o estatuto da criança e do adolescente para que ele apenas garanta os direitos dos nossos jovens e não a impunidade? É preciso trabalhar para que os professores possam dar suas aulas sem o temor de um tiro ou um soco de um aluno indisciplinado.
Mas no fundo, não há o que reclamar da violência nas escolas e do péssimo ensino, dos bandidos menores que matam por nada, do aumento do consumo de drogas, da falta de estrutura familiar, da ausência do Estado. Fomos nós que escolhemos assim.
 
Olho Vivo
Sempre que a jornalista Nina Vasconcelos, responsável pela comunicação da prefeitura, envia release sobre assunto de segurança, ela vem com a ladainha: o prefeito fez isto, fez aquilo... Não a acuso, afinal ela trabalha para o prefeito e, se não defendê-lo, quem o fará? Mas tem uma coisa que já está me irritando: é a ladainha de que o prefeito instalou aqui as câmeras do projeto "Olho Vivo", e claro, que elas funcionam. Queria aqui, de público, pedir à Nina que enviasse para a imprensa um release sobre este projeto desde a sua instalação. Que nos contasse como vai o projeto, quantos marginais já foram presos com a ajuda das câmeras para identificá-los, enfim um relatório. E ainda que nos convidasse, nós da imprensa, para visitar o quartel general deste projeto que ela jura que está em funcionamento.
 
Plantão 24 Horas
Para mim prefeito e secretário de saúde estão ruins da cabeça. Eles tentaram, e tentam incansavelmente, acabar com o Plantão e com o Hospital. No dia que a direção do Hospital se cansou da hipocrisia deles e entregou o serviço, ficaram desesperados e foram até a justiça pedir para que o Plantão continuasse no hospital. Uai, mas não era o que eles queriam? Não são eles os mais competentes para gerir o serviço? O que aconteceu? Amarelaram? Fizeram pipi nas calças quando viram que a coisa era séria? Que Deus nos dê paciência!
 
16/11/08
Drogas
Não faz muito tempo que a palavra droga era falada bem baixinho porque o nome já causava arrepios. E lembrem que nesse tempo nem tinha disputa de pontos de tráfico, acerto de contas com assassinatos, matança etc. Naquela época o que a gente temia era a "turma do beco", jovens que ficavam de papo em um local da praça da Matriz, jovens de classe média, que todos chamavam de "maconheiros". A gente era feliz e não sabia. Isso não é uma apologia às drogas. É uma tentativa de entender a escalada deste gráfico.
Naquele tempo também não tinha Estatuto da Criança e do Adolescente, nem Conselho Tutelar. Se meu pai queria me dar uns tabefes, dava e quem ia falar para ele como me educar? Aos defensores de plantão do Estatuto, sou sim, contra ele. Não no seu todo, acho bom que se proteja e garanta direitos às crianças e adolescentes, mas sou radicalmente contra passar a mão na cabeça quando estes cometem crimes.
Acredito que esta proteção que o Estatuto dá aos menores criminosos, na lei chamados de infratores, tenha ajudado a piorar e muito a criminalidade neste país. E o Estado também deixou de fazer a sua parte. Se tem uma lei que garante que os "menores infratores" não sejam presos junto com adultos, deveriam existir lugares onde estes menores pudessem se recuperar de verdade, com escolas, trabalho etc.
Hoje a "turma do beco" deve ficar horrorizada com os crimes que acontecessem na cidade e no país, motivados pelo consumo de drogas.
 
Edno
O vereador Edno de Oliveira tem apresentado um bom trabalho na Câmara. Vai fazer muita gente se arrepender de não ter votado em seu nome para o próximo mandato. É uma pena que seu tempo seja tão curto para tentar mudar tanta coisa. Não estou aqui dizendo que os demais vereadores sejam incompetentes, mas a experiência de Edno tem feito a diferença neste final de mandato.
 
Recursos
A prefeitura anda tão pitimbada financeiramente que até o suplemento alimentar que a justiça condenou a secretaria de Saúde fornecer à uma criança itaunense corre o risco de não ser adquirido.
 
E tem aquele servidor que está sendo acusado de desviar recursos da campanha petista. Dizem as boas e más línguas que ele foi despedido pelo prefeito Eugênio pessoalmente.
 
08/11/08
Aedes aegypti
Recebemos release da prefeitura de Itaúna sobre a audiência da Saúde. Nela "o Secretário de Saúde, José Oscar Júnior, falou sobre a preocupação de uma nova epidemia de dengue em Itaúna e pediu a ajuda de toda a população para combater os focos do mosquito". Pois bem, mandamos agora mesmo a nossa ajuda, além de é claro, cuidarmos sempre do nosso espaço. Dêem uma olhada naquela obra do ex-prefeito Osmando, terminada pelo governo do Estado e destruída no atual governo, a da cratera, sabem? Pois é. A única coisa pronta lá é o canal que vai jogar a água no rio São João. Mas até hoje a sua única utilidade é manter uma enorme poça de água como criadouro do Aedes aegypti. Se alguém tiver um tempo joga um pozinho lá, tá?
 
Pedido de prorrogação para informações
Na reunião da Câmara desta semana foi lido ofício do prefeito Eugênio Pinto pedindo prorrogação do prazo para envio de resposta a pedido de informações de autoria dos edis Edno José de Oliveira, Orlando Eustáquio Rodrigues, Rosse Andrade Silva, Donizete Geraldo de Lima e Gláucia Santiago, a respeito da possível aquisição e distribuição, pela Prefeitura, de padrões de energia elétrica da marca "Santa Clara". O pedido, é claro, foi rejeitado. 
Não entendemos este costumeiro procedimento da administração sempre que é pedido informações sobre contratos, licitações e documentos da prefeitura. Primeiro, porque pedir informações é dever dos vereadores para que possam fazer seu trabalho para o qual foram eleitos: fiscalizar o Executivo. E segundo, porque acreditamos que toda a documentação da prefeitura tem que estar acessível a qualquer hora. Já falamos antes aqui e voltamos a repetir: acreditamos que em uma administração, onde tudo é feito corretamente, na hora de responder à Câmara bastaria pegar tal pasta com tais documentos, ou imprimir isto ou aquilo, mas tudo tem que estar sempre à mão. Se demoram para responder dão margem para pensarmos que alguma coisa pode estar errada e que precisam de tempo para consertar ou maquiar.
 
Mosquitinho da Amazônia
Na Audiência Pública da Saúde o José Oscar disse que tem um mosquitinho na Amazônia que está chegando a Itaúna, mas que aqui ele dá um jeito nele na hora. Só para contrariar o José Oscar: não é muito vôo para um pobre mosquito? Ele chega com saúde aqui? E este mosquito é da Amazônia mesmo ou é de Ipatinga? Mais um para beber nosso sangue e você não quer nos contar?
 
01/11/08
O rapazinho que há seis, cinco anos era literalmente uma pedra no sapato do então secretário de Saúde, Irineu Macedo, deu o golpe fatal para que o hospital Manoel Gonçalves seja fechado. Há cinco, seis anos, vivia na TV Cidade e nos jornais, nas reuniões da Câmara, cobrando uma saúde mais digna para o povo itaunense. Pedia mais médicos e que estes cumprissem integralmente 4 horas de atendimento nos postos de saúde, se irritava com as filas no Plantão 24 Horas. Xingava, esbravejava.
Por capricho do destino se elegeu prefeito e na cadeira no Gabinete se esqueceu das suas eternas reclamações e por um motivo que nunca ficou claro para ninguém se determinou a fechar o hospital Manoel Gonçalves.
Prefeito então, a saúde piorou na cidade. O serviço de médico da família caiu em qualidade. Além da falta de estrutura física dos postos de saúde faltou remédio, médicos, material de limpeza, material para pequenos procedimentos. O Plantão 24 horas, salvação da grande maioria da população começou a sofrer golpes. Até os pagamentos do SUS - Sistema Único da Saúde passaram a atrasar deixando malucos os administradores do hospital que tinham compromissos com os recursos.
Uma trégua foi dada do final de 2007 até uma semana após a sua reeleição. No ano passado até começou a pagar, em parcelas, mais de um milhão de reais que devia ao hospital. Bastou a confirmação na urnas de sua reeleição para que sua investida contra o hospital ficasse mais feroz. Suspendeu os pagamentos, deixou de fazer outros, brincou com saúde do itaunense.
O Plantão 24 horas vai funcionar apenas mais uma mês no hospital Manoel Gonçalves. A partir de 1º de dezembro, evite se envolver em acidentes, ter um derrame e tomar um tiro. Suas chances de sobrevivência serão bem menores. E que ele, o prefeito, não precise tomar do seu próprio remédio.
 
Morada Nova abandonado
Nesta semana recebi duas reclamações de moradores do Morada Nova. Eu poderia até responder: bem feito, votem no Eugênio de novo! Mas em respeito aos outros que votaram contra a reeleição vamos publicar as suas reclamações. O bairro está sem TV, um sinal péssimo. Ligaram para a prefeitura e ninguém sabia o que acontecia ou para onde mandar a reclamação. Eu já disse isto aqui. É tanta gente dentro da prefeitura, recebendo salário sem fazer muita coisa ou até mesmo sem saber o que está fazendo ali e ficam trombando uns nos outros, perdidinhos. A outra reclamação foi da falta de água desde sábado. Agora imaginem. Um calor de matar e o bairro sem água. Eu não devia, mas vou falar: votem no Eugênio de novo! Dizem que é falta de recursos para ampliação... Mas o SAAE sem recursos?
 
25/10/08
Parece que a atual administração pretende investir novamente contra o hospital Manoel Gonçalves. Eu não consigo entender porque. Para dar vaga para o atual secretário de Saúde, José Oscar, não é; nem com uma intervenção eles conseguiriam tal coisa. Durante o período eleitoral até o pessoal do SAMU reforçou o Plantão 24 horas, me informaram. Na TV Eugênio disse que tinha médicos, tinha medicamentos, os PSFs estavam com todo o atendimento completo. Parecia um mundo cor de rosa no qual apenas o prefeito acreditava e a maioria da população não acreditou. Hoje corre boatos de todas as formas sobre a sua vitória. Há quem diga que duas mil pessoas de fora votaram em Itaúna. Transferiram os títulos nos últimos 3 anos. Gente, mas até os eleitores são de fora? Onde a gente vai parar se isso for verdade? Mas provar ou não esse boato é fácil. Basta pedir a relação dos novos eleitores nos últimos 3 anos e conferir os endereços. Ir de casa em casa e ver se eles realmente moram onde afirmaram. Quem quiser que o faça. Dois mil é também o número de agentes que andavam pela cidade, nas ruas, em coletivos, falando mal de adversário do prefeito. Outro boato? Casas alugadas para abrigar todo mundo???
Não sei, não vi!
Boas escolas, ruas asfaltadas, médicos para atender todos os pacientes, casas para todo mundo, emprego para todos. A prefeitura não deve ninguém, não tem pagamentos atrasados. O servidor é valorizado. Servidor aqui não passa constrangimento de ter seu cartão rejeitado no comércio por falta de repasse em dia pela prefeitura e a passagem de ônibus não vai subir.
Se alguém souber onde fica essa cidade, por favor, me avise. Saio de mudança na hora.
 
Fiquei sabendo que o vereador Anselmo anda bravo com a administração municipal. O motivo seria a redução ou corte dos vales transportes para deficientes na cidade. Pois é, Anselmo. Pena que você abriu o olho muito tarde.
 
Dinheiro, dinheiro, dinheiro. A ordem é arranjar dinheiro, saia de onde sair. Muitos compromissos para pagar, 13º salário, salários também... É, ou a Shirley tira algum da cartola ou o bicho vai pegar... Só não vale usar o dinheiro do pagamento do SUS ao hospital, tá lindinha?
 
