NOTÍCIAS

Agência Minas Gerais | Governo de Minas cede gestão do Rainha da Sucata ao TJMG e edifício ganha nova destinação cultural

Ter 07 novembro 2023 18:40 atualizado em Ter 07 novembro 2023 19:58

Governo de Minas cede gestão do Rainha da Sucata ao TJMG e edifício ganha nova destinação cultural

Prédio tradicional passará a ser a sede do Coral Infanto-Juvenil e também da Orquestra Jovem do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que se apresentou na cerimônia

Cristiano Machado / Imprensa MG download da imagem

Relacionadas

Galeria

Governo de Minas cede gestão do Rainha da Sucata ao TJMG e edifício ganha nova destinação cultural

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), e o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) assinam, nesta terça-feira (7/11), na Cidade Administrativa, Termo de Vinculação e Responsabilidade para que o órgão do Judiciário mineiro assuma a gestão do edifício Tancredo Neves, mais conhecido como Rainha da Sucata, integrante do Circuito Liberdade. A cerimônia, com participação do governador em exercício de Minas Gerais, o desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, oficializa o objetivo de transformar a finalidade cultural do tradicional espaço localizado na Avenida Bias Fortes, no entorno da Praça da Liberdade, que passará a ser a sede da Orquestra Jovem e do Coral Infanto-Juvenil do TJMG. Com essa mudança, o poder público assegura um espaço dedicado à música e à cultura, no qual os alunos poderão se expressar artisticamente, explorar seus talentos e criar laços com a comunidade. É uma forma, também, de fortalecer a cidadania e contribuir efetivamente para projetos culturais e artísticos. Leveza O governador em exercício destacou que as expectativas com o novo espaço são de que com os instrumentos e vozes as meninas e os meninos da orquestra e do coral possam levar um sopro de esperança, leveza e beleza ao entorno da Praça da Liberdade, irradiando, a partir dali, um sonho coletivo da construção de um mundo mais solidário, inclusivo, igualitário e repleto de arte. Ele explicou que foi tendo um sonho como impulso que, em 2011, o TJMG criou o projeto de formação da Orquestra Jovem e do Coral Infanto-Juvenil, mostrando, assim, a face solidária e o compromisso em garantir políticas públicas de proteção à infância e à adolescência. “A iniciativa se iniciou de maneira tímida, mas com uma forte convicção: do poder transformador da música, capaz de promover inclusão social, resgatar e reafirmar a cidadania, ampliar as visões de mundo e descortinar novos horizontes”, afirmou.  

Cristiano Machado / Imprensa MG

Características O edifício Tancredo Neves se destaca pela concepção ousada e pelo uso de materiais diversos e cores fortes nas fachadas, em estilo pós-modernista. A diversidade de elementos, formas e cores revela a opção arquitetônica pelo emprego de materiais marcadamente regionais, como o quartzito, a ardósia, a pedra-sabão e o aço produzido nas siderúrgicas mineiras. A altura e o volume do Rainha da Sucata acompanham as dimensões dos prédios históricos que compõem o conjunto arquitetônico da Praça da Liberdade, buscando um diálogo com seu entorno. A finalidade original do prédio era dar suporte ao setor de Turismo do estado. Em 1991, a edificação se tornou o Museu de Mineralogia Professor Djalma Andrade. Em março de 2010, com a inauguração do Museu das Minas e do Metal, também na Praça da Liberdade, todo o acervo do Rainha da Sucata foi transferido para lá. Gestão O Rainha da Sucata foi devolvido ao Governo do Estado em maio deste ano. Anteriormente, o local esteve sob responsabilidade da Funarte, do Governo Federal, por cerca de três anos, abrigando a Casa Funarte Liberdade.  Nos últimos meses, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), realizou as tratativas para que uma nova instituição assumisse a gestão do espaço, dando continuidade às políticas públicas culturais desenvolvidas no Circuito Liberdade. No período em que esteve responsável pelo imóvel, a Secult adotou medidas para garantir a ordem e segurança do edifício, como contratação de portaria 24 horas, instalação de sistema de alarme e serviço de limpeza e manutenção. Também presente na solenidade, a secretária de adjunta de Cultura, Josiane de Souza, lembrou que o Circuito Liberdade, ao qual o Rainha da Sucata está vinculado, recebeu, apenas no primeiro semestre deste ano, 2,8 milhões de visitantes. “Isso é extraordinário. É um recorde de público, de participação. Daí a importância de iniciativas como essa. É a demonstração de quanto são necessários projetos que propõem a visitação de bens históricos combinados com a expressão da arte e da cultura. A assinatura deste documento reforça a importância da parceria entre o Governo de Minas e o TJMG que, juntos, dão sentido ao pilar fundamental de nossa missão que é de promover a cultura, a educação e o acesso à arte”, finalizou.   

Governador em exercício

A agenda oficial fecha a série de compromissos do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador José Arthur de Carvalo Pereira Filho, no comando do Executivo estadual. O presidente do TJMG assumiu a função de 1/11 a 7/11, em razão da participação em missões internacionais do governador Romeu Zema, do vice-governador Professor Mateus e do presidente da Assembleia Legislativa, Tadeus Martins Leite. Com o retorno nesta quarta-feira (8/11), Professor Mateus representa o Estado como governador em exercício até a conclusão dos compromissos oficiais de Romeu Zema na Ásia.

outras notícias