11/10/09
É, o Eugênio Pinto foi reeleito. Não era o que eu desejava, mas o povo escolheu assim e tenho que respeitar a decisão deste povo. Mas não posso deixar de dizer algumas coisas sobre as eleições municipais.
O Eugênio só foi reeleito por causa da vaidade dos outros três candidatos. Desde que se falava em formações de chapas para concorrer à prefeitura eu sabia que muita divisão ia acabar reelegendo o atual prefeito. E o pior é que eles, os outros candidatos, sabiam disso também. Então o grupo do Neider decidiu apoiar a candidatura de Gláucia e Dr. Élvio e já começou errado. Nesta decisão ficou a ver navios o Marcos Penido que era então tido como candidato do grupo. Marcos não gostou e para mostrar que era capaz de concorrer sozinho, o fez, sabendo que não teria chances, queimando seu nome, e claramente atrapalhando a eleição de um outro com mais chances.
Cometeu muitos erros, o grupo de Neider Moreira. Primeiro colocaram o Élvio meio escondido nos cartazes. Quando eu comentei sobre isso, disseram que era porque ele tinha rejeição. Uai, se tinha, porque o convidaram para a chapa? Depois o Neider ficou aparecendo demais, a ponto de perguntarem se era ele o candidato. Vocês devem se lembrar que comentei aqui que o primeiro programa eleitoral parecia programa do Neider. Ele abriu falando de suas realizações e depois a Gláucia apareceu falando também do Neider. Muita gente achou estranho. E eles escondendo o Élvio. Se ele tinha rejeição tinha também votos e assim, ele deveria aparecer mais vezes, estar sempre nas caminhadas ao lado da Gláucia.
O programa eleitoral era ruim. Cansei de falar isso e não só eu falei, mas o estrelismo ou a "constelação", como alguém de lá ficou conhecido, não queria nem ouvir. Cheio de erros, até na legenda, falhas de todo jeito. E a briga pelo apoio de Aécio? Coisa mais sem sentido! Aécio apoiar alguém que não era de seu partido, nem que ele fosse doido! Será que alguém de lá já tinha ouvido falar de fidelidade partidária?
Já o Osmando trouxe logo de início nomes de peso para apoiá-lo e fez um programa de TV bem feito. Mas falou apenas das obras que fez durante seus três mandatos. Faltou dos três candidatos falar da vinda da PF a Itaúna, das denúncias que cercam a atual administração. Ficaram mostrando depoimentos deste ou daquele, trocando beijos e apertos de mão com a população e os dias foram se passando.
E Osmando foi outro que ficou brigando por causa de Aécio. Numa disputa como essa a hora era de unir forças, mas cada um quis seguir sozinho e não deu certo. Neste jogo, se Neider e Osmando (tiro Gláucia desta citação porque vejo nela a maior prejudicada) tivessem esquecido suas diferenças políticas, se realmente amassem esta cidade acima de qualquer coisa, as chances seriam maiores de mudança na prefeitura. Enquanto os dois, Neider e Osmando, disputavam o apoio do governador e se estranhavam, silenciosamente Eugênio se concentrou em disputar a prefeitura. O engraçado foi que enquanto Neider e Osmando brigavam pelo apoio de Aécio, Eugênio trouxe o apoio do presidente Lula.
O Marcos Penido pensava que era o melhor para Itaúna. Até ai tudo bem, podia até ser. Mas saiu candidato sozinho, com raiva, depois de ser descartado pela equipe do deputado Neider. Assim saiu a trancos e barrancos, sem estrutura alguma e na verdade sem chances de eleição. No programa de TV parecia ter se formado para padre da igreja católica, preocupou-se mais em defender o casamento. Depois que viu que não colou virou um reclamão. Reclamou do tempo que tinha na TV, reclamou da falta de dinheiro, reclamou do candidato adversário que lia, reclamou, reclamou.
Mas o pior que podia acontecer foi a divulgação de pesquisas "maquiadas". Aliás, algumas poderiam até serem apelidadas de pesquisas "travestis" de tanta maquiagem. Das que nos chegaram apenas uma parecia ser correta, feita por alguns empresários da cidade, que dava 44% das intenções de voto para Eugênio, 22 para Osmando e 16 para Gláucia.
Acredito que tenha sido nesta história que Osmando embarcou na tentativa de reverter o quadro e ninguém pode dizer que ele não trabalhou para isso. Foi uma semana inteira lutando, correndo atrás. A pesquisa não foi divulgada, mas correu de boca em boca e muitos eleitores de Gláucia se voltaram para Osmando. Não foi o suficiente, mas Osmando deu uma guinada muito boa.
Outra coisa bastante negativa foi o tal de papel debaixo da porta com denúncias. Era garçom que teria visto Eugênio em BH, era decreto falsificado, era denúncia de dívida de candidato, era boato de candidato apanhando, era apoio que viajava para o exterior, tinha de tudo.
Por último a campanha do Eugênio. Não se pode falar que foi ruim, até porque foi a vitoriosa e foi feita por profissionais das mais diversas áreas. Dizem que tinha profissionais até da área de boatos em coletivos. Mas Eugênio arranjou um pintinho para alegrar as crianças, andou de porta em porta, posou ao lado dos mais pobres e até usou imagem indevidamente como denunciado aqui na gazeta pela própria pessoa. Se ele vai voltar a comer churrasco em casa de pobre, não sei. Se ele vai posar de novo ao lado daquelas pessoas, não sei. Se ele vai cumprir alguma coisa do que colocou no seu plano de governo, não sei. Mas de qualquer forma tenho que admitir que pelo menos na campanha ele foi o melhor e mais profissional. Até o jingle da campanha era o melhor, nas vozes das crianças, então, ficou lindo! E então nada me resta a não ser lhe dar o parabéns pela reeleição e desejar que neste novo mandato ele possa governar com pessoas de nossa cidade e rever algumas de suas atitudes, principalmente a de perseguição política.
 
 
03/09/08
Uma pessoa ligada a um dos candidatos à prefeitura de Itaúna sugeriu que eu colocasse aqui, publicamente, a minha opção de voto. Segundo ele muitas pessoas confiam em mim, acreditam no que escrevo, nas idéias que defendo. Desde a criação este espaço tenho recebido mesmo inúmeras manifestações de apoio. Mas não quero usá-lo para pedir voto para ninguém.
Desde o início da campanha eleitoral sugeri aos dois candidatos de minha maior ligação pessoal, Gláucia e Osmando, que fizessem uma campanha diferente. Sugeri que fossem feitos comícios móveis, ou seja, dentro de ônibus, mostrando à população, principalmente à mais carente, que não tem acesso à informação, as verdadeiras obras feitas neste atual mandato. Sugeri que visitassem com estes eleitores postos de saúde, escolas, campos de futebol, a sala que fiscaliza as câmeras do Olho Vivo etc. para que eles vissem realmente como está a cidade. Não me ouviram, preferiram ficar falando na televisão e caminhando por ai, beijando e abraçando eleitores, disputando apoio de governador. Também eu não tenho nada com isso, não é? Não tenho que meter a minha colher de pau em campanha de ninguém.
Mas quanto ao voto só queria pedir aos meus leitores que discutissem sobre sua opção. A hora é de deixar de lado as vaidades e focar o pensamento em um só objetivo: Itaúna. Nada mais. O chavão comum nestas eleições "4 anos é muito tempo" é verdade! Em 4 anos podemos regredir 40, ou avançar pelo menos 4 anos! Neste tempo pessoas vão padecer por falta de cuidados médicos, medicamentos, habitações e segurança. Por isso pensem com carinho na sua opção, a hora é do voto útil, aquele voto no candidato que a gente não tinha escolhido primeiro, mas que somente ele pode nos salvar do candidato que a gente não quer de jeito nenhum!
E a Câmara é ainda mais importante! Temos que eleger gente verdadeiramente honesta e mais, que tenha condições de brigar no plenário por nós! Não podemos eleger candidatos que não têm força, às vezes nem para falar na sua apresentação na TV. Precisamos de gente destemida, que sabe exatamente o que o espera neste trabalho na Câmara.
E não se esqueçam nunca. Na hora do voto é só você e a urna, então fique à vontade com sua consciência!
Boa sorte para todos nós!
 
27/09/08
Hoje empresto meu espaço para um garoto de apenas 14 anos mas que sempre se mostrou consciente, muitas vezes mais que alguns de nossos representantes.
 
Olá caro eleitor,
Não estou aqui a pedido de candidato algum mas...peço que pense bem em quem irá votar para não se arrepender.
Veja bem as realizações do candidato Osmando Pereira:
· Municipalização do SAAE levando água tratada a 100% da população
· Cobertura do canal da avenida Jove Soares e iluminação da mesma possibilitando o desenvolvimento e valorização de todo o seu entorno
· Obras de construção dos gabiões no Rio São João e na Avenida Walter Mendes (córrego da Várzea) que afastam o risco de enchentes do centro da cidade
· Implantação do Programa de Saúde da Família (PSF) em toda a cidade e na zona rural
· Construção do prédio próprio do Hospital Dia
· Retirada de todos os quebra-molas do Município (mais de 300) transformando a educação no trânsito na cidade· Atividades intensas no Teatro Sílvio de Matos que tinha uma programação quinzenal de apresentações
· Construção de mais de 3 mil habitações possibilitando a diversas famílias concretizar o sonho da casa própria
· Soerguimento da Granja Escola São José
· Doação de terrenos para a instalação de empresas, gerando empregos. Foram mais de 100 terrenos, gerando milhares de novos empregos na cidade
Então, vote Osmando para prefeito, 45.
www.osmando45.can.br
 
A saúde em Itaúna nunca esteve tão ruim. Os postos de saúde não têm médicos, quando têm, não tem fichas.
Funcionários das próprias unidades de saúde da família (PSF) me disseram que os postos têm trabalhado sem material básico de assepsia, como luvas, éter e álcool, além disso, os postos estão com o quadro de funcionários incompleto: o prefeito demite mas esquece de contratar.
Venho tornar esse absurdo público para que as pessoas com "pouca memória’’ em Itaúna, saibam o que está realmente acontecendo, bem diferente das propagandas eleitorais do candidato à reeleição Eugênio.
Obrigado pela atenção,
Juliano Fraga, centro, Itaúna
 
20/09/08
Bobagem
Imagino o constrangimento do governador Aécio Neves em relação às eleições em Itaúna. Filiado ao PSDB ele só pode, legalmente, apoiar o candidato Osmando. Por outro lado, ele tem grande amizade também por Neider Moreira e, com certeza, daria seu voto de confiança à escolha do candidato do deputado. O que presenciamos nesta cidade foi ridículo, uma briga por causa do apoio do governador. Como já disse antes, acho que os candidatos deveriam procurar apoio em Itaúna, mostrar depoimentos de gente de Itaúna que são formadores de opinião, que são respeitados pela população. Gente conhecida do eleitor, gente que o eleitor pode encontrar na rua, no trabalho, no lazer. Isto de apoio de governador é pura bobagem. Apoio de verdade seria ele se deslocar de BH e subir num palanque, participar de carreata de um candidato.
 
Bobagem II
O IBGE divulgou pesquisa onde mostra que as mulheres cada vez mais são o "homem da casa". Bobagem. A mulher é o "homem da casa" desde a era das cavernas. Me recordo de um artigo que escrevi na faculdade (como podem ver, sou metida a escrever há muito tempo), no jornal do DCE - Diretório Central dos Estudantes. Neste artigo, escrevi, depois de ler alguns livros a respeito, sobre o trabalho da mulher ainda nas cavernas. Como todos sabem os homens passavam meses caçando, buscando alimento para a sua tribo. Neste meio tempo, as mulheres tinham sob sua responsabilidade os mais velhos e as crianças. Tinham que alimentá-los e protegê-los. E faziam isto de forma igual. Todas as crianças eram de responsabilidade de todas as mulheres. Não tinha isso de "meu filho". Como não havia comida suficiente para todo o tempo em que os homens estavam fora, as mulheres tinham que se virar com a criatividade e então inventaram a agricultura, a criação de pequenos animais para o abate, a cerâmica, a tecelagem, etc. E os homens caçando. Quando a caça ficava mais rara, a agricultura e a pecuária salvavam essas tribos. Aí o homem viu que podia relaxar e relaxado está até hoje. Para se garantir tomou para si uma mulher e com ela teve seus filhos e resolveu cercar um terreno para ali plantar e criar seus animais para a sua família. O homem inventou a propriedade privada, os 'seus filhos' e deu no que deu. Na ganância, no salve-se quem puder. Se tivessem caçando e pescando até hoje as nossas crianças seriam todas iguais, teriam a mesma educação, a mesma alimentação. A mulher é mais sensível, mas não menos forte; sabe dividir riquezas melhor; sabe cuidar melhor de idosos e crianças. Então não estamos, nós mulheres, fazendo nada novo. Estamos apenas continuando que o já fazíamos há milhões de anos e bem.
 
13/09/08
Claro que campanha eleitoral é uma disputa, mas deve ser uma disputa com ética. Temos em Itaúna hoje quatro nomes que concorrem à prefeitura e cada um deles deve tratar o adversário com respeito. Falo nisso porque na caminhada que o atual prefeito e candidato à reeleição fez na rua Marcos Heleno deixou um rastro de completo desrespeito em uma casa da rua. Na casa de uma candidata a vereadora, pela coligação que apóia Gláucia, foram pregados no portão diversos adesivos com o nome do candidato Eugênio. E o material foi pregado justamente para incomodar, afrontar a candidata a vereadora, já que na casa tem, em destaque, um cartaz da candidata Gláucia Santiago. Desrespeito, afronta boba, porque muita gente ficou danada com a coisa. O desrespeito vem acontecendo de muitos lados. Faixas estão sendo queimadas, roubadas, material de adversário está sendo colocado em local proibido para sacanear. Outro desrespeito são os comentários de órgãos da imprensa com a desenvoltura de alguns candidatos a vereador no programa de televisão. Todo mundo sabe o quanto é difícil para a maioria das pessoas estar diante de uma câmera de TV e ainda mais sabendo que estará sendo avaliado por toda uma população. Não é justo pois que se faça chacota dos candidatos que estão em campanha. É bom lembrar que aquele candidato que se sentir ridicularizado por entrar com uma representação no Cartório Eleitoral. E apelido cada um tem o seu, não é?
 
Programa de TV
O programa de TV da Gláucia mudou muito e para melhor. Nesta semana passou a mostrar que algumas coisas ditas no mesmo horário por outros candidatos são inverdades. A população precisa saber a verdade, não é?
Já no programa do Marcos Penido apareceu a Rosa, candidata a vice. Uma simpatia, um sorriso franco, bem Rosa mesmo.
O Osmando andou mostrando o esporte, falando das suas obras nesta área, mostrando também algumas verdades sobre como anda os campos de futebol na cidade e o campo José Flávio de Carvalho.
O programa do Pinto veio falando as mesmas coisas, as antigas promessas e me fez lembrar uma delas: ele não ia transformar o campo José Flávio em um estádio maravilhoso? Eu até brinquei aqui que, com as mudanças anunciadas, a gente ia poder até sediar um jogo da copa do mundo. É, mas passou e ninguém se lembra mais.
Por falar em se lembrar, será que o Eugênio, quando passou pela rua Padre Marcos Heleno, percebeu a cratera? Quando esta obra vai continuar, se é que vai?
 
06/09/08
SAMU
Fomos informados que dia destes a população de um bairro se cansou de ouvir a sirene de uma ambulância do SAMU berrando pela cidade. Disseram que o veículo foi parado e dentro dele nenhum paciente! A polícia teria sido então acionada e o motorista disse que cumpria ordens do prefeito Eugênio. Berrar sirene para lembrar o povo do SAMU. Isto não seria uso da máquina? Pois bem, se eu estivesse presente acionaria na hora o Ministério Público e faria duas denúncias: uso da máquina na campanha e poluição sonora. Pessoalmente detesto todas estas sirenes novas. Tem umas que o som dá um nervoso na gente, um coisa estranha. Outras parecem de carrinhos do Paraguai.
 
A "marvada da cachaça
Outra informação que recebemos é que o prefeito tem feito visitas acompanhado de candidatos a vereador. Até ai, normal. O chato é que tem candidato que não dispensa uma cachaça nem na hora de pedir voto ao eleitor que é obrigado a ficar respirando bafo de pinga dentro de sua própria casa. Será que, se eleito, vai tomar todas antes das reuniões do Legislativo?
 
Cratera agora é obra?
Ô gente! Tem jeito não. Não é que o Tarcísio (secretário de Infra-estrutura) teve coragem de se deixar filmar para programa eleitoral ao lado da cratera aqui da av. Miguel Augusto? E mais coragem ainda de falar que era uma obra? Obra? Desde quando? Para mim aquilo é só um buraco, resultado de uma pirraça do prefeito com o projeto de desafogamento da chamada esquina do Guimarães. E buraco abandonado, diga-se de passagem.
 
Crianças
E tem mãe reclamando daqueles candidatos que têm mania de ficar passando mão na cabeça de criança, pegando no colo, acariciando o rosto. Nos dias de hoje todo mundo desconfia de tudo, né? Portanto, senhores candidatos, deixem as crianças em paz, elas nem votam e qualquer hora correm o risco de tomar uma bolacha de um pai mais atento.
 
30/08/08
Mais uma denúncia de corrupção na prefeitura de Itaúna chega à Câmara e aos jornais. De todas, esta do servidor municipal parece ser a mais cheia de detalhes. Na verdade ele entregou tudo, está fácil verificar. Mas é preciso não sair em debandada, precisa ser com calma, para não morrer na praia. Quem fez a denúncia sabe do que está falando e com certeza, deve acompanhar tudo que foi descrito. A denúncia pode ser um pedido de socorro para a cidade de pessoas que não agüentam mais ver tanta irregularidade e tem que ficar calado. Pode ser um pedido de socorro de alguém que viu tantas vezes a possibilidade de tudo se esclarecer e que no final não deu em nada. Desta vez a denúncia vem mostrando todos os caminhos a serem seguidos para que se comprove a corrupção.
Muitas vezes eu tive a sensação de ser motivo de piada para alguns secretários. Cada vez que publicava uma denúncia ficava imaginando os sorrisinhos cínicos entremeando palavras como: prove! Se esta denúncia for comprovada estes sorrisos vão se tornar amarelos e a cidade poderá ser salva.
Que ninguém interprete a denúncia como vazia só porque não leva a assinatura. É bom lembrar que muitos têm medo, e com razão, de denunciar. Não é medo de perder emprego, de ser perseguido. É medo de coisa pior, de sofrer violência. Não podemos nos esquecer disto. E medo ainda, de mais uma vez, a coisa estar sendo tão bem feita que acabe não dando em nada.
Por hoje, chega!
23/08/08
Acesso para deficientes
O Ministério Público, aliás o promotor Galindo Silvestre, que é responsável pela proteção dos direitos dos deficientes físicos em Itaúna, deveria dar uma volta a pé pela cidade para ver como as pessoas são, eu diria, incompetentes, para cumprir a lei. Na verdade só cumprem a lei, ou fingem que a cumprem. Não se envolvem com a causa. Outro dia precisei entrar em uma farmácia no centro da cidade e subi por uma rampa. Achei a danadinha muito inclinada e perguntei à atendente se era para deficientes. Ela disse que sim. Fiquei imaginando a dificuldade de um cadeirante para fazer a sua cadeira subir aquele monte. Na rua Silva Jardim, próximo à Crediuna, as rampas feitas nos canteiros também são de amargar. Não basta fazer as rampas; é preciso que elas dêem mesmo acesso aos deficientes físicos.
 
Horário Eleitoral
Assisti ao horário eleitoral, claro. No primeiro dia foram apresentados os candidatos a vereador. Não desmerecendo ninguém, mas tem candidato ali que a gente percebe que só está para completar o quadro de candidatos. Gente muito fraquinha, mas o medo é que sejam votados o suficiente para atrapalhar a eleição de quem realmente pode fazer um mandato de verdade e não apenas ocupar uma cadeira no Legislativo.
Agora, no horário dos candidatos a prefeito, uma senhora fala que vai votar no Eugênio por causa do SAMU e do Corpo dos Bombeiros. Epa! A briga pelos bombeiros continua? Não foi o Eugênio quem trouxe os Bombeiros, lembram? Eugênio fala em dar continuidade às suas ações. Dá até medo! Depois vem a Gláucia, ou melhor, o Neider que fala muito de si mesmo. O Dr. Élvio fala da saúde e a Gláucia fala do quê? Do Neider.
Marcos Penido ataca de família. E pede ao telespectador para investigar a vida familiar dos outros candidatos. Eu analiso: o Eugênio é separado da esposa, a Gláucia está no seu segundo casamento, assim como o Dr. Élvio e o Osmando. Mas e daí? Só é honesto e tem capacidade para governar que nunca se descasou? Por último vem o programa do Osmando. Bem feito, provavelmente dirigido pelo Guto Aeraphe que também apresenta o programa. Uma cena muito bonita do candidato escrevendo a carta que lê. Mas fraco em termos de propostas ainda. Vamos aguardar os próximos programas.
 
PF
A Polícia Federal devolveu os documentos da prefeitura de Itaúna e disse que não encontrou nenhuma ilegalidade. Será que eles fiscalizaram os documentos certos?
16/08/08
O apoio do governador
Na minha opinião está todo mundo errado. Governador não tem que apoiar candidato nenhum. Governador tem que apoiar é prefeito eleito, seja ele de que partido for. Apoio na campanha é que cria aquele clima de adversário depois das eleições. O prefeito eleito, senão tiver tido apoio do governador na sua campanha, já assume a prefeitura tendo o Estado como inimigo. E quem perde sempre com isso é a cidade.
Está errado o deputado Neider e errado também o candidato a prefeito Osmando Pereira da Silva. Ficam trocando ofensinhas por causa de um apoio que na verdade nem existe. O governador pode chamar Osmando de "meu amigo", mas com certeza não pretende se meter na sua campanha e, nem por ter Neider como seu líder na Assembléia, vai apostar na candidata do deputado. Se houvesse mesmo apoio, o governador receberia os candidatos para uma sessão de fotos para evitar estas montagens mal feitas. Se apoiasse Osmando não ia mandar este recado através de um senador que ainda é suspeito de participar de falcatruas do Mensalão. A presença do Azeredo não acrescenta credibilidade alguma na campanha de Osmando. A mim, pessoalmente, dá é raiva ao lembrar do prejuízo que tive com o tal do Mensalão. Eles desviam lá em cima e a gente aqui em baixo é que paga o pato.
Candidatos têm que buscar apoio é na sua cidade. Gente de expressão em Itaúna, empresários é que deveriam discursar defendendo a eleição de seu candidato. Traria até mais confiança no eleitor. Mas empresário é um bicho precavido. Dá uma grana para a campanha, às vezes até para mais de um candidato, mas não se expõe. Não defende ninguém.
Nas eleições de 2004 houve uma guerra de quem apoiava quem. Pura estratégia de campanha. Enquanto Élvio tinha apoio de algumas pessoas do Estado, Eugênio posou ao lado de ministros. Nem os estaduais conheciam Élvio, nem os federais conheciam Eugênio. Todo mundo enganando o eleitor. Hoje os federais conhecem parte do trabalho de Eugênio e não vão querer posar ao lado dele de novo. A ordem lá em cima é ficar longe de prefeitos que estão sob investigação da Polícia Federal. E a PF não declarou ainda que não encontrou nada na prefeitura de Itaúna. Até que se prove ao contrário, está tudo correto; mas enquanto a PF não declara que está correto, paira a suspeita. E ninguém está com vontade de meter as mãos na lama.
 
Pedido de informações
Não entendo quando a prefeitura de Itaúna pede adiamento de prazo para entregar aos vereadores respostas para seus questionamentos. Para mim, numa administração organizada e séria, bastava os vereadores pedirem informações sobre tal assunto e aos secretários caberia apenas ordenar aos seus subordinados: peguem pasta tal, relatório tal, façam cópia e enviem à Câmara. Simples, não é? Senão há o que esconder nas ações do Mutirão da Saúde, se tudo está dentro da maior legalidade, basta tirar cópias e entregar. Pedir prazo para quê?
 
09/08/08
As limitações da imprensa em época de eleição são enormes. Justo, assim cada candidato tem o mesmo tratamento, mesmo espaço, e a disputa, pelo menos na imprensa, fica equilibrada. Mas o pior é o que certos candidatos fazem por aí, se esquecendo de cuidar da própria campanha para falar mal de candidato a vereador. E a imprensa não pode falar abertamente o nomes destes sem caráter. Isto é ruim, mas se eleitor prestar atenção, vai ver que estes candidatos, que passam o tempo a denegrir outros, não merecem seu voto. Isto significa que se os dois ganharem a eleição, vai haver retaliação e a cidade vai perder e muito. Um vai tentar inviabilizar o trabalho do outro sempre. Melhor cada uma na sua e depois, eleitos, todos brigando pelo melhor para a cidade.
 
Papel de vereador
Outra coisa que o eleitor tem que prestar muita atenção é no que candidatos a vereador estão prometendo. Prometem cada coisa nas ruas, no verso dos santinhos que parece que eles estão disputando a vaga errada. Ou que, na verdade, nem eles mesmos sabem o que disputam, o que deverão fazer caso eleitos. Muitos só visam uma mudança salarial. Acham que depois de eleitos conseguirão se virar na Câmara. Estes vão virar mesmo é capacho de prefeito ou de outros colegas, como vimos muitas vezes na história de Itaúna. Vereador é legislador. Apresenta projetos de lei para a melhoria da vida da comunidade. E depois esses projetos vão passar pelo crivo dos demais legisladores e, se aprovados, viram lei. Vereador não faz nada sozinho. Vereador não pode ficar prometendo construir isso ou aquilo.
Vereador tem é que fiscalizar o Poder Executivo, de onde vêm os recursos para a construção de obras e serviços. Vereador tem que fiscalizar licitações para garantir que os recursos do município não estão sendo desperdiçados em licitações fraudulentas onde o prefeito pode estar ajudando amigos e ainda tirando algum por fora.
Por isso o trabalho do vereador é muito importante. Sei que alguns de nós, pior, a maioria de nós, fica tentado a votar em um candidato só por ele ser nosso parente, nosso amigo e por precisar ganhar um salário melhor. Mas isso não pode acontecer, temos que nos policiar. Temos que visar apenas o bem da cidade. Nem sempre o nosso amigo, o nosso parente tem competência para nos representar na Câmara. Ele pode ser bonzinho, honesto, mas um vereador precisa de mais que isto. Além de honesto ele precisa ter competência. Lembrem-se: é ele que vai criar novas leis para beneficiar a nossa comunidade. E se ele nunca se preocupou antes com a comunidade porque o fará agora? Só porque será pago para isso? Ainda existe e tem que existir sempre o idealismo, a vontade de se doar pelos outros e pela sua cidade. Por essas e outras que nós, os eleitores devemos usar o nosso voto de forma sábia. O voto é poder, não se compra e não se vende. Não aceite brindes e nem favores. Se o candidato pratica estas irregularidades, se promete o que não será capaz de fazer, use seu poder. Não vote nele.
 
02/08/08
Quando eu era ainda menina, mas já assistia ao Repórter Esso e via as atrocidades que aconteciam em outros países, sempre pensava como era bom viver no Brasil, onde não tinha guerra (eu não tinha noção do que acontecia com brasileiros que eram expulsos do país, que simplesmente desapareciam ou eram mortos pelo regime militar - para mim, os adesivos que eu via no caminho da escola com a frase: "Brasil - ame-o ou deixe" se referia ao nosso amor pela seleção brasileira. Isto porque minha fonte de informação era o Repórter Esso, ou seja com censura e muita censura. Mas parte deste tempo já passou).
Hoje acompanho os telejornais e eles sempre trazem notícias de que Exército de alguns países tem que assegurar a realização de eleições, notícias de confrontos mortais entre partidos etc. Mas no Brasil isto não acontecia até poucos anos. De uns governantes para cá, que nem se lembraram que existe uma coisa que se chama segurança pública, que sempre fecharam os olhos para crescimento do tráfico de drogas e de armas, tenho ficado assustada tanto quanto me sentia assustada quando menina vendo imagens da guerra em preto e branco.
Ouvir que precisa de polícia para garantir as eleições no Rio de Janeiro é terrível. E agora nem adianta mais a polícia. As milícias armadas e os traficantes que controlam favelas e comunidades pobres já se fizeram entender em que candidato o povo deve votar. Nenhuma população em sã consciência, com polícia ou não, vai desobedecer a ordem destes poderes que há muito têm força maior que o poder dos governantes e da polícia. Eles, os moradores destas comunidades, não vão se arriscar a sofrerem as maiores atrocidades se os nomes determinados pelos chefes do tráfico e das milícias não ganharem as eleições. E por uma razão muito simples: durante a campanha eleitoral podem até ter uma pequena sensação de segurança com a presença das tropas, mas e depois?
É o poder paralelo, a força que do crime organizado conquistando cada vez mais espaço e vai acabar virando poder legal. Enquanto as autoridades ficam discutindo de quem é a culpa, quem vai, quem não vai onde, liberação de recursos para melhorar a segurança, este poder que nasceu nos barracos dos morros, que nasceu no asfalto dos corruptos, vai tomando o controle do país. Há muito se sente isso quando a gente vê nos mesmos noticiários os desvios de dinheiro público que deveria ser investido em habitação, saneamento, educação, saúde, coisas que nossa Constituição nos garante.
A guerra foi declarada há tempos. E a gente não deve deixar que eles vençam. Então o único jeito é não deixar que governos corruptos, incompetentes e cheios de dívidas de favores continuem no poder. Primeiro precisamos limpar os nossos governos e depois, junto deles, acabar com o poder paralelo no Brasil.
E isso a gente começa em casa, na nossa cidade.
 
25/07/07
Cratera, doce cratera
Me contaram que a minha rua tinha saída de novo. Me veio um misto de alegria e tristeza. Depois ficou só a tristeza triste. E a minha cratera? Já estava tão acostumada a ela; já a tinha como parte da minha vida. Carros tendo que dar ré na rua, ficar virando em porta de garagem. Já fazia parte de mim aquela cratera. Tomei coragem e fui lá conferir. Que alívio! A cratera continua lá. A rua ganhou sim uma "saída", mas a cratera continuava lá. Olhei com carinho para ela, minha craterinha querida! Só fiquei preocupada com a quantidade de poeira feita ao redor dela com a volta do trânsito na "rua" de chão, em um labirinto. Não faria mal à minha cratera com este tempo seco? Mas a cratera, ela sim, continua firme, forte e imensa!
 
E a sirene do SAMU?
Muitas pessoas reclamaram do exagero que eram as sirenes do Corpo de Bombeiros logo após a sua inauguração na cidade. Um taxista me contou que, certa vez, o carro dos Bombeiros entrou na Jove Soares a toda velocidade e com a sirene disparada. O taxista resolveu segui-lo para ver onde era a tragédia, mas para sua surpresa, no final da avenida a sirene calou e o carro diminuiu a sua velocidade. Ele disse que sentiu que os ocupantes do veículos estavam brincando de bombeiros.
O SAMU não está diferente. A sirene ecoa pela rua, gritando, anunciando que ali dentro alguém precisa de socorro urgente, alguém que corre risco de morte e que todos que estiverem na frente, abram caminho.
Desde o início do seu funcionamento tenho percebido isto, já que estou na rua do Hospital Manoel Gonçalves. Nesta semana, na segunda ou terça-feira, passou ela pela rua gritando, gritando. Era mais de 23 horas, rua vazia, e a sirene do SAMU berrando. Na quarta, quando fui olhar a minha cratera, passou o carro do SAMU, a mil por hora e sirene berrando. Liguei no hospital para saber qual era a tragédia e, como o taxista, fiquei surpresa: um homem caiu de um caminhão e sofreu algumas escoriações.
Vai ser assim, este escândalo pela cidade até eles perceberem que não é só um carrinho novo para brincar. Claro que emergências existem, mas o bom senso deve ter seu lugar. Disparar sirene tarde da noite, incomodando e até assustando pessoas, sem necessidade, com a rua vazia, sem trânsito, é um absurdo e molecagem. A Promotoria de Meio Ambiente precisa saber o que está acontecendo e pedir aos responsáveis pelos veículos que atuem com profissionalismo e bom senso.
Se bem que, neste momento, pensei em uma outra possibilidade: a sirene ligada, disparada, mesmo sem necessidade, pode ser orientação do atual governo, que trouxe o serviço para a cidade. E assim, a sirene estaria sempre a nos recordar que trata-se de um benefício do governo Eugênio Pinto. Neste caso seria propaganda do governo, o uso da máquina na campanha eleitoral e isso é proibidíssimo. Mas o prefeito não faria isso. Ou faria?
 
19/07/08
A campanha eleitoral em Itaúna já começou? As coisas pareciam bem mais animadas antes do dia 5 de julho. Falava-se mais em sucessão municipal, discutia-se mais os candidatos, tinha quase um clima. Depois esfriou tudo. Tem gente que nem sabe quais são os candidatos a prefeito da cidade. Não sabe porque não se importa com a coisa. Ruim? Muito! As pessoas precisam dar a devida importância ao processo sucessório de sua cidade. É o destino da gente que está em jogo. Por causa desse desinteresse que este país tem sempre a sua frente um governo mais ou menos. O brasileiro não tem a mesma preocupação com quem ocupa a cadeira mais importante da sua cidade como tem, por exemplo, com a tabela do Brasileirão. Muitos são capazes de recitar nomes de jogadores e suas posições em times atuais e até do século passado. Mas não sabem como se chama o nosso vice-presidente, não sabe os nomes de ministros e nem se lembra em quem votou na última eleição. Esse desinteresse é imperdoável porque a gente sabe que tudo depende só da gente mesmo e apenas da gente para que este país, este estado e esta cidade tenham como administradores gente séria, honesta e que se disponha a realmente a lutar pelos nossos interesses.
 
IMP
Parece que a coisa andou pegando na prefeitura de Itaúna nesta quinta-feira. O fato é certo, mas os detalhes estão ainda meio nebulosos. Parece que o prefeito Eugênio Pinto andou fazendo empréstimo junto à rede bancária e dando como garantia os recursos do IMP. O Wandick, diretor do órgão, não gostou nem um pouco e o tempo esquentou por lá.
 
PV
O PV- Partido Verde- está com sérias dificuldades neste eleição. Primeiro foi a polêmica da candidatura de Rosse Andrade. Rosse queria sair candidato a prefeito mas o partido empacou e o nome de Badaró foi indicado a vice de Osmando. Agora é a questão da legenda. O partido tem poucos nomes para a disputa de uma vaga no Legislativo e por isso corre o risco de não fazer legenda, ou seja, não conseguir o número suficiente de votos para eleger um candidato a vereador. O Dr. Guaracy chegou a desistir de sua candidatura a vereador pelo PV na semana passada, depois anunciou que continuava na disputa e agora desistiu novamente. Com a sua saída fica ainda mais difícil o PV conseguir a tal legenda. Rosse até se animou no início da semana em lançar seu nome à reeleição como vereador, mas com a saída de Guaracy acha que será nadar, nadar e morrer na praia. Então, as notícias que vêm do PV são que, dos nomes mais cotados, apenas Orlando segue em frente.
 
12/05/08
A resposta da prefeitura
A Assessoria de imprensa da prefeitura enviou a seguinte nota aos jornais nesta semana:
"O objetivo do projeto de construção do novo canal de escoamento das águas da avenida Jove Soares já foi concluído em relação ao propósito de conter as enchentes no local. A empresa responsável solicitou à Prefeitura um realinhamento de preços para dar continuidade às obras, pois o contrato foi realizado há mais de dois anos. Além disso, em função de erros de projetos realizados em gestões passadas, as obras do novo canal foram muito maiores do que o esperado. A administração está estudando o pedido de realinhamento de preço e em breve as obras serão retomadas para a finalização, apenas, da parte de acabamento". Não se falou que era em resposta à nossa cobrança com relação à cratera no final de minha rua, na semana passada, mas para quem sabe ler pingo é letra. E isso de erros de gestões passadas, como diria meu pai, é peta! Sabemos que este canal teve que ter parte refeita por erro desta administração, mas o que são algumas centenas de milhares de reais? Nada! Então aí está a resposta deles. Deus é pai e um dia a rua voltará a ter saída!
 
A nossa insegurança
Mais um caso triste tomou conta do noticiário nacional e internacional envolvendo a polícia militar do Rio de Janeiro esta semana, o do assassinato do garoto João Roberto, de quase 4 anos, no domingo. A mãe, Alessandra Soares, pediu que o seu filho não vire estatística. É uma pena ver uma mãe sofrer tanto. Aliás, nos últimos dias, ver uma mãe chorando a morte de um filho assassinado por PMs do Rio virou rotina, infelizmente. E triste também foi ver o secretário de segurança daquele estado, José Mariano Beltrame, pedir desculpas. Parece que para ele o fato foi uma coisa banal, do tipo quando a gente esbarra em alguém na rua e fala "desculpa" só e puramente.
Pelo vídeo que mostra o momento do tiroteio no carro de Alessandra a gente sente que a PM carioca trabalha com muita irresponsabilidade, sem pensar um milésimo de segundo em inocentes e transeuntes. Despreparo só? Não acho! Ali parece um ódio mortal, um desprezo pela vida humana. Mas é tudo que se pode esperar de um país, onde governos, um atrás do outro, nunca se preocuparam com a segurança pública. Não entendo porque ficam no vídeo da TV parecendo alarmados com os fatos. Enquanto a polícia militar, que é a mais próxima da população, permitir que em seus quadros entre pessoas que não têm a menor vontade de defender o cidadão e que viram polícia apenas por falta de opção, permitir que policiais vão para as ruas sem o menor treinamento para lidar com situações críticas, permitir que pessoas desequilibradas, revoltadas sejam as responsáveis pela nossa segurança, vamos continuar vendo crianças sendo mortas, metralhadas, jovens assassinados em porta de boates ou desaparecidos depois de mais um "engano" da polícia.
 
 
05/07/08
Silmar
Muita gente, mas muita gente mesmo, recebeu com tristeza a notícia da decisão de Silmar Moreira de não disputar as eleições deste ano. Na convenção, no Automóvel Clube, o que mais se via eram olhos cabisbaixos daqueles que são seus eternos amigos e aliados. Na minha opinião a cidade perdeu um bom nome nesta disputa eleitoral. Mas Silmar agradeceu a confiança de seus amigos e disse que não era o seu momento e pelo bem da cidade se afastava da disputa.
 
Napoleão
O nome do empresário Napoleão, da Gráfica Daniela, foi colocado como certo como candidato a vice em duas chapas na cidade. Napoleão seria realmente um excelente nome para ajudar a administrar nossa cidade, mas desde o início não acreditei no boato. A política nunca foi coisa 100% limpa, sempre teve corrupção, desvios de dinheiro e muita"cachorrada". Mas depois do "advento" Lula a coisa piorou e muito e política deste tipo, com certeza, não seduz mais a homens como o Napoleão. Quem já está fica tentando dar uma limpada, mas quem nunca entrou perde qualquer entusiasmo pela coisa. Pena, né?
 
Falando em Lula
No dia da PF em Itaúna (dia que a cidade amanheceu com dois sóis e um céu de um azul límpido) a imprensa estava conversando sobre as ações da PF no país. O Afonso Nascimento (faz não sei o que na prefeitura) logo saiu com esta: "é que só depois do Lula é que a PF pode trabalhar..." Não é, não, Afonso. É que antes a PF não tinha mesmo tanto trabalho... Depois do Lula a corrupção no país virou sem-vergonhice. Antes os corruptos eram mais inteligentes, faziam a coisa mais na moita e a gente só desconfiava dos maus feitos. Hoje, com esta ralé nos mais diversos cargos públicos, gente de pouca ou nenhuma inteligência, faz as suas barbeiradas e qualquer um logo percebe que ali tem coisa.
 
E o Marcos, hein?
E devagar as pessoas vão deixando de merecer nosso respeito. Incrível o que o Marcos Lima veio fazer na cidade nestes dias. Um político nascido em Itaúna, mas que hoje nem seu título eleitoral é da cidade, vem aqui e faz uma verdadeira bagunça na nossa sucessão municipal. E tudo isso para tomar uma vaga na Câmara dos Deputados com a saída da Maria do Carmo para concorrer à prefeitura de Betim. Digo tomar porque é isso que ele vai fazer. Se os mineiros o quisessem como seu representantes não o teriam derrubado duas vezes consecutivas nas urnas.
 
Obras...obras?
As pessoas acham que eu exagero um pouco quando reclamo de certas coisas. Mas a cratera continua lá no final da minha rua e ao que parece só Deus sabe se algum dia deixará de ser cratera.
O governo do Estado gastou mais de um milhão de reais para terminar o trabalho iniciado pelo governo Osmando que o atual prefeito, Eugênio Pinto, se negou a fazer. E um milhão de reais não cai do céu todos os dias, pelo menos para a grande maioria dos mortais. Cansei de falar aqui que a obra estava parada. Mas eles negavam, punham uns gatos pingados lá para fingir que a coisa ia. Ia nada, não foi e nem vai. Agora todo mundo está indo embora e a cratera continua lá. Por falta de pagamento, já há três meses, me disse um funcionário. Uma pessoa me disse na manhã desta sexta-feira o absurdo que acha uma prefeitura não procurar saber se a empresa contratada para um serviço tem disponibilidade de caixa para pagamento de seus funcionários. Eu já pergunto se esta disponibilidade não deveria ser calçada pelos pagamentos da prefeitura à empresa. Então será que a prefeitura não está pagando à empresa? Será que aquela cratera vai fazer aniversários? Será que eu nunca mais vou ter um rua com saída como era antes? Será? Oh, dúvida! Oh, cratera!
 
Outra "obra" que devem dar um jeito é a da Jove Soares. É uma afronta aquela placa colocada no canteiro da avenida falando em investimentos de quase 4 milhões de reais quando a rua em toda a sua extensão, tirando poucos metros que foram reformados muito mal, está toda cheia de buracos. A população precisa cobrar seriedade deste governo municipal. Não se pode mais ficar fingindo que trabalha, fazendo poucas obrinhas e mais nada. SAMU, por exemplo, a gente nem precisava, mas ele acha que isto vai lhe trazer votos. Pode até trazer sim, já que a população, infelizmente, anda muito mal informada e se deixando levar por manchetes mentirosas de jornais que junto com algumas pessoas, recebem rios de dinheiro dos cofres públicos. E aproveitando a deixa, tem muito empresário em nossa cidade que anda se dando bem com esta administração. Vamos acabar com esta pouca vergonha de ficar mamando nos cofres públicos, ficar fingindo que está tudo bem. Nada dura para sempre e muita coisa ainda vai vir à tona, principalmente se depender de mim. Estou atenta a muita coisa, muita cachorrada, muita enganação. Pode não ser hoje, pode não ser amanhã. Mas será sim um dia. E neste dia Itaúna nascerá com 50 sóis.
 
28/06/08
A PF em Itaúna
O prefeito Eugênio Pinto e os seus aliados estão dizendo desde sexta-feira atrasada que a Polícia Federal não encontrou nenhuma irregularidade na vistoria feita em sua administração. O prefeito, mais uma vez, quer enganar a população menos esclarecida. A PF não encontrou nada na sexta-feira porque ela não veio analisar nada, veio apenas apreender documentos para análise de técnicos preparados para tal função. Só depois desta análise é que saberemos se foi ou não encontrado irregularidade.
Já falei aqui e volto a repetir. O Eugênio é uma incógnita para mim. Muitas vezes eu fico pensando se ele não é uma grande vítima da sua pouca escolaridade e da sua grande vaidade. Outras vezes imagino que eu nunca o conheci e que ele é muito esperto mesmo e sabe direitinho o que anda fazendo ou deixando de fazer. Fico pensando se ele acredita mesmo no que diz com garantias de outros ou se é mais um na lista de políticos tão prejudiciais ao nosso país.
Mas que ele deve estar meio assim, digamos, temeroso, deve estar sim, ainda mais vendo conhecidos seus sendo presos e interrogados. Mas é até possível que não se encontre nada em Itaúna, afinal a construção das casas ainda não foi iniciada. Mas tem uma coisa que está me deixando curiosa. Se são apenas 84 casas populares a serem construídas e a verba do PAC é de 1,5 milhão, estas casas são mesmo populares?
O prefeito apareceu na prefeitura só depois de ter certeza absoluta que a PF estava bem longe. Aí reuniu seus servidores e se pôs a falar que nada foi encontrado de irregular. Queria ver ele falar isto quando a PF ainda estava por aqui.
Mas deixemos de suposições e aguardemos a resposta das investigações. Até lá seria injusto, mesmo com o Eugênio, afirmar irregularidades nesta operação. Mas quem sabe um dia a PF não realiza o Operação Pinto e aí analise outros contratos, outras licitações?
 
$$$$$$$$
Nossa! Para algumas pessoas o dinheiro é tudo mesmo, né? A matéria de um jornal na cidade deixou estarrecidos opositores e defensores do prefeito. Menos, né?
 
Candidatos
Na nossa próxima edição já saberemos quem são os candidatos à prefeitura de Itaúna. Da dezena anunciada deve sobrar três, no máximo quatro. Esperamos que aqueles que, por qualquer motivo, não tiverem seus nomes confirmados não entrem naquela de vingança e se debandeiem para o pior lado. Acho que Itaúna e seu povo merecem um governo sério, gente capaz de se entregar ao trabalhar com o objetivo de fazer crescer e desenvolver esta cidade, na minha opinião, tão massacrada nos últimos anos.
 
Recortes de obras do prefeito
Está circulando pela internet recordes de jornais que falam do prefeito Eugênio Pinto e suas "obras". No meu entender é propaganda extemporânea e fácil de achar a mente brilhante que está repassando o-email, afinal cada computador é único. Mas no afã louco de diminuir o estrago feito pela PF em Itaúna, alguns burrinhos devem ter se esquecido disto.
 
21/06/08
Por atacado
O Partido dos Trabalhadores continua representando contra jornais. Na quinta-feira nos enviou mais duas, por propaganda extemporânea. Mas para economizar tempo, afinal já deve estar montando novas representações, desta vez foi por atacado. Em uma única colocou a GAZETA DE ITAÚNA, Zenaide Gomes, Neider Moreira, Silmar Moreira, Gláucia Santiago, Antônio de Freitas, Jornal Tribuna, Renilton Pacheco, Jornal Folha do Povo, Geovane Vilela, Revista Cidade de Itaúna e o Jornal Cavaleiro da Justiça. Não sei se entendo isto como um ato de desespero ou por falta mesmo do que fazer. Acho que desespero. Será que o PT não confia mais na reeleição do prefeito Eugênio Pinto? Será que o PT tomou consciência que o povo anda mais esperto e muitos têm enxergado mais do que o partido gostaria? Que medo é esse? Medo de perder as tetas do poder?
Acho que o PT deveria se preocupar mais em elaborar um bom plano de governo para a cidade ao invés de ficar procurando picuinhas com a imprensa. A cidade está que é buraco só. Antes diziam que era por causa do período de chuvas... As chuvas estão quase de volta e os buracos continuam pela cidade inteira. Outra coisa seria regularizar a falta de remédios e materiais usados nos PSFs. E médicos também! No PSF do bairro das Graças os funcionários ficam trombando uns nos outros de tantos que são e médico que é bom...nada. Casas populares, onde estão, PT? Não era governo do povo? As únicas casas que se tem notícias são os projetos que o prefeito tem a cara de pau de dizer que são dele. Plano de governo, PT. Plano de governo é uma coisa que as pessoas sensatas se reúnem para elaborar quando pretendem se eleger para administrar uma cidade. Vocês não fizeram um em 2004 e olha no que deu!
Ao invés de ficar vigiando jornal porque não se sentam e tentam trabalhar num plano de governo? Ou vão deixar para os de outras cidades elaborarem? Ou então porque não pegam no pé de jornais que colocam manchetes mentirosas exaltando um trabalho de prefeito que não existe? Vão "caçando" propaganda extemporânea e deixem de lado o trabalho pra vocês verem onde vai dar. Não temos culpa se noticiamos verdades. Não temos culpa se estas verdades incomodam ao Partido dos Trabalhadores. Deixem-nos trabalhar!
 
Se o prefeito petista e o partido são tão bons para governar, arrumar empregos para a população de Itaúna, que me dizem de perdemos a Casas Bahia? Porque a rede se instalou em Pará de Minas se já tinha até imóvel na cidade?
 
 
14/06/08 - Não houve edição
 
07/06/08
Turismo no SAAE
O diretor do SAAE, Nilzon Borges, entrou em contato com a GAZETA na manhã de segunda-feira para esclarecer a nota que fizemos sob o título Turismo. Nilzon não desmentiu os valores, apenas explicou onde foram gastos. Segundo ele os 55 mil reais em móveis foram usados em sete salas e não apenas na dele: sala de reuniões com dez cadeiras, salas de atendimento para as visitas freqüentes à estação com quarenta cadeiras, DVD, computadores, mesas etc. Sobre o famoso arquivo de 95 mil, o diretor esclareceu que não é um armário arquivo e sim um arquivo permanente que substitui hoje cerca de 3 mil caixas, que assegura a guarda de documentos da autarquia e que terá vida útil por mais três décadas.
 
Iris Léia no Orkut
Na Revista Cidade de Itaúna veio uma foto do Orkut da Iris Léia, namorada do prefeito Eugênio. A foto mostra propaganda eleitoral da pré-candidata a vaga no Legislativo. É preciso que o PT, que já está mais acostumado, entre com uma representação junto à Justiça Eleitoral e faça a moça pagar uma multa pelo fato. Em Belo Horizonte, Thiago Henrique dos Santos Carvalho foi condenado por propaganda extemporânea por usar o site de relacionamento Orkut para divulgação de seu nome e de suas propostas. Ele foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$25.000.00. Estamos esperando uma atitude do PT, afinal a lei é para todos, né?
 
Corte de árvore
Uma pessoa nos ligou esta semana para reclamar do corte de árvore na rua Ana Lima, no passeio, feita pela prefeitura. Segundo ela, a árvore não incomodava em nada e ainda assim teve autorização de corte dada pelo Solano. "Uma árvore bonita, cuja imagem era até usada como tela de computador. A gente precisa de cortar árvores que realmente incomodam ou correm risco de cair sobre as residências e não temos autorização. Uma árvore como aquela...".
 
 
31/05/08
"Jornaleco"
Li em um jornal da cidade uma manchete onde o secretário de Saúde, José Oscar Junior" chama outro jornal de "jornaleco". Não sei se isto foi para a GAZETA ou para outro jornal. Aqui a carapuça não serviu. Mas o secretário deveria prestar mais atenção à sua pasta do que ficar acusando jornal de mentiroso. Por exemplo a decadência dos PSFs. Por quê ele não explica a falta de medicamentos gratuitos para a população carente? E a falta de médicos nos PSFs? Pedi a vinda da médica do PSF do bairro das Graças à minha casa nesta semana e a resposta que obtive foi que ela estava doente e não estavam sendo marcadas consultas. Ora, secretário, o senhor deveria saber que médico também adoece, tira férias, é um ser humano como outro qualquer. Então, ao invés de ficar chamando imprensa de "jornaleco" por quê não dispensa algumas daquelas SEIS pessoas que vieram em minha casa para aplicar UMA vacina da gripe (e isto deve acontecer nos demais PSFs) e contrata mais uns dois médicos para cobrir estas faltas? Imagine se é um paciente muito doente e que não possua outro recurso para uma consulta? Morre? Faça o seu trabalho de forma correta ou, senão, pegue seu microondas e volte para o lugar de onde veio...
 
Investimento na educação
Tem uma propaganda na TV em que um deputado diz que em Itaúna o PT investiu muito em educação. O deputado não faz idéia do quanto... Mas a julgar pelos monitores mostrados na propaganda não deveria ter sido tanto assim. Queria conhecer as CPUs destas máquinas adquiridas....
 
Concurso do SAAE
Se o concurso do SAAE ainda não foi cancelado deve ser questão de tempo apenas. É imoral demais para a cidade que um concurso seja feito apenas para beneficiar algumas pessoas que não têm outra profissão que a de ser indicado para um cargo público. Cruzes! Mas o que causa espanto é a escolha do cargo que algumas pessoas fizeram na hora de prestar concurso... Será que a escolha de cargos mais simples foi o medo de não passarem no concurso e perderem a bocada? Seria cômico se não fosse trágico! Que o concurso seja cancelado e que as pessoas sejam ressarcidas do valor gasto com a sua inscrição. Que pena que o Nilzon tenha se deixado contaminar por este governo. A cidade o considerava uma pessoa correta e ele tem se mostrado muito "baixa a cabeça" fazendo coisas que sabe ser imorais e deixando acabar o respeito que muitos tinham pela sua pessoa.
 
Turismo
Me contaram que o SAAE está investindo em um outro segmento, o de turismo. Tem gente na fila para conhecer os móveis da sala do diretor Nilzon Borges que custaram a bagatela de R$ 55.000,00! Mas o que causa maior admiração é um arquivo/armário de R$ 95.000,00. Isso mesmo, noventa e cinco mil reais! Só mesmo aumentando a tarifa...
 
24/05/08
Ainda há esperança?
Na quinta-feira abriram uma cratera nos jardins do começo da avenida Jove Soares, com Av. Dr Miguel Augusto Gonçalves. Isto fez meu coração se encher de esperanças. Pode ser que esta nova cratera seja para dar continuidade à cratera da minha rua e, juntas, cratera um com cratera dois, se termine o bendito canal cuja obra vem se arrastando há meses. O difícil é arriscar se o prefeito Eugênio Pinto vai dar conta de convencer a Ferrovia Centro Atlântica de abrir a travessia da linha. Se isto acontecer, viveremos felizes para sempre.
 
Aumento do SAAE e falta de medicamentos
Na reunião da Câmara desta semana ouvi o vereador Rosse Andrade levar reclamação de itaunenses sobre o novo aumento no preço das tarifas de água e esgoto. Reclamação justa, mas fiquei pensando com meus botões: precisava alguém reclamar para que o assunto fosse levado à Câmara? Os vereadores não sabiam do aumento? Não existe como pressionar o SAAE para que seja feito um bom programa de isenção de tarifas para a população carente da cidade? Não deram isenção ao CDE? Dêem isenção a quem realmente precisa! Aliás, esta isenção ao CDE foi discutida na Câmara? O Centro de Dirigentes Empresariais realmente precisa disto? Mais uma vez, volto a falar que a cidade deve muito ao CDE e as instituições que o compõem, mas não concordo com esta isenção.
O presidente da Câmara também falou sobre reclamações da falta de medicamento nos postos de saúde. Os vereadores vão continuar apenas falando das reclamações ou vão agir para que a falta de medicamentos seja corrigida? Trabalhar, né, gente?
 
Reunião ao vivo
Nesta semana assisti à reunião da Câmara ao vivo pela internet. Gostei. Um excelente trabalho do site do jornal de Itaúna. O endereço é: http://www.jornaldeitauna.com/
 
Feminino Plural
Com todo respeito ao meu amigo Luiz Parreiras , a quem admiro muito, mas esta edição do Feminino Plural tem nome que não não justifica o título. Será que as outras homenageadas, mulheres que realmente merecem o título, empreendedoras que são, não ficarão constrangidas?
 
17/05/08
Pré-candidatos
Tem havido muita especulação em torno de nomes de pré-candidatos à prefeitura de Itaúna. A GAZETA não fez ainda este tipo de matéria por uma simples razão: só saberemos quem é quem depois das convenções partidárias, acordos, etc. Já noticiamos outras eleições e vimos mais de uma vez candidato que declara certa a sua candidatura recuar por um ou outro motivo. E depois não é tão simples assim se candidatar a prefeito. Pra começar é preciso a coisa mais elementar: cair no gosto do eleitor e tem nomes aí que não se elegem mais nem para síndico de prédio da família. Outros nomes são de pessoas tão antipáticas que o eleitor muda de passeio só para não ter que ver um sorriso eleitoral e ouvir a sua lenga-lenga de falar que vai fazer isto, aquilo, que tal político é assim, assado. Tem ainda o fator, importantíssimo, que é a credibilidade. Tem os que já tiveram sua hora, sua chance e o povo dificilmente vai querer ver as mesmas caras de novo. Tem o que juram que se candidatarão pela grandeza da cidade e tem os que dizem a mesma coisa, mesmo não sabendo o que isso significa. E não se pode esquecer que a Justiça prometeu não aceitar candidato com processos. Então, especular não adianta e qualquer coisa muda o cenário, principalmente acordos feitos entre partidos. É esperar para ver.
 
Desespero
Tem pré-candidato desesperado por aí. Confiou demais, acha que o povo é bobo e agora, com as pesquisas borbulhando em tudo que é canto, pesquisas sérias, viu que a coisa não está tão boa assim para o seu lado. O negócio foi investir mais em alguns meios de comunicação para a publicação de manchetes gritantes que no final só denunciam de verdade o desespero. Tem meio de comunicação que coloca manchete tão mentirosa que no decorrer da matéria, acho que por vergonha (tomara, Deus), muda tudo. Só sei que este ano a coisa via ficar quente, isto por causa do baixo nível de alguns pré-candidatos e nível mais baixo ainda de seus "aliado$".
 
15 anos do jornal Integração
O jornal Integração, da minha amiga Bea Chaves, comemora hoje 15 anos de fundação. Além de amiga, a Bea já foi também minha chefinha e sei de quem estou falando. Jornal no interior, com equipe pequena, que não se vende em troca de estrutura e grana é difícil sobreviver. Mas a Bea chegou até aqui e vai chegar muito mais longe, se continuar trabalhando como trabalha, com ética acima de tudo. Hoje vamos bebemorar este marco na história da imprensa itaunense. Dentro de alguns dias será a vez da GAZETA comemorar sua primeira década.
 
03/05/08
Cidade Educativa
Às vezes me pergunto se certas falhas em eventos da prefeitura são por falta de competência de quem os organiza ou por maldade mesmo de quem manda organizar. Nas comemorações de mais um ano do título de Cidade Educativa a minha pergunta foi novamente feita, mas agora acho que tenho a resposta. Não é falta de competência não. É inveja mesmo, por saber que não conseguirão deixar seu nome na história de Itaúna, coisa que muita gente faz sem o mínimo esforço.
E entre os nomes que já estão em nossa história, pelo que já fez e pelo que faz diariamente, está o do Dr. Guaracy de Castro Nogueira, que entre seus muitos feitos, realizou o trabalho para que a cidade recebesse o título de Cidade Educativa. É impressionante como a atual administração faz questão de ignorar isso. Todos sabem (menos a Administração Municipal) que a pessoa que mais se dedicou, que se entregou de corpo e alma para que esse título viesse para Itaúna, foi o Dr. Guaracy. Se não fosse ele, isso não teria acontecido. Muita gente séria que participou deste processo está impressionada com a Administração, que comemora com "pompas" o fato e nem sequer toca no nome do Dr. Guaracy. Este, na minha opinião, deveria ter recebido, no mínimo, um agradecimento público! Mas não faz mal algum. O Dr. Guaracy sabe que toda a cidade lhe é agradecida por isto e por mil outras coisas e isto é o que vale. Uma administração passa. Quatro anos não duram para sempre.
 
Vacina
Acreditem, eu não ouvi dizer, eu vi! No dia em que vieram à minha casa vacinar a minha mãe contra a gripe, tomei o maior susto: seis pessoas. Seis pessoas só para aplicar uma vacina. Aí me pergunto: porque tanta gente numa casa só? Não seria mais correto apenas uma já que, acredito, nenhum idoso oferece resistência para ter de ser imobilizado por um batalhão? Será falta de organização mesmo ou estão sobrando contratados nos PSFs? Se sobram contratados, faltam materiais como as famosas fitinhas de medição de diabetes... Esta Administração... sei não! E não se pode falar que ela é incompetente porque vem o PT e fala que é propaganda extemporânea e entra com processo. E este PT só enxerga propaganda extemporânea nos jornais que não são alinhadinhos com o prefeito. Ora, ora, ora. Mas não há PT que dure pra sempre, né?
 
Mil empresas
Falando nas mil coisas que o Dr. Guaracy fez pela cidade me lembrei da publicidade de TV que está sendo veiculada, em horário nobre, da prefeitura de Itaúna. Lá fala que na atual administração mil novas empresas se instalaram em Itaúna. Pedi a lista destas empresas e estamos publicando (aaiii!) . É muita empresa, né? (ai!) Muito emprego. Onde será esta cidade? (credo, sai daqui!) Vou ter que parar de escrever, tem uma empresa querendo se instalar aqui, em cima de mim! (ui!)
 
19/04/08
Gastos com publicidade
Recebi na manhã de terça-feira a ligação de um senhor, que se comunica com o jornal vez ou outra, para comentar as notícias do fim de semana. Naquele dia ele falou da sua indignação ao ler na GAZETA os gastos que a prefeitura teve com publicidades no ano passado: R$ 1.180.263,93! Se mostrou desanimado. Disse que pagou nestes dias o IPTU, caro, e se pergunta: pagar para ver tudo sendo gasto de forma irresponsável? Comentou ainda a "gentileza" do prefeito Eugênio Pinto com os "chapas". E ele tem razão nas coisas que disse. Para quê o Eugênio fica fazendo gracinha com os "chapas", se na verdade trata as pessoas mais simples com desprezo? Ora, ora, ora. E não é só o Eugênio, não. No telefonema, o senhor falou também de recente visita que fez a alguém na prefeitura e pode constatar que quem não pertence ao grupo do prefeito não merece crédito. Infelizmente, normal nesta administração.
 
Biocombustível
Outro dia, assisti no jornal do SBT uma matéria sobre a fome no mundo. Na matéria falava da escassez de alimentos no mundo inteiro, o que faz os preços subirem e o povo deixa de ter acesso à coisa mais básica, que é a alimentação. Ouvindo o Nascimento me lembrei que há um ano, dia 31 de março do ano passado, quando do anúncio do biocombustível como uma das mais baratas e renováveis fontes de energia, eu falava aqui sobre a falta de alimentos que isto poderia gerar e foi exatamente que o apresentador do jornal disse. Extensas áreas, onde antes se cultivava alimentos, foram tomadas pelas plantações de cana e outras espécies vegetais que podem gerar o biocombustível. O resultado veio mais cedo que o esperado. O mundo inteiro plantando para se enriquecer com o biocombustível e a população morrendo de fome. Na 30ª Conferência Regional da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, realizada esta semana no Palácio do Itamaraty, as ONGs questionaram: "como é possível que, enquanto milhões de pessoas passam fome no mundo, utilizem-se os alimentos para produzir agrocombustíveis em lugar de dar de comer às essas pessoas? Isso só beneficia as indústrias e os donos de veículos [automotivos]".
 
Orkut
O PT agora deu para acusar Deus e o mundo de propaganda extemporânea. Qualquer coisa e ele tá lá, na cola de alguém. A GAZETA DE ITAÚNA foi acusada disto três vezes, só este ano. O vereador Rosse Andrade também. Engraçado é que tinha uma página no Orkut de uma mulher, que estava à toda, fazendo propaganda eleitoral para seu amado(?). A moça é aquela "que serve empadas", como disse a Elza Lopes no jornal Brexó. A página sumiu, mas foi salva por alguém antes. E em breve vai dar problemas para o candidato. Mas por quê o PT não a processou? Estranho, né?
 
12/04/08
Prisão de prefeitos
A Polícia Federal fez estragos em Minas, ou melhor, está tentando corrigir os estragos feitos por alguns prefeitos, com a Operação Pasárgada. Não sei se a PF anda trabalhando mais, investigando mais a corrupção ou se a corrupção é que aumentou mais neste país, depois do advento Lula.
Mas de qualquer forma, 12 prefeitos mineiros foram presos nesta fase da Operação Pasárgada. Mas soube por fonte certíssima que as investigações continuam em outros "deslizes" de prefeitos e que em breve teremos mais novidades. Quem será o próximo prefeito a ser preso pela PF? Quem será o de número 13?
 
Carlos Vereza
O PT voltou a me incomodar esta semana. Até ando achando que a GAZETA anda esgotando na banca, porque o PT está tentando tirá-la de circulação e comprando tudo. A gente agradece, sensibilizada.
Como hoje tenho que entregar o jornal mais cedo na gráfica porque a tiragem será aumentada, fiquei sem muito tempo para me dedicar ao Observatório. Por isso transcrevo aqui parte de uma entrevista do Carlos Vereza ao Jô Soares que não foi ao ar.
Sem comentários, mas eu adoro este cara!
Sobre o PT: "A maior vergonha política que já conheci como homem brasileiro, foi a história do mensalão, do dinheiro na cueca e deste projeto de poder e de autoritarismo que tentou e tenta se instalar neste país".
Sobre a propaganda que a Regina Duarte falava de ter medo do governo Lula, o Jô pergunta se o medo dela era menor do que aconteceu. Carlos disse que "sim e apoiei a Regina. O que era uma grande líder metalúrgico transformou em uma glamorização da ignorância. Agora ele diz que nunca se vez tanto pelo trabalhador como ele tem feito. Ora isto é um delírio absoluto, é um megalômano... O PT não me engana, o apelido que eu dava para o PT era "sempre alerta"... Foi a oposição mais feroz, mais cruel, mais desonesta que se fez a todas as tentativas boas e generosas que se tentou colocar em prática neste país; eles eram contra, levavam apitos, pandeiros, batiam na bancada do Congresso e com discurso da ética, da moralidade, da virtude, como se eles tivessem o monopólio da verdade, da virtude, da honestidade e chegam ao poder sem projeto de governo, sem um pensamento para formar o rosto deste país, só projeto pra permanecer no poder. O Lula ficaria 8 anos, o outro ficaria mais oito, o Lula voltava e ficaria mais oito e assim por diante".
Sobre os quarentas indiciados pelo Ministério Público, Carlos disse: "faltou o Ali Babá...quem gosta de metáfora... O próprio promotor disse: prendi quarenta e agora falta o Ali Babá, adivinhem que é o Ali Babá?"
 
Mendigos e caramujos
Nesta semana recebemos mais uma reclamação de um comerciante da rua Silva Jardim, próximo à ponte. Segundo ele, os mendigos continuam morando debaixo da ponte da Silva Jardim o que tem trazido insegurança para toda a região, além do mau cheiro e constrangimento. A GAZETA já falou outras vezes sobre o assunto, mas parece que a secretaria de Assistência Social não se importou com o problema. Não, pelo menos enquanto era secretária a senhora Marisa Pinto. Agora com um novo secretário ns pasta esperamos que as providências sejam tomadas antes que algo irreversível aconteça por causa dos mendigos moradores daquele local.
 
A vez dos caramujos
Um recado aos moradores da rua Padre Marcos Heleno: vocês estão sujeitos a tantos problemas nesta rua (agora pela invasão de caramujos, catados às dezenas) que deveriam chamar mais atenção do poder público municipal. Com a rua é mais isolada e fazer uma manifestação aí não ia adiantar nada, façam em outro lugar, como por exemplo na porta da prefeitura, bloqueiam a rua Silva Jardim. Façam um escândalo! Afinal são cidadãos itaunenses, moram no centro da cidade (me perdoem, mas num rua bem maltratada) façam valer seus direitos! Ou recolham os bichos e mandem de presente, vocês sabem para quem.
 
 
05/04/08
A assessoria de Comunicação da prefeitura de Itaúna comunicou esta semana a ida do prefeito Eugênio Pinto à Brasília para pedir ao ministro Hélio Costa melhorias nas telecomunicações da cidade. Ora, ora, ora. Melhor seria economizar o dinheiro gasto com a passagem porque estamos precisando disto desesperadamente.
Mas a melhoria nas telecomunicações me levou a pesquisar no nosso site sobre
os gastos de mais de R$ 1.550.000,00 com o novo sistema de internet da prefeitura feitos no ano passado. Caso se interessem em recordar, está no dia 28 de abril de 2007, no link "notícias anteriores". Pois é, como disse na última edição este investimento não parece ter dado certo, pelo menos não deu certo para a população. Vejam bem: antes a prefeitura pagava 23 mil reais por ano. Passou a pagar 65 mil reais por mês.Quando denunciei isso, o procurador do Município, Osmar Andrade, preparou algumas perguntas e respostas sobre o assunto e mandou para a imprensa. Disse que uma das vantagens era ter interligadas as diversas secretarias. Citou que com o novo sistema de custo absurdo um médico poderia consultar se o medicamento que ele ia prescrever existia no estoque, falou de câmeras de vídeo em espaços públicos "com imagens disponíveis através da internet, onde o cidadão possa ver o momento de menor fluxo de pessoas para que ele possa se dirigir ao local de atendimento". Foi dinheiro jogado fora porque ainda se o sistema funcionasse não existem estoques de remédios. Hoje, por exemplo, às 8h11 de sexta-feira, não tem remédios na farmacinha para pressão (atenolol, 50mg) coração (propanolol, 40 mg) e diabetes (Daonil - segundo a atendente falta há dois meses). No posto de saúde do bairro das Graças não tem de novo fitinhas para medição de glicose, gazinha, soro para curativo... Então que estoque seria este que o médico consultaria?
Outra citação do Osmar é o acesso do cidadão para ver pela internet quando tem menos fluxo de pessoas para que ele possa se dirigir àquele local para ser atendido mais rapidamente. Ora, qual a porcentagem de pessoas com acesso à internet Osmar pensa que tem na cidade? No máximo 4% da população. E ainda que todos tivessem este acesso eles não tiraram quase tudo da prefeitura e passaram os serviços para os bancos, mesmo depois de reformarem os balcões de atendimento da prefeitura? Por causa de tanta modernidade é que hoje a gente chegou no ponto que chegou. E não adianta ficarem tentando tapar o sol com a peneira que a gente está vendo. Porquê, por exemplo, a saída da Jove Soares para a avenida Miguel Augusto tem tanto buraco se se gastou quase 4 milhões de reais para transformar a avenida naquela coisa maravilhosa que a prefeitura mostrou em uma revista?
Pois bem, se tivesse sido mais cauteloso com o dinheiro público hoje não precisaríamos de ficar buscando dinheiro para a ETE - Estação de Tratamento de Esgoto e nem faltaria tanta coisa no município.
A assessoria mandou a notícia sobre a viagem a Brasília, mas eu soube de um outro motivo da ida do prefeito à capital do país: buscar dinheiro, tentar de novo um financiamento. Já virou até piada na cidade. Seja o que for que tenha ido fazer não deveria ficar voando pra baixo e pra cima. Não custa lembrar: é hora de apertar os cintos, pagar o que está pendente e tentar, quem sabe, construir pelo menos uma coisinha que seja, ou terminar o que se começou.
E volto a perguntar: o que faço com a cratera no final da minha rua?
 
 
29/03/08
Eita que o homem não desistia mesmo! 36, 18, 8 milhões de reais. Ele foi tentando de todas as maneiras porque o que saísse era lucro. Mas, se até parte da situação já está negando suas (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?) investidas, dificilmente o prefeito Eugênio volta a ter maioria na Câmara e assim a gente espera mais contenção de despesas por parte do município. E vai ter que ser assim no ano de 2008. Se o prefeito deixou, ele e seus secretários, que sobrasse mais de 17 milhões de reais de 2007 para serem pagos em 2008 (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?), a coisa vai apertar.
Detesto falar isso, mas não foi por falta de aviso. Com tanta gastança haja cofre para suportar e todo cofre tem fundo e o da prefeitura não seria diferente. E o pior desta notícia da dívida, ou restos a pagar, como queiram, é que parece que muitas obras foram encerradas, mas não terminadas. Eu não entendo (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?) o que aconteceu por exemplo com a avenida Jove Soares. Em uma revista que a administração fez circular no ano passado mostrava uma avenida linda, arborizada, chiquérrima e uma placa com o custo da obra, quase 4 milhões de reais. Se os 4 milhões saíram dos cofres não sei, mas a avenida continua do mesmo jeito. (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?) A obra de transposição da linha férrea a gente pagou uma grana pelo projeto que nem vi, nem sei se foi terminado também. Tem ainda os gastos com a comunicação da prefeitura. Uma vez me disseram que o site da prefeitura ia ser muito dinâmico. Ia mostrar em tempo real até o tamanho da fila no balcão de atendimento. O site, para falar a verdade, até piorou. E em tempo real só vimos o prefeito falando um monte de mentiras no rádio (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?). E a Oscip? Dez milhões! E os carros? outros milhões... A ponte para desafogar o trânsito da avenida Miguel Augusto, iniciada no governo Osmando e terminada pelo Estado, causou uma ira no prefeito que tudo fez para destruí-la e conseguiu. Inventou de aumentar as galerias e aumentou tanto, mas tanto que não sobrou dinheiro para fecha-las e colocá-las em uso (o que eu faço com a cratera no final da minha rua?).
O PT não quer que eu fale que Eugênio é o prefeito da destruição (pobre PT), mas mentiras eu não posso falar. Tá bem, ele fez uns alambrados aqui e ali, trocou a grama da praça, asfaltou uns pedaços de ruas e aí? Nada mais que eu me lembre. E agora, obras inacabadas, dívida de 17 milhões, 2008 inteiro para mostrar serviço e ainda tem que pagar as prestações que deve ao hospital, mais de 1 milhão de reais. E o dinheiro para isso tudo?
 
O que eu faço com a cratera no final da minha rua? Choro, né? E o prefeito Eugênio deve pensar em contratar de volta os seguranças, a julgar pelas vaias que tem recebido ...
 
23/03/08
Indagações
Ando pensando numa coisa. Na verdade sempre que vejo no noticiário uma nova falcatrua, um novo nome suspeito de corrupção, penso nisto: como esta pessoa dorme de noite? Quando coloca a cabeça no travesseiro, pensa o que, antes de se entregar aos braços de Morfeu? É como imaginar um acusado de um crime hediondo na frente de um juiz e de um júri. Só ele sabe a verdade. Se for inocentado ou condenado, sempre será apenas ele que sabe a verdade dos fatos. Se praticou ou se é inocente da acusação que lhe pesa, só ele sabe. Penso a mesma coisa com relação ao prefeito. O que será que passa pela cabeça dele enquanto discursa as coisas mais absurdas? Quando ele vai às rádios e fica falando, falando, falando o que ele pensa? Será que é isto? "Cambada de povo bobo....". E quem recebe dele para poder defendê-lo e que sabe a verdade? Pensa o quê? Será que é isto? "este povo acredita em tudo que ele diz. Cara de pau mesmo...".Sobre os nossos vereadores penso a mesma coisa, ou melhor, pergunto a mesma coisa: O que será que eles pensam quando estão sós com seus pensamentos?
A derrota do prefeito na reunião de terça-feira, quando o projeto de empréstimo foi rejeitado com a ajuda de dois vereadores da situação, Orlando Rodrigues e Bolivar Barbosa, mostra que algumas pessoas andam pensando mais e tentando votar com a sua consciência limpa. Orlando disse que votava contra sob orientação do partido, o PV. Aí a gente faz nova pergunta: como o Partido Verde volta contra a construção da ETE? Mas a resposta não é votar contra a ETE e sim a favor de não nos endividarmos mais. Bolivar pensa da mesma forma, assim como os vereadores de oposição. Mas vamos ouvir entrevistas do prefeito dizendo que eles votaram contra o povo, mas não foi não. Precisamos da ETE sim, e bem depressa, mas não desta forma, nos endividando.
E a gente nem precisaria pedir empréstimo para construção da ETE se não fosse a quantidade de milhões gastos em coisas desnecessárias como aluguel e compra de tantos carros, sistema de comunicação que a gente nunca soube se funciona, consultorias até para consultorias, obras esquisitas, dezenas de viagens, muito dinheiro público gasto de forma duvidosa no meu entender. Aliás não sei onde foi parar tanto dinheiro. Nossa arrecadação é imensa, mas se não for bem administrada desce pelo ralo. Cidade que arrecada o que arrecadamos não precisa ficar pedindo 18 milhões emprestados.
Agora, quem sabe o prefeito aprende que não é todo mundo que abaixa a cabeça diante dele. Pena que não dá mais tempo de aprender a administrar nossos recursos públicos.
 
15/03/08
Mais vaias
O prefeito Eugênio Pinto não está mesmo agradando. Normalmente não acontecem manifestações contrárias ao seu governo em público, mas se der oportunidade ao povo, é batata. Batata, não. Vaia. Dizem as línguas boas e ruins que outro dia, em um bingo beneficente em Santanense, o prefeito deu o ar da graça. Ele chegou discretamente, se sentou e começou a preencher a cartela conforme os números eram cantados. De repente ele anuncia: ganhei! O cantador das pedras conferiu e... apenas uma linha havia sido completada e ao microfone disse "foi um engano de nosso prefeito, ele completou apenas uma linha". Estava aí a oportunidade que o povo esperava e foi com força que se fez ouvir: UUUUU!!!! Sai fora Prefeito! UUUUUU, fora, Pinto! Fora! UUUU!!!Disseram que foi a glória, que praticamente todas as pessoas que lá estavam vaiaram, foi quase unânime. E o nosso querido administrador despistou e saiu de fininho. Sumiu. Coitado! 
 
O buraco
Não sei o que fazer com aquela cratera enorme no final da minha rua, onde o prefeito destruiu a avenida feita pelo estado e pelo governo Osmando. E não sei se devo ter esperanças de que o buraco será tampado um dia. E não sei também em quem acreditar. As versões são muitas. Há quem diga, e é gente da obra, que o dinheiro acabou. Já o Tarcísio, secretário de Obras, disse que os trabalhadores foram embora porque as escavações já terminaram e por isto tem menos gente no local. Há quem diga e me garante que a Centro Atlântica barrou, nada passa por aqui, nem por cima, nem por baixo. Quem está falando a verdade?
 
A dança do Diabo
Na coluna do Gervânio Lima, na pagina 6, vem a apresentação de um filme brasileiro, "O Homem que desafiou o Diabo". Não sou crítica de cinema, gosto do cinema nacional e este é um dos muitos filmes brasileiros que dá um imenso prazer em assistir por causa do que mostra de nossa gente, de nossa cultura, num país tão grande e de tantas diferenças culturais como o Brasil. A dança do Diabo, desafiado por Ojuara, então é uma coisa linda no filme. Nada a ver em defender o bem ou o mal aqui. O diabo é apresentado conforme a visão que o caboclo tem dele. Um sujeito dado a malvadezas, mas que não deixa de ser ele também um caboclo e que tem uma graça particular ao dançar. Não sei se expliquei bem, não sou crítica, mas acho que vale muito a pena assistir. Um elenco muito bom, a história ótima. Dez.
 
Piadinha
Hoje estou zen. Também, hoje em dia são tantas as participações de leitores que posso até relaxar. Depois de crítica de filme vou contar uma piadinha. E verídica! Estávamos num restaurante na segunda-feira e a conversa, é claro, girava em torno da administração municipal. Uma pessoa, sentada em um lugar próximo não resistiu e deu seu palpite: a nossa única chance é o Senhor do Bonfim. Rezemos para que ele dê um fim nesta administração... Boa, né?
 
08/03/08
O presidente do CODEMPACE, Jerry Adriane Teles Magalhães enviou ao jornal suas explicações sobre os motivos que o levaram a pedir a paralisação da obra de restauração da igrejinha do Rosário. Entre elas estariam a inexistência de contrato entre o Igor e Prefeitura; falta de técnico, falta de cuidado no desmonte de peças, canteiro de obras dentro da igreja, etc. Acho que o Jerry ainda não entendeu o que se passou. O pior que ele fez, nem foi parar as obras e chamar o IEPHA. Foi ter feito isto sem comunicar aos responsáveis pela obra, ao pároco da igreja, à comunidade. Correto seria se ele solicitasse uma reunião com quem estava comandando a obra, no caso o Igor, e os demais colaboradores e colocasse suas preocupações. De comum acordo, o IEPHA seria chamado e tudo ficaria bem, sem trazer mal querência para nenhum lado. Em uma parte de sua longa carta ele escreve "Tanto esses como aqueles agem como se donos da cidade fossem. Agem como se Itaúna fosse um pequeno arraial dominado por coronéis e um restrito grupo de famílias que se alternam no poder e se postam acima da lei e do direito aplicado aos demais cidadãos". Mas ele próprio não agiu assim, como se fosse o dono da coisa? Pelo que se sabe, pelas informações chegadas até nós, ele agiu sozinho, quando muito, de acordo com sua esposa. Não seria ele um exemplo do que chama de coronel? Bastou ocupar a presidência do conselho que se sentiu com tamanho poder para enfrentar os "coronéis do pequeno arraial". Mexeu com nosso orgulho, mexeu com nossos beneméritos e fez isto num momento quando toda a cidade está sentindo revolta por causa do pouco caso que a atual administração tem tido com nosso patrimônio histórico e cultural. Na verdade a bomba já estava armada. A sua prepotência acendeu o pavio. 
 
Desespero 
O prefeito Eugênio e o diretor do SAAE, meu amigo Nilzon Borges, passaram do limite desta vez. Para justificar o empréstimo fizeram circular na cidade panfleto onde dizem que as adutoras do SAAE precisam ser trocadas porque são de amianto, que provoca o câncer. Provoca sim, lá na fábrica, quando os trabalhadores manuseiam o pó de amianto. Aqui na rede de água isto não acontece, nunca. Poxa, que apelação! Usar um mal tão sério, uma doença tão triste, para justificar o empréstimo! Eugênio e os seus se superaram desta vez! Covardia Na audiência pública para discutir sobre o empréstimo o que se viu foi um ato desesperado. Mais uma vez a Câmara ficou lotada, mas não por cidadãos que ali foram por interesse no assunto. O que se viu foram servidores municipais, na sua maioria gente simples, que foram "convocados" a participar e claro, aplaudir o prefeito. No meu entender isto é uma covardia. Essa gente, os servidores, trabalham no serviço mais pesado na administração e quando "convocados" a este tipo de reunião, vão porque na sua simplicidade temem perder seus empregos. E não lhes tiro a razão. Neste governo é comum a gente ter notícias de perseguição, principalmente aos servidores mais humildes. Por isso, mesmo cansados, loucos por um pouco de sossego e descanso, estes servidores vão a Câmara fazer número, para que o prefeito diga depois em rádios e jornais que tem o apoio da população. Normal para este tipo de administração.  
 
Mentira 
O prefeito colocou na rua o seu jornal Itaúna Viva e nele, à pagina 7, a manchete: prefeitura consegue verba de 1 milhão de reais para o hospital. Quando vi fiquei vermelha, mas não de raiva, de vergonha. Vergonha de saber que Itaúna é comandada por um sujeito que mente tão descaradamente, que não tem o menor rubor em enganar a população.
 
1º/03/08
Carteirinha de Deus, de novo
Eu fiz uma pergunta para uma pessoa logo que soube do pedido para que o Dr. Guaracy Nogueira se retirasse de uma reunião onde se discutiria a restauração da igreja do Rosário e faço a mesma pergunta aos meus leitores: Quem, em sã consciência, pediria para que o Dr. Guaracy não participasse de uma reunião sobre a cultura e o patrimônio histórico da nossa cidade? Perguntei por perguntar, porque eu sei a resposta: só aqueles que usam carteirinha de Deus, os sabe-tudo, os atropela-Itaúna, os metidos a entender o que nem sabem do que se trata, os que não sabem respeitar nossa cidade, nossa história e os itaunenses, de coração ou de nascimento, que lutaram e lutam de verdade por uma cidade melhor e, principalmente, pela identidade de nosso povo.
Aí vem um Jerry Adriane, pessoa de quem não me lembro de algum dia ter ouvido falar que tenha alguma ligação com nossa história, nossa cultura, eleito presidente de um conselho de tão grande responsabilidade como Condempace (Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural Artístico e Ecológico de Itaúna) com o poder de decidir, sozinho, a paralisação das obras de restauração da igreja do Rosário. Será que foi sozinho mesmo? O restante do conselho sei que não queria isso. Quem mais queria e porquê? Já que o Jerry está tão interessado em salvar o patrimônio histórico da nossa cidade, vou dar umas dicas: a "Casa do Engenheiro" precisa urgente de reformas no telhado e claro, restauração completa. O antigo escritório da Itaunense; tem ainda a igreja do Bonfim, os prédios/galpões da Itaunense na rua Dona Cota, o "Hospital Velho", etc e a cabeça de muita gente metida a poderosa que só faz destruir, precisa dar uma restaurada também. Agora, igreja como a do Rosário, que nunca esteve em tão boas mãos, o Jerry deveria deixar como está.
 
Isenção de tarifas de água
E o governo Eugênio Pinto, aquele que deveria ser, segundo ele próprio alardeava na campanha de 2004, uma administração voltada para os pobres, está mesmo fazendo algo pelas classes menos privilegiadas da cidade: isentou da conta de água o CDE - Centro dos Dirigentes Empresariais. Classe menos privilegiada? Será mesmo que o CDE precisa de tal incentivo? E para a população carente, o que foi feito de verdade? O que mais se vê é gente pedindo ajuda para pagar conta de água que foi cortada. Considero o CDE uma grande instituição para a cidade, mas não acho que precisa de isenção da conta de água.
 
Vaias
Me contaram que o prefeito Eugênio Pinto anda recebendo vaias. Merecidas, na minha modesta opinião de simples mortal.
 
23/02/08
Escorpiões
Na semana passada falamos aqui sobre os escorpiões que estão aparecendo na rua Padre Marcos Heleno. Como bom profissional que é, o Antônio Delgado na terça-feira já nos ligou informando que já tomara providências para solucionar o problema. Mas ele nos disse os escorpiões não estão vindo apenas de lotes sujos. Tem casa lá precisando de mais cuidado com a limpeza também, além, é claro, dos gabiões que naturalmente viram moradia dos bichos. Delgado pediu para que sempre que o problema for bichos e cia, avisar direto para ele na secretaria de Saúde.
 
Oscip
Eu não entendo muito desta coisa de oscip, confesso, mas tento entender de dinheiro público. E estou vendo muita grana na mão desta oscip e não estou gostando nada disto. Se a oscip é, por exemplo, responsável pelas compras da saúde, o que está acontecendo? Na farmacinha quase não tem mais remédio algum. Isto desde o ano passado. Nos postos de saúde também está sempre faltando materiais de trabalho. A tal fitinha para exame de diabetes, por exemplo, virou artigo de luxo, ninguém vê. É preciso que alguém se lembre que a maioria das pessoas que recorre à farmacinha é porque não tem dinheiro para comprar remédio em farmácia. Então é covardia deixar faltar os medicamentos. Se o número de pacientes aumentou, aumentem o pedido, planejem melhor, façam o que tem que ser feito ou saem da frente e deixem trabalhar quem entende do riscado.
 
PSF do bairro das Graças
Vieram reclamar comigo que no PSF do bairro das Graças está uma bagunça. Segundo a reclamação o enfermeiro só chega mais tarde, as moças que visitam as casas não estão fazendo o serviço direito, não estão visitando. Quando alguém vai até o PSF é entregue a ele a prancheta para assinar como se a visita tivesse sido feita. Acredito nisto, porque durante as férias da agente que atende minha casa, ninguém apareceu para substituir. A marcação de exame de diabetes foi adiada por falta de fita. Ficam falando mal do hospital mas não organizam a própria casa.
 
Igreja do Rosário
As obras de restauração da igreja do Rosário, que estão sendo feitas pelo empresário Igor Dornas, foram paralisadas nesta semana. Foram iniciadas em abril de 2007 para, além de restaurar, evitar que a construção caísse. Segundo Jerry, presidente do Comdepace, ele pediu a paralisação para que se aguarde a visita de técnicos do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG. Tomara que seja apenas por isso. Pela preocupação com o nosso patrimônio, porque a igreja há décadas está lá, jogada às traças e quando alguém se compromete com a nossa história como o Igor fez, acontecem os empecilhos. Vamos acompanhar de perto os acontecimentos.
 
16/02/08
Hospital
A prefeitura arrumou um monte de acusações e mentiras para tentar fechar o hospital Manoel Gonçalves. O objetivo era desmoralizar o deputado Neider Moreira, que é sócio de uma clínica no local e quem tem um irmão, o Dr. Lincoln, que é o provedor da Casa de Saúde. Ou seja, não permitir que Neider tivesse moral para apoiar um candidato a prefeito neste ano. Todo mundo que acompanhou nos jornais da cidade se lembra da intenção do prefeito em fechar o Plantão 24 Horas, quando deixou de renovar o contrato do serviço. Todo mundo leu, ouviu as mentiras sobre falta de prestação de contas, as mentiras sobre os pagamentos ao hospital estarem em dia, sobre repasse de verbas mentirosos. Mas os itaunenses devem aplaudir os representantes da Justiça na cidade. Nada escapa a eles quando o nosso patrimônio e nossos direitos estão sendo ameaçados. Só não podemos afirmar que são os melhores que já passaram pela cidade apenas porque nunca na história de Itaúna, um prefeito deu tanto trabalho para a justiça, teve que responder a tantas ações civis públicas. E pelo andar da carruagem este ano virão ainda muitas outras. Assim os outros representantes, os anteriores, tiveram bem menos trabalho. Parabéns aos promotores e juizes de nossa cidade. Agradecemos o seu amor e lealdade à profissão e a Itaúna.
 
Teatro Sílvio de Matos
A prefeitura bem que tentou impedir a passeata que está sendo realizada hoje em prol da reconstrução do Teatro Sílvio de Matos. Quando os artistas anunciaram o manifesto a secretaria de Educação reuniu todos e pediu prazo até março para iniciar as obras. Mas os artistas, cansados de esperar e não confiantes na promessa de obras, resolveram manter a passeata. E é melhor nossos vereadores ficarem de olho nesta reforma porque ela foi estimada em um milhão de reais. É muita grana para a reforma anunciada.
 
Escorpiões
Os moradores da rua Padre Marcos Heleno andam às voltas com escorpiões. Os animais peçonhentas estão vindo de lotes sujos. Por muito pouco um bebê de apenas dois meses não foi mordido por um deles. Os moradores reclamam e a prefeitura demora dois meses para responder que não encontrou o dono do lote. Mas como isto pode acontecer? Não existe um cadastro de IPTU? Não encontram estas pessoas na hora de enviar a cobrança do imposto? E se não encontram de jeito nenhum seja porque eles fugiram da cidade ou por incompetência mesmo, não deveriam acionar a secretaria de Saúde para dar um fim nestes escorpiões. Vamos trabalhar, gente, dar solução a problemas, parar de empurrar a responsabilidade para outros. Não tem dono? Não têm o direito de invadir lotes e residências para o combate à dengue? Façam a mesma coisa com os escorpiões!
 
02/02/08
Vem aí o Pintão
O prefeito municipal, Eugênio Pinto, anunciou a construção de um estádio de futebol na cidade. O nome, é claro, deve ser Pintão (não é no aumentativo que é chamada a maioria dos estádios?). Eugênio até já autorizou estudos para a construção. Com certeza serão contratadas duas assessorias: uma para elaborar o projeto e outra para assessorar a primeira. E tudo tem que estar pronto até 2010 ao custo, previsto por ele, de 7 milhões de reais. Mas é claro que uma obra desta grandeza não custará apenas isto! Serão 25 mil lugares, 15 mil em área coberta.O prefeito, modesto como sempre, não informou oficialmente, mas a intenção é convencer o presidente da Fifa, Joseph Blatter, de transferir jogos da Copa, previstos para o Mineirão, para o Pintão. Assim ele pode voltar a sentir um gostinho do prazer do poder de volta em 2014, porque nesse ano, ele não será mais o prefeito, infelizmente. A torcida vai gritar o nome do Pinto com a mesma euforia que gritará o nome dos grandes craques da seleção brasileira. Esta torcida, que ovacionará o prefeito, também já está sendo preparada. Uma empresa de pesquisa está apresentando um magnífico projeto onde vai encontrar as maiores gargantas da cidade, capazes de fazer estremecer o Pintão. O prefeito, insisto, modesto, não pretende usar da notícia dos jogos da Copa 2014, com certeza o jogo da final, agora. A oposição poderia acusá-lo de tentar enganar o povo porque é ano eleitoral. E isto, ele não quer de jeito nenhum. Mas as conversações sobre o assunto já estão bem adiantadas. Ele só está esperando conseguir, pelo menos, pronunciar o nome do presidente da FIFA.
 
Empréstimos
Ora, ora, ora. O prefeito Eugênio Pinto vai conseguir tirar leite de pedra. Será fácil, se a gente não tem mais dinheiro, tem vereador desalmado que não faz outra coisa a não ser dizer: sim, senhor! E estes vereadores vão aprovar o projeto de empréstimo de mais de 36 milhões para o prefeito fazer... Fazer o quê mesmo? Não importa para que será o dinheiro; já está aprovado o projeto. Veio do Executivo? Sim, sim, sim ao meu senhor prefeito Eugênio Pinto!, gritará em uníssono a maioria de nossos vereadores. Fico impressionada com a cara de pau deste povo. Não está nem aí pra cidade, não está nem aí para a população. Me provem que estou errada, pelo amor de Deus. Me provem que não preciso mostrar à cidade quem são vocês de fato. Bando de gente hipócrita, que na hora de ficar dando santinho, fica fingindo que está prestando atenção no que diz o eleitor, mas na verdade já está é sonhando com o big salário e o que mais pode vir além dele. Muitos desta turma já deram o que tinham de dar, não fizeram nada que preste e ainda estão ajudando para que coisas duvidosas sejam feitas. Cadê a fiscalização de vocês? Porque são assim, tão submissos? Estão levando algum por fora e a gente ainda não viu? Tomara que sim, porque se depender da GAZETA a maioria de vocês não pisa mais na Câmara nem para assistir às reuniões! Nunca vi isto, jornal ter que ficar fazendo papel de vereador que não tem coragem de defender a cidade. Bando de hipócritas.
 
19/01/08
É incrível
Como o prefeito Eugênio Pinto fez um carnaval para pagar a sua dívida com hospital Manoel Gonçalves. Pagar em termos, porque se não cumprir o compromisso de liquidar as parcelas do empréstimo, a coisa continua como antes.
 
É incrível I
O release enviado pela prefeitura sobre a solenidade que aconteceu no Gabinete para efetuação deste pagamento fala de repasse de um milhão de reais ao hospital. Este jogo de palavras é para confundir a população que acaba pensando que a prefeitura está tão boazinha, que até doa dinheiro ao Hospital. Ninguém de lá fala de dívida com o Hospital. Se a prefeitura mais uma vez não honrar seu compromisso o nosso único socorro que é o Manoel Gonçalves vai perder uma boa parte do pagamento do SUS.
 
É incrível II
Na reunião estavam presentes representantes do Conselho Municipal de Saúde. Não é estranho que o Conselho de Saúde seja composto por servidores municipais. Qual destes, em sã consciência, vai realmente cobrar alguma coisa do prefeito? Pode ser legal, acredito que não. Imoral, tenho certeza absoluta que é.
 
Incrível III
O prefeito Eugênio Pinto falou novamente de uma CPI no Hospital. Ah, não. Cansa minha beleza esta ladainha. Ele mais que sabe que não tem este poder todo, mas finge de bobo e vai enganando todo mundo.
 
É incrível IV
Não convidaram os representantes do Hospital, pode? Vai ver ficaram com medo de algum questionamento ou ainda sobrou um pouquinho de vergonha na cara e evitaram encarar estes representantes quando pretendiam fazer tal fuzuê por um pagamento de dívida.
 
É incrível V
Entre as inúmeras inverdades faladas pelo prefeito, cinicamente reclamou que parte da imprensa não estava presente. Chamou estes jornais ausentes à reunião de "imprensa marrom". É preciso lembrar ao prefeito que o que ele chama de imprensa marrom são aqueles jornais que preferem esclarecer a verdade para a população a receber campanhas publicitárias para se calarem diante das constantes denúncias de sua administração. O prefeito é muito cínico porque sabia que não fomos convidados. Talvez para que não fossem feitos questionamentos sobre as muitas inverdades ditas naquela reunião.
 
12/01/08 
Rotina 
O PT de novo, novamente, outra vez, decidiu incomodar a Justiça Eleitoral tentando arranjar uma liminar contra a circulação da GAZETA DE ITAÚNA e contra a GOL - GAZETA ON LINE. O triste de tudo isso é que eles não aprendem. Não conseguem deixar entrar naquelas cabecinhas de vento que esta é a minha opinião, me pertence, tenho direito a ela. Ninguém pode me tomar este direito garantido pela Constituição Federal. Outra coisa triste é o fato deles colocarem os pobres Oficiais de Justiça na estrada ao encontro do Juiz de plantão, correndo para obedecer prazos. Uma maldade. O meu conselho para o PT e os seus simpatizantes é que arrumem uma mala de roupa para lavar. E roupa suja é o que não falta, né? Já cansaram a minha beleza com tanta chatice.E tem outra coisa: se os juízes que estão de plantão, de outras comarcas, que não conhecem a realidade de Itaúna, que não estão por dentro de tantas denúncias contra a administração petista indeferem seus pedidos de liminar, imaginem se soubessem de tudo? Mandavam prender. 
 
Conspuri Afinal a Conspuri teve ou não seu contrato renovado? Em janeiro de 2007 foi feito um contrato entre a prefeitura e a empresa por 180 dias. Não ouvi falar de nenhuma licitação, alguém sabe de alguma coisa? Porque a Conspuri continua. Pior, continua mal e mal os seus serviços.  
 
Revista 
Apareceu aí uma revista falando sobre os feitos do atual prefeito na cidade. Pior é que tem gente querendo saber onde fica a cidade, outros querem saber que trecho do rio São João é aquele tão limpinho (já chamam de Piscinão do Pinto) para se refrescar nos fins de semana. Que isso, gente! Que maldade com as obras, tão lindas! Agora tem gente que pergunta: já pagou tudo? Os pagamentos com os fornecedores estão em dia? 
 
Prostituição 
Fiquei horrorizada dias destes quando passei pela praça Luiz Ribeiro, perto das 23 horas, e vi a prostituição tomar conta do lugar. Vi dois garotos gays sentados em um banco da praça à espera de programa. Um carro parou, a negociação foi feita e um deles seguiu dentro do veículo enquanto o outro disparava o leque. Pouco depois, em frente à loja de materiais de piscina, uma jovem, também menor, marcava seu ponto. Se a polícia, a Ação Social e o Juizado de Menores não tinham conhecimento, agora já sabem. Seria bom que além de tomarem conhecimento, agissem